casa » POLÍTICA (página 82)

POLÍTICA

Astro participa de lançamento de projeto com ministro da Cultura

COMPARTILHE

ASTRO1

“Esse é um projeto que vem lançar novas luzes sobre a cultura popular de São Luís. Essa parceria entre a Prefeitura e o Ministério da Cultura pode ser considerada como um momento histórico, principalmente para a capital, onde há uma grande diversidade cultural e poucos recursos. O convênio estabelece novas diretrizes e é muito salutar para todos nós, que atuamos na área cultural”.

A afirmação foi feita pelo presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PMN), que participou, na tarde desta quinta-feira (26), no Teatro Artur Azevedo, da solenidade em que o ministro da Cultura, Juca Ferreira, assinou o documento de efetivação do projeto Rede São Luís Pontos de Cultura, para garantir a promoção de ações que viabilizem o acesso às políticas culturais na capital maranhense. A parceria conta também com a participação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) não participou do evento em decorrência de problemas de saúde na família.

Para o presidente da Fundação Municipal de Cultura (Func), Marlon Botão, o projeto Rede São Luís Pontos de Cultura é um marco histórico relevante para a cultura de São Luís, não somente porque premiará as 40 organizações culturais de destaque, mas também, porque a capital maranhense passa a integrar o Programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura (MinC), além de efetivar o processo de capacitação para a formação da Rede São Luís Pontos de Cultura.

“São Luís foi a única cidade brasileira a ter autorizado pelo ministério de 40 pontos de cultura, um número significativo, o que representa um avanço nas políticas culturais do Município e na valorização das manifestações e tradições culturais de raiz da nossa cidade”, declarou Marlon Botão, ressaltando ainda que, ainda este ano, São Luís terá implementado o Sistema Municipal de Cultura.

O convênio sinaliza o acréscimo de ações e investimentos do governo municipal na área da Cultura. No total, serão aplicados R$ 2,2 milhões para a execução de projetos no período de 18 meses.

A criação da Rede será executada ainda este ano pela Prefeitura de São Luís, em parceria com o Ministério da Cultura, atendendo diretamente a uma das diretrizes do plano de metas do Programa Nacional de Promoção da Cidadania e Diversidade Cultural, o Cultura Viva, sancionado pela Lei Nº 13.018, de 23 de julho de 2014. O principal objetivo do Programa Cultura Viva é a ampliação do acesso da população aos direitos culturais.

Juca Ferreira assinou um pacote de convênios culturais com  o governador Flávio Dino, na esfera estadual. Ao final, Flávio Dino agradeceu ao deputado federal Sarney Filho, pela liberação de uma emenda da ordem de R$ 1 milhão, para serem aplicados na aquisição de instrumentos para escolas de músicas e disse que seu governo não tem retaliação e criticou duramente a política do ódio e do rancor. Ao final, o ministro da Cultura passou por uma sabatina feita por integrantes de movimentos culturais.

 

Djalma Rodrigues

DIRETCOM/CMSL

 

Estado garante retomada de reforma após solicitação de vereador

COMPARTILHE

PRB

Após participar de uma reunião com o secretário adjunto de Estado da Educação, Dalton Almeida, na manhã da última terça-feira, (24), acompanhado por uma comissão de alunos de ensino médio da Escola Roseana Sarney Murad, no Habitacional Turu, o vereador Antônio Marcos, Marquinhos, (PRB), anunciou que nos próximos dias estarão sendo retomados os trabalhos de reforma da unidade de ensino.

A reforma da escola Roseana Sarney foi iniciada em agosto do ano passado, mas não foi concluída. No início deste ano, a obra foi paralisada. Devido a isso, o vereador Marquinhos solicitou uma reunião na Secretaria Estadual de Educação. O vereador cobrou o retorno das obras para que a reforma seja concluída.

Inicialmente ao ser procurado por uma comissão de alunos, o vereador dirigiu-se primeiro ao vice-governador do estado, Carlos Brandão (PSDB), que se mostrou solícito e o encaminhou à Secretaria de Educação do Estado, onde foi atendido pelo secretário adjunto Dalton Almeida, recebendo a confirmação de que no máximo, em 20 dias, as obras serão reiniciadas.

“Estou muito feliz com o resultado, pois, tive a certeza de que as obras irão ser retomadas e as aulas muito em breve estarão normalizadas. Estudei nessa escola e, vendo estes jovens lutando por uma estrutura melhor, hoje me remete ao passado e me faz entender porque estou vereador”, disse o parlamentar.

A luta pela reforma da escola Roseana Sarney teve início quando foi feita a reivindicação por meio de uma indicação ao governo aprovada pela Câmara Municipal. Na proposição, Marquinhos solicitou o trabalho e foi atendido com a reforma que vai beneficiar milhares de alunos.

Texto: Flávio Chocolate & Altere Bernardino

Foto: Flávio Chocolate

 

Vereador participa de audiência pública sobre Segurança

COMPARTILHE

AG

O vereador de São Luís e vice-líder do governo na câmara, Ivaldo Rodrigues (PDT), esteve hoje (25) pela manhã no plenário da câmara municipal, participando de uma audiência pública sobre segurança na capital e no restante do Estado do Maranhão. Com um plenário lotado, Ivaldo fez parte da mesa, onde ocupou a função de primeiro secretário em exercício. Presidida pelo vereador Chico Carvalho (PSL), a sessão que tinha como autor do painel, Pavão Filho (PDT), teve o maior número de comandantes de batalhões das polícias militar e Civil em uma audiência publica no plenário Simão Estácio da Silveira.

Q1 Q2 Q3

Em seu discurso, o vice-líder do governo na câmara, fez vários relatos do cotidiano que envolve o social principalmente em São Luís. “Nós que somos vereadores e moramos em comunidade, e os vereadores Chaguinhas e Basileu sabem disso, eles que moram em suas comunidades assim como eu que moro na Vila Luizão há 15 anos e vivo o dia-dia de cada morador, isso é muito importante para a vida de um vereador. Nós que somos vereadores desta cidade, podemos até não se reeleger, mas sairemos desta casa mais humanos” – disse Ivaldo Rodrigues, que rasgou elogios ao vereador Pavão Filho pela iniciativa de levar para a câmara um tema de relevância para ser debatido com a população.

De acordo com Ivaldo Rodrigues, o vereador é um pouco de cada profissão exercida nas comunidades. “Nós somos um pouco de Padre, Delegado, Juiz, Pastor, Enfermeiro, Professor e eu que sou Educador achava que o professor seria o pai das funções, mas aqui nesta casa descobri que o parlamentar municipal é tudo isso e mais alguma coisa” – relatou o vice-líder do governo.

Q4 Q5 Q6

Segundo Ivaldo em seu relato, existe algo pior que a cultura criminalidade; em sua opinião a impunidade é pior que a criminalidade. “Como já fui assaltado dentro de minha casa, sei da experiência de está nas estatísticas da criminalidade. Eu devo imaginar a vida de um policial quando se depara diante de uma situação onde o criminoso está armado e não pode atirar” – disse Ivaldo que relatou a experiência de Pavão Filho, já que o autor do painel também já foi deputado por vários mandatos.

Eu sei que a pratica deste combate é muito grande, com falta de recursos, onde os criminosos andam com armas avançadas e o policial não tem esse instrumento. Por isso que digo que isso é muito importante discutir esse tema aqui na câmara porque reflete na comunidade. A polícia ganha pouco, mas faz seu trabalho com amor a profissão. A maioria das corporações tem gente dedicada à segurança deste estado, para proteger e defender seus irmãos. Para finalizar, Ivaldo Rodrigues frisou que a segurança é problema que não depende só do poder público e sim todo cidadão brasileiro, porque o Estado acontece dentro das comunidades, porque a Câmara jamais se ausentará desses debates.

Q7 Q8 Q9

Estiveram presentes, os vereadores Professor Lisboa (PCdoB), Marquinhos (PRB), Gutemberg Araújo (PSDB), Basileu (PSDC), Chaguinhas (PSB), Rose Sales (PCdoB), Eidimar Gomes (PSDB), Honorato Fernandes (PT), Ivaldo Rodrigues (PDT), Francisco Carvalho (PSL), Pavão Filho (PDT), Nato (PRP), além dos convidados; Dr. Murilo Andrade (Secretário da Sejap), Breno Galdino (secretário municipal de segurança e cidadania), Coronel Marco Antônio Alves da Silva, Delegado Augusto Barros, além de todos os representantes das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros do Maranhão.

Ana do Gás está vazando pelo “pito”

COMPARTILHE

GAS

A deputada estadual, Ana do Gás (PRB) demonstrou hoje (24) que está vazando pelo “Pito” e perdeu a chance de ficar calada ao utilizar a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão sugerindo que fosse eleito um deputado para cada município do Estado. A moça que se estivesse ficado calada, poderia ser uma grande poetisa, falou bobagens e serviu de chacotas no meio do jornalismo estadual.

Nas contas de Ana do Gás, não deveria ser só 42 deputados estaduais, haja vista que o Maranhão tem 217 municípios e por isso cada município deveria ter um representante na assembleia. Já imaginou se um louco com a mesma psicose de Ana do Gás aprovasse que cada cidade do Brasil deveria ter um representante na câmara federal? Vacilou Ana!

No mesmo discurso, a deputada rechaçou o fato de ter deputados de alto e baixo clero. Até parece que é uma novidade. Seria melhor de a toda poderosa AG estivesse ficado calada. “Boca fechada mosca não entra”.

De fato, há mesmo esse papo de “alto e baixo clero” para classificar os deputados. Mas existem também os chamados “baixíssimo clero” e o “pré-sal”. Da próxima vez a nobre deputada dos milhões, vai pensar o que falar ou ficar calada. Essa seria a melhor opção, principalmente para uma marinheira de primeira viagem.

Uma ideia sem noção, haja vista que São Luís, Imperatriz, São José de Ribamar, Caxias, Timon, Codó, Bacabal e Santa Inês, são as maiores cidades do estado e não aceitariam ter a mesma quantidade de deputado de Santo Antônio dos Lopes. Uma ideia Ana Gás, toma tutangir ou fecha boca Galvão”.

Vereador participa de aniversário de 93 anos do PCdoB

COMPARTILHE

VVVVV1

O vereador de São Luís e vice líder do governo na Câmara Municipal ludovicense, Ivaldo Rodrigues (PDT), participou de uma sessão solene realizada na manhã desta segunda feira (24) no plenário da assembleia legislativa, em homenagem ao aniversário de 93 anos do Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

Ao lado de amigos do PDT, como o deputado federal, Weverton Rocha, Júlio França e do secretário estadual de trabalho, Julião Amin. Durante a cerimônia de aniversário do PCdoB, partido que fez o governador do Maranhão, Flávio Dino, o vereador Ivaldo encontrou vários amigos de partidos e outros que fazem parte de outra nomenclatura partidária.

Somente neste mês de março, o vereador Ivaldo já conseguiu aprovar vários projetos na câmara, concedeu o título de cidadão Ludovicense ao Arcebispo de São Luís, Dom Belisário, além de outras habilidades e projetos que visam melhorias à população, Ivaldo Rodrigues vem se destacando na política local e mostrando sua força na região do Turu, onde predomina sua maior quantidade de votos.

Comissão de vereadores visita o Senado Federal

COMPARTILHE

PEDRO2

A comissão de vereadores de São Luís que está em Brasília vem cumprindo agenda em poderes na capital federal. Os parlamentares José Joaquim Guimarães (PSDB), Isaías Pereirinha (PSL), Pedro Lucas Fernandes (PTB) e Fábio Câmara (PMDB) estiveram ontem em visita ao Senado Federal. Eles foram discutir pontos da reforma política que estão sendo discutidos pelos senadores.

Ao lado do presidente da Associação Brasileira de Câmaras Municipais (ABRACAN), Rogério Rodrigues, os vereadores de São Luís foram recebidos pelo senador Vicentino Alves (PR-TO). A comitiva, que ficará em Brasília até quinta feira (26), deverá percorrer os corredores da Câmara dos Deputados e Senado Federal, objetivando debater a Reforma Política(PEC 344 e 352). De acordo com o vereador Pedro Lucas Fernandes, a experiência está sendo muita proveitosa.

PEDRO2 PEDRO1

“Estamos nos sentindo à vontade para trilharmos os corredores do Congresso Nacional e, assim, debater com os parlamentares os principais pontos da reforma, tais como, fim das coligações, financiamento público de campanha, mandato tampão de apenas dois anos nas próximas eleições, ou de seis, caso haja unificação das eleições, bem como os cinco anos de mandato, a partir de 2022. Enfim, estamos acompanhando de perto os principais entraves desta proposta”, afirmou o vereador.

Para o vereador José Joaquim, o decano da Câmara, a ideia do presidente Astro de Ogum de enviar uma comissão a Brasília foi bastante acertada. “A reforma mudará a histórica política do País, portanto, em hipótese alguma, poderíamos nos furtar deste debate”, finalizou José Joaquim.

Texto: Itamargarethe Corrêa Lima

Foto: Divulgação

Vereadores debaterão reforma política durante visita a Brasília

COMPARTILHE

BR

Na madrugada desta segunda-feira (23), uma comitiva formada pelos vereadores José Joaquim (PSDB), Antônio Isaias Pereira, o Pereirinha (PSL), Fábio Câmara (PMDB) e Pedro Lucas Fernandes (PTB), embarcou para Brasília com o objetivo de debater, com a diretoria da Associação Brasileira de Câmaras Municipais – ABRACAN – a reforma política.

A formação da Comissão e ida à capital federal ficou acertada durante jantar realizado na semana passada, na residência do presidente da Câmara Municipal, vereador Astro de Ogum (PMN).

Na pauta de reunião,  os parlamentares deverão debater a unificação do processo eleitoral, por exemplo, que permitirá aos vereadores que estejam no mandado ficar mais dois anos, já que às eleições em todas as esferas só aconteceria em 2018.

O financiamento de campanha e o fim das coligações também farão parte da pauta de reunião com a ABRACAN. “O Legislativo Ludovicense, em hipótese alguma,  poderá se furtar de um debate tão importante para o País. Por isso tivemos a preocupação de mandar representantes para fazer parte deste valoroso processo de mudança” – assegurou o presidente do Legislativo, vereador Astro de Ogum.

Texto: Itamargarethe Corrêa Lima

DIRETCOM/CMSL 

FOTOS: Divulgação

 

Othelino Neto recebe Título de Cidadão Pinheirense

COMPARTILHE

OTH

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu na manhã desta sexta-feira (20), no Plenário Arimatéa Nunes da Câmara Municipal de Pinheiro, Título de Cidadão Pinheirense. A homenagem é de autoria do vereador Leonardo Sá (PDT), que apresentou projeto de decreto legislativo n° 003/2013 aprovado pela Casa.

Na abertura dos trabalhos, após a execução do hino da cidade, Leonardo falou sobre a trajetória do deputado e fez referência à luta do seu avô Othelino Alves que, segundo seus relatos, teria sido brutalmente  assassinado em praça pública  pela postura oposicionista ao então governo, comandado pelo grupo Sarney na época da ditadura militar.

“Othelino traz na veia uma postura firme. Por causa da morte do avô decidiu se tornar grande, não por vaidade, mas por hombridade. Juntou do chão a bandeira caída e fez dela o seu estandarte. Hoje é um deputado, e defensor das injustiças, que atua fortemente na nossa terra e abraça as nossas lutas diárias.  E é por isso que com muito orgulho tornamos o deputado Othelino Neto cidadão legítimo desta cidade” – declarou.

No decorrer da solenidade, vários vereadores locais e de regiões próximas também prestaram homenagens a Othelino, elogiando seu posicionamento e a sua atuação na Assembleia Legislativa. Nos discursos, destacaram a realização de uma audiência pública que discutiu as deficiências dos serviços prestados pelas empresas de ferry-boat e a instalação da CPI dos combustíveis.

“Sinto-me honrado em participar dessa homenagem e por ter contribuído com o meu voto para esse momento. Desde que comecei a acompanhar o seu trabalho, despertou uma admiração.  Cito aqui, principalmente, a questão dos combustíveis e do ferry-boat. Assim como todos os demais, fico muito feliz porque a partir de hoje você é um legítimo cidadão Pinheirense”- ressaltou o 1°secretário da Mesa, vereador Augusto Vinicius.

Neste mesmo sentido, o vereador João Raimundo Moraes falou da admiração pelo parlamentar. “Sempre admirei as propostas de Othelino. Nele a gente vê uma grande figura política,  mas nunca deixando de lado a educação de berço. Seu sonho, do seu pai e do seu avô está virando realidade. O Maranhão está se libertando”, enfatizou.

Já o ex-vereador Pretinho Amorim, da cidade de presidente Sarney, disse que acredita na mudança prometida pelo deputado desde ainda na campanha eleitoral. “Só tenho a parabenizar e dizer que eu espero que o seu slogan de campanha continue no nosso dia a dia, porque nós acreditamos nessa mudança. Assim como você, sou Pinheirense de coração, mas você sem dúvida, tem exercido papel de Cidadão desta cidade”. Parabéns!.

O deputado Fernando Furtado (PCdoB), conterrâneo da cidade de Pinheiro, prestigiou a solenidade  e, na oportunidade, fez questão de demonstrar o seu apoio pelo reconhecimento dos vereadores ao trabalho de Othelino Neto. “Isso demonstra que a Câmara municipal de Pinheiro, independente de política, faz aquilo que o Maranhão espera; a redenção do nosso povo com o nosso governo. Essa festa de cidadania é um reconhecimento de um cidadão que não é filho de Pinheiro, mas que recebe o título pelo serviço prestado pela cidade. Por merecimento”,  afirmou.

Em seguida, o deputado Othelino Neto fez pronunciamento de agradecimento, reafirmando seu compromisso com a população da baixada.   “Fico muito feliz pelas homenagens de todos os vereadores de pinheiro e de outras cidades. Feliz em poder fortalecer a cada dia essa relação de afeto com a baixada maranhense, que precisa ser muito bem cuidada. Tenho esse compromisso de fazer do meu mandato um instrumento para melhorar a vida dos Pinheirenses e de toda a população da Baixada” – reiterou.

Por fim, Othelino anunciou  que o Hospital Geral de Pinheiro será inaugurado até o fim de abril. A mensagem, recebida com aplausos na Câmara, veio, segundo o deputado, do governador Flávio Dino (PCdoB).

OTH1 OTH2OTH3

TRAJETÓRIA

Othelino Neto deu os seus primeiros passos na política, ainda adolescente, como líder de grêmio estudantil. Na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) foi dirigente acadêmico do curso de jornalismo e também presidente do Diretório Central dos Estudantes,  despontando assim, como uma das novas lideranças políticas do Estado.

Aos 26 anos de idade Othelino assumiu a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, tornando – se um dos mais jovens secretários do país. Ele manteve – se no cargo durante sete anos, quando assumiu a Secretaria no governo de São  Luis.

Agora, Othelino Neto que também é economista e jornalista, está em seu segundo mandato como deputado estadual.  Para exercer no quadriênio 2011- 2014 o parlamentar obteve uma expressiva votação de quase 30 mil votos, e no atual mandato foi eleito com 30.196 votos. É 1° Vice-presidente da Assembleia Legislativa e atualmente exerce o cargo de presidente interino.

PROPOSIÇÕES MAIS IMPORTANTES

Entre as proposições apresentadas por Othelino Neto na Assembleia Legislativa, destacam-se: a instalação da CPI dos Combustíveis  para apurar aumentos abusivos de preços; Projeto de combate ao trabalho escravo no Maranhão; Projeto que insere assistentes sociais e psicólogos na rede estadual de ensino; Projeto que institui gratuidade para estudantes no transporte intermunicipal.

Othelino Neto também é o autor da lei, já sancionada, que isenta estudantes de pagamento da taxa de inscrição  no Paes. Outro projeto de lei, aprovado por unanimidade, é o que proíbe cobranças na taxa de matrícula para estudantes com deficiência.

O deputado também  foi o responsável pela realização de audiência pública para discutir a deficiência dos serviços  prestados pelas empresas que administram as viagens de ferry-boat.

PRESENÇAS

Além do homenageado e dos vereadores da cidade de Pinheiro,  também participaram do evento o deputado Fernando Furtado, o prefeito da cidade de Dom Pedro, Hernando Macedo (PCdoB); o ex – prefeito de Bequimão, Antônio Diniz  (PDT), o ex – prefeito do município de Presidente  Sarney, vereadores regionais entre outras autoridades.

BLOG do Vandoval Rodrigues

 

 

Vereadores reafirmam confiança e apoio no presidente Astro de Ogum

COMPARTILHE

AAAA1

Visando avaliar, juntamente com os seus pares, os dois meses e meio à frente do Legislativo Municipal, na noite desta terça-feira (17), o presidente da Câmara Municipal de São Luís – vereador Astro de Ogum – se reuniu com 25 dos 31 vereadores em um jantar na residência dele, no bairro do Olho D’Água.

Durante o encontro, os  vereadores reafirmam a confiança no trabalho e na disposição do presidente. Astro de Ogum explicou o cenário da Câmara e pediu compreensão, união e o apoio dos colegas que afirmaram está todos juntos em prol do Legislativo Municipal.

“Fico bastante lisonjeado em recebê-los, haja vista que a grande maioria atendeu o nosso chamado, que tem como objetivo dividir com cada um dos senhores, as decisões administrativas implementadas na casa” – ressaltou o presidente.

No encontro algumas deliberações foram tomadas, entre elas, a criação de comissões. A primeira, composta por cinco vereadores, irá a Brasília se reunir com a diretoria da Associação Brasileira de Câmaras Municipais – ABRACAN e terá como missão tratar assuntos de interesse do Legislativo Municipal na capital brasileira.

“Precisamos debater alguns temas pertinentes para a Câmara de São Luís,  incluindo, entre eles, a reforma política,  fixação de subsídios dos vereadores, limite de gastos com despesas de pessoal, vedação ao pagamento de verba de representação, base de cálculo para o repasse das câmaras, ausência de movimentação bancária nos pagamentos das câmaras, processos licitatórios, e outros assuntos relativos às prestações de contas”, informou Astro de Ogum.

Para tratar das vedações apresentadas durante o seminário promovido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), no último dia 12, sobre práticas de gestão, uma comissão formada por 11 vereadores irá visitar o presidente do TCE, conselheiro Jorge Pavão, ainda está semana.

“Estamos preocupados com as informações que nos foram repassadas durante o seminário. Precisamos entender, por exemplo, qual o dispositivo legal faz com que o TCE vede o recebimento de 13º salário e verba indenizatória para as Câmaras Municipais, mas, em contra partida, os demais poderes legislativos, tanto na esfera estadual quanto federal, possam usufruir de tal benefício, já que a função de legislar é a mesma. Isso não fere o Princípio Constitucional da Isonomia?”, questionou o presidente.

Outras duas comissões também deverão ser criadas, uma para tratar sobre o novo Regimento Interno da Casa, que precisa se adequar a nova realidade da CM, hoje formada por 31 vereadores. A outra comissão será para tratar sobre o Projeto de Lei 230/2012, de autoria do presidente, que cria 400 placas de táxi em São Luís. A preparação para o lançamento do portal da Câmara e o ponta pé para a construção da nova sede, que acontecerá no próximo dia 24, também foram abordados.

“Este é um momento ímpar que estamos vivenciando. Essa forma compartilhada de administrar, inédita, permite com que possamos participar, de forma ativa, da administração daquela Casa”, afirmou o vereador Basileu.

Pensamento esse ratificado pelo vereador Honorato Fernandes. “É importante que façamos a avaliação dos dois meses de gestão, independente da cor das bandeiras partidárias. Todos nos precisamos, verdadeiramente, deixar nossa parcela de contribuição neste novo momento que a Câmara Municipal de São Luís está vivenciando”, finalizou Honorato.

Participaram do jantar os vereadores Pavão Filho, Pedro Lucas Fernandes, Ricardo Diniz, Basileu, Rose Sales, Josué Pinheiro, Barbosa Lages, Edmilson Jansem, Marquinhos, Estevão Aragão, Fábio Câmara, Pereirinha, José Joaquim, Osmar Filho, Ivaldo Rodrigues, Sebastião Albuquerque, Manoel Rego, Nato, Honorato, Luciana Mendes, Edimar, Chaguinha, Beto Castro. Estiveram ausentes os vereadores professor Lisboa, Barbara Soeiro, Gutemberg, Francisco Carvalho, Paulo Luiz e Roberto Rocha Júnior.

Clima esquenta na câmara municipal de São Luís

COMPARTILHE

ivd

O clima esquentou hoje na sessão do plenário da câmara municipal de São Luís, entre os vereadores Ivaldo Rodrigues (PDT) e Luciana Mendes (PTdoB). O motivo foi um requerimento feito pela vereadora Luciana, que pede ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), viabilize estudo de adequação na área do terminal de transporte urbano do Anel Viário, sem a retirada injustificada dos vendedores ambulantes, que segundo a vereadora, exercem suas atividades legalmente com permissão do poder municipal. Até ai tudo bem.

Mas quando a vereadora Luciana Mendes culpa o prefeito pela desorganização em vários pontos da ilha, onde os vendedores ambulantes tomam conta da cidade e ainda se diz a favor de barracas em todo canto da cidade, a resposta veio de imediato. O vereador e vice-líder do governo na câmara, Ivaldo Rodrigues, rebateu as acusações de Luciana e disse ser contra qualquer desordem que venha denegrir a beleza estética de São Luís.

“Sou contra barracas sem padronização em qualquer lugar de São Luís. Não dar pra aceitar que em uma praia tão linda quanto à litorânea, tenha virado um camelódromo a céu aberto. Essa retirada desses vendedores ambulantes é ordem ajuizada pelo Ministério Público do Maranhão e não pelo prefeito. Todo mundo respeita o Ministério Público, só os camelôs que não vão respeitar? Se for para padronizar eu sou a favor da permanência. Essa história de regularização, só existe na cabeça do presidente da categoria”- finalizou Ivaldo.

Após o debate, o vereador Ivaldo Rodrigues pediu vista do requerimento por 72 horas. Mesmo afônico, o vereador pedetista pediu a palavra mas foi interrompido várias vezes por Luciana, que só parou quando Ivaldo bateu na mesa e disse que se não tivesse o direito da fala, desligaria o microfone e deixaria ela falar a vontade. Falando apenas três minutos, o vice- líder mostrou porque está vereador há três mandatos.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free