casa » POLÍTICA » Acabaram as filiações e começaram as negociatas para angariar apoio de partidos

Acabaram as filiações e começaram as negociatas para angariar apoio de partidos

COMPARTILHE

O mercado do vai e vem de políticos para partidos, a famosa janela partidária, acabou às 23h59min da última sexta-feira (6) em todo Brasil. Faltando 6 meses para as eleições de outubro deste ano, a correria foi grande e o troca-troca também. Partidos que mal apareciam no cenário político do Maranhão, amanheceram neste sábado (7) como gigantes. O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), formou a maior bancada de vereadores na Câmara Municipal de São Luís.

Mesmo com o fim da janela partidária, as conversas de bastidores com negociações encobertas continuam a todo vapor. São as famosas e conhecidas negociatas para angariar o maior número de legendas. Nada é de graça ou simplesmente apoio por ideologia. Mesmo faltando seis meses para as eleições, o voto de cada eleitor maranhense está sendo negociado com os presidentes de partidos ou lideranças políticas. E ainda dizem que comprar ou vender voto é crime. Crime se for o próprio eleitor que vender.

Os atores na disputa eleitoral já assinaram a ficha de filiação e foram devidamente apresentados nos partidos políticos, ou seja, do ponto de vista partidário a pré-temporada já começou e quem tiver melhor preparado, pode levantar o caneco. Políticos que mudaram de partido simplesmente por encontrar um caminho mais curto de eleger-se a deputado. Outros, por não se identificar com a ideologia da legenda antiga.

Os partidos e os seus políticos se debruçarão na matemática que envolve as figuras que disputarão as eleições proporcionais, seus pesos eleitorais e as vantagens de ter esta ou aquela legenda ao seu lado para somar votos, alcançar o coeficiente eleitoral e, assim, conquistar a sonhada vaga ou na Assembleia Legislativa ou na Câmara dos Deputados.

Já em relação à eleição majoritária, restaram poucas dúvidas. Uma delas – e talvez a mais antiga – é o anúncio do nome do segundo candidato ao Senado do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB). Outra dúvida é em relação ao PSDB, Roberto Rocha e Eduardo Braide (PMN). Afinal, quem será o candidato ao governo? Ou sairão os dois?

Do grupo da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), as dúvidas são menores. Passa somente pelo nome do candidato a vice-governador na chapa da emedebista. Alguns nomes são ventilados, como do senador João Alberto, do empresário Lobão Filho ou de uma grande liderança da região Tocantina.

Já em relação aos demais candidatos, como Ricardo Murad (PRP) e Maura Jorge (PSL), por exemplo, as composições devem ser logo definidas. Não há tantas dúvidas sobre como os demais candidatos, como Ricardo Murad (PRP) e Maura Jorge (PSL), por exemplo, as composições devem ser logo definidas. Não há tantas dúvidas sobre como será cada chapa. Falta somente costuras para finalizar essas composições.

Com Informações do Estado Maior

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Proposta do Deputado Gildenemyr isenta de IPI os veículos adquiridos por filantrópicas e igrejas

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3052/19 , que concede a isenção do Imposto ...

Diretor geral da Mesa Diretora fala sobre os 30 anos da Constituição do Maranhão

Em entrevista aos radialistas Marina Souza e Álvaro Luís, no programa Conexão Cidadania, da Rádio ...

Sancionada lei de Othelino Neto que prevê uso de efetivo da Segurança para reforço nos municípios

O governador Flávio Dino sancionou, nesta sexta-feira (11), o  Projeto de Lei 480/2019, de autoria do ...

Othelino recebe prefeita de Paço do Lumiar e destaca importância do município para Região Metropolitana

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu, nesta quarta-feira ...

Assembleia aprova projeto do Executivo que institui Fundo Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil

A Assembleia aprovou por unanimidade, na sessão desta quinta-feira (10), o projeto de lei 454/2019, ...