POLÍTICA

Empresários e delegado Almir Macedo recebem título de cidadão Ludovicense

Em sessão solene realizada pela Câmara Municipal de São Luís, na manhã de quinta-feira (09), presidida pelo presidente, vereador Astro de Ogum (PR), homenageou com o título de cidadão ludovicense, aos empresários, Mário Cezar Caíres Rocha, Roberto de Souza Alheiros Dias, e o delegado de polícia civil, Almir Macedo. A solenidade contou com as presenças de autoridades, convidados, e familiares dos três homenageados.

O decreto legislativo foi de autoria do vereador Edmilson Jansen (PTC), aprovado este ano por maioria ampla na Câmara. Em seu pronunciamento, o vereador destacou a importância de ambos na sociedade ludovicenses.

“Não faço apenas uma simples homenagem, mas estamos reconhecendo a importâncias destes novos cidadãos, que contribuíram para o desenvolvimento de nossa capital”. Destacou Edmilson Jansen.

EDmi1 EDmi

O presidente da casa, vereador Astro de Ogum, lembrou que a Câmara, destaca sempre personalidades, que prestam serviços relevantes para a sociedade ludovicense.

AGRADECIMENTOS

Os homenageados agradeceram os parlamentares, em especial o vereador, Edmilson Jansen, pela   iniciativa, e o vereador presidente, Astro de Ogum (PR), que presidiu a mesa.

Presentes na sessão solene, O delegado e assessor especial da prefeitura de São Luís, Aldir Teixeira, delegada Irismar Cantanhede, Miguel Pinheiro, Subsecretário Municipal de Esporte, José Carlos Madeira, Juiz Federal, Itamargarethe Correia de Lima, Superintendente de comunicação da câmara. Conceição Fernandes, esposa do homenageado, Mario Cesar, vereador, Josué Pinheiro, vareador, Carioca, José Joaquim, vereador Estevão Aragão, vereador Armando Costa, e Barbosa Lages, além de muitos outros convidados e amigos.

Após o ato solene, todos prestigiaram um almoço oferecido na Picanharia “THÉ” de propriedade de Mário Cesar.

Por Mauro Garcia. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo