casa » Archivo de Etiquetas: Zé Inacio (página 5)

Archivo de Etiquetas: Zé Inacio

Zé Inácio vira réu em ação penal

COMPARTILHE

ZZ1

O deputado estadual José Inácio Sodré Rodrigues, o Zé Inácio (PT), se tornou réu em uma ação penal na Justiça Federal do Maranhão. A denúncia, feita no dia 09 de novembro de 2012 pelo procurador da República no Maranhão, Flauberth Martins Alves, e aceita pelo juiz titular da 1ª Vara Federal Criminal, juiz Roberto Carvalho Veloso, no dia 09 de setembro de 2013, após ratificação do Ministério Público Federal (MPF) maranhense.

Z1

De acordo com informações obtidas pelo BLOG, o processo envolve supostas irregularidades no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), autarquia que teve como superintendente no Maranhão, o próprio parlamentar petista. A audiência do Processo contra Zé Inácio está marcada para o dia 08 de abril, às 14:30h. O difícil é explicar o inexplicável.

Z2

Além da ação penal que tramita no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Zé Inácio pode ser alvo de outros processos por causa de irregularidades em sua gestão à frente do Incra. O BLOG teve acesso a documentos de contratos que mostram obras inacabadas em vários municípios do Maranhão.

Z3

Em Santa Rita, o órgão firmou contratos com uma empresa que tem como sócia uma prima do então superintende regional do Incra, hoje deputado estadual, Zé Inácio. As obras para construção de casas e estradas, sequer chegaram a ser realizadas, ou foram iniciadas e paralisadas, após a liberação de recursos. Método totalmente fora da lei.

Z5

As supostas irregularidades também foram constatadas em Mirinzal, Itinga e várias cidades do interior do Estado, inclusive no litoral ocidental maranhense. Ainda esta semana o blog vai publicar as informações detalhadas de cada um dos municípios e mostrar toda possível armação feita por Zé Inácio durante sua gestão no Incra. É só aguardar pra ver!

 

Texto: Blog Antônio Martins

 

Ponte sobre o Rio Pericumã vira ponto turístico de políticos parasitas

COMPARTILHE

Zé Cabo

A construção da ponte sobre o Rio Pericumã, que ligará o município de Central do Maranhão a Bequimão, agora virou pauta de políticos parasitas. O local onde será construída a ponte se tornou o maior ponto turístico de políticos aproveitadores. O primeiro a passear no local, foi o enrolado Zé Inácio, que mesmo sendo da região, nunca tinha ido ao local antes.  Depois que Zé Inácio inaugurou o ponto turístico, vários aproveitadores já foram ao local, inclusive o deputado Cabo Campos, que esteve lá neste domingo (1).

Os políticos considerados papagaios de pirata, devem no mínimo procurar pesquisarem e ver que essa ponte está na promessa há décadas e nunca foi feita simplesmente por problemas políticos. Na época do primeiro governo de Roseana Sarney a ponde não foi construída porque o prefeito de Central era oposição ao grupo Sarney. Já no período em que Zé Reinaldo Tavares foi o governador, a obra não foi feita porque Juca Martins, que na época era o prefeito de Bequimão, segundo Zé Reinaldo, era um Roseanista de carteirinha. Já no governo Jackson, nem foi comentado. Na segunda gestão de Roseana, que em minha opinião foi um “Cocô” só ficou na promessa, mas os pedidos foram feitos, tanto pelo prefeito de Bequimão, Zé Martins, quanto pelo deputado estadual na época, Vitor Mendes.

Durante muito tempo, um grupo de políticos e cidadãos da baixada, vem se organizando para buscar através de convênios, a construção daquela ponte que irá beneficiar milhares de pessoas de vários municípios da região. Na campanha eleitoral passada, a Ponte sobre o Rio Pericumã, foi uma promessa de campanha de Flávio Dino e como as coisas se encaminham para a realidade, vários parasitas, fungos e bactérias políticos, estão querendo aparecer na foto, mas os méritos são do consórcio “GUARÀS” formado pelas principais lideranças da baixada, inclusive prefeitos.

p1 p2p3

Neste sábado (28) um grupo de cidadãos originários da Baixada Maranhense reuniu-se com a finalidade de articular a criação do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, como entidade da sociedade civil organizada, cujo objetivo é estabelecer um canal de interlocução com as diversas esferas do Poder Público para discussão das necessidades pertinentes à microrregião, como a construção de barragens, o projeto diques da Baixada e a construção da ponte Bequimão-Central do Maranhão. O evento foi realizado no auditório da TV da Assembleia Legislativa.

Participaram do encontro o Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, o ex-deputado Jota Pinto, o vice-prefeito de Pinheiro, César Soares, o vice-prefeito de Peri-Mirim, Eliezer Soares e o vereador Jean Reis, dezenas de vereadores, ex-prefeitos, intelectuais, estudantes, profissionais liberais, cientistas, lideranças e formadores de opinião de diversos municípios da Baixada maranhense.

Segundo o professor Flávio Braga, que coordenou os trabalhos, “a Baixada possui uma peculiaridade que a distingue sobremaneira das outras regiões pobres do Maranhão: embora o seu povo seja desprezado e muito empobrecido, as soluções para melhorar as condições de vida são baratas, simples e de fácil resolução. Só depende da vontade política de nossos governantes. Quem conhece bem a realidade social da Baixada pode atestar essa situação de omissão e abandono”.

A grande questão observada nesse encontro foi a ausência dos políticos parasitas, que só querem aparecer no momento do bolo, na hora da luta, estão bem longe. O certo mesmo, é que os aproveitadores, estão usando a tribuna da assembleia para tentarem se promoverem à custa de uma obra que não os pertence.

Seminário para construção do mandato?

COMPARTILHE

ZE INACIO

O Deputado estadual Zé Inácio (PT) realizou nesta sexta-feira (27), o I Seminário que ele classificou de “Brasil Atual e os Desafios do Mandato Popular”, com a presença das principais cabeças pensantes do Partido dos Trabalhadores. Estiveram presentes, Raimundo Monteiro, que só pensa em dinheiro, o Senador de Pernambuco, Humberto Costa, que assim como Zé Inácio, não cumpre com seus compromissos, Helena Barros, que o que fala em pé não confirma sentada e por isso não teve mais mandato, a prefeita de Itinga, Vete Botelho, que igual o marido, Zé Inácio, é mais suja que pau de galinheiro politicamente, o prefeito de Alcântara, Domingos Araken, que se fizer negócio com o capeta, passa a perna no diabo e Graça Amorim representante da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Fetraf/Ma) que não conseguir entender porque ela estaria nesse evento, já que pelo que conheço, a visão dela é diferente dos que citei anteriormente.

Segundo Zé Inácio, que passou 4 anos fazendo campanha e enganando os pobres do Maranhão, o evento tem como objetivo definir as ações prioritárias para o planejamento do mandato parlamentar, a partir das propostas de campanha, diretrizes do mandato e princípios do mandato popular petista.

“Durante todo meu trabalho como gestor público, político e agora como parlamentar esses seguimentos contribuíram bastante” – disse Zé Inácio. O deputado só não consegue explicar para onde foi a grana dos assentamentos e porque as casas foram feitas com matérias de péssima qualidade, e os moradores que ainda receberam as casas estão abandonando por causa das rachaduras. Em Alcântara Araken e Zé Inácio ludibriaram vários trabalhadores, com o sonho da casa própria. O ridículo foi o SLOGAN: É de luta, é da terra.

Durante o Seminário, foram discutidos em grupos algumas áreas de atuação no mandato do deputado Zé Inácio, entre elas, agricultura familiar, reforma agrária e meio ambiente; desenvolvimento territorial, economia solidária e segurança alimentar; igualdade de gênero; política para juventude; promoção da igualdade racial; direitos humanos e diversidade; educação e cultura. Lendo tudo isso, o leitor deste portal começa a imaginar se está em outro país. Zé Inácio passou anos no Incra e nunca mandou um convenio para a cidade de Bequimão, porque sabia que o prefeito, não iria compactuar com a porcentagem exigida por ele.

Estiveram presente, 146 representantes de entidades e movimentos sociais de 47 municípios maranhenses, além de militantes do PT e sociedade civil organizada.

Ainda na parte da tarde no Seminário, foram realizadas atividades em grupos com o objetivo de criar propostas prioritárias para implementá-las durante o mandato legislativo. Agora fica a pergunta: O nobre deputado, não conhece as necessidades e problemas do Estado, ou mais uma vez vai brincar de fazer política? O certo mesmo, é que como advogado, não respeita as leis do país.

 

 

Deputado Petista pode está envolvido em mais falcatrua

COMPARTILHE

NEGÓCIO EM FAMÍLIA?

IVOGISELE

Contratada por R$ 508.326,10 (quinhentos e oito mil, trezentos e vinte e seis reais e dez centavos) pelo prefeito Antônio Cândido Santos Ribeiro, o Tim (PRB), para construção de quadra poliesportiva na cidade de Santa Rita, a Construtora Novo Horizonte Comércio e Construções Ltda-ME preza pela discrição. Em vez de grandes galpões, repletos de máquinas e entra & sai de operários, a empreiteira tem como sede um imóvel funcional onde mora o vereador Ivo Gomes da Silva (PDT), na Avinda General Rivas,  Nº 235B, Bairro da Liberdade, em Santa Rita, o que contraria a Lei Orgânica do Município e o Regimento da Câmara Municipal.

Não há placa, adesivo ou pintura que identifique que ali funciona a empresa, como constatou o PORTAL ao procurar o endereço fornecido à Receita Federal e à Junta Comercial do Maranhão. Além da Prefeitura Santa-ritense, a Novo Horizonte que tem como sócia uma mulher identificada por Gisele Pinho Soares, que seria esposa do vereador Ivo, também assinou contratos com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), conforme extratos publicados no Diário Oficial do Estado. O total dos contratos com os dois órgãos passa de R$ 4 milhões de reais.

O QUE DIZ A LEI?
A Lei Orgânica Municipal diz que é vedado (proibido) ao vereador, ao prefeito, ao vice-prefeito e aos secretários, desde a expedição do diploma, “celebrar e manter contrato com o município, com suas autarquias, fundações, empresas públicas, sociedades de economia mista ou com suas empresas concessionárias de serviço público municipal (…)”. O dispositivo, inclusive, assegura que “perderá o mandato o vereador que infringir qualquer uma das proibições estabelecidas nos artigos da legislação”.

A perda do mandato de vereador por “utilizar-se do mandato para a prática de atos de corrupção ou de improbidade administrativa” também é prevista em artigos do Regimento Interno da Câmara Municipal, no item que trata do Processo de Perda de Mandato do Vereador.

DEPUTADO ESTADUAL NO ESQUEMA?
Levantamento realizado pelo PORTAL, com base em dados oficiais do Portal Transparência do Governo Federal e Extratos de Contratos publicados no Diário Oficial do Estado (DOE), confirma que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) também fez transações lucrativas com a empresa de “fachada” e pagou por obras que não foram realizadas naquele município. O SITE vai trazer nos próximos dias todos os detalhes do esquema que pode atingir, inclusive, um dos deputados novatos, que já está mais sujo que pau de galinheiro. Se tudo for concreto, vai ter que se explicar e acabar caindo a máscara de moralista.

Blog do Antônio Martins

 

Zé Inácio: O sujo falando do mal lavado!

COMPARTILHE

Texto baseado no Blog do D’eça

NOSSA

O deputado estadual Zé Inácio Rodrigues (PT) que é mais sujo que pau de galinheiro, saiu ontem (21) em defesa dos projetos do PT e partiu para cima dos tucanos maranhenses Neto Evangelista e João Castelo. O pior de tudo é que Zé Inácio acusa os tucanos e esquece que é fera na prática ilícita.

ZÈ INÁCIO

Atual secretário de Desenvolvimento Social, Evangelista publicou artigo em seu perfil no Facebook para lamentar o abandono da refinaria “Premium”, projeto que classificou de estelionato eleitoral (Releia aqui). Mas o deputado Zé Inácio, que “Comeu” alto na construção de casas em assentamentos do INCRA nas terras de Santana, zona rural de Bequimão, acha que ninguém sabe das falcatruas e se mostra honesto. Tudo isso, para comprar lideranças em todo estado do Maranhão. E o pior, deixou pobres sem casas e deu pra quem mora na Vila Embratel, em São Luís.

Castelo, por sua vez, ocupou emissoras de rádio de São Luís para fazer as mesmas críticas. O certo mesmo, é que Neto Evangelista foi inocente nessa labuta e acabou caindo na lábia de João Castelo, prefeito até dezembro de 2012 e que buscava a reeleição e tinha como vice, o jovem deputado tucano, que foi o único corajoso em aceitar o convite de Castelo.

Já o deputado do PT, Zé Inácio resolveu rebater os dois e disse, também por meio do facebook, que “estelionato eleitoral” foi o VLT, usado pela dupla na campanha de 2012. (Recorde aqui)

“Não existe maior simbolismo de estelionato eleitoral no Maranhão do que o VLT de Castelo & Neto Evangelista em 2012. Sem projeto e sem planejamento. Só o vagão da alegria, que custou milhões” – afirmou Inácio. Só que Zé Inácio esqueceu que ano passado o petista mesmo fora do INCRA mandou autorizar o pagamento de R$500 mil reais antes das casas serem construídas. E o pior, mandou as pessoas assinarem os documentos sem receberm as casas.

O bate-0boca entre petistas e tucanos, em todo o país, fez parte das estratégias dos dois partidos para evitar a hegemonia um do outro no debate político. E a tendência é que o confronto ganhe corpo à medida que se aproximar o processo eleitoral… Agora fica a pergunta: Zé Inácio tem moral para criticar alguém?

Zé Inácio “calado” seria um grande “Poeta”

COMPARTILHE

ZT

O deputado eleito, Zé Inácio (PT), começou muito mal, ao ocupar hoje (3) a tribuna da assembleia legislativa do Maranhão, para defender, nada mais nada menos, que o ex-presidente da república Luís Inácio Lula da Silva. Se comparado o fracasso da Refinaria Premium I, em Bacabeira, com os “Assentamentos do Incra” na gestão de Zé Inácio, a diferença é mínima. A refinaria apenas ficou no papel e a grana sumiu. Já os assentamentos saíram do papel para poder desviar o dinheiro.

Em sua fala na tribuna, Zé Inácio defendeu Lula e tirou a responsabilidade do fracasso do projeto da refinaria Premium I. “O nosso papel não é simplesmente o de fazer bandeira política em favor da refinaria, lutas partidárias. Nós temos que criar uma comissão e uma frente parlamentar suprapartidária em favor do Maranhão e que possamos envolver o governador Flávio Dino” – defendeu.

Aliado de políticos sujos, como Raimundo Monteiro, Zé Inácio deveria ficar calado, para que suas cartas não sejam colocadas em cima da mesa. A frente do projeto de assentamento da Associação de Terras de Santana, interior de Bequimão, o deputado distribuiu casas para quem mora em outra cidade e deixou pessoas necessitadas morando em casebres. Além disso, por conta dos desvios da grana, as casas foram construídas com matérias frágeis e estão colocando a vida de quem mora nelas, em risco.

O deputado estadual, Othelino Neto (PCdoB), que não tem papas na língua, mostrou porque foi eleito para o segundo mandato. “Isso foi um crime cometido contra o Brasil, em especial contra o Maranhão. Essa história da refinaria foi um sonho para os maranhenses, um sonho que infelizmente virou um pesadelo, mas que já começou errado”, – disse Othelino.

Sem moral para falar, Inácio tentou polemizou com o antigo companheiro de PT, Bira do Pindaré (PSB) que também acusou os petistas pelo fracasso da refinaria. Pra mostrar que Zé Inácio calado é um Poeta, ele disse: “Othelino até que não me surpreende, porque a história dele parece que ainda esteja no PPS, fazendo sempre Oposição ao Governo Federal. Mas o que me causa estranheza é a forma como o deputado Bira se manifesta dizendo que o Presidente Lula, que é a maior liderança hoje viva desse país, ser culpado pelo fracasso da refinaria”. Então Zé Inácio, responde quem foi o culpado do fracasso? Foi o povo? Nunca vi um ladrão confessar um crime!

 

TSE pode barrar candidaturas no Maranhão

COMPARTILHE

ministra

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode barrar candidatura a deputado estadual no Maranhão. O motivo seria o descumprimento da cota feminina que seria de 30%. Em Goiás, os registros de 51 candidatos foram negados na primeira instância do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado de Goiás e pelo descumprimento da lei da cota que assegura 30% das vagas para candidatas mulheres em partidos ou coligações.

Mas, recentemente, a ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), referendou a decisão do TRE de Goiás. Há outro caso de indeferimento em Brasília.

No Maranhão, as candidaturas da coligação proporcional “Pra Frente Maranhão 2″, que tem oito partidos e 22 pessoas disputando vaga na Assembleia Legislativa, teve os registros deferidos pelo Tribunal Regional Eleitora (TER). Neste caso, o Partido dos Trabalhadores (PT) que ficou fora do chapão do PMDB, pode escapar da punição e o candidato Zé Inácio deve ficar fora desse episódio.

Para cumprir a cota dos 30% na coligação, usaram três mulheres como laranjas. Joana Marques (assessora especial da Casa Civil), Camila Rodrigues Sampaio Nunes (assessora especial do Cerimonial do Governo do Estado) e Conceição Domingas Costa dos Santos (chefe de gabinete do Governo) foram registradas como candidatas a deputada estadual.

Elas, porém, não se desincompatibilizaram dos cargos que exercem, continuam recebendo salários e portanto podem comprometer toda a coligação, levando o TSE a não permitir a expedição dos diplomas dos candidatos caso eleitos. Isto porque, a coligação assim que for comprovada a irregularidade, não cumpriu a cota exigida.

A coligação “Pra Frente Maranhão 2″ é composta dos seguintes partidos PMDB, PV, DEM, PTB, PTdoB, PSC, PR e PRTB e caminha para fazer o maior número de deputados eleitos.

Em março deste ano, o ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio Mello, cobrou punições a partidos políticos que descumprirem a cota de 30% de mulheres candidatas nas eleições.

Veja no vídeo aqui, um breve relato sobre a cota de 30% para mulheres e a ministra Luciana Lóssio fala sobre a irregularidade.

Do Blog do Luís Cardoso

 

Zé Inácio está fora da disputa para deputado

COMPARTILHE

Exibida no Atual7.com

TRE1

O ex-superintendente do INCRA e candidato a deputado estadual, Zé Inácio (PT), está fora da disputa para o cargo de deputado estadual. Durante o tempo em que ficou a frente do INCRA-MA, Zé Inácio aproveitou a chance e distribuiu projetos para toda parte do Maranhão, menos para Bequimão, o município onde ele diz ser filho da terra. A única coisa que Zé Inácio fez em sua terra, foi lançar um candidato a prefeito em 2012 e atrapalhar o então candidato à reeleição, Antônio Diniz (PDT), que acabou sendo derrotado por uma diferença de 112 votos.

Engasgado na garganta de milhares de eleitores bequimoenses, Zé Inácio seria derrotado nas urnas, mas mesmo assim, Ele estava esbanjando dinheiro a torto e direito. Mas, como diz o Poeta José Albino, “quem bate esquece e que apanha lembra”, Zé Inácio simplesmente não vai poder concorrer nesta eleição, e após comprar todo mundo em Bequimão, pode não cumprir mais uma vez com seus aliados. De acordo com informações de eleitores do município de Bequimão, Zé Inácio estava pagando de R$5 mil à R$10 mil reais por lideranças e ainda prometia casas de Alvenaria aos moradores pobres das comunidades “Quilombolas”.

REMIZé-Inácio-6

A falta de mulheres na montagem da chapa para deputado estadual na coligação “Pra Frente Maranhão” deve tirar todos os candidatos da coligação na disputa pela Assembleia Legislativa do Estado nas eleições deste ano, inclusive Zé Inácio (PT). Formada por 18 partidos – PMDB, DEM, PTB, PV, PTdoB, PSC, PRTB, PR, PEN, PMN, PHS, PSD, PT, PRB, PSL, PRP, PSDC, PTN – a coligação deve ter o registro – ou diplomas – de todos os seus candidatos cassados pela Justiça Eleitoral por ter em seu quadro pelo menos três servidoras do Estado que não se desincompatibilizaram e continuam exercendo suas funções no Governo Roseana Sarney, inclusive uma bequimoense, identificada como Concita. Vejam abaixo.

PMDB1

PMDB2

Após ver a matéria no Portal  Atual7.com, o editor deste Site:www.joaofilho.com, apurou que a entrada das servidoras na disputa foi de iniciativa do presidente Estadual do PMDB e segundo suplente de senador na chapa do deputado federal Gastão Vieira, Remi Ribeiro. A forma de burlar à imposição legal de ter pelo menos 30% de candidatos do sexo feminino, pode deixar todo mundo da coligação sem mandato. Ao tomar conhecimento da “Maracutáia” no último sábado (20), o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, soltou os cachorros pra cima de Remi Ribeiro, sabendo que sua filha, Andre Murad, está fora da disputa. A briga foi tão acirrada que Remi Ribeiro acabou sofrendo um infarto e foi internado às pressas em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

As servidoras usadas como “candidatas-laranja” por Remi Ribeiro, são a Assessora Especial da Casa Civil, Joana Marques; Camila Rodrigues Sampaio Nunes (Assessora Especial do Cerimonial do Governo do Estado); e Conceição Domingas Costa dos Santos, Chefe de Gabinete da Administração do governo. Apesar de permanecerem lotadas nos cargos até hoje, todas tiveram suas candidaturas deferidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, mas devem ter suas candidaturas cassadas pelo Superior Tribunal Eleitoral (TSE).

O Blog divulga os nomes e coligações proporcionais dos 43 candidatos na disputa, onde a maioria concorre à reeleição, juntamente com o restante da coligação “Pra Frente Maranhão” e devem está de fora das eleições do dia 5 de outubro próximo, devido a irregularidade nas três “candidaturas-laranjas” criadas por Remi Ribeiro para cumprir a cota de sexo feminino estabelecida pelo parágrafo 3º do artigo 10 da Lei das Eleições:

PMDB, DEM, PTB, PV, PTdoB, PSC, PRTB, PR

  1. Afonso Manoel
  2. Andrea Murad
  3. Hélio Soares
  4. Max Barros
  5. Nina Melo
  6. Roberto Costa
  7. Socorro Waquim
  8. Adriano Sarney
  9. Hemetério Weba
  10. Edilázio Júnior
  11. Rigo Teles
  12. Antonio Pereira
  13. Cesar Pires
  14. Manoel Ribeiro
  15. Léo Cunha
  16. Rogério Cafeteira
  17. Fábio Braga
  18. Carlos Filho
  19. Stênio Rezende
  20. Camilo Figueiredo
  21. Josimar Cunha

PEN, PMN, PHS, PSD

  1. Jota Pinto
  2. Sergio Vieira
  3. Eduardo Bráid
  4. Priscila Sá
  5. Carlinhos Florêncio

PT

  1. Francisca Primo
  2. Zé Inácio
  3. Américo
  4. Fernando Silva

PRB

  1. Ana do Gás
  2. Glalbert Cutrim
  3. Dr. Pádua
  4. Júnior Verde

PSL

  1. Graça Paz
  2. Edson Araújo
  3. Roma

PRP, PSDC, PTN

  1. Fábio Gentil
  2. Marcos Caldas
  3. Aristides Milhomem
  4. Paulo Neto
  5. Alexandre Almeida
  6. Sousa Neto

Projeto “Minha Casa, Minha Esperança” ou “Zé de Barro”

COMPARTILHE

O direito do companheiro começa quando o meu termina.

Onde está a Secretaria de assistência social do município de Bequimão? Cadê os agentes de saúde do município, que são os intermediadores entre as comunidades e as secretarias de saúde e social? Eu preciso de uma resposta…

Estive no último final de semana no município de Bequimão e constatei inúmeras irregularidades na região. A culpa é de quem? Não sei, mas vou tentar descobrir e púlblicisar ao povo do município. A primeira descoberta foi com relação às moradias construídas nas terras de Santana, através de assentamento do INCRA. O que eu não entendi até agora, foi como escolheram as pessoas que seriam beneficiadas com o projeto. Visitei os povoados beneficiados e constatei que existem casas abandonadas sem moradores, já que os proprietários moram e trabalham aqui em São Luís, há mais de 20 anos.

casa1casa2

Quem bate no peito e se diz pai da criação do projeto, é o enrolado advogado Zé Inácio (PT) que mesmo sendo filho daquela terra, não conhece a realidade de seu povo. De acordo com informações precisas, foram construídas 230 moradias e divididas a ponta de dedo, já que o presidente da Associação na época era compadre de Zé Inácio.

casa3casa4

Ganharam casas pessoas aposentadas, funcionários públicos municipais, pessoas que moram em São Luis e até comerciantes. E o pior, deixaram pessoas que moram em casebres, em situação de calamidade pública. É o caso do morador do povoado Floresta, identificado como Antônio José de 64 anos, que é um senhor idoso, doente, não é aposentado, mas mesmo assim, não ganhou uma casa para morar. Antônio José mora em uma casa construída há 30 anos, que pode desabar a qualquer momento. São inúmeras pessoas vivendo nessa situação.

casa 10casa 7

Agora fica a pergunta, como Zé Inácio instruiu os técnicos do INCRA a selecionarem os moradores? Foi pela beleza, cor ou poder aquisitivo? O certo mesmo, é que os mais pobres das comunidades, ainda continuam morando em casa de taipa.

casa 9casa 8

Conversando com muitos moradores, o projeto foi apelidado de “PROJETO ZÉ DE BARRO”, em homenagem a Zé Inácio, já que os pobres continuaram morando em casas de barro. Outra informação triste foi quando um morador que foi beneficiado com uma casa contou a nossa reportagem, que Zé Inácio ordenou que os beneficiados, assinasse o contrato de recebimento da casa antes mesmo de ser construída.

casa5casa6

Uma fonte fidedigna dentro do INCRA, contou a nossa reportagem, que a pessoa que assumiu o lugar de Zé Inácio, é apenas uma laranja e só faz o que o ex-superintendente do órgão manda. De acordo com o regimento do INCRA, o dinheiro das casas só sai quando a residência estiver pronta. Mas Zé Inácio mandou sua substituta, liberar R$ 500 mil reais a empresa prestadora do serviço, mesmo sem colocar um tijolo na casa. Nessa nova remessa, o material usado é de péssima qualidade e por esse motivo, muitas casas estão rachando, haja vista que nenhuma residência tem pilar de concreto e nem amarração de cinta, o que é obrigatório pelo conselho regional de engenharia.

O atual presidente da Associação de Terras de Santana, Dialquino Amorim, já entrou na justiça contra algumas atitudes de Zé Inácio, que embargou um projeto da associação, que requeria casas que seriam construídas através da Caixa Econômica Federal. Ciente e conhecedor das necessidades de vários moradores, Dialquino pleiteou na justiça o direito de cada morador.

Pré-Candidato faz propaganda antecipada no interior

COMPARTILHE
Imagem/Nota da assessoria de Zé Inácio

Imagem/ Extraída da internet

Se fosse a primeira vez, seria tolerável, mas já perdi as contas de quantas vezes já vi esse tipo de propaganda feita pelo pré-candidato a deputado estadual, Zé Inácio do PT. São carros adesivados, festas patrocinadas com camisas e a marca Zé Inácio. O que parece, é que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) está fazendo vista grossa para esse tipo de campanha, que segundo a lei eleitoral, é crime.

Aproveitando o período da copa do mundo no Brasil, Zé Inácio distribuiu milhares de camisas no município de Itinga do Maranhão nas cores da seleção brasileira e com a marca Zé Inácio. Aliado da prefeita de Itinga, Vete Botelho, Zé Inácio aproveita e distribui camisas com seu nome nas costas.

Zé Ináco 1Zé Inácio 2Zé Inácio 3

Segundo escreveu em sua página no facebook, Zé Inácio tenta mostrar que o povo de Itinga, mesmo com tanta pobreza, consegue confeccionar camisas com dinheiro próprio em apoio ao Petista. Quem em sua consciência manda fazer camisas e forma torcida organizada por um cara que nem valoriza sua própria terra natal? Será que Zé Inácio é tão esperto, a ponto de pensar que todo mundo é burro? No dia 12 de abril, aconteceu uma festa aqui em São Luís, batizada de “Resistência Reggae”, e o convidado era obrigado vestir uma camisa que tinha a marca e o patrocínio de Zé Inácio. A promoção era tão chula, que o ingresso era justamente uma camisa. Todos foram à festa, mas ao descobrir que era uma propaganda política, muitos se recusaram vestir a camisa e por isso não puderam entrar na festa.

ZI2ZI 1

Na última terça feira (17) quando o Brasil empatou com o México, a cidade de Itinga ficou toda amarela após distribuição de milhares de camisas padronizadas com a marca de Zé Inácio. Foram bares, restaurantes e salões de eventos, todos lotados com torcedores vestidos com a camisa amarela estampando o nome de Zé Inácio.

Zé Inácio 4Zé Inácio 6

Será que só em Itinga está havendo propaganda antecipada de Zé Inácio?

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free