POLÍTICA

Waldir Maranhão no Ostracismo da política Estadual

COMPARTILHE

Por ED WilsonA eleição da nova mesa diretora da Câmara dos Deputados tira de cena a personagem Waldir Maranhão (PP). Protagonista de episódios grotescos, o parlamentar teve dias de fama quando anulou a sessão do impeachment da presidente Dilma Roussef (PT), apenas para gerar um factoide.

Maranhão jamais foi aliado de boas causas, muito menos do PT. A fama lhe veio também pelas más ações em família. Quando ascendeu temporariamente à presidência da Câmara dos Deputados, logo logo as investigações alcançaram uma sinecura do filho de Waldir Maranhão, o médico Tiago Maranhão, no Tribunal de Contas (TCE).

Tiago morava em São Paulo, mas parasitava a folha de pagamento do TCE sediado em São Luís. A partir de hoje fora da mesa diretora, Waldir Maranhão vai para o ostracismo da política. Nem a permanência dele no PP é certa.

O deputado chegou a ensaiar uma candidatura de senador, em 2018, mas a chance é mínima, principalmente agora. Talvez nem renove o mandado de federal. Qual será o caminha de Maranhão a partir de hoje?

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar