POLÍTICA

Rubens Júnior deve eleger maior número de vereadores em 2020

Com apoio de cinco partidos – PCdoB, PP, DC, CIDADANIA, PMB, e com provável chegada do PT, o deputado federal licenciado Rubens Júnior, deve eleger o maior número de vereadores nas eleições deste ano, conforme análise do jornalista Jorge Vieira em seu blog.

De acordo com a publicação, os partidos que compõe a maior formação política eleitoral desta pré-campanha até aqui têm em suas fileiras pré-candidatos que representam os mais variados setores e interesses das comunidades de São Luís. São nomes que estão alinhados com os eleitores ludovicenses, que detém a simpatia e estão afinados com a população, e conhecem com profundidade os problemas e demandas dos bairros onde exercem a política.

‘TETO’ E ‘PISO’

O fim das alianças entre partidos nas eleições proporcionais está exigindo das lideranças partidárias um esforço matemático na hora de montar a chapa de candidatos a vereador, principalmente, na capital maranhense, onde a disputa é mais acirrada. Como as siglas vão ter que contar somente com a votação obtida por elas, muitas estão estabelecendo perspectivas máximas e mínimas de voto para quem quiser concorrer.

Essas exigências não são à toa. Elas ocorrem, porque os partidos terão que concorrer às eleições para vereador sem a ajuda de outros partidos, e esse será um desafio maior ainda para os nanicos. Antes, com as coligações, os partidos pequenos tinham mais chances de eleger seus candidatos, porque eram “puxados” por outros de partidos maiores. A regra é novidade em 2020.

ESTRATÉGIAS

A partir de agora, além de atingir o quociente eleitoral, os candidatos terão que alcançar, individualmente, pelo menos, 10% desse quociente para poder ocupar a vaga de vereador.

As novas regras fazem com que os partidos, em geral, busquem candidatos competitivos. Nesse jogo matemático, as legendas de pequeno, médio e grande porte estão estabelecendo um “teto” ou um “piso” de votos para os seus quadros. A articulação busca principalmente um equilíbrio entre aqueles que têm mandato e, naturalmente, largam em vantagem, e os que não têm..

200 CANDIDATOS À CÂMARA

A novidade tem forçado as legendas a montar chapas completas, e que atinjam o quociente eleitoral para conquistar vagas na Câmara Municipal. Com isso, o próximo pleito terá um número maior de candidatos a vereador, sendo que 200 destes postulantes deverão concorrer por partidos que já declararam apoio a Rubens.

Historicamente, as candidaturas majoritárias ajudam nos votos da chapa de vereadores, tanto pelo voto na legenda do candidato a prefeito, quanto pelo voto em candidatos a vereador que estejam alinhados a ele.

Isso, na visão do deputado federal Márcio Jerry, presidente estadual do PCdoB, pode fazer a diferença. Ele tem participado ativamente das conversas e costuras políticas que envolvem a pré-candidatura a prefeito de Rubens Jr. Na visão do líder partidário, esta composição poderá eleger com tranquilidade 10 vereadores na eleição deste ano.

Temos o melhor nome na disputa majoritária. De passado limpo, atuação parlamentar testada e aprovada quatro vezes nas urnas, Rubens possui atributos da boa prática política. Contamos também com uma ampla coalizão partidária e social, com excelentes nomes na disputa pela Câmara Municipal, com forte inserção nas comunidades de nossa capital. Com tranquilidade vamos eleger 10 ótimos nomes para a Câmara de Vereadores, portanto temos uma pré-candidatura pra valer, pra vencer, disse.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo