casa » ESPORTE (página 8)

ESPORTE

“No Sampaio é proibido perder para o Moto Club”, disse Petkovic ao Jornal Extra do RJ

COMPARTILHE

O Sérvio Petkovic, agora ex-treinador do Sampaio, abriu o verbo ao Jornal Extra do Rio de Janeiro e falou de sua saída do tricolor maranhense. Durante a entrevista o Sérvio se mostrou satisfeito com o trabalho feito na Bolívia, mas foi categórico em falar da força que tem o Superclássico maranhense.

“Fiquei lá 70 dias. Simplesmente, o trabalho foi mostrado e elogiado. O time estava jogando bem melhor, tivemos bons jogos. Até a semana passada, tínhamos aproveitamento de 80%. Aí, você perde dois jogos seguidos, cai para 60 e pouco, perde um Estadual, leva um pênalti e um gol de bola parada, e é eliminado. Conseguimos fazer muita coisa. Não tem nem médico no clube. O presidente me demitiu, me elogiando: “Mas perdemos o Estadual”, ele disse. Dentro da paixão, não se pode perder o Estadual. Não saí chateado, pois sabia que isso ia acontecer. Lá, não se pode perder para o Moto Club. A rivalidade é muito grande” – disse Petkovic ao Extra.

Ao chegar ao Sampaio no dia de sua apresentação, Petkovic não ficou muito satisfeito com a estrutura apresentada pelo presidente Sérgio Frota, mas não reclamou de nada, mas pela cara que fez, mostrou sua insatisfação. O vídeo no LINK mostra tudo. CLIQUI AQUÍ.

JORNAL EXTRA RJ

Alunos da Escolinha de Futebol de Bequimão assistem Sampaio x Vasco no Castelão

COMPARTILHE

Os alunos da Escolinha Resgatando o Futebol de Bequimão, que obtiveram as melhores notas em suas respectivas escolas e bom desempenho na Escolinha, ganharam um passeio à capital maranhense e ingressos para assistir ao jogo do Sampaio contra o Vasco no Castelão, na abertura do campeonato Brasileiro Série B. As despesas foram todas custeadas pela Prefeitura Municipal de Bequimão, com todo apoio do prefeito Zé Martins ao desenvolvimento do esporte no município.

B2 B13

Coordenados pelo professor da Escolinha, Junior Lopes, os alunos Samir Manoel Ribeiro Pereira, João Gabriel Damasceno Ferreira e Carlos Eduardo Rodrigues Cantanhede tiveram a oportunidade de conhecer a Avenida  Litorânea e tomar banho de mar.

Após o passeio, eles seguiram ao estádio Castelão, palco conhecido pelos garotos apenas pela televisão. Os alunos da Escolinha ficaram encantados com tanta gente no Gigante do Outeiro da Cruz, que fez um barulho ensurdecedor. A partida reuniu, aproximadamente, 40 mil torcedores.

Os três alunos são torcedores do Sampaio. A derrota do time do coração por 4×0 pouco influenciou na felicidade dos estudantes, que será inesquecível.

B10 B4

Outro convidado especial, patrocinado pelo prefeito Zé Martins, acompanhou a rapaziada da Escolinha: o vascaíno Totó Gia, um dos mais apaixonados torcedores do Vasco, em Bequimão, que pela primeira vez viu de perto seu time jogar.

No final da partida, o estudante e torcedor da Bolívia, Samir Manoel Ribeiro Pereira, comentou sua satisfação em poder participar do passeio. “Achei o passeio ótimo e abençoado. Foi bom cada momento com todos, e que isso possa se repetir várias vezes, para que outros alunos tenham a mesma oportunidade. Pena que o Sampaio não foi o vencedor no Castelão”, declarou o jovem.

Para o coordenador do projeto, professor Júnior Lopes, a iniciativa tem uma grande importância no resgate do Futebol, em Bequimão, promovido pela atual administração municipal. “Esses alunos foram escolhidos por causa  do rendimento escolar e após serem verificadas as notas de cada um. O prefeito Zé Martins deu total apoio. Isso vai servir como termômetro para outros alunos, incentivando-os a estudar ainda mais”, destacou o diretor de esportes.

Paixão de Torcedor não se discute…

COMPARTILHE

Uma discussão tola toma conta das mídias toda vez que o grande clube nacional vem ao Maranhão para uma partida de futebol. Foi assim, ontem, mais uma vez quando da realização da partida entre Sampaio e Vasco pelo Campeonato Brasileiro Série B.

“Torcedores do Sampaio” chegaram a usar uma faixa onde apontava para a torcida do Vasco com a frase: “Vergonha do Nordeste”. Não pode um maranhense torcer por outro time, senão o Sampaio? Acho essa discussão boba demais. Já disse aqui que ninguém é obrigado a torcer por um time do Maranhão somente porque mora aqui. Onde está escrito isso?

O torcedor em minha opinião é livre. Ele pode torcer para Sampaio, Vasco, Moto, Flamengo ou para o clube que quiser. Deve ir ao estádio, torcer pelo seu clube e respeitar o direito dos outros torcedores.

Ontem, o torcedor do Sampaio reclamava da quantidade de “maranhenses” ou não, mas todos brasileiros que torciam pelo Vasco, mas assistia a tudo passivamente. Ora, reclamem, mas incentivem o Sampaio também e procurem abafar a torcida adversária. Os “torcedores vascaínos” gritavam e incentivavam o time Carioca. Mas vamos começar por aqui. Esses mesmo que reclamavam porque estavam sentados tranquilos e não gritavam o nome do Sampaio?

A lição que tiro de ontem é outra. Como é que uns 10 mil Vascaínos conseguiram abafar o grito de quase 30 mil torcedores do Sampaio? Isto sim é que precisa ser analisado. Não pode o torcedor do Sampaio em grande maioria do estádio não incentivar o seu próprio time. Além disso, o mesmo torcedor que reclama a “invasão de torcedores do Vasco” é o mesmo que só vai ao estádio nos grandes jogos e mesmo assim se comportam como se estivessem em um teatro.

Por exemplo, não vi esse torcedor do Sampaio que tanto reclama encher o Castelão na Copa do Brasil contra Inter de Lajes e Figueirense. Pelo contrário, o público foi decepcionante. Esse mesmo torcedor do Sampaio que reclama é o mesmo que não apoia o time nesta temporada. Mesmo no Campeonato Maranhense perde para o Moto em média de público nos estádios.

Que essa discussão tola não vá adiante e que os torcedores do Sampaio comecem a se preocupar em ajudar o seu próprio time lotando o Castelão sem se preocupar com quem vai torcer para os outros. Que o torcedor do Sampaio faça a sua parte, pois o time está precisando e muito. Que continue lotando o estádio como fez ontem e que jogue com o time porque ontem não jogou.

Texto: Zeca Soares

 

Flávio Dino em maré de azar vai ao Castelão e Sampaio é humilhado pelo Vasco

COMPARTILHE

Que Flávio Dino (PCdoB) é pé frio, todo mundo sabe. Agora ser agourento 24h por dia, sete dias por semana, trinta dias por mês e 365 dias por ano, só neste sábado (14) foi detectado no Castelão. De carona no Castelão, o governador apenas contribuiu com a lanterna da Bolívia. Pra tudo que o comunista torce não funciona. O primeiro teste foi fazer campanha para o adversário de Sarney no Amapá e perdeu. De volta ao Maranhão Dino começou sua saga de torcedor e perdeu todas.

A primeira lapada forte aconteceu nas eleições da OAB-MA quando o candidato que Flávio Dino torcia perdeu de goleada. Depois veio a luta incessante contra o golpe, e Dilma foi goleada na Câmara Federal impiedosamente pela oposição.

Logo em seguida veio a votação no Senado e Flávio Dino torcia dia e noite por Dilma e mais uma vez a presidenta da República foi massacrada. Na mesma semana Dino torcia para Waldir Maranhão derrubar a sessão que decretou o Impeachment, e mais uma vez não deu certo e outra derrota foi decretada.

Após não aguentar perder pra tudo e pra todos, Flávio Dino resolveu esfriar a lata e foi até o castelão assistir ao jogo do Sampaio. E sabe o que aconteceu? O Sampaio foi goleado pelo Vasco por 4×0, na maior goleada da rodada. Com isso, Edivaldo Holanda Jr, já não quer que Dino torça pela sua reeleição à prefeitura da capital. E para completar a dose, FD ainda foi vaiado no Castelão.

Vai ser azarento assim, nas Cafundocas dos Judas!

 

Prefeito Zé Martins entrega material esportivo para atletas de Escolinha de Futebol

COMPARTILHE

O prefeito Zé Martins entregou no último sábado (30), coletes para treinamentos de 80 atletas mirins e juvenis da Escolinha Reconstruindo o Futebol de Bequimão, coordenada pelo professor Júnior Lopes. A entrega aconteceu no Estádio Vivaldão.

A escolinha é um projeto da Prefeitura Municipal de Bequimão iniciado em 2013. Além de aprenderem táticas, posicionamentos, leitura de jogo e comportamento futebolístico, as crianças e jovens participam de palestras que têm o propósito de formação cidadã. Uma das exigências para permanência no projeto é tirar notas boas na escola. O boletim de cada aluno é acompanhado, constantemente, pela coordenação da Escolinha de Futebol.

B1 B4

As aulas ou treinamentos acontecem todos os sábados, no Estádio Vivaldão, no período matutino. Neste ano, o aluno que obtiver melhor nota ganhará ingresso para assistir jogos do Sampaio no Castelão, em São Luís, pelo Brasileiro Série B.

“A prática do futebol será sempre aliada a momentos educativos, com palestras sobre sexo, drogas, violência, entre outros assuntos. A cada três meses, a coordenação do projeto passa pelas escolas, levantando o desempenho dos estudantes que estão no projeto. Fazemos isso com ajuda dos pais e dos professores, que são grandes parceiros”, destacou o coordenador, Júnior Lopes.

B8 B9

Para o prefeito Zé Martins, o incetivo ao esporte garante que crianças e jovens do município tenham mais acesso a lazer e a um crescimento saudável. “Sabemos que o esporte e a cultura têm sido grandes aliados no combate ao uso de drogas e à violência, problemas que têm atingido muito nosso país. Estamos criando esses espaços para que a juventude de Bequimão tenha espaços de socialização e cidadania. Quem sabe, junto a isso, a gente ainda consiga encontrar talentos que nos deem alegrias no futebol”, frisou Zé Martins.

B12 B14

Também participou da entrega dos coletes o secretário municipal de Esporte e Juventude, Kell Pereira. Pais, mães e alunos da Escolinha de Futebol se confraternizaram, ao final, em um lanche oferecido pela Prefeitura de Bequimão.

Zagueiro Luís Fernando está de volta ao Moto Club de São Luís

COMPARTILHE

Por João Ricardo/GE

O zagueiro Luís Fernando está de volta ao Moto Club. O contrato foi assinado na noite dessa quinta-feira, na sede administrativa do clube, no Palácio dos Esportes. O jogador estava no Anapolina-GO e é o primeiro reforço para a Série D do Campeonato Brasileiro, que começa no dia 12 de junho.

O atleta estava no Anapolina e jogou as 14 partidas pelo time, que não escapou do rebaixamento com seus 11 pontos. Contudo, a imagem que o torcedor motense tem do atleta é diferente de um jogador vindo de uma equipe rebaixada. Aplaudido pela torcida, Luís Fernando sabe que seu retorno, agora mais experiente, será cercado de maior cobrança.

“Estou voltando ao Moto com uma grande responsabilidade, pois sei a expectativa do torcedor. Muitos estavam me perguntando pelas redes sociais quando eu voltaria. Graças a Deus deu tudo certo. Espero continuar fazendo minha parte agora com esse bom time, que já conseguiu o título do primeiro turno e tenho certeza que vai conseguir o do segundo também” – disse o jogador.

O Além de Luís Fernando, a diretoria resolveu não fazer mistérios sobre alguns nomes conhecidos do torcedor. O presidente do Moto, Hans Nina, revelou que jogadores que estão no Campeonato Maranhense devem receber propostas como Helton e Gileard, do MAC, e Ulisses, do Cordino.

“Já começamos a negociar a renovação de contrato com os jogadores que estão no time. Depois, vamos partir para contratar destaques do Estadual de outras equipes. No terceiro momento, vamos contratar jogadores que já estamos sondando que virão de outros estados” – disse o presidente motense Hans Nina.

Entre os revelados pelo presidente, o atacante Gileard deve ser o mais difícil neste momento por estar envolvido em uma negociação com o Anderlecht, da Bélgica.

Ainda no pensamento para à Série D do Brasileiro, o Moto também confirmou o nome do atual treinador para disputar nacional. A confirmação foi feita pelo diretor de futebol do clube, Waldermir Rosa (o Dadá).

“O técnico Ruy Scarpino já veio para o Moto sabendo de um projeto que vai da briga pelo título do Campeonato Maranhense e de umas das quatro vagas para a série C. A sua permanecia já está certa tanto que já começamos o planejamento para Série D” – afirmou.

Enquanto isso, o Moto joga a semifinal do segundo turno do Campeonato Maranhense, sendo o primeiro jogo contra o Corindo, às 16h deste sábado, no Leandrão, em Barra do Corda.

 

Edmílson Jansen participa de abertura da 4ª edição da Copa Gospel na Vila Embratel

COMPARTILHE

Foi realizada no último domingo dia 10, a abertura oficial da II Copa Gospel de Futebol Society no Estádio São Pedro, o “Piçarrinha da Vila Embratel”, área Itaqui Bacanga.

A competição conta com a participação de 12 times ligados as igrejas evangélicas e católicas, divididos em duas chaves, que irão se enfrentar até junho deste ano, quando a Copa será encerrada. Terá premiação do 1º ao 2º lugar. Na solenidade de abertura, participaram o vereador Edmilson Jansen (PTC), o assessor Direto Daniel Ferreira, o assessor de base, Mário Jorge “Pelé” da Vila Bacanga, seu Pedro dirigente do Piçarrinha, e o organizador da competição, Rodrigo Sousa Mendes, o “Garotinho de Ouro”.

 O vereador Edmílson Jansen, agradeceu o convite feito pela comissão organizadora, por mais uma vez está presente em um evento esportivo comunitário. “Para mim é muito gratificante poder mais uma vez participar de um evento esportivo como este, principalmente aqui na Vila Embratel, onde eu me identifico com esta comunidade. Jamais deixarei de contribuir com essas atividades comunitárias, porque tenho um compromisso, desde quando fui eleito e por isso todas as vezes que for chamado pelos meus amigos” –  Afirmou o vereador.

A partida inicial foi entre, Barcelona x Recreativo da Rua 06 de Abril, logo depois o outro jogo, Real Brasil da Vila Embratel x Soverteria da 2ª Travessa João Figueiredo. Todos os jogos acontecem sempre pela manhã as 10h, e pela tarde a partir das 14hs, com apoio total do vereador Edmílson Jansen.

 

Por Mauro Garcia 

 

Moto Club inaugura espaço no Site para valorizar sua torcida feminina!

COMPARTILHE

MOTO CLUB –  O espaço “Gatas da Torcida” vai trazer ensaios fotográficos de torcedoras Motenses e seu perfil. Principalmente aquelas que acompanham os jogos do papão do norte no castelão.

A escolhida desta semana foi a torcedora Carla Mariano, que vai mostrar suas curvas rubro negras aqui no Site para todo Universo. A direção do Moto agradece à D+ Academia pela cessão do espaço para realização das fotos da Gata Motense.

Nome: Carla Mariano

Aonde mora? São Luís

Profissão? Contadora

Medidas? 1,71m; 62kg

Como está o coração? Namorando

BATE PAGO MOTORIZADO:

Site: Quando foi a primeira vez que você foi ao estádio assistir o jogo do Papão?

Carla: No Campeonato Maranhense de 2013, no Nhozinho Santos, desde então, me apaixonei pela energia da arquibancada e pela torcida fiel e não deixei mais de apoiar o time.

Site: E o momento mais marcantes até aqui?  

Carla: Sem dúvidas a final do Maranhense de 2014, contra nosso maior adversário, na qual ganhamos a partida e, apesar de perdermos o título, a festa que nossa torcida fez foi tão grande e contagiante que chegamos a constranger o adversário. Ali eu percebi que não se tratava de uma disputa qualquer de esporte, mas de amor pelo Moto Club, que não se perde por quaisquer circunstâncias.

Site: Quem você considera o melhor jogador que já viu vestir nossa camisa?

Carla: Dos que vi jogar no estádio, o Kleber Pereira. Sua dedicação pelo Moto Club me faz escolher ele para este título.

Site: Quais são suas expectativas para este ano?

Carla: Conquistar o Estadual e partir pra série D com sonhos de ver o time cada vez mais firme.

Site: Para encerrar, o que você achou desse projeto Gatas da Torcida? Como foi a sessão de fotos?

Carla: Adorei a ideia! Conheço muitas mulheres que frequentam o estádio e são apaixonadas pelo time, na minha visão elas dão maior identidade ao Moto nos trabalhos e campanhas. Me diverti muito com a sessão de fotos e pra mim foi muito prazeroso fazer este trabalho pro Papão!

Fotos: Ribeiro Jr.

Jogadores de time piauiense comem arroz gelado e mortadela antes de jogo

COMPARTILHE

Líder do returno do campeonato estadual, com 100% de aproveitamento, o Piauí vive uma crise enquanto disputa uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro. Em excelente momento dentro de campo, o Enxuga Rato passa por um ambiente interno conturbado. O clube rubro-anil está com dois meses de salários atrasados, segundo os jogadores, e não treina desde a última quarta-feira em sinal de protesto. E a insatisfação do elenco não se restringe às folhas em débito. A estrutura, principalmente a comida, é alvo de reclamações. Um dos lanches dados na véspera de uma partida do torneio foi arroz gelado com mortadela, de acordo com o relato dos atletas. Para jogar no último sábado, na vitória em cima do Parnahyba, o time recebeu R$ 100. A diretoria financeira negou com veemência as denúncias do time e afirmou que a quitação dos vencimentos é prioridade.

– Complicado uma situação dessas. A pior coisa é ser pai de família, ouvir seu filho querendo comprar alguma coisa e você, sem nenhum dinheiro, falar a ele que não pode comprar. Me pergunto qual o motivo de aguentarmos essa situação, somos homens e honramos o nosso trabalho, deve ser por isso. Se fechar, seria pior… Resolvemos, então, fazer greve e não treinamos na semana. Aqui tem jogador que não tem comida, não existe suplemento alimentar. Às vezes, não tem dinheiro para comprar sabonete. Falta tudo, isso não é um time profissional – revelou um dos jogadores o Piauí.

piaui1 piaui2

Para não ter que pagar despesas com hospedagens, o clube decidiu fazer viagens nos dias de jogo. Na estreia do returno do Piauiense, contra o Picos, o time saiu de Teresina no começo da tarde, enfrentou pouco mais de 300km de estrada e chegou a menos de uma hora do início da partida no estádio Helvídio Nunes. Jogou, venceu por 2 a 1 e retornou na madrugada de volta.

– Desumano. Estamos viajando no mesmo dia, foi assim a Parnaíba (330km) e Floriano (234Km). No caminho de Picos, fomos com fome, comemos um pão de forma, um sanduíche no meio da estrada. À noite, na véspera de um jogo, foi dado no lanche arroz frio e mortadela. Remédio é o próprio jogador que compra. Não tem campo para fazer coletivo porque o mato toma de conta, não tem ninguém para cortar – narra outro jogador.

De acordo com relatos, os rubro-anis receberam uma vale de R$ 150 no mês de fevereiro e, depois, outro no valor de R$ 300.

– Jogadores não têm carteira assinada. Recebemos no fim de semana R$ 100 para jogar. Chegou a nosso extremo. Já recebemos pouco – alguns com um salário mínimo – e precisamos do que é nosso. Os jogadores têm medo de falar, de serem mandados embora, tem medo da repressão. Fazer futebol assim é brincadeira – comentou um atleta.

Um racha entre diretores é o motivo contado pelos jogadores para a situação ter chegado a esse ponto. O clube não tinha dinheiro para participar do Campeonato Piuiense, mas recebeu apoio de um grupo investidor para pôr o time no estadual. A queda de braço entre esses lados acentua ainda mais a crise, e os atletas se queixam que não sabem a quem recorrer.

– Há uma briga política. Chega ao ponto de um diretor dizer que só paga quando o presidente deixar o cargo. Ligamos para o diretor financeiro cobrando os salários, e o diretor disse que temos que ligar era para o presidente. Não queremos mais conversa, só queremos o nosso dinheiro. Só ficam nos enrolando, prometendo, estão acabando com os atletas… – revelou um atleta do clube após a vitória por 2 a 1 sobre o Parnahyba.

A vitória na rodada passada emocionou o time rubro-anil. O goleiro Lucas Paulista foi às lágrimas na entrevista coletiva ao relembrar a semana delicada vivida no centro de treinamentos.

Procurado pela reportagem, o diretor financeiro do Enxuga Rato, Pedro Evano, negou as condições precárias de alimentação dos 16 jogadores alojados no CT da Usina Santana, zona Sudeste de Teresina.

– Não procede. Alimentação tem toda semana. São R$ 1500 de alimentação para compra todo domingo. São 16 jogadores alojados e todos eles têm alimentação normal. Com relação à alimentação, não vamos deixar eles passarem necessidade. Mas as condições de trabalho estão normais. O problema mesmo é só o salário, que é um mês e meio atrasados. Março venceu agora. A gente pagou janeiro e metade de fevereiro. Então, temos uma folha e meia em aberto – detalhou.

Ainda de acordo com o dirigente, o pagamento dos vencimentos está condicionado a um repasse prometido pelo Governo do Estado aos clubes.

– Não tem nenhuma previsão. Enquanto não sair esse repasse do governo… Governo prometeu a todos os clubes, mas ainda não saiu. O processo está na procuradoria do estado, aguardando parecer. Os salários são prioridade.

DO GE/PI

 

Prefeitura e Governo entregam quadra poliesportiva aos moradores da Liberdade

COMPARTILHE

O prefeito Edivaldo participou na manhã desta sexta-feira (15) da solenidade de entrega da quadra poliesportiva da Liberdade. A reforma do espaço, executada pelo governo do estado, contou com a parceria da Prefeitura de São Luís. Também apoiam a iniciativa o Instituto Iziane Castro, o Fórum de Desenvolvimento do Jaracati e a Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Além da reestruturação física do local, os moradores do bairro serão beneficiados com a execução de projetos voltados para o esporte e o lazer.

Durante a solenidade, o prefeito Edivaldo comemorou o resultado dessa parceria. “Esse é um espaço que estamos devolvendo para a comunidade completamente reformado. É mais um fruto de um trabalho realizado em parcerias construídas em prol do bem comum e da comunidade da Liberdade”, destacou o prefeito.

LIBER3 LIBER1

Representando o governador Flávio Dino, o secretário estadual de Esporte e Lazer, Márcio Jardim, destacou a união e o resultado das frentes de trabalho. “Como gestor público é sempre bom poder contribuir para a realização dos sonhos das pessoas. E nós trabalhamos nesta parceria e no projeto da reforma da quadra da liberdade com o objetivo de materializar o sonho dessa comunidade”, disse o secretário.

As obras da quadra poliesportiva da Liberdade incluíram recuperação estrutural do piso e do teto, pintura, iluminação e obras de acessibilidade para pessoas com deficiência. O objetivo é que a quadra seja um espaço multiuso, destinado tanto às atividades da comunidade quanto a atividades de iniciação esportiva e de formação de atletas.

AÇÕES INTEGRADAS

Além das ações do instituto, serão desenvolvidos no local projetos executados pela Prefeitura de São Luís, como Movimento e Resgate, São Luís Saudável e programa Esporte e Lazer da Cidade Vida Saudável. Os projetos alcançam crianças, jovens e idosos, com atividades voltadas para incentivar o esporte e a prática de atividades físicas. “Nosso objetivo é criar as condições necessárias para incentivar a prática esportiva na cidade”, disse o secretário municipal de Desportos e Lazer, Júlio França.

LIBER2 LIBER4

A jogadora de basquete e presidente do Instituto parceiro da ação, Iziane Castro, reforçou a importância do esporte na formação dos cidadãos. “O esporte é capaz de mudar a trajetória de uma criança, tirando-a, inclusive, das ruas. Unidos em prol do bem comum, essa entrega hoje simboliza uma conquista da comunidade. Aproveito para manifestar aqui o comprometimento de zelar por esta quadra e de aproveitar esse espaço para desenvolver cidadãos melhores para a cidade”, destacou a atleta.

O gerente de relacionamento da Cemar, Joaquim Milhomem, destacou a participação da empresa na ação. “A partir da Lei de Incentivo ao Esporte, participamos desse importante projeto com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento das comunidades e a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, afirmou.

NOVA PRAÇA

Moradores da Liberdade comemoraram a conquista. “Fico feliz em poder jogar basquete na nova quadra. Estou ansiosa para os treinos”, disse Dandara Sousa, de 11 anos, integrante do Instituto Iziane Castro. “Esse lugar estava abandonado. Acredito que agora a população poderá fazer bom uso do espaço e contribuir para a sua conservação”, afirmou o vigia, Martinho Pereira.

A solenidade de entrega da reforma da quadra contou ainda com a participação dos secretários municipais Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos) e Conceição Castro (Comunicação); da secretária estadual de Juventude, Tatiana Pereira; dos deputados estaduais Roberto Costa e Sérgio Frota; e do vereador Josué Pinheiro.

AGÊNCIA SÃO LUÍS

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free