BEQUIMÃO

Prefeitura de Bequimão e SEDUC reinauguram Farol do Saber

A reforma foi realizada pelo Governo do Maranhão, após solicitação do prefeito João Martins

Estudantes bequimãoenses e a comunidade em geral já podem comemorar. Quem busca um lugar público, tranquilo e adaptado para estudar no município não precisa mais se preocupar. O Farol do Saber foi reinaugurado na manhã desta quarta-feira (8), completamente reformado, durante solenidade com a presença de diversas autoridades. Entre elas, o prefeito João Martins; o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão; o vice-prefeito Magal; secretários municipais; vereadores; e dos deputados estaduais Zé Inácio e Thaísa Hortegal.

“Nosso agradecimento especial ao Governo do Maranhão pela parceria na concretização dessa obra, que representa um sonho para os bequimãoenses, principalmente para os nossos estudantes. É muito gratificante poder fazer isso acontecer, com ajuda dos nossos parceiros, e ver alegria e a satisfação no olhar de cada pessoa que entra neste espaço e que acredita na educação como instrumento transformador da nossa sociedade”, destacou o prefeito João Martins, durante a solenidade.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou a importância da parceria entre o Governo do Maranhão de Bequimão, para que a obra fosse concretizada, entre outros benefícios já garantidos pelo Estao ao município. “Em menos de 15 dias, entregamos 15 bibliotecas públicas. Hoje, em mais um “Dia D” de entregas de bibliotecas, estamos contemplando o município de Bequimão com um farol completamente revitalizado. Isso foi possível graças à sensibilidade do prefeito João Martins, que se mostrou muito empenhado desde o primeiro momento e nos ofereceu todo o suporte, para que hoje pudéssemos, juntos, presentear a população bequimãoense com o Farol do Saber”, salientou Felipe Camarão.

A obra é resultado de mais uma parceria entre a gestão João Martins e o Governo do Maranhão, com o apoio do deputado Estadual Zé Inácio, que atuou como interlocutor e articulador ao lado do prefeito junto ao governo. Além da reinauguração do Farol do Saber, durante a solenidade também foram assinadas as ordens de serviço para a reforma das Escolas Pedro Silva, que se tornará um Colégio Militar, e Aniceto Cantanhede.

“Sonhei e lutei muito por este momento, onde o nosso município e Governo do Maranhão pudessem trabalhar juntos em prol da população bequimãoense. Não só como parlamentar, mas também como filho da terra, me enche de alegria ver que os primeiros benefícios dessa parceria já começaram a chegar. E quero dizer a todos os meus conterrâneos que esse é só o começo. Muito ainda virá, com a graça de Deus e com essa parceria firme entre o nosso governo e a gestão do prefeito João Martins”, enfatizou o deputado estadual Zé Inácio.

Depois de oito anos sem funcionar, o espaço voltou climatizado, com vasto acervo bibliográfico e novo mobiliário, pronto para atender a população do município. E não foi só a estrutura física que mudou não. O nome também. O espaço agora atende pelo nome de Farol do Saber Marise de Fátima Lemos Martins, professora bequimãoense que saiu do município ainda jovem para estudar e contribuiu muito com a educação, profissionalização e ainda com a saúde de muitos maranhenses.

Para a família, uma bela homenagem a quem tanto se dedicou à promoção do saber. “Chego a me emocionar ao ver o nome de Marise aqui no Farol do Saber. Este é um espaço que representa um sonho para muitos bequimãoenses e, para minha irmã, tenho certeza que não seria diferente, caso estivesse entre a gente. Uma belíssima homenagem que não caberia em outro lugar, senão em um espaço que promove a educação, uma de suas paixões e ofício ao qual ela se dedicou por anos, dentro e fora do nosso município”, declarou, emocionado, o irmão de Marise, Deninho Martins.

Marise de Fátima de Lemos Martins

Nascida em 28 de julho de 1959, Marise de Fátima Lemos Martins é filha de Antônio dos Santos Martins e Maria da Conceição Lemos Martins, a “Manha”, como preferia. Pelas mãos da parteira Rosa, Marise nasceu no povoado Bacurizeiro, em Bequimão, Maranhão. Iniciou seus estudos no Grupo Escolar Estado de Minas Gerais, neste mesmo município. Depois de ter estudado no Ginásio Bandeirantes, mudou-se para São Luís, em 1975, para cursar o então segundo grau.

Em meio à simplicidade de sua terra, aprendeu muito mais do que lições escolares. O jeito humilde, alegre, a dedicação, e, principalmente, o amor ao próximo foram aprendizados que a conduziram durante toda a vida. Foi assim que superou a dificuldade de morar distante da família, e conseguiu realizar seus sonhos pessoais e profissionais.

Em 1979, foi aprovada no vestibular da concorrida Universidade Federal do Maranhão (UFMA), para o Curso de Pedagogia. Aos 25 anos, formou-se pedagoga, com habilitação em Supervisão Escolar. Seu gosto pelo conhecimento fez com que fosse mais longe e ainda buscasse outros dois cursos superiores: de 1980 a 1983, curou Licenciatura em Disciplinas Profissionalizantes e Dietéticas, também na UFMA, e Farmácia e Bioquímica. Este, não chegou a concluir.

Estudante dedicada, Marise envolveu-se em projetos de pesquisa e extensão científica na universidade. Foi bolsista do projeto de pesquisa “Estudo da Comunidade de Vila Palmeira”, em 1982. Recebeu, ainda, bolsa pelo projeto de extensão “Experimentação de Novas Metodologias no Processo de Alfabetização”, em 1983.

Competente em tudo que realizava, foi professora do Colégio Universitário, do Colégio Getúlio Vargas, sem deixar de contribuir para a construção do conhecimento de seus conterrâneos. Em Bequimão, mostrou sua versatilidade como educadora; lecionou Física e Programa de Saúde, no Colégio Bequimõense; e português e geografia no Colégio Bandeirantes, onde estudara.

Já na maturidade profissional, ocupou cargos gerenciais. Foi supervisora escolar do Liceu Maranhense; membro da equipe técnica do Programa Estadual de Alimentação Escolar; coordenadora do Curso de Capacitação de Supervisores e Merendeiras; capacitou profissionais dos municípios de Pedreiras, Presidente Dutra, Pinheiro, São José de Ribamar e Chapadinha. Em 1985, tornou-se diretora do Setor de Nutrição e Dietética do Hospital Djalma Marques.

Pelos lugares por onde passou, deixou como marca o profissionalismo, a competência e a humildade. E nos corações dos familiares e amigos, a amizade, o amor e a saudade.

Fotos: Reprodução

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo