casa » POLÍTICA (página 80)

POLÍTICA

Assalto à mão armada em hotéis do Maranhão

COMPARTILHE

Os donos de hotéis no Maranhão estão achando que os turistas estão defecando grana três vezes por dia. As diárias no estado estão mais caras que na zona sul do Rio de Janeiro. Por esses e outros motivos, o turismo do Maranhão é uma lástima. O Procon concluiu pesquisa de preço nos hotéis das principais cidades turísticas do Maranhão. Foram listados os valores cobrados por diárias de quartos duplos e triplos em São Luís, Alcântara, Barreirinhas e Carolina. O objetivo da pesquisa é informar aos consumidores sobre a variação de preço e garantir que a escolha da estadia seja feita de forma consciente, bem como incentivar o turismo local.

Em Barreirinhas, cidade que dá acesso aos Lençóis Maranhenses, a variação de preço chega a ultrapassar os 300%. O índice de variação é o maior do estado. Por lá, o valor médio da diária custa R$ 210,25 para duas pessoas e R$ 296,29 para três. O valor é superior ao preço médio de São Luís, que é de R$ 210,75 e R$ 257, respectivamente, com variação de 71%.

A menor variação apresentada na pesquisa é na cidade de Carolina, no sul do Maranhão. O preço médio, para casal, é R$ 165, com variação de 20%. Para três, a média é R$ 220, apresentando 31,57% de variação.

Com o menor média de preço, Alcântara é a cidade mais barata para se hospedar entre os destinos pesquisados. Para um casal, a média do valor cobrado por uma noite é R$ 127,50, enquanto para três pessoas, a média é R$ 200.

De acordo com o diretor geral do Procon, Duarte Júnior, o valor das diárias não é tabelado, sendo, por isso, comum a variação de preços. “É comum, especialmente no período das férias, quando a procura é maior, que haja a variação e até aumento dos preços nos hotéis e demais serviços de turismo. Por isso mesmo, é importante apresentar os valores para os consumidores, para que eles possam planejar sua viagem de forma consciente, além de nos permitir uma análise criteriosa dos valores para fins de configuração ou não de abusividade nas cobranças”, disse

Os valores constados na pesquisa dizem respeito à alta temporada, a exemplo das férias e de feriados prolongados. A tabela está disponível nas redes sociais do Procon e no portal do consumidor. Acesse o site do Procon.

 

 

Investimento reduz impactos de crises

COMPARTILHE

Reduzir falhas para aumentar a produtividade é uma postura que as empresas, principalmente do setor industrial, precisam adotar para conseguir resistir a turbulências econômicas como a atual crise por que passa o Brasil. Segundo Paulo Victor Fleming, Ph.D em Tecnologia Industrial pela Universidade de Bradford (Inglaterra) e mestre em Engenharia Nuclear, trata-se de algo fundamental em qualquer época, independentemente de crises, uma vez que implica em redução de custos.

Algumas empresas não sentem todas as consequências da crise de forma intensa porque tiveram visão de futuro, pensaram na frente e souberam alocar seus recursos financeiros e de pessoal, ao passo que optaram pela análise de falhas e investiram em manutenção. Hoje, essas organizações vivem um momento muito mais estável do que outras e não estão contribuindo para um estado crítico maior de desemprego na sociedade.

“Menos falhas implicam em menos custos e o lucro pode ser empregado em outras áreas, melhorando, dessa maneira, a produtividade. As empresas que agem dessa maneira estão mais propensas a se soerguerem mais rapidamente em momentos de instabilidade econômica, e isto independentemente de ser uma grande organização ou uma microempresa. Essa postura, nós podemos adotar inclusive dentro da nossa própria casa”, afirma Fleming, professor titular da Universidade Salvador (BA) e que, recentemente, esteve em São Luís para ministrar módulo de MBA com a disciplina “Confiabilidade Aplicada à Manutenção” na Escola de Negócios Excellence (ENE).

FALHAS – Fleming conduziu turma formada por técnicos, engenheiros, administradores e profissionais de importantes empresas, como Alumar, Vale e Coca-Cola. Ele disse que, na verdade, a maioria das empresas brasileiras diz-se preocupada com a crise, mas não sabe como fazer para vencê-la. “Isto porque não se planejam e não calculam quanto custa as suas falhas. Geralmente, essas empresas se preocupam mais com situações catastróficas, quando isto deveria ser uma atitude de praxe”, considerou.

Paulo Victor tem vasta experiência em treinamentos e assessoramentos para implantação de projetos em Análise da Confiabilidade, Disponibilidade, Manutenção Centrada em Confiabilidade e em emprego de técnicas de Árvore de Falhas em inúmeras empresas das áreas Química, Petroquímica, Distribuição de Energia, Distribuição de Água, Fertilizantes, Mineração, Siderurgia e Plásticos.

 

Pra crise financeira tem solução!

COMPARTILHE

Em momentos de crise, como o atual, tem se tornado uma prática nas instituições com mais arcabouço o enxugamento de linhas de financiamento, redução de prazos e elevação das taxas de juros. Este ano, por exemplo, enquanto o crédito no mercado tradicional deve crescer ao redor de 11%, segundo previsão do Banco Central, as cooperativas almejam expandir em 20% suas operações.

“A verdade é que,desde 2008, quando explodiu a crise do subprime nos Estados Unidos, as cooperativas vêm mostrando performances melhores que os bancos”, analisa o médico Cícero Evandro Soares, da Unicred/São Luís, cooperativa voltada para profissionais da área da saúde.

As cooperativas estão se aproveitando da crise econômica para emprestar mais e a um custo bem abaixo do dos bancos.No ano passado, segundo dados do Portal Cooperativismo Financeiroo conjunto de 1.139 cooperativas financeiras brasileiras com suas respectivas centrais, confederações e bancos, registrou crescimento de 22% no volume de ativos, atingindo R$ 202 bilhões.Elas ocuparam o sexto lugar em um levantamento em que aparecem Banco do Brasil, Itaú, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Santander, HSBC, Safra, Citibank e Banrisul.

O Sistema Financeiro Nacional (SFN), com R$ 7,470 trilhões em ativos, cresceu 14% na mesma base de comparação. De dezembro de 2008 a junho de 2014, enquanto o total de ativos dos bancos foi ampliado em 11%, o do Sistema Nacional das Cooperativas de Crédito (SNCC) cresceu 23%. As operações de crédito dos bancos expandiram-se à razão de 11%, enquanto as das cooperativas elevaram suas operações em 22%.

O destaque fica por conta dos depósitos. Nos bancos, eles cresceram 3% de dezembro de 2008 a junho do ano passado e nas cooperativas, 26%. O lucro líquido ou sobras cresceram 13% e 21% nos bancos e nas cooperativas, respectivamente. “Nós temos liquidez e este é o diferencial deste momento”, frisa Cícero Evandro, acrescentando que o volume de ativos da Unicred nacional é de R$ 7,5 bilhões, sendo que deste montante, R$ 4,5 bilhões estão emprestados para seus associados.

Isto ocorre porque, ao contrário dos bancos, a doutrina das cooperativas não visa ao lucro. Não está baseada no capital. Enquanto a média de juros cobrada sobre o crédito pessoal nas cooperativas é de 2,07%, nos bancos é de 6,10%, segundo levantamento do Procon de São Paulo. Sobre o cheque especial, a média de juro dos bancos é de 11% ao mês e nas cooperativas, de 4% a 7%. Para cartão de crédito, enquanto o mercado cobra algo em torno de 14%, as taxas das cooperativas são de 7,5%.

As cooperativas, na verdade, são uma opção de crédito barato aos bancos. A expansão do crédito nas cooperativas acima dos bancos é uma tendência. Há muito espaço para o crescimento porque no Brasil as cooperativas respondem por apenas 2,90% do total de R$ 3,087 trilhões emprestados, enquanto em alguns países da Europa, por exemplo, chega a 50% do sistema financeiro nacional.

 

 

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

“Juntos para reconstruir a identidade de Alcântara”

COMPARTILHE

Faltando pouco mais de 14 meses para definir o novo prefeito de Alcântara, a oposição começa trabalhar pesado e traça planos para buscar uma vitória em outubro de 2016. No último domingo (19), o grupo oposicionista, liderado pelo pré-candidato a prefeito de Alcântara, Anderson (PCdoB), reuniu lideranças para juntar aliados e fortalecer a aliança.

R1 R2

Além das fortes lideranças do município, estiveram presentes no encontro, o jovem Ricardo Castro (PMN), os vereadores da oposição, Biné Barbosa (PDT), Ribinha (PTB), Pedro Sacuri (DEM) e os convidados José Amorim (PCdoB), Tivico (PRB) e o Sargento Leitão.

Durante o encontro, Anderson Wilker falou da importância de ter outros partidos para fortalecer o grupo, principalmente na composição da chapa. Convicto de que o povo será o grande aliado, o pré-candidato Comunista, sabe da responsabilidade que brigar pelo povo de Alcântara.

R4 R5

No decorrer da reunião, ouve um debate, em busca de metas e planos, para que a oposição fique mais forte ainda para 2016. O pré-candidato Anderson (PCdoB), será o único apoiado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) e pelo deputado estadual Othelino Neto (PCdoB).

R1 R6

Após a reunião, o jovem Ricardo Castro (Presidente municipal do PMN) falou da importância do encontro. “Precisamos juntar as forças e unir a maior quantidade de lideranças, para que possamos juntos tirarmos o município de Alcântara desse caos que se encontra”, disse Ricardo, que é pré-candidato a vereador em 2016 pelo PMN.

 

 

Recesso nem pensar!

COMPARTILHE

Pra quem imaginou que todos os vereadores iriam ficar de recesso da Câmara Municipal de São Luís, se enganou. A comissão de recesso da Câmara é presidida pelo vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), além dos membros Astro de Ogum (PR), Francisco Carvalho (PSL), Professor Lisboa (PCdoB) e como suplente o vereador Armando Costa (PSDC). Como presidente da comissão, o vereador Ivaldo Rodrigues começou a semana com agenda cheia. Logo cedo o pedetista despachou na Câmara Municipal, onde atendeu uma demanda muito grande.

WP_20150720_09_20_33_Pro WP_20150720_09_27_43_Pro

Após o meio dia, Ivaldo se dirigiu até o bairro Renascença, onde concedeu entrevista ao programa “Agora Maranhão”, da TV Meio Norte, Canal 28.1, apresentado pelo jornalista Heider Lucena. A entrevista teve duração de dez minutos e foi baseada na aprovação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e também sobre o recesso da casa legislativa ludovicense.

WP_20150720_09_16_57_Pro WP_20150720_09_42_37_Pro

O recesso acabará dia 2/08 e até lá todos os membros da comissão vão dar plantão na Câmara Municipal em sistema de rodízio. Como são três dias na semana, é provável que o vereador Ivaldo Rodrigues esteja de plantão todas as segundas feiras. As sessões voltarão ao normal a partir do dia 3/08 e logo de cara, está prevista a votação do regimento interno da Câmara.

WP_20150720_10_19_27_Pro WP_20150720_11_30_55_Pro

Mesmo de recesso, Ivaldo Rodrigues tem aproveitado o tempo para visitar comunidades e ao mesmo tempo acompanha as obras que estão sendo feitas na capital maranhense. O certo mesmo, é que para quem gosta de trabalhar, um ano é muito curto e deveria ter no mínimo 500 dias.

WP_20150720_13_28_50_Pro WP_20150720_13_29_05_Pro

Edivaldo é ovacionado na Vila Palmeira

COMPARTILHE

Evidenciando o porquê de ser considerado na atualidade um dos políticos de maior expressão na capital maranhense, no final da tarde desta sexta-feira (17), o presidente da Câmara Municipal de São Luís – vereador Astro de Ogum mobilizou dezenas de lideranças para recepcionar o prefeito de São Luís – Edvaldo Holanda Júnior (PTC) na área da Vila Palmeira.

A recepção calorosa ocorreu na Praça do Cema Detran. Ao lado do vereador, o prefeito foi recepcionado por centenas de lideranças e moradores ao fazer o anúncio de mais uma etapa do Programa Mais Asfalto. Várias ruas no bairro, que foi incluído na operação atendendo pleito do parlamentar, serão asfaltadas.

Em rápidas palavras, o prefeito destacou que o recapeamento asfáltico era uma das ações mais demandadas pela população do bairro. “Atendendo uma solicitação do vereador Astro de Ogum, é com muita satisfação que hoje estamos aqui para atender um anseio dos moradores da área, ou seja, o recapeamento asfáltico”, anunciou o prefeito, cumprindo assim um compromisso firmado com a comunidade que há tempos reivindicava melhorias na infraestrutura urbana.

Já o vereador, em um rápido pronunciamento, evidenciou aos presentes o enorme carinho que sempre dispensou ao bairro, haja vista ser morador da área. Ele aproveitou o ensejo, também, para agradecer as inúmeras intervenções que vem sendo feita no bairro pelo Executivo, há exemplo da reforma na feira da Vila Palmeira, já autorizada pelo prefeito e já em fase de execução.

“A nossa meta é avançar mais e mais, buscando sempre trazer serviços importantes para a comunidade, há exemplo da reforma da feira, do recapeamento asfáltico e da inauguração da creche Irmã Dulce, que acontecerá agora no mês de outubro. Por isso, de público, aproveito a oportunidade para agradecer o trabalho que o prefeito vem realizando em prol do povo de São Luís”, pontuou o vereador.

O programa “Mais Asfalto” irá contemplar as principais ruas do bairro. A ação vai ainda corrigir problemas de buracos, fissuras e deformações existentes nessas vias, além de realizar tratamento de drenagem superficial (sarjetas, meios-fios e calçadas).

As ações do programa “Mais Asfalto” vão requalificar cerca de 120 quilômetros de vias urbanas na capital maranhense. O programa já beneficiou e ainda irá beneficiar outros bairros da cidade, como Vila Embratel, Cohab, Anjo da Guarda, São Raimundo, Vila Bacanga, Vila Isabel, Vila Ariri, Vila São Luís, Vilas Mauro Fecury I e II, Alto da Esperança, João de Deus, Vila Nova República, Coroadinho e Vila Luizão, totalizando 17 bairros.

Câmara esquenta o clima durante sessão

COMPARTILHE

D1

O que ninguém esperava na sessão desta quarta feira (15), era que o clima fosse esquentar. Durante a sessão presidida pelo vereador Astro de Ogum (PR), os ânimos se alteraram, mas foram contornados momentaneamente pelo presidente. Na discursão, os vereadores Francisco Chaguinhas (PSB) e Beto Castro (PROS), trocaram acusações. Chaguinhas, que é letrado, discursou em parábolas e Beto Castro não conseguia assimilar nada. Mais uma vez, Astro contornou a situação.

Minutos depois houve outro embate, entre o vereador e líder do governo, Osmar Filho (PSB), contra a progressista Rose Sales. A discursão foi forte, mas Astro de Ogum conseguiu acalmar os parlamentares. Enquanto isso, o vereador Marquinhos (PRB), considerado polêmico, procurava um corajoso pra também formar outra zuada, mas ninguém topou o desafio.

Quando todo mundo achava que nada mais aconteceria no plenário da câmara, veio o vereador Roberto Rocha Junior (PSB) e disparou para cima de Rose Sales (PP). A progressista que não guarda almoço pra janta, revidou ao filho do senador, mas o “Astro Protetor”, mais ma vez entrou em ação. O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) também se assanhou, mas o tempo já estava esgotado.

Durante o bate-boca de Rose Sales e R.R.J, eis que o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), o rei das frases famosas, solta mais uma daquelas.

“A vereadora Rose Sales se comporta como uma HIENA no plenário da câmara” – disparou o Pedetista.

Fábio Câmara, que ultimamente tem tomado seus chás de capim limão e camomila, estava tranquilo, até parecia que nada estava acontecendo no plenário. No final da sessão, já com muita fome, Câmara tentou se exaltar, mas o Árbitro Astro de Ogum terminou a partida. A sessão que começou por volta das 10:30h e terminou as 15h, teve a bela condução do presidente Astro. Mesmo com tantas paralisações, a pauta foi votada, inclusive a LDO, que direciona a LOA 2016.No final da batalha, todos saíram satisfeitos.

 

Zé Inácio: “O papagaio de pirata” da política

COMPARTILHE

ZZ1

Nunca ouvi dizer que alguém se aproveitou da sombra de uma onça e bebeu água fria. Mas quando o assunto é se dar bem, os famosos “Papagaios de Pirata” fazem qualquer coisa para aparecerem. Foi o que aconteceu com o deputado estadual, Zé Inácio (PT), que sempre quis se dar bem em tudo. Como uma bactéria, o petista aproveitou que o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Mário Macieira, tem uma boa relação com o governador Flávio Dino, e foi o escolhido para negociar com os índios, o ex-superintendente do Incra aproveitou para publicizar que ele como presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, havia negociado com os indígenas.

 Deu-se mal na história; já que nada até agora não foi cumprido. Com isso, o petista que nunca teve “Palavra” perdeu ainda mais a credibilidade. É bom lembrar, que o remédio que cura é o mesmo que mata no Maranhão. Na época superintendente do Incra, Zé Inácio deixou famílias com fome no Maranhão.

O pior é que no mesmo dia em que os índios manifestaram sua indignação com o governo e os deputados, Zé Inácio ocupou a tribuna da Casa para falar sobre o acordo celebrado entre indígenas e Governo. E querendo puxar o S… de Flávio Dino, onde fez campanha contra em 2014, acabou se ferrando. “O mau do esperto é achar que todo mundo é burro”.

 

Deputado Wellington se reúne com radialistas

COMPARTILHE

Radio

Sempre em defesa da valorização dos profissionais da Comunicação, o deputado Wellington do Curso (PPS) esteve reunido, na tarde desta segunda-feira (13), com membros do Sindicato dos Radialistas do Maranhão (SINRAD), presidido pelo radialista José Santos. Na oportunidade, a categoria apresentou as principais reivindicações dos radialistas e pediu o apoio do parlamentar na defesa dos direitos da classe.

“O rádio é, incontestavelmente, o veículo mais eficaz e imediato em se tratando de informar. Em função disso, é de extrema importância que valorizemos os radialistas para que esses profissionais sintam-se estimulados a se aprimorarem cada vez mais”, disse o parlamentar, que já apresentou proposições em defesa dos radialistas.

Ao final do encontro, ficou marcada uma Audiência Pública, idealizada pelo deputado Wellington, para o dia 21 de agosto que discutirá os direitos trabalhistas da classe, entre eles o piso salarial, a obrigatoriedade do registro DRT, o melhoramento da estrutura do Sindicato, a organização da classe patronal, determinação do uso da voz em propagandas publicitárias ou de rádio, sindicalização permanente que visa conversar com os trabalhadores para que se sintam representados, entre outros.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free