POLÍTICA

Deputados com preguiça de trabalhar ocupam a tribuna da Assembleia pra falar bobagens.

COMPARTILHE

Uma pesquisa daquelas que ninguém sabe quem fez e nem onde foi feita, está virando metástase por todos os lados do Maranhão. São textos e áudios que são distribuídos em todo o estado pregando a diminuição da violência na Ilha de São Luís. Com uma estratégia furada, a secretaria de segurança do Maranhão, ainda não parou pra pensar que 2015 vai acabar em 31 de dezembro e que em 2016 o ano anterior vai servir como termômetro de acordo com a linha adotada.

Uma verdadeira pesquisa ou análise feita para avaliar uma ação como segurança, a secretaria deveria se basear no mês anterior e jamais no ano anterior. Vejamos: Apenas dezembro de 2014 serve como termômetro de comparação para o mês de Janeiro de 2015. Já em fevereiro, o mês de janeiro serve como base de comparação. E agora, por exemplo; o mês de agosto serve de comparação para o mês de setembro.

Mas infelizmente a falta de verdade causa esse transtorno e provoca deputados desinformados discutirem um assunto sério levando em brincadeira. Entre os deputados citados abaixo, um tem o meu respeito e soube se sair dessa barca e por ser Jornalista, não vacilou quando entrou no debate. Estou falando do deputado Othelino Neto (PCdoB), que conhece muito bem essas pesquisas e entrou na onda dos papagaios de piratas só pra não ficar neutro. Abaixo vejam os absurdos comentados pelos parlamentares que foram eleitos pelo povo para defender o povo.

A melhoria dos índices da segurança pública entre os meses de janeiro e setembro no comparativo entre 2014 e 2015 foi o tema central da sessão desta segunda-feira (05) da Assembleia Legislativa. O deputado Marco Aurélio apresentou dados que demonstraram a melhora no sistema de segurança e vários parlamentares ressaltaram as ações que estão sendo implementadas pelo Governo para combater a criminalidade no Maranhão. Epa! será que eu entendi isso mesmo? Quais ações até agora? Morando na cidade de São Luís e vítima da violência, não conheço essa ação. Assaltos a coletivos, Pontos de Ônibus, Lojas, Galeterias, Lanchonetes e Residências, ainda me vem um deputado falar uma besteira dessas?

Marco Aurélio lamentou os índices divulgados na semana passada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, referentes ao ano de 2014, que colocaram São Luís como a terceira capital mais violenta do Brasil, perdendo apenas para Fortaleza e Maceió. Para o deputado, esses dados representam um desafio ainda maior do governador Flávio Dino em relação ao tema, já que assumiu o Estado com uma estrutura de segurança sucateada. Epa!, ainda continua sucateada. Viaturas quebradas, principalmente no interior, onde nem combustível tem pra rodar e combater a criminalidade.

O parlamentar destacou que, mesmo com essas adversidades, o Governo implantou ações que tiveram melhoras consideráveis no sistema de segurança. Ele apresentou dados que demonstram que de janeiro a setembro de 2015, o número de homicídios caiu 10%, em relação ao mesmo período do ano passado. Já as vítimas de CVLI (Homicídio mais roubo seguido de morte + lesão corporal seguido de morte) diminuiu 4% se comparado com 2014. Durmam com um barulho desses! Onde esse deputado mora? Será que esse moço desinformado não lê jornais, ou finge que não sabe?

“Em alguns meses nota-se que essa diminuição chegou a mais de 30%. São respostas que começam a ser dadas dentro da mesma estrutura de pior índice de policiais por habitantes do Brasil que foi herdada da gestão passada. Com essa mesma estrutura já se começa a dar respostas”, destacou, prevendo que quando os 1400 novos policiais que estão em treinamento estiveram nas ruas, a segurança do Estado avançará ainda mais. É uma previsão, porém, polícia na rua sem poder sair debaixo da câmera de monitoramento, não faz milagres. É preciso entender, que violência não se combate com flores e muito menos com oração. Que tal o secretário Jefferson Portela, fazer um estágio com José Mariano Beltrame (Secretário de Segurança do Rio)? Esse sim tem sangue nos olhos.

O deputado Othelino Neto destacou que nove meses ainda é pouco para avanços mais significativos na área da segurança, mas que é notório o esforço que vem sendo feito pelo governador Flávio Dino. “Nos próximos dias, 80 policiais civis serão chamados. Cerca de 160 viaturas serão entregues para que a polícia tenha mais condições de trabalhar. O Governo tem mostrado que encara esse desafio com a perspectiva de dar a população mais segurança. Em breve conseguiremos melhorar muito deixando os maranhenses mais seguros e vivendo com mais tranquilidade”, ressaltou Othelino.

Para Zé Inácio (PT), que calado seria um poeta; o reforço na segurança pública do Estado tem avançado em todas as áreas, sobretudo na investigação. (Investigação?). Ele informou que sete novos institutos serão criados, entre eles, de análises forenses, vestígios criminais, médico legal e de criminalística. “Além disso, a nomeação de 33 novos delegados que não vão só reforçar o sistema, mas contribuir para que sejam desbaratadas organizações criminosas que vem atuando no Estado. (Merece uma gargalhada) Zé Inácio falando Isso? Os números são uma referência para se comparar a realidade e vê os avanços que estão sendo feitos”, realçou o parlamentar. Se Zé Inácio estivesse ficado calado, poderia ser aclamado um grande político. Como falas tanta bobagem, só pra puxar o saco do Governador?

Outro deputado que destacou os avanços da segurança no Maranhão foi Rigo Teles. De acordo com ele, o governo está de mãos dadas com o aparato das policias civil, militar e federal para o combate a criminalidade. “Digo isso porque vejo na região central do Maranhão que a polícia trabalha diuturnamente, o GTA está sempre naquela região. A criminalidade é um problema crescente em todo o país, mas temos conhecimento do que está sendo feito para combater isso”, enfatizou. Rigo Teles falar em segurança, é comigo!

O deputado Levi Pontes disse que o progresso no sistema de segurança já é visível, sobretudo, se comparado aos acontecimentos passados, quando bandidos protagonizavam cenas de barbárie medieval, com decapitações, mortes, fugas e ordens para incêndio de ônibus de dentro dos presídios. “Eu comungo de que o governador Flávio Dino está priorizando esse fator segurança que é muito grave. Vamos ter, sim, em um amanhã muito próximo, índices toleráveis”, destacou Levi. Dr. Levi tem razão. Porque não diz que a Sejap fez acordos com as facções e dividiu o presídio? Não seria mais fácil, ao invés de elogiar algo que não foi implantado?

Júnior Verde, que não fede e não cheira, frisou que tem acompanhado de perto o trabalho do secretário de segurança Jefferson Portela e elogiou o projeto de junção das forças policiais com a sociedade civil através da criação de conselhos de segurança. “A polícia precisa de informações de dentro da comunidade. Nada mais pertinente do que ouvir a sociedade. As estatísticas demonstram que o Maranhão avança no processo de implementação políticas efetivas de combate a criminalidade”, completou Verde. Junior Verde, até baba, ao falar bobagens. Quem tem paciência para aguardar uma entrevista de 30 minutos ao ligar pro 190? Quem tem saco para aguardar uma viatura uma hora após chamar o 190 depois de meia noite? Quando se tenta cortar despesas, alguém vai pagar. E nesse caso, é o povo do Maranhão, principalmente de São Luís, que vive sobressaltado.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar