TRÂNSITO

Motor do Ferryboat cidade de Cururupu para no meio da baía de São Marcos na manhã de hoje

Quando eu falo que o perigo está no mar, os empresários de Ferryboat esperneiam. Hoje (15) na viagem das 8h, o Ferryboat cidade de Cururupu, que fazia a viagem Ponta da Espera/Cujupe, teve que voltar a São Luís, após está viajando há mais de 30 minutos. De acordo com informações de um passageiro que ligou para o número deste Portal, o Ferryboat teve que voltar porque o motor parou e perdeu a força, o que ocasionaria problemas para atravessar o boqueirão.

Com isso, todos os veículos tiveram que sair do ferryboat e aguardar outra embarcação que só saiu as 9:30h com os passageiros. O Ferryboat cidade de Tutóia está fazendo o trajeto neste momento com destino ao Cujupe.

A cada semana, uma ameaça de tragédia na travessia da baía de São Marcos. Vamos aguarda se a MOB vai se manifestar, assim como as empresas que fazem o transporte aquaviário. A EMAP também deve se manifestar sobre o caso. O certo mesmo, é que o comandante achou por melhor voltar, do que tentar atravessar o mar.

Artigos relacionados

6 Comentários

  1. É uma máquina e como toda maquina está sudetivel a falhas. Agradeço a experiência do comandante e toda a tripulação que souberam agir perante a situação. Achei a matéria ofensiva pois ela não está só informando o fato e sim criando um cenário negativo.

  2. É uma máquina e como toda maquina está susetivel a falhas, conheço a equipe de manutenção e sei que trabalham muito para que os motores e ferreyboat funcione em segurança. Agradeço a experiência do comandante e toda a tripulação que souberam agir perante a situação. Achei a matéria ofensiva pois ela não está só informando o fato e sim criando um cenário negativo.

    1. Como baxadeiro e usuário dos ferryboats, criticarei sempre que for necessário. Assim como quando for pra elogiar, farei com a mesma nobreza. Viajo direto e não tenho rabo preso com ninguém. Mais uma vez você mostrou que não conhece nada dos ferryboats. Em hipótese alguma critiquei o pessoal da manutenção. Afinal de contas, eles não sabem fazer milagres.

    1. História Inventada? Tu me respeita. Foi eu ou você que voltou do meio da baía e pegou outro ferryboat? Quem tem que parar com isso, são os empresários, que acham que os outros são bestas. Se tu não andas de ferryboat, respeita quem anda e paga passagem. Eu viajo nessas bostas três vezes por semana no mínimo. E não ando de carona. E outra coisa, História não se inventa, o invento, se chama Estória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo