TRABALHO

Sebrae apresenta balanço do Movimento Compre do Pequeno Negócio

COMPARTILHE

Durante a Semana da Capacitação do Movimento Compre do Pequeno Negócio o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae) atendeu 4.062 empresas, o que quer dizer que a instituição atendeu uma empresa a cada dois minutos no estado, neste período.

A informação foi divulgada na noite desta quarta-feira (30), pelo diretor superintendente do Sebrae, João Martins, durante a apresentação feita na Reunião Plenária da Associação Comercial do Maranhão (ACM), uma das entidades empresariais parcerias do Movimento.

De acordo com os dados apresentados por Martins, além dos atendimentos a empresas, durante a Semana de Capacitação do Movimento, foram realizadas 169 ações, em 22 cidades, foram atendidas 4.062 empresas, foram realizados 5.616 atendimentos, 3231 orientações técnicas, realizados 72 oficinas, 72 palestras, 11 clínicas tecnológicas, 21 cursos, 11 consultorias e oito missões técnicas.

“O Movimento Compre do Pequeno Negócio é uma estratégia de enfrentamento da recessão que o país passa hoje. O legado que estamos deixando com o movimento é construir um ambiente propício para o desenvolvimento dos micro e pequenos negócios, que representam 27% do PIB e respondem por 53% dos empregos formais do país”, disse Martins.

MPE

Ele ainda mostrou números do crescimento do mercado de micro e pequenas empresas no Maranhão. Segundo o levantamento feito pelo Sebrae no Maranhão e apresentado pelo diretor superintendente, existem 229 mil micro e pequenas empresas ativas no Estado.

SEB1SEB

“Foram criadas 18 mil empresas deste porte este ano. Em meados de setembro chegamos a 229 mil micro e pequenas empresas, o que responde a 94,6% das empresas ativas no Maranhão. Este mercado ainda tende a crescer 12% ao ano, em 2015”, explicou o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão.

A presidente da Associação Comercial do Maranhão (ACM), Luzia Rezende, afirmou que as ações do Movimento Compre do Pequeno Negócio na capital e no interior tem estimulado o mercado local.

“As pessoas estão participando. Estive em uma das oficinas oferecidas durante a Semana de Capacitação e vi o interesse das pessoas. Este movimento é uma atitude importante e a Associação Comercial do Maranhão está junto do Movimento porque o pequeno negócio representa a maior parte dos nossos sócios”, afirmou Luzia.

A presidente da ACM também comentou sobre a cooperação entre a ACM e o Sebrae no Maranhão. “A parceria vem de longa data. Temos bons resultados e acreditamos que poderá dar mais furtos no futuro”, comentou Luzia Rezende ao encerrar a reunião.

 FOTO:UCM/Sebrae no Maranhão

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar