NOTÍCIAS

Estudante universitário é baleado por militares ao ser confundido com bandido em Balsas-MA

COMPARTILHE

O estudante universitário do curso de direito da Faculdade de Balsas (Unibalsas), Rodolfo Ernesto Szepainski Júnior, foi baleado em várias partes do corpo por um grupo de policiais militares, depois de ser confundido com um assaltante. O ocorrido aconteceu no bairro Veneza, na cidade de Balsas-MA, na noite desta quarta-feira (22).

Rodolfo Ernesto, que foi atingido no braço, cabeça, coxa e testículos. O jovem foi socorrido por bombeiros e levado para o Hospital Municipal Dr. Rosy Kury (Balsas Urgente). “Estou muito triste, até pelo fato de não ter mais filhos, porque perdi meus testículos”, ressaltou a vítima.

Segundo informações obtidas, não houve a abordagem policial, simplesmente, ele foi alvejado com cerca de 20 disparos de arma de fogo, feito por policiais em motocicletas, no momento em que voltava do trabalho para casa, na rotatória próximo de sua residência.

A Polícia Militar do Maranhão (PM) abrirá uma sindicância para apurar a conduta dos policiais militares, para ver se houve excesso policial na “abordagem”. Os PMs, podem  responder por tentativa de crime de homicídio doloso, quando há a intenção de matar e podem perder a farda.

Não e a primeira vez na história do município que isso acontece.

Veja outro caso.

O crime ocorreu no dia 14 de dezembro de 2017,  os policiais que mataram por engano a universitária Karina Brito Ferreira Costa, 23 anos, e feriram a irmã dela, Kamila Brito Ferreira, 27, durante uma operação da Polícia Militar em Balsas para prender a quadrilha que tentou assaltar a agência do Banco do Brasil no município de Fortaleza dos Nogueiras-MA. Na ocasião, Karina e a sua irmã, Kamila Brito Ferreira, foram confundidas com assaltantes. Na época os policiais foram indiciados por homicídio doloso e tentativa de homicídio.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar