EDUCAÇÃO

Por solicitação de Fátima Araújo, escola Mata Roma na Cidade Operária é reformada

A reforma da Unidade de Ensino Básico Professor Mata Roma, localizada na avenida Arterial Externa, no bairro Cidade Operária, em São Luís, era uma reivindicação antiga dos moradores da região. Após ouvir moradores e pais de alunos, a vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB), encaminhou o Requerimento Nº 067/2018 para o prefeito Edivaldo Holanda Júnior e ao secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, solicitando a reforma daquela escola que estava praticamente abandonada pelo poder público.

Após cobranças, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), atendeu o requerimento de autoria de Fátima Araújo, e a escola  Mata Roma foi totalmente reformada, e em breve será entregue para a comunidade. O centro educacional atende centenas de alunos de bairros da região. Com a reforma, os estudantes vão poder ter aula em um prédio digno e arejado.

“Só através da educação podemos transformar a sociedade. Por isso, que é de suma importância oferecer escolas de qualidade aos alunos, com o conforto necessário para o melhor aprendizado. Não basta pintar uma escola, é necessário equipá-la, dar condições de trabalho aos professores, valorizar os servidores e criar oportunidades para quem está estudando”, destacou a vereadora Fátima Araújo.

A obra de recuperação envolveu o retelhamento do prédio, pintura, piso, troca de portas, troca de equipamentos sanitários e demais serviços necessários para escola. Antes da pandemia do novo coronavírus, os alunos haviam sido realocados para o prédio da Paróquia João Calábria, também localizado na Cidade Operária.

“A reforma dessa unidade escolar foi mais um requerimento de minha autoria que a Prefeitura de São Luís atendeu. Isso mostra o compromisso da gestão municipal com a nossa população. Eu sigo aqui firme e forte solicitando as melhorias para nossas comunidades através de requerimentos e indicações. Cumpro minha missão com vereadora e representante do povo, principalmente dos mais humildes de São Luís”, finalizou Fátima Araújo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo