BEQUIMÃO

Bequimão encerra campanha com 107,65% do público alvo imunizado contra Influenza

COMPARTILHE

A Campanha de Imunização contra a Influenza e seus subtipos foi encerrada no último dia 30, em todo o país. O município de Bequimão ultrapassou a meta nacional de vacinação, fixada em 90% pelo Ministério da Saúde (MS). A cobertura vacinal no município chegou a 107,65% do público alvo.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), 6.246 pessoas receberam as doses da vacina, em pouco mais de três meses de campanha. O público alvo, no município, foi estimado em 5.802 pessoas. A vacina foi disponibilizada em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), na zona rural, bem como no Centro de Saúde Santo Antônio, na sede.

A primeira fase da campanha começou no dia 23 de março. Nela, foram vacinados idosos a partir de 60 anos e trabalhadores da saúde. Na segunda fase, iniciada no dia 16 de abril, foi a vez dos membros das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas ou condições clínicas especiais, caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo e portuários, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Já na terceira fase, iniciada no dia 9 de maio, foram imunizadas pessoas com deficiência, professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, mães no pós-parto até 45 dias e pessoas de 55 a 59 anos.

Antes do fim da campanha, no dia 30 de junho, Bequimão já havia ultrapassado a meta nacional de vacinação. Segundo informou a Semus no dia 24 de junho, 97,31% do público alvo já haviam sido imunizados nesta data. Mesmo, com o fim da campanha, a vacinação ainda continua no município. Isso porque, apesar do sucesso da mobilização, ainda restaram 300 doses da vacina.

Conforme a coordenação de imunização, essas doses estão sendo disponibilizadas em todos os postos previamente divulgados pela Prefeitura de Bequimão. Quem tiver interesse em se imunizar contra influenza deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa, das 7h30 às 12h e das 14h às 17h.

Ao sair de casa para tomar a vacina, é obrigatório o uso da máscara e a manutenção do distanciamento social de pelo menos dois metros na chegada aos postos. É ainda indispensável a apresentação de RG, CPF, caderneta de vacinação e cartão do SUS. Por fim, a Semus informa à população que a vacina não previne a Covid-19, mas pode auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a doença, uma vez que os sintomas são semelhantes aos da gripe.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar