NOTÍCIAS

Fechamento da Rede de Farmácias Big Ben aumenta desemprego no Maranhão

O aumento do ICMS no Maranhão trouxe como sobremesa para os trabalhadores, o desemprego. Nesta terça-feira (16) as farmácias Big Ben fecharam as portas no Maranhão, e deixam dezenas de pais de famílias desempregados, tudo por causa do possível aumento do ICMS aprovado pelos deputados estaduais.

Controlada pelo grupo Brasil Pharma, a rede de farmácias já vinha enfrentando dificuldades financeiras há alguns anos, mas a situação ficou ainda mais complicada, segundo após o Maranhão ter aumentado os impostos, que decretou fechamento das lojas no Estado.

Além disso, diversas unidades vinham sendo fechadas nos estados onde a Big Ben estava presente – Pará, Maranhão, Piauí, Ceará e Pernambuco. A empresa vai ficar funcionando apenas em Pernambuco e Pará. Nos demais estados, todas foram encerradas as atividades.

Até dezembro de 2016, a rede Big Ben possuía 264 lojas nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, sendo a maior rede de farmácias controlada pela Brasil Pharma. Só no Piauí cerca de 300 pessoas devem ser demitidas com o fechamento da rede.

Em fevereiro, o site da revista Exame informou que o banco BTG Pactual estaria negociando a venda da rede de farmácias Big Ben com o mega empresário Paulo Remy, proprietário da Lyon Capital. O negócio foi consolidado no início de abril deste ano, e agora o novo controlador pretende reestruturar a companhia, mas optou por sair do Maranhão em virtude do

Segundo o jornal Valor Econômico, em 2016 a receita líquida da Brasil Pharma atingiu R$ 1,5 bilhão, quase R$ 1 bilhão a menos do que foi apurado em 2015. O prejuízo alcançou R$ 634 milhões no ano passado, um pouco menos do que foi registrado em 2015, quando o grupo amargou um prejuízo de R$ 654 milhões.

Ao fim do ano passado, as perdas acumuladas pela Brasil Pharma somavam R$ 1,85 bilhão.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do banco BTG Pactual, que informou não poder mais se manifestar a respeito do fechamento das farmácias Big Ben, uma vez que o controle da rede foi vendido pelo banco desde o mês passado.

O Portal de Notícias também tentou contato com a assessoria de imprensa do grupo BR Pharma. No entanto, os telefones informados no site da rede são de uma empresa de assessoria que não presta mais serviços ao grupo.

 

Por Nayara Felizardo (com edição)

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo