casa » POLÍTICA » Tapa Buracos: Mudam-se os atores, mas o espetáculo permanece o mesmo!

Tapa Buracos: Mudam-se os atores, mas o espetáculo permanece o mesmo!

COMPARTILHE

Se não bastasse a falta de honestidade e puramente o respeito pelo povo da baixada, a gestão estadual que sempre condenou os governos anteriores, está apresentando o mesmo espetáculo na MA-106, que liga os municípios de Alcântara e Pinheiro. As imagens abaixo mostram o quanto o dinheiro público desce pelo ralo ou simplesmente está sendo enterrado entre o barro e o asfalto. Os leitores da baixada poderiam dizer que seria invenção, mas a surpresa está nas fotos. Se uma imagem vale mais do que mil palavras, aqui a representatividade imagética será bem aceita.

MA2b2

Dizem que falar é fôlego, mas não seria melhor ficar calado? As propagandas atuais estão iguais aquelas onde um personagem cita uma frase que virou chacota na boca da oposição em 2014. “Uma Estrada brilhosinha”. O governo do Maranhão ta tapando os buracos da MA-106, entre Cujupe e Bequimão, simplesmente com barro vermelho. Houve um boato muito forte durante a semana e as rodas de conversas dentro do Ferryboat são apenas a irritação dos motoristas que trafegam diariamente por lá. Como sou igual a São Tomé, só acredito vento, fui até a MA-106 e verifiquei e presenciei a falta de respeito com o povo. Vi de perto que estão jogando barro vermelho dentro dos buracos e cobrindo com uma capa de asfalto.

MA3B3

A empresa que não se sabe de onde saiu e nem de onde veio, faz a “Escariação ou obturação” e em seguida enchem os buracos mais profundos com barro vermelho, trabalho inédito no Maranhão. E fiquei mais surpreso ainda, por que ouvi do Governador Flavio Dino (PCdoB), em São Bento, quando ele Diaz em um discurso muito empolgado, a seguinte frase: “Vai começar a recuperação da MA-106 de Cujupe a Pinheiro e não terá sócios, como havia no passado. A recuperação será a melhor de todas, vamos refazer a estrada e os acostamentos também”, disse o governador que ainda não desceu do palanque! Até o deputado Fernando Furtado (PCdoB), viu o absurdo e usou a tribuna da Assembleia para reclamar da situação. Veja Aqui!

MA4 MA3

Isso foi dito em alto e bom som para todos os presentes ouvirem e levarem também. Seria o governador um mentiroso ou os sócios não foram embora? Ou ele não governa ou não sabe o que acontece em sua gestão? A pergunta está lançada e todos querem a resposta com trabalho e principalmente atitude. É mais asfaltou ou Mais barro vermelho?

Ao contrario do que esbravejou o governador em São Bento, o esquema no tapa Buracos da Ma 106 entrará para a história das coisas mais absurdas que já se tenha visto em um governo que foi batizado de “Mudança”. O que estão fazendo na MA-106 é um crime. A operação lava jato, com certeza está bem longe do que estão fazendo nas estradas do Maranhão. Com a palavra o governador Flavio Dino!

 

Do Blog de Paulinho Castro (Com edição)

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Diretor geral da Mesa Diretora fala sobre os 30 anos da Constituição do Maranhão

Em entrevista aos radialistas Marina Souza e Álvaro Luís, no programa Conexão Cidadania, da Rádio ...

Sancionada lei de Othelino Neto que prevê uso de efetivo da Segurança para reforço nos municípios

O governador Flávio Dino sancionou, nesta sexta-feira (11), o  Projeto de Lei 480/2019, de autoria do ...

Othelino recebe prefeita de Paço do Lumiar e destaca importância do município para Região Metropolitana

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu, nesta quarta-feira ...

Assembleia aprova projeto do Executivo que institui Fundo Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil

A Assembleia aprovou por unanimidade, na sessão desta quinta-feira (10), o projeto de lei 454/2019, ...

Câmara aprova projeto de lei de autoria de Fátima Araújo que vai criar e implantar o CEJAAM em São Luís

A população de São Luís ganhou um grande presente na manhã desta quarta-feira (09). Durante ...