NOTÍCIAS

Contaminado pela bactéria do rancor, ódio e birra, Hans Nina tenta vingança contra o Moto

O ex-presidente do Moto Club, Hans Nina e atual diretor técnico da Federação Maranhense de Futebol, parece que foi infectado pelo vírus que atingiu Antônio Henrique por vários anos dentro da FMF. Desde que assumiu Hans tem se preocupado em atrapalhar ainda mais a vida do Moto e de seu torcedores. Primeiro elaborou uma tabela simplesmente para prejudicar o Papão do Norte. Depois começou tirar o Moto dos jogos de final de semana e colocar as quinta-feiras quase meia noite. Toda tabela e regulamento foram elaborados por ele que literalmente acabou com o campeonato, sendo o pior dos últimos 20 anos. E para completar a dose ele como “dono” do campeonato colocou o jogo de Moto x Imperatriz para as 23h59 de quinta-feira, dia 5 de abril e ainda se acha no direito de criticar a imprensa.

Diz um provérbio antigo, que todo homem birrento é burro. E o remédio é desmanchar a burrice. E isso está prestes a acontecer, já que o Imperatriz não gostou muito dessa ideia de jumento. O Moto também deve recorrer e a data provavelmente deve sair do dia 5 para dia primeiro, coincidência ou não, dia da mentira, em homenagem aos integrantes da FMF que disseram mil vezes que não havia datas para o campeonato e pouco usaram o domingo para prática do futebol na capital maranhense. Hans quer comparar jogo pago pela TV com jogo explorado pela TV e FMF, onde os clubes jogam para sustentar as duas entidades. Quem paga tem direito de mudar o horário do jogo, mas quem recebe mais, de forma ilícita, pode ficar apenas calado por causa da Polícia Federal. Seu Hans questionava essa babaquice quando era presidente do Moto, mas agora, que virou manda chuva “cartola” da FMF não comenta mais nada. Por isso nunca se elegeu vereador e se duvidar deve morrer com esse sonho.

Percebe-se que aquela doença que impediu a permanência de Hans no comando o Moto foi justamente ódio, rancor e mágoas por não ter sido eleito vereador de São Luís. Eu muito elogiei esse cidadão pela sua postura, mas agora mostra que tem bancado papel de “Marionete” e feito justamente a vontade de Antônio Américo, mesma função de Antônio Henrique. A trama pode cair por terra se no Moto ainda tiver homem de sangue no olhos. É preciso mostrar que essa campeonato ta enriquecendo muita gente ilícita e ninguém fala. O certo mesmo é a torcida mostrar que seu grito de guerra não é só para as arquibancadas.

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo