POLÍTICA

Câmara de vereadores debate “Reforma Política” em São Luís

COMPARTILHE

H1

A câmara municipal de São Luís foi palco nesta segunda feira (6) de um grande debate sobre reforma política. A audiência publica foi realizada pelo vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) que contou um grande público, entre políticos e sociedade organizada. Durante o evento, 18 vereadores estiveram presentes, entre eles: Bárbara Soeiro (PMN), Estevão Aragão (SDD), Sebastião Albuquerque (DEM), Edmilson Jansen (PTC), Baliseu Barros (PSDC), Josué Pinheiro (PSDC), Gutemberg Araújo (PSDB), Professor Lisboa (PCdoB), Rose Sales (PCdoB), Pereirinha (PSL), Chico Carvalho (PSL), Beto Castro (PROS), Marquinhos (PRB), Manoel Rêgo (PTdoB), Barbosa Lages (PDT), Pedro Lucas (PTB), Osmar Filho (PSB), Eidimar Gomes (PSDB) e Ivaldo Rodrigues (PDT) autor do requerimento.

A mesa diretora foi composta pelo presidente em exercício Chico Carvalho, que depois deu lugar ao vereador Josué Pinheiro e Pedro Lucas como primeiro secretário e Ivaldo Rodrigues segundo secretário em exercício. Também fizeram parte da mesa, o Secretário de São Luís, Severino Sales (representando o prefeito Edivaldo Holanda Junior), deputado federal Pedro Fernandes (PTB), Mário Macieira (Presidente da OAB-MA) e Dr. Emanoel  José Peres Neto Guterres Souza (Promotor de Justiça, representando o Tribunal de Justiça do Maranhão).

H1 H2 H3

Na abertura da audiência, o vereador Ivaldo Rodrigues, autor do requerimento que deu origem ao evento, fez uma explanação do termo “Reforma Política”. Sem economizar palavras, Ivaldo mostrou seu ponto de vista sobre o tema e mais uma vez disse ser a favor da reforma. “É preciso que a população participe desse debate. Se a sociedade está na rua, é porque está cansada deste modelo ridículo de fazer política no Brasil. Nosso país precisa de reforma urgente. Nós queremos que este debate seja discutido com toda sociedade e não só com a classe política. Vamos tratar de uma reforma séria, porque este país precisa de algo mais sério” – finalizou o vereador, que frisou ser contra o financiamento privado de campanha.

Já o deputado Federal Pedro Fernandes, deu uma aula sobre “Reforma Política”. Durante seu discurso, ele lembrou ainda de vários fatores que hoje motivam ainda mais a reforma política. Não dar pra comparar o Brasil que até com 470 anos de descoberta, tinha apenas 90 milhões de habitantes, hoje 45 anos depois, o Brasil aumentou sua população em 120 milhões de pessoas a mais. Nosso país hoje tem 212 milhões de habitantes, um dos pais que mais cresceu populacionalmente nos últimos 50 anos. O certo mesmo, é fazer uma verdadeira “Reforma” porque a população aumentou e o Estado brasileiro não é capaz de acompanhar o crescimento” – disse o deputado, que acrescentou ainda, que esta reforma não significa que as políticas sociais vão melhorar.

Enquanto isso, o presidente da OAB –MA, Mário Macieira, mostrou domínio de conhecimento de causa e disse que concorda em alguns aspectos, mas acha que muita coisa deve ser mudada. “Sou a favor do fim da reeleição e a Ordem dos Advogados do Brasil, defende as eleições de 2×2 anos. Assim o eleitor tem tempo para avaliar um candidato. Sou contra o mandato tampão e a favor de que devemos acabar com os suplentes de senadores. Quem deverá assumir em caso de ausência, será o terceiro ou quarto colocado nas eleições. É inadimisível um suplente assumir o cargo sem ser votado” – finalizou o presidente da OAB-MA.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar