NOTÍCIAS

Sebrae apoia Festejo de São José em Guimarães

O festejo fomenta a economia local e quase 100 empreendedores ligados ao artesanato e a gastronomia que foram capacitados pelo Sebrae irão participar da tradicional festa, que acontece de hoje a 10 de setembro.

Esse ano, o Festejo de São José, celebrado na cidade histórica de Guimarães, no período de 01 a 10 de setembro, completa 80 anos de existência e pela primeira vez o Sebrae é parceiro do evento religioso, que fortalece a economia local durante sua realização e ajuda a difundir a cultura do turismo religioso no estado do Maranhão.

A parceria entre o Sebrae, a Prefeitura Municipal de Guimarães e a paróquia do município, está proporcionando aos artesãos e potenciais empreendedores ligados ao segmento da gastronomia, que estarão comercializando produtos durante o festejo, capacitações que tem como objetivo aprimorar os serviços e oferecer produtos com maior qualidade aos turistas que visitarem a cidade durante as festividades. Todo o trabalho está sendo desenvolvido por meio do Projeto de Desenvolvimento Econômico e Territorial do Litoral Ocidental Maranhense (DET), conduzido pela Unidade Regional do Sebrae em Pinheiro.

Trinta e três mulheres entre pequenas empresárias e potenciais empreendedores do ramo da gastronomia, participaram das oficinas de comidas típicas e de doces e bolos regionais. Nove delas estarão diretamente ligadas à produção e comercialização de alimentos durante o Festejo de São José, que terá toda a arrecadação obtida com a venda de pratos típicos, que será revertida para obras da igreja católica na cidade e na região.

“Um empreendimento de sucesso é formado por um conjunto de diversos fatores, bom atendimento, espaço físico agradável e principalmente um produto de qualidade. Esse foi o nosso maior cuidado com os empresários que vão atender os turistas durante o Festejo de São José, capacitá-los para que eles ofereçam produtos de qualidade. Com isso vamos garantir que esses turistas não apenas voltem, mas divulguem o município de Guimarães e suas belezas”, afirmou Graça Fernandes, gerente regional do Sebrae em Pinheiro, responsável por atender a cidade de Guimarães.

Além da gastronomia, foram formadas três turmas com 56 artesãos locais que produzem e comercializam os mais variados tipos de artesanato. Nas peças, todo o talento, genialidade e encanto desses profissionais que conseguem transformar materiais simples como a fibra da guarimã – uma planta nativa do pantanal maranhense – cipós, sementes, pedrarias e mariscos em verdadeiras obras de arte, frutos da sensibilidade e imaginação desses empreendedores da economia criativa e que são produzidas com recursos 100% sustentáveis.

Um item que a grande maioria das pessoas pode considerar como descartável é a fonte de inspiração para a artesã Dulce Seguins. Ela confecciona peças a partir da escama de peixes, que unidas a outros elementos naturais como conchas e pérolas, dão origem a belíssimas peças. Do alto da experiência de quem há 20 anos vive da arte, Dulce não esconde a sua expectativa com o crescimento do turismo na região.

“Foi uma grande conquista quando o Sebrae se aproximou dos artesãos aqui de Guimarães. Antes, quando os turistas procuravam esse trabalho aqui na região, simplesmente não encontravam, agora com esse trabalho e com o espaço que vamos ganhar para a comercialização, a nossa expectativa é a melhor possível. Para eu que já vivo do artesanato, sentir que vou poder ampliar a minha renda e tornar o meu trabalho mais conhecido me traz muita satisfação”, afirmou Seguins.

MAPEAMENTO X TURISMO RELIGIOSO

O Sebrae realizou recentemente um mapeamento que identificou as potencialidades do artesanato na região, sua relevância histórica e quais são os materiais mais utilizados. Dando continuidade ao trabalho desenvolvido na região, serão desenvolvidas diversas ações de fomento a economia criativa através, não apenas do artesanato, mas de outros segmentos, capacitando aqueles empreendedores que já atuam nesta e em outras atividades, estimulando novos artesãos a aprender e produzir.

O turismo religioso é um viés importante para a economia na Região da Baixada e do Litoral Ocidental Maranhense. São inúmeros festejos religiosos que acontecem durante o ano e o Sebrae tem trabalhado no sentido de apoiar essa cadeia, tendo desenvolvido inclusive, um estudo que aponta as principais festividades e o seu impacto positivo sobre a economia local.

Os trabalhos voltados para o desenvolvimento econômico, territorial e do turismo na região são fruto de uma articulação da diretoria executiva do Sebrae no Maranhão. O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, diz que acredita no potencial turístico da região e enxerga o seguimento como um dos principais pontos para o desenvolvimento regional.

“É notório o grande potencial existente da região da Baixada e do Litoral Ocidental Maranhense, principalmente no que se refere ao turismo. A região é riquíssima de atrativos, que precisam ser melhor explorados e dinamizados, onde o viés do turismo religioso é apenas uma dos diversos segmentos que podem ser trabalhados. Nesse sentido, o Sebrae tem atuado disposto a encabeçar esse trabalho e dar sua parcela de contribuição para o desenvolvimento da atividade turística, pois acreditamos que esse é um dos caminhos para o desenvolvimento da região”, afirmou Martins.

PROGRAMAÇÃO DO FESTEJO DE SÃO JOSÉ

O Festejo de São José acontece de 01 a 10 de setembro. Na abertura é realizada uma grande missa dando início as festividades. Durante os dez dias de comemorações acontecerão gincanas, ladainhas e missas todos os dias na igreja de São José. Os turistas terão a sua disposição uma praça de alimentação que estará aberta todas as noites do festejo, que acontece na praça Sagrado Coração.

No último dia das festividades, dia 10 de setembro, a partir das 15h, acontece a grande procissão marítima, seguida de uma procissão terrestre, com chegada prevista para as 18h no Largo da igreja de São José, onde acontece uma grande missa campal que marcará o encerramento do festejo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo