TRÂNSITO

Bilhete Único de Zé Inácio vai beneficiar passageiros de Alcântara no meio do mar

Querendo fazer mídia com o governador Flávio Dino (PCdoB), o deputado Zé Inácio (PT), mais uma vez mostrou que pouco conhece os problemas do Maranhão. Impulsionado com o lançamento do Bilhete Único em São Luís, Inácio cuidou logo de criar um Bilhete Metropolitano que vai beneficiar até passageiros que viajam nos barcos e catamarãs sucateados de Alcântara para São Luís. A ideia do nobre deputado é para que o passageiro troque de embarcação no meio da baía de São Marcos, quando estiver em perigo de naufrágio.

“A ideia é muito simples; basta o passageiro esteja em viagem de Alcântara para São Luís, ou vice-versa, e achar que está demorando muito, pede para fazer baldeação, pegando outra embarcação no mesmo sentido ou contrário, de acordo com a quantidade de água que esteja invadindo o barco ou Catamarã. Ou seja, se o barco ou a Catamarã estiver para afundar, com o Bilhete Único Metropolitano, o passageiro vai poder trocar de embarcação sem pagar mais nada”.

Com essa ideia fenomenal, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, composta por mais outros sem noção, aprovou por unanimidade o projeto de Lei N° 057/2015 de autoria do Deputado Zé Inácio (PT) que trata implantar o Bilhete Único Metropolitano como componente do sistema tarifário operacional do transporte público de passageiros na Região Metropolitana de São Luís, nos Município de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa e Alcântara.

O deputado Zé Inácio (PT) destaca que o Bilhete Único Metropolitano tem por finalidade permitir ao usuário a utilização de todos os modos de transporte público de passageiros necessários para o seu deslocamento até o destino final mediante o pagamento de uma única tarifa. “O sistema de Bilhete Único Metropolitano promoverá a integração de todos os meios de transporte coletivo de pessoas, especialmente, ônibus intermunicipais, ônibus municipais, bem como outras modalidades a serem implantadas”. Como a passagem para Alcântara Custa R$15 reais de Catamarã e R$ 12 reais de barco, será possível fazer a integração no meio da baía de São Marcos.

Outra linha que o Bilhete Único Metropolitano vai ser muito benéfico a população, será na Estrada de Ribamar. Quando o passageiro estiver atrasado, basta descer perto do Rio Paciência e pegar outro coletivo. A diferença vai ser enorme até no retorno da forquilha, tanto vindo de São José de Ribamar, quanto de Paço do Lumiar.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo