TRABALHO

Noticiar é fazer apologia?

HF

Fiquei confuso ao ler em alguns blogues da capital maranhense, uma enxurrada de acusações contra o professor Hilton Franco, que como hobby, também é blogueiro nas horas vagas.  Após o professor publicar em seu facebook, uma notícia que circulava nas redes sociais sobre as manifestações contra aumento de passagens, o nobre professor foi acusado por uma gama de companheiros da imprensa, como incentivador aos manifestos. E agora, noticiar é apologia? O pior é que durante a semana bombardearam o competente Professor Hilton Franco só por causa de um possível protesto na BR-135 que sequer aconteceu. O mais intrigante, foi que o texto que foi replicado em seis blogues, tinha o mesmo formato; agressão a um profissional da educação.

Segundo as postagens, o professor que é o editor do Blog do HiltonFranco.com.br, iria liderar o movimento contra o aumento das passagens do transporte público da capital, que pegou todo mundo de surpresas, menos os empresários. Em conversa com o Professor Hilton, ele informou que não é assessor do deputado Wellington do Curso, já que foi taxado como principal assessor do parlamentar e seu comentário via facebook, não envolve a relação de amizade com o também deputado Carlos Wellington. Disse ainda que ligou para os blogueiros que publicaram a matéria, mas nenhuma das tentativas de contato foi atendida ou retornada, como reza o costume do bom jornalismo.

BLGue1 BLOGue2 BLOGue3

“Apenas divulguei a programação que foi anunciada pelos estudantes. E a lógica que todos conhecem é que quando a BR-135 é bloqueada, o trânsito não flui. De um simples comunicado, fizeram uma tempestade em um copo de água. Um verdadeiro absurdo, sempre assim: basta se levantar contra que já é tachado de adversário” –  disse Hilton Franco.

Quem conhece o professor Hilton sabe da luta incansável pela Mudança política no Estado, o blogueiro como o próprio nome diz, sempre foi Franco nos seus posicionamentos e trabalhou para que o governador fosse hoje Flávio Dino, mas à quem o classifique de adversário. É preciso diferenciar a vontade de defender um aliado, antes de atacar um incansável defensor das causas sociais.

BLOGue4 BLOGue5 BLOGue6

O pior de toda história foram às manchetes, que tentavam denegrir a imagem do professor Carlos Wellington, hoje deputado estadual. Foram acusações infundadas, arte de quem precisa no mínimo se reciclar ou se qualificar. Triste, por dentro deste contexto, estarem três profissionais do jornalismo, que se deixaram levar pela emoção de mostrar serviço ao patrão e esqueceram a história de dois professores que não abrem nem para o trem.  A dica é: Antes de falarem o professor Wellington, façam uma caminha pela estrada onde ele percorreu até chegar aonde chegou.

O Blog é solidário aos professores Hilton Franco e Carlos Wellington.

Texto baseado no  Blog de Domingos Costa

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo