BEQUIMÃO

Prefeitura de Bequimão e Movimento Quilombola agilizam certificação de comunidades pela Fundação Palmares

No ultimo fim de semana, a Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da  Igualdade Racial, em parceria com o Movimento Quilombola de Bequimão (MOQBEQ), se reuniu com os moradores de Monte Palma, Águas Belas e Frechal. O encontro teve como objetivo definir os próximos passos para requerer a certificação onde as comunidades se autodeclaram remanescentes de quilombo junto à Fundação Cultural Palmares (FCP).

Segundo o secretário de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Rodrigo Martins, os trabalhos estão em ritmo acelerado. “Nos últimos dias, já nos reunimos com seis comunidades que se reconhecem como remanescentes de quilombo e buscam a certificação pela Fundação Palmares. Tivemos com os moradores de Iriritíua, Boa Vista, Santa Tereza e, agora, Monte Palma, Águas Belas e Frechal. Todas essas comunidades se declararam como remanescentes de quilombo”, garante o secretário Rodrigo Martins.

Intensificando os trabalhos, a Prefeitura de Bequimão quer não só aumentar o número de comunidades certificadas, mas também agilizar processos em curso. A iniciativa é, por exemplo, o primeiro passo para que moradores sejam beneficiados com o direito à terra, moradia, saneamento básico e programas do Governo Federal.

Para que as comunidades do município sejam certificadas, a socióloga Andréa Rabelo explica que a Prefeitura vem cumprindo um cronograma extenso de atividades. O calendário com tarefas indispensáveis ao reconhecimento inclui “entrevistas com os moradores mais velhos, registros do cotidiano local e o colhimento de assinaturas”, lista a socióloga. As próximas comunidades a receberem a força tarefa pró certificação são Pontal, Monte Alegre e Jacaretiua.

Atualmente, Bequimão conta com onze comunidades quilombolas oficialmente certificadas pela FCP, segundo o Relatório de Certidões Expedidas às Comunidade Remanescentes de Quilombos (CRQs). São elas: Ariquipá, Rio Grande, Ramal de Quindiua, Conceição, Mafra, Santa Rita, Juraraitá, Marajá, Pericumã, Sibéria e Sassuí.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo