BEQUIMÃO

Bequimão aparece no mapa do Pólo Turístico Floresta dos Guarás

A grata surpresa ficou por conta da inclusão do município de Bequimão como ponto turístico que compõe o mapa do Pólo Floresta dos Guarás. Desde o mês de maio deste ano, a secretária Keila Soares, o adjunto Edmilson Pinheiro, pela Secretaria de Meio Ambiente e Turismo (Sematur), acompanhados do agente de desenvolvimento Rodrigo Martins estiveram articulando junto à Secretaria de Turismo do Estado (Sectur) a adesão do município de Bequimão ao Pólo Turístico da Floresta dos Guarás e à inclusão no Mapa do Turismo Brasileiro. O resultado foi positivo e o município agora entra oficialmente na lista dos 53 municípios maranhenses com vocação turística.

O Ministério do Turismo divulgou nesta quinta-feira (14) o novo mapa do turismo brasileiro, instrumento que destaca municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento e norteia a definição de políticas públicas para o setor.

Em comparação ao ano passado; o número de regiões turísticas e municípios cadastrados; cresceu exponencialmente no Brasil. Em 2016, eram 2.175 cidades em 291 regiões. Este ano o mapa registra 3.285 municípios em 328 regiões turísticas.

O mapa do turismo do Maranhão também cresceu. Em comparação com 2016, o estado inseriu 16 municípios e excluiu nove no mapa, passando de 46 para 53 cidades com vocação turística, distribuídas em 10 regiões. Já o número de regiões turísticas não sofreu alteração. Esse crescimento do número de municípios e a permanência das regiões turísticas reforça o desejo dos gestores em trabalhar com o turismo.

Pousada e Restaurante em Bequimão com uma localização bastante privilegiada, a 3 KM do Centro

Apesar desse crescimento a nível nacional e estadual, o resultado não foi animador para o Polo Turístico Floresta dos Guarás. Até o ano de 2015 o Litoral Ocidental Maranhense possuía oito municípios incluídos no Mapa Turístico Brasileiro, porém ano passado o município de Bacuri foi excluído.

Em 2017 para surpresa geral a perda foi maior ainda, pois os municípios de Apicum Açu, Cedral, Serrano e Mirinzal foram excluídos do Mapa do Turismo Brasileiro. Ou seja, dos nove municípios maranhenses excluídos, quatro são do Conguarás, o equivalente a 44% do total, fato lamentável tendo em vista que a atividade turística é uma alternativa viável para desenvolver a economia regional, gerando emprego e renda e ativando outras cadeias produtivas locais e regionais.

Dos municípios originais, permaneceram três: Cururupu, Guimarães e Porto Rico. Isso é importante, pois propicia a chegada de políticas públicas e investimentos no setor turístico, conforme explica o ministro do turismo Marx Beltrão: “O mapa é um instrumento muito importante para gestão, estruturação e promoção dos destinos. Por isso, é importante que ele esteja sempre atualizado, garantindo com que os municípios que queiram trabalhar o turismo como uma atividade econômica, tenham prioridade dentro das políticas e ações do MTur”.

 

Por Floresta dos Guarás

Fotos: Rodrigo Martins

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo