ALCÂNTARA

Alunos do Pólo Arenhengaua no município de Alcântara comemoram o dia do Folclore

A educação aliada à cultura forma uma mistura chamada conhecimento. É assim, que a direção do Pólo Arenhengaua visa o desenvolvimento dos estudantes das três escolas que formam o Complexo Educacional. Com o objetivo de conhecer e valorizar o folclore maranhense, a direção criou várias atividades que foram desenvolvidas pelos alunos do Infantil à Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

As atividades aconteceram de 14 a 22 de agosto, data em que é comemorado o dia do Folclore. Todos os professores das escolas que compõem o Pólo estiveram envolvidos no Projeto. O resultado foi a satisfação do aprendizado sobre a cultura que envolve cada cidadão alcantarense.

O projeto trabalhou os alunos em sala de aula e mostrou a importância do Folclore, cada turma ficou responsável por trabalhar um tema. Na Culminância do projeto foram apresentadas Fábulas Infantis. Lendas, História do Bumba-Meu-Boi, do pai Francisco e Catirina, além do Tradicional Tambor de Crioula.

Os alunos também trabalharam as comidas típicas que são vendidas no período das festas folclóricas no Maranhão. O projeto envolveu alunos, professores, servidores, pais de alunos e comunidade em geral.

A Escola Municipal D. Pedro II é fisicamente Pólo das unidades como Rosita Cerveira Marques, Inácio Raposo e Coração de Jesus, que estiveram envolvidas no projeto.

DIA DO FOLCLORE

Em 1846, o folclorista britânico Willian John Thoms (1803-1885) utiliza pela primeira vez o termo folclore, que do inglês folk significa “povo” e lore, “conhecimento”. Na época, o termo foi considerado um neologismo para designar os costumes de um povo.

No Brasil por meio do Decreto nº 56.747, de 17 de agosto de 1965, o Congresso Nacional estabeleceu que a partir do dia 22 de agosto daquele ano seria comemorado o dia do folclore.

No Brasil, os principais folcloristas e estudiosos sobre o tema foram Renato Almeida (1895-1981), Mário de Andrade, (1893-1945) e Luís da Câmara Cascudo (1898-1986).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo