ESPORTE

“No Sampaio é proibido perder para o Moto Club”, disse Petkovic ao Jornal Extra do RJ

O Sérvio Petkovic, agora ex-treinador do Sampaio, abriu o verbo ao Jornal Extra do Rio de Janeiro e falou de sua saída do tricolor maranhense. Durante a entrevista o Sérvio se mostrou satisfeito com o trabalho feito na Bolívia, mas foi categórico em falar da força que tem o Superclássico maranhense.

“Fiquei lá 70 dias. Simplesmente, o trabalho foi mostrado e elogiado. O time estava jogando bem melhor, tivemos bons jogos. Até a semana passada, tínhamos aproveitamento de 80%. Aí, você perde dois jogos seguidos, cai para 60 e pouco, perde um Estadual, leva um pênalti e um gol de bola parada, e é eliminado. Conseguimos fazer muita coisa. Não tem nem médico no clube. O presidente me demitiu, me elogiando: “Mas perdemos o Estadual”, ele disse. Dentro da paixão, não se pode perder o Estadual. Não saí chateado, pois sabia que isso ia acontecer. Lá, não se pode perder para o Moto Club. A rivalidade é muito grande” – disse Petkovic ao Extra.

Ao chegar ao Sampaio no dia de sua apresentação, Petkovic não ficou muito satisfeito com a estrutura apresentada pelo presidente Sérgio Frota, mas não reclamou de nada, mas pela cara que fez, mostrou sua insatisfação. O vídeo no LINK mostra tudo. CLIQUI AQUÍ.

JORNAL EXTRA RJ

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo