POLÍTICA

Prefeitura de São Mateus-MA distribui 9 toneladas de alimentos para famílias de baixa renda

A Prefeitura de São Mateus começou a distribuir 9 mil toneladas de alimentos para famílias de baixa renda durante a pandemia de coronavírus. As cestas básicas foram entregues em parceria com o governo do estado, nesta segunda-feira (04).

As cestas são voltadas a famílias em vulnerabilidade social, trabalhadores informais que tiveram as vendas reduzidas por conta da menor circulação de pessoas nas ruas, medida adotada, para tentar reduzir a transmissão do novo coronavírus. Até o momento, o município possui 26 casos confirmados da Covid-19.

“Vamos trabalhar outras estratégias para atender o maior número possível de famílias em vulnerabilidade social. Nesse momento delicado que o País está vivendo, estamos traçando estratégias municipais de maior alcance às famílias, cujo impacto das medidas de contenção desta pandemia possui proporções imensuráveis. Estamos, antes de tudo, focados na garantia do acesso aos alimentos, buscando auxiliar para minimizar a situação de vulnerabilidade alimentar,” concluiu Miltinho.

USO DE MÁSCARAS

O prefeito, Miltinho Aragão, decretou o uso geral e obrigatório de máscaras de proteção facial contra o novo coronavírus em espaços de acesso aberto ao público, incluídos os bens de uso comum da população, assim como a suspensão por 10 dias as atividades nos órgãos públicos. A publicação foi feita nesta terça-feira (5) no Diário Oficial do Município.

Segundo o decreto, o uso de máscaras, de preferência não profissional, é uma medida adicional ao distanciamento social para preparação e resposta durante o intervalo de aceleração epidêmica.

CUIDADOS

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

Por Dalvana Mendes

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo