BEQUIMÃO

Bequimão cumpre todas as tarefas do #DesafioNucaJuva e avança rumo a certificação do Selo Unicef

COMPARTILHE

Bequimão figura entre os 90 Núcleos de Mobilização de Adolescentes do Selo UNICEF, na Amazônia Legal e no Semiárido Brasileiro, que concluíram o #DesafioNucaJuva dentro do prazo. O jogo teve como objetivo incentivar a realização e a comprovação dos Desafios do Guia de Mobilização Adolescente, até dezembro de 2019, na Plataforma Crescendo Juntos (PCJ).

Com a conclusão das tarefas, Bequimão recebeu do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) uma “medalha virtual”. A condecoração é um reconhecimento simbólico ao município pela conclusão do #DesafioNucaJuva. “Parabenizamos pela conquista e agradecemos a participação das meninas e meninos integrantes do Núcleo de Cidadania de Adolescentes (NUCA). Seu município além de garantir o direito à participação juvenil e incentivar ao engajamento social, avançou rumo à certificação Selo UNICEF”, diz a carta.

No comunicado, Anyoli Sanabria, chefe do Território Amazônico do Unicef, sugeriu ao mobilizador do município que cheque se todos os relatórios postados seguem as especificações solicitadas no Guia do/da Mobilizador(a) de Adolescentes e aguardar a validação desses documentos comprobatórios pela equipe do Unicef e seus parceiros.

O próximo passo, segundo a coordenadora do Unicef na Amazônia Legal, é finalizar as comprovações dos Resultados Sistêmicos, e o articulador ou articuladora de cada município é a pessoa chave que precisa de apoio para postar na PCJ os documentos comprobatórios. “Este é um momento chave, que finaliza toda uma jornada que incluiu seis ciclos de capacitações, cursos on-line, mobilização e muitas outras etapas pela garantia das políticas públicas voltadas à infância e adolescência de maneira intersetorial. É muito importante manter a equipe municipal ativa e atenta na reta final da conquista do Selo UNICEF”, orienta Sanabria.

Além de Bequimão, apenas três dos 217 municípios do Maranhão cumpriram as tarefas dentro do prazo estipulado pelo Unicef: Arame, Buriti Bravo e Imperatriz. As atividades envolveram a promoção de direitos de crianças e adolescentes ao esporte seguro e inclusivo; alimentação saudável e prevenção da obesidade; conhecimento e divulgação da Lei de Aprendizagem; inclusão digital e uso seguro da internet; educação para a cidadania democrática; inclusão escolar e troca de saberes, saúde sexual e reprodutiva; e práticas de enfrentamento ao racismo.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar