NOTÍCIAS

“O Inferninho pode ser implantado no Anel Viário” – diz comerciante

Investir no esporte é algo digno de aplausos, mas da forma que os comerciantes do Anel Viário receberam a notícia, pode ser digno de tristeza. A região do Anel Viário espera por urbanização há anos e nenhum gestor se importou com a situação de quem trabalha ou passa por ali. A notícia de que na área será implantado uma pista de Skate deixou os donos de barracas apavorados e principalmente os passageiros que passam por ali desde as 5h da manhã até meia noite.

O local já é violento por natureza e só não é pior por causa do movimento de passageiros, comerciantes e vendedores ambulantes que passam a maioria do dia no local. Com a construção da pista os comerciantes devem sair do local, e com isso virar um verdadeiro “inferninho” como existiu por décadas no Portinho, onde era ponto de prostituição e drogas, além de ter sido a parte central mais violenta da capital maranhense.

Para um dos comerciantes que falou com nossa reportagem, o governador pode e deve construir uma pista para os Skatistas, mas deveria ser em outro local ocioso e não no Anel Viário que abriga vários comerciantes e poderia ser transformado em um local boêmio na capital, que o ludovicense já conhece como área de diversão.

“Não fizeram planejamento nenhum, o governador para agradar meia dúzia pode deixar dezenas de famílias sem comida na mesa. Os Skatistas merecem ter seu local de treinos, mas isso se faz em praças, complexos esportivos, não em local que sustenta dezenas de famílias em São Luís. O governador ou o prefeito, sei lá quem vai construir, poderia revitalizar o Parque do Bom Menino que está abandonado e servindo de abrigo para bandidos. Lá sim é o local e não aqui. Isso se chama falta de planejamento e não conhecer a cidade. Para onde o nariz apontar eles vão e fazer uma bobagem” – disparou um comerciante que não quis se identificar.

REUNIÃO COM OS COMERCIANTES

Conforme haviam deliberado em reunião, os vinte (21) comerciantes que têm estabelecimentos na praça do Anel Viário decidiram neste último final de semana fazerem apelar para a Câmara Municipal e pedir socorro para a imprensa, no encontro que terão com subprefeito do Centro Histórico, Fábio Henrique Carvalho, nesta terça-feira (17), a partir das 10 horas, na sede da Blitz Urbana.

O apelo daquelas pessoas aos vereadores e aos órgãos de imprensa, decorre da convocação do auxiliar da Prefeitura de São Luís ter convocado essa reunião para tratar da retirada dos comerciantes da área para a construção de uma pista de skate no local, a mando do governador Flávio Dino, segundo ele mesmo afirmou na noite de sexta-feira, (13), no encontro mantido com os comerciantes.

PREOCUPAÇÃO COM A RETIRADA

Os proprietários das barracas existentes na localidade estão preocupados com a iminência de perderem seus locais de trabalho, e sem ter onde desempenharem suas atividades para prover o pouco sustento que mantêm para o sustento de suas famílias e de suas barracas. “Este é o único local que nós temos para trabalhar, e querem nos retirar para ficarmos desempregados, e sem ter para onde ir”, afirma a comerciante Raimunda Januário.

Já o presidente do Sindicato dos Comerciantes do Anel Viário, Ribinha, tem mantido conversa com os comerciantes que serão prejudicados, além de ter confirmado presença na reunião marcada para a sede da Blitz Urbana nessa terça-feira, reforma o pedido de apelo dos seus colegas de ajuda dos vereadores da Câmara Municipal e da imprensa, para que também se mantenham informados e busquem melhores informações sobre a questão.

“Se o governador está com essa ideia de construir uma pista de skate aqui no local, o que vai implicar em um grande gasto de dinheiro, porque ele não aproveita para executar um projeto de reurbanização da área, o que certamente gastaria muito menos” Indagou a comerciante Maria de Jesus, para dizer, “e não vir com a resposta de que o projeto de reurbanização entregue na prefeitura o subprefeito diz que o governador mudou tudo. É bom que a gente se lembre que esse projeto foi entregue ao prefeito Tadeu Palácio e também na época foi entregue na Câmara Municipal aos vereadores Pereirinha, Marília Mendonça e Rose Sales, e agora a onda foi parar esse projeto?” finaliza ela com essa interrogação.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo