SAÚDE

Vereador Francisco Chaguinhas diz que a pandemia pegou de calça curta todo sistema de saúde do Brasil

Na primeira onda, os sistemas público e privado ficaram colapsados e nesta segunda onda não é diferente

O vereador de São Luís, Francisco Chaguinhas (Podemos), usou a Tribuna da Câmara Municipal nesta segunda-feira (15), para fazer uma síntese sobre os sistemas de saúde público e privado, antes e durante a pandemia do novo coronavírus no Brasil. Levado em consideração o sistema público municipal em São Luís, o parlamentar chegou à conclusão que a pandemia pegou de calça curta todo sistema de saúde do Brasil.

Segundo o vereador do Podemos, ele esteve visitando o Centro de Especialidades Médicas no bairro Vila Esperança, localizado na região da zona rural de São Luís. De acordo com o relato do parlamentar,ele viu o esforço da gestora da Unidade de Saúde e das pessoas que trabalham lá. São 17 especializações médicas naquele Centro de Saúde, mas as instalações, segundo o vereador Francisco Chaguinhas estão precárias.

“As instalações estão tão precárias naquele Centro de Saúde, que a logomarca que está lá ainda é da gestão do ex-prefeito João Castelo. Os aparelhos de ar condicionado na grande maioria ainda são da gestão do ex-prefeito Tadeu Palácio. Isso mostra que temos um corpo de gestão muito bom, mas falta instrumentos, é preciso ter instrumento. Há 4 anos eu visitei o mesmo Centro de Especializações, e naquela época a população já reclamava pela falta de psicólogos, psiquiatras e fisioterapeutas. Volto 4 anos depois e encontro a mesma deficiência”, descreveu Francisco Chaguinhas. VEJA ABAIXO TODO PRONUNCIAMENTO NA ÍNTEGRA DO VEREADOR FRANCISCO CHAGUINHAS QUE ABORDOU VÁRIOS TEMAS IMPORTANTES.

Ainda em seu discurso, Francisco Chaguinhas lembrou da responsabilidade de cada vereador na Câmara Municipal como fiscalizador, fortalecendo o legislativo, mas dando governabilidade ao executivo. “Há 12 anos eu vejo a luta incansável de vários vereadores que foram atropelados, simplesmente por lutar individualmente. Agora não, além das comissões técnicas e permanentes desta casa, nós temos os blocos, já que o regimento interno desta casa nos faculta neste momento”, disse o vereador do Podemos.

Por Assessoria de Comunicação

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo