BEQUIMÃO

Obras do Colégio Militar 2 de Julho em Bequimão estão bastante avançadas

A previsão de entrega para inauguração do colégio é para março deste ano

O Colégio Militar 2 de Julho é um sonho que já está muito próximo de se tornar realidade em Bequimão. As obras da unidade avançam a cada dia e a previsão de entrega já é para março deste ano, conforme estimou o secretário municipal de Educação do município, Professor Zeca.

Os serviços foram iniciados há duas semanas e o prédio da antiga Escola Municipal Pedro Silva já começou a ter a estrutura modificada, para, em breve, ganhar um novo aspecto e ser uma das sedes do Colégio Militar 2 de Julho no Maranhão. Assim como acontece no restante do Estado, a unidade de ensino militar também vai ser administrada de forma conjunta pela Prefeitura Municipal e pelo Corpo de Bombeiros.

E, como parte desse processo de preparação para abrigar uma escola militar, o secretário Professor Zeca realizou uma visita técnica a um outro município maranhense que passou por um processo semelhante. O secretário de Educação de Bequimão esteve nesta quarta-feira (19) em São Vicente Ferrer, para vivenciar um pouco dessa experiência exitosa e também conhecer os desafios por trás da implantação da escola.

“Fui recebido pela secretária de educação do município, a colega Nilze Pinheiro, e também pelo tenente do Corpo de Bombeiros, André Thiago, que vai ser o responsável pela gestão da escola junto ao município. Durante a visita, tive a oportunidade de conhecer as instalações e também a estrutura organizacional com a qual vão trabalhar, tendo como foco o ensino fundamental maior (6º ao 9º ano), nos turnos da manhã e da tarde.  A escola foi inaugurada no ano passado e vai começar a funcionar em março, mesmo período em que desejamos iniciar nossas atividades”, contou o Professor Zeca.

O secretário de Bequimão explicou ainda que, assim como Bequimão, a escola militar de São Vicente Ferrer vai ser formada por duas vertentes: pedagógica e disciplinar, princípios que regem as unidades de ensino militar do Estado. “A procura pela escola foi alta, da mesma forma que acreditamos que também vai acontecer em Bequimão. O nosso regime de ingresso vai ser nos mesmos moldes: através de seletivo. Já a estrutura organizacional é padrão. Os professores vão ser responsáveis pelo plano pedagógico e a questão do cumprimento do regulamento vai ser uma atribuição dos militares da corporação que vão atuar na unidade”, acrescentou o professor Zeca.

Apesar dos desafios, em Bequimão, a expectativa é que o Colégio Militar 2 de Julho trabalhe com estudantes do 1º ao 9º ano, com ensino fundamental menor (1º ao 5º ano) pela manhã e o fundamental maior (6º ao 9º ano) no período da tarde. “A minha ideia é que a gente possa trabalhar do 1º ao 9º ano. Sei que será um grande desafio, principalmente se tratando do ensino fundamental menor, mas esse é o nosso desafio e é o que vamos propor para o prefeito João Martins”, garantiu Zeca.

A ida do secretário de Educação de Bequimão ao município de São Vicente Ferrer se deu a partir do desejo do prefeito João Martins de dotar sua equipe de toda a experiência necessária nesse processo de transformação da Escola Pedro Silva em Colégio Militar. A visita foi possível através da solicitação do prefeito de Bequimão junto ao prefeito de São Vicente, Adriano Machado, com quem mantém boa relação institucional.

“O Colégio Militar de São Vicente Ferrer é um projeto que deu muito certo. E pude perceber isso em conversa com o amigo e prefeito Adriano, que está bastante entusiasmado com a escola no município. Bequimão por também ser um município da Baixada Maranhense tem uma realidade que se assemelha a São Vicente e por isso entrei em contato com o prefeito Adriano, para que nosso secretário pudesse conhecer mais de perto os desafios desse projeto. E ele voltou cheio de ideias, como já adiantou. Assim como São Vicente, a nossa expectativa é oportunizar aos nossos estudantes um modelo de ensino baseado na educação, hierarquia e disciplina. Graças a Deus, a parceria com o Governo do Maranhão e com o Corpo de Bombeiros, estamos conseguindo avançar na reforma do prédio da antiga Escola Pedro Silva. Muito em breve nossos estudantes também vão poder contar com uma unidade do Colégio Militar 2 de Julho no nosso município”, assegurou o prefeito de Bequimão, João Martins.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo