NOTÍCIAS

Secretaria de Saúde de Alcântara nega atendimento à paciente esfaqueado

COMPARTILHE

Não é novidade mais para os alcantarenses que a saúde pública do município de Alcântara é uma verdadeira vergonha pública.  Nesta terça feira (9), um rapaz identificado como Gleidson da Silva Barbosa, que foi esfaqueado no Povoado Japeú, zona rural de Alcântara, foi levado para o Hospital Municipal Lídia Martins na cidade de Bequimão, onde recebeu os primeiros socorros e em seguida transferido para o Hospital Regional Dr. Jackson Lago na cidade de Pinheiro, onde foi rejeitado por não ter leito e teve que voltar novamente para o hospital de Bequimão.

A partir daí, Gleidson precisava ser transferido para um hospital em São Luís onde teria que ser feita uma intervenção cirúrgica com urgência, já que a facada foi profunda. Como o rapaz reside em Alcântara, a direção do Hospital Municipal Lídia Martins, entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Alcântara, mas infelizmente não deu a mínima para o caso do alcantarense, que estava entre a vida e a morte. Depois de horas internado em Bequimão e aguardando uma solução da Secretaria de Saúde de Alcântara, o prefeito Zé Martins mandou uma ambulância deixar o homem no Socorrão I em São Luís, onde foi submetido a uma cirurgia e não corre mais risco de morrer.

Enquanto isso, até o momento desta redação, nenhum representante da Secretaria de Saúde de Alcântara se manifestou sobre o caso. A direção do Hospital de Bequimão, não entendeu o motivo do Secretário de Saúde de Alcântara deixar o paciente esperando por ambulância e nunca mandou sequer uma carroça para Bequimão. Graças ao Prefeito Zé Martins, uma vida foi salva. E olha que a direção do Hospital Dr. Neto Guterres, informou que a ambulância estaria a caminho de Bequimão, mas nunca chegou.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar