NOTÍCIAS

Asfalto do prefeito Dutra tem composto de chiclete mastigado

O único político do Brasil em fazer campanha usando o sofrimento do povo, o prefeito Domingos Dutra (PCdoB) tem mostrado incompetência e tentado enganar a população de Paço do Lumiar. No bairro Maiobão, principal bairro do município, onde tenta concentrar maior benefício de sua gestão, Dutra até tem realizado um trabalho na recuperação asfáltica, mas muitas delas, ou na grande maioria, não tem agradado os moradores pela péssima qualidade dos serviços. Uma afronta ao dinheiro público, que nunca foi valorizado pelo “ator das causas impossíveis”.

Um exemplo deste novo desleixo administrativo instalado no Paço, está na avenida 10. Recuperada e entregue aos moradores há cerca de dois meses, na manhã de sábado (10), a pavimentação da via, ao lado da feirinha do peixe, não resistiu o peso de um caminhão de lixo e abriu uma enorme cratera, que engoliu o pneu traseiro do carro. O veículo ficou atolado, atrapalhando o trânsito durante o dia, para revolta geral dos moradores que faziam piada com a obra mal sucedida do marido de Núbia.
“Isso aqui é porque o Dutra queria fazer um túnel para sair lá no Japão, mas ainda tá no projeto dele”, brincou um motorista que passava no momento que o radialista Adilson Carlos fazia as imagens do incidente no local, durante uma passagem por acaso  na região, quando se deparou com a referida situação.
“Esse Dutra é um mentiroso. Enganou a gente. A gente pensava que ia mudar, elegemos ele como nossa esperança, mas não mudou nada. Ta é pior do que os outros “vagabundos” que passaram nessa prefeitura. Paço do Lumiar, realmente não tem sorte”, desabafou um cidadão que se identificou apenas como Moreira.
Uma moradora da avenida que preferiu o anonimato explicou que a causa do asfalto ter afundado é que o serviço foi feito sem planejamento algum, nas “coxas” e critica as obras que o prefeito tem realizado no bairro, pela péssima qualidade.
Por Adilson Carlos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo