NOTÍCIAS

Hospital do Câncer no MA está sem medicamentos para quimioterapia

COMPARTILHE

Se não bastasse a falta de compromisso com a saúde pública do Maranhão, o abandono dos hospitais de 20 leitos que estão sendo fechados, e das UPAs que estão promovendo o pior atendimento da história do Estado, agora foi a vez do Hospital do Câncer Tarquínio Lopes, funcionar com precariedade.

O Hospital do Câncer do Maranhão Dr. Tarquínio Lopes Filho, antigo Hospital Geral está sem fornecer sete tipos de medicamentos essenciais para o tratamento de quimioterapia dos pacientes com Ca. E o pior, não tem nenhuma previsão de quando voltará a fornecê-los, o que psicologicamente, deixa os pacientes abalados.

A denúncia partiu de pacientes oncológicos atendidos na unidade de saúde que estão sendo prejudicados sem o devido tratamento. Os pacientes marcam a sessão de quimioterapia, porém são surpreendidos com a informação de que não tem os medicamentos.

O taxol, um dos medicamentos utilizados nas sessões de quimioterapia, há tempos não tem no hospital e nenhuma informação é repassada aos pacientes, apenas dizem que não tem e pronto. As queixas do mau atendimento em Unidades de Saúde do Estado são gerais. Nas UPAs nem se fala. Pacientes que chegam para serem atendidos acabam esperando por até 5h, e às vezes tomam apenas analgésicos.

As reclamações já se tornaram constantes e os casos de falta de medicamentos essenciais para atendimento nos hospitais do governo do Estado do Maranhão, viraram rotina, sendo necessária uma maior atenção por parte da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que está sob a responsabilidade do médico Marcos Pacheco, que até agora não cumpre com nada. Mas a mudança já começou!

 BLOG HOSPITAL DE BASE

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar