BEQUIMÃO

“É a vez de João dar a sua contribuição a Bequimão”, defende prefeito Zé Martins

Prefeito de Bequimão também fez um retrospecto de suas gestões e falou dos desafios para manter serviços públicos com qualidade, no município

Líder do grupo político que tem João Martins como candidato à Prefeitura de Bequimão, o presidente do MDB no município, Zé Martins, prestigiou a carreata e a inauguração do Comitê do 15. Às vésperas do fim de seu segundo mandato como prefeito, ele fez um retrospecto de suas gestões e também falou dos desafios que enfrentou para manter os serviços públicos em dia.

Zé Martins elencou avanços alcançados em períodos conturbados no país, em especial no último mandato, quando se intensificaram as crises política, econômica e, por fim, a sanitária, que atingiu o mundo inteiro.

Esses avanços são reconhecidos pela maioria da população bequimãoense, o que se traduz em alto índice de aprovação. Isso ficou visível na inauguração do Comitê do 15. “Mais uma caminhada. Mais uma vez o povo de Bequimão está conosco. Eu só tenho é que agradecer o povo de Bequimão, que depositou a sua confiança, para que eu vencesse a primeira eleição. Acreditou em mim. E eu acredito que dei o melhor de mim, fiz um belo trabalho. O povo me reelegeu”, iniciou Zé Martins.

O prefeito revelou que as dificuldades nem de longe conseguiram acabar com a sua vontade de continuar trabalhando por Bequimão. É uma postura completamente diferente daqueles que nada fazem pelo município e só conseguem sobreviver na vida política se utilizando de meios escusos e perseguições.

“Eu tenho que dizer para vocês que o meu segundo mandato não foi fácil. Foi muito difícil, mesmo estando preparado para as adversidades. Nós atravessamos crises que tiveram reflexos diretos nos municípios do Brasil, bem como o pagamento de precatório de dois milhões, que tiraram de Bequimão, do suor dos bequimãoenses. Mas eu só tenho a agradecer a vocês e a Deus, porque, mesmo tirando esses valores que são altíssimos para o município de Bequimão, nós não atrasamos o salário de ninguém, não deixamos de trabalhar. Nós fizemos inúmeros sistemas de abastecimento de água; cuidamos, com excelência, da educação e da assistência social; além de inúmeros quilômetros de estradas”, continuou o prefeito Zé Martins.

A saúde de qualidade será uma das marcas deixadas pelo prefeito de Bequimão. Reconhecida em diversas premiações, como uma das cinco mais eficientes do Maranhão, Zé Martins deu uma verdadeira aula de como se administra um município, em tempos difíceis. A inauguração, manutenção e ampliação do Hospital Lídia Martins e de todos os serviços oferecidos pela rede municipal de saúde, foram investimentos decisivos, para que o município conseguisse enfrentar os efeitos devastadores da pandemia do coronavírus, com compromisso e responsabilidade, preservando a vida de milhares de bequimãoenses.

Uma situação bem diferente daquela encontrada pelo prefeito Zé Martins, quando assumiu a administração do município: unidade mista sucateada; baixa oferta de leitos e serviços de saúde; quantidade insuficiente de profissionais para atendimento da população; e somente um centro cirúrgico, ainda interditado pela Vigilância Sanitária por falta de higiene. Ou seja, a saúde de Bequimão estava, literalmente, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Um quadro clínico lamentável que demonstrava a mais absoluta falta de respeito e compromisso da gestão anterior com o bem-estar da população bequimãoense.

“A saúde de qualidade é um espelho de um prefeito que tem responsabilidade e gratidão pelo seu povo. No Hospital Lídia Martins, não faltam médicos, não faltam medicamentos e muito menos as especialidades que são essenciais para oferecer a plena assistência em saúde para a nossa população. Tenho prazer de mantê-lo e é uma das prioridades da minha gestão. Até porque, na minha primeira eleição, todos vocês que tiveram problemas de saúde, quando chegavam à Unidade Mista [hoje Centro de Saúde Santo Antônio], nem se podia entrar. Não tinha condições nem dos profissionais que estavam lá trabalhar. Centro cirúrgico interditado por falta de higiene e nós mudamos essa realidade. Prova disso é que nós fomos premiados como um dos cinco melhores em gestão da saúde, em todo o Estado”, contou o prefeito de Bequimão.

Zé Martins está confiante de que todo esse esforço em prol do município será reconhecido nas urnas, no dia 15 de novembro, com a vitória de João Martins. “E é por tal razão que eu entendo que o povo terá respeito, consideração e amor por nós. Até porque esse amor é recíproco e nós o retribuímos à população de Bequimão com muito comprometimento e trabalho. Com a graça de Deus e o reconhecimento do povo de Bequimão, nós seremos vencedores, se assim Deus permitir e o povo de Bequimão quiser. Essa transição não foi uma escolha particular minha. Essa transição foi uma escolha do nosso grupo. Estarei prefeito até dezembro. A partir de janeiro, é a vez de João Martins dar a sua contribuição ao município de Bequimão, garantindo dignidade à nossa população, com muito trabalho, responsabilidade, honestidade e, acima de tudo, com muita competência. Porque experiência e disposição para trabalhar pelo povo de Bequimão ele tem”, defendeu o prefeito Zé Martins, no discurso de inauguração do Comitê do 15.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo