casa » POLÍTICA » “Contrapartidas precisam ser reais”, diz Pastor Gildenemyr sobre acordo entre Brasil e EUA para uso da base de Alcântara

“Contrapartidas precisam ser reais”, diz Pastor Gildenemyr sobre acordo entre Brasil e EUA para uso da base de Alcântara

COMPARTILHE

Depois de quase duas décadas, o Brasil concluiu as negociações com os Estados Unidos quanto ao Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) para liberar o uso comercial do Centro de Lançamentos de Alcântara (CLA), situado no município de Alcântara, na região metropolitana de São Luís.

O tema começou a ser debatido entre as nações no ano 2000, quando o então presidente Fernando Henrique Cardoso assinou o acordo, que foi rejeitado pelo Congresso Nacional. O documento está sendo revisado e deverá ser anunciado na visita de Jair Bolsonaro ao presidente Donald Trump, que ocorrerá na próxima terça-feira (19), nos EUA.

Depois que as negociações foram concluídas, deputados federais e senadores do Maranhão, foram procurados pela imprensa para se manifestar sobre o assunto. Em entrevista à imprensa, o deputado federal Pastor Gildenemyr (PMN), disse que precisa aguardar o texto final que está sendo revisado para poder avaliar e compreender quais serão os benefícios concretos desse acordo para o nosso Estado do Maranhão.

“Precisamos aguardar o texto final que está sendo revisado para poder avaliar e compreender quais serão os benefícios concretos desse acordo para o nosso Estado do Maranhão; pois as contrapartidas precisam ser reais para os cidadãos de Alcântara. Mas pelo que foi divulgado pela imprensa, o acordo deve permitir uma troca de conhecimento entre os países. Vamos analisar e, claro, buscar o melhor para o nosso país”, destacou o parlamentar.

O novo acordo prevê a proteção de conteúdos com tecnologia norte-americana usada no lançamento de foguetes e mísseis a partir da base brasileira, sendo que, atualmente, 80% do mercado espacial usa tecnologias estadunidenses. Sendo assim, a ausência de um acordo de proteção acabava limitando o uso da base de Alcântara, com o novo acordo abrindo portas para uma série de parcerias empresariais no setor, colocando o Brasil em uma posição melhor no debate internacional sobre cooperação espacial.

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Vereadora Fátima Araújo inicia série de LIVES com autoridades municipais, estaduais e federais

A vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB), inicia nesta segunda-feira (11),  uma série de ...

Morto na última sexta (08), Juarez Damasceno foi prefeito de Bequimão e teve quatro mandatos como vereador de São Luís

O ex-prefeito de Bequimão, Juarez Pereira Damasceno, faleceu na última sexta-feira (08), em São Luís, ...

Prefeito Miltinho Aragão entrega UTI Móvel para transporte de pacientes da Saúde de São Mateus

Com o propósito de melhorar e ampliar o atendimento na rede pública municipal de saúde, ...

Prefeitura de São Mateus-MA distribui 9 toneladas de alimentos para famílias de baixa renda

A Prefeitura de São Mateus começou a distribuir 9 mil toneladas de alimentos para famílias ...

Vereadora Fátima Araújo participa de Sessão Remota que aprovou projetos para beneficiar população diante da proliferação do Covid-19 em São Luís

A vereadora Fátima Araújo (PCdoB), participou de uma Sessão Extraordinária Remota realizada nesta quarta-feira (29), ...