casa » Archivo de Etiquetas: Zé Martins

Archivo de Etiquetas: Zé Martins

Prefeito Zé Martins esclarece informações sobre Semana do Bebê Quilombola

COMPARTILHE

O prefeito Zé Martins divulgou nota, nesta quarta-feira (16), esclarecendo informações que circularam em vídeo sobre a Semana do Bebê Quilombola. Confira a íntegra da nota!

NOTA

A bem da verdade e em respeito aos parceiros do projeto Semana do Bebê Quilombola, esclarecemos:

1. Em 2013, a Secretaria Estadual da Igualdade Racial (SEIR) convidou a Prefeitura Municipal de Bequimão para um trabalho que envolvesse a primeiríssima infância (crianças de zero a três anos). Foi, então, elaborado e começou a ser executado o projeto Semana do Bebê Quilombola, em parceria com a Fundação Josué Montello e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef);

2. Ainda em 2013, o prefeito Zé Martins sancionou a Lei nº 08/2013 (e não decreto), instituindo a Semana do Bebê Quilombola. Essa ação é pioneira no Brasil, uma vez que Bequimão foi o primeiro município do país a fazer o projeto voltado a crianças quilombolas;

3. O projeto mobiliza esforços de todas as secretarias municipais e dos órgãos parceiros. No segundo semestre de 2019, esse projeto ganhou novo impulso, com um trabalho mais bem articulado, na busca de resultados e mudanças nos indicadores sociais. Atualmente, Bequimão figura entre os oito municípios brasileiros que já concluíram mais desafios do Selo Unicef;

4. Por fim, a Prefeitura de Bequimão convida a população bequimãoense para a VII Semana do Bebê Quilombola, que será realizada de 25 a 30 de novembro de 2019.

Zé Martins
Prefeito de Bequimão

Foto/Doc: Arquivo / Prefeitura de Bequimão

Gestão Zé Martins amplia em 62,5% a cobertura do “Criança Feliz”

COMPARTILHE

Nesse sábado (12), Bequimão comemorou o Dia das Crianças com importantes avanços na política de assistência social aos pequenos do município. A gestão do prefeito Zé Martins aderiu ao “Criança Feliz”, em 2017, com a finalidade de promover o desenvolvimento integral da primeira infância. O programa considera, ainda, a família e o contexto de vida das crianças na faixa etária de 0 a 6 anos.

De segunda a sexta, a equipe do “Criança Feliz” realiza visitas domiciliares na sede e zona rural de Bequimão. O grupo é formado por oito visitadoras, uma supervisora e uma coordenadora. A iniciativa faz parte das diretrizes do Marco Legal da Primeira Infância e já alcançou 42 comunidades no município. Foram 150 atendimentos contínuos realizados entre setembro de 2017 e agosto de 2019. A partir deste mês, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) pretende atingir a marca de 240 atendimentos, ampliando em 62,5% a meta de cobertura do programa.

A supervisora do “Criança Feliz” em Bequimão, Valdilene Gusmão, explica que a identificação das famílias se dá por meio de pesquisa no prontuário eletrônico do Sistema Unificado de Assistência Social (SUAS). Através dele, a equipe tem acesso a lista de beneficiários dos programas assistenciais do Governo Federal, como por exemplo o Bolsa Família.

“Acessando a Rede SUAS, nós identificamos as crianças e passamos a fazer o acompanhamento delas no dia a dia, dando orientações indispensáveis para o fortalecimento dos vínculos familiares e estimulando o desenvolvimento infantil. A adesão ao programa é voluntária e não garante a concessão de benefícios financeiros”, esclarece Valdilene Gusmão.

Além de gestantes, crianças de três anos e suas famílias beneficiárias do Bolsa Família, o “Criança Feliz” também tem como público alvo crianças de até seis anos e suas famílias beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e crianças de seis anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Em Bequimão, a supervisora Valdilene Gusmão afirma não há nenhuma criança que se enquadre no último requisito do programa.

Mais assistência

A redução da taxa de mortalidade entre crianças dos mais variados perfis étnicos é mais um desafio que vem sendo superado a cada dia em Bequimão. A queda do índice aponta forte influência da Semana do Bebê Quilombola como instrumento transformador dessa realidade no município. Pioneira no Brasil, a mobilização social foi instituída pelo prefeito Zé Martins por meio da Lei n° 09 de 2013 e, desde então, tem contribuído com a proteção e o desenvolvimento de crianças de até seis anos nas comunidades remanescentes de quilombos.

O Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS) indica que Bequimão reduziu em 35% o número de óbitos infantis por causas diversas, entre 2012 e 2017, ano da última atualização do índice. Na administração que antecedeu a gestão do prefeito Zé Martins, entre 2009 e 2012, 20 crianças não tiveram mais que um ano de vida. Já no primeiro mandato do prefeito Zé Martins, esse número caiu quase pela metade. Entre 2013 e 2017, foram registrados 13 óbitos infantis, sete a menos que o período anterior.

Fotos: Rodrigo Martins

Prefeito Zé Martins adere ao programa Tarifa Social de Energia Elétrica

COMPARTILHE

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, fez a adesão ao programa Tarifa Social de Energia Elétrica, que é uma parceria entre a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado (SEDES) e a Companhia Energética do Maranhão (CEMAR). O programa do governo federal, criado desde 2010, dá descontos na conta de luz para novos e antigos consumidores.

Zé Martins assinou o termo de adesão à tarifa social, tendo ao lado o presidente da Famem, Erlanio Xavier (prefeito de Igarapé Grande) e o tesoureiro, Júnior Cascaria (prefeito de Poção de Pedras).

Terão direito ao desconto de até 65% os beneficiários de baixa renda que estejam inscritos no CADÚNICO, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo; ou aposentados que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), da Previdência Social.

Já os descontos de até 100% serão apenas para famílias quilombolas, por faixa de consumo. Em outros municípios, também têm esse benefício as famílias indígenas.

A atualização dos cadastros garante também que os beneficiários não percam outros programas federais e estaduais de complementação de renda, como o Bolsa Escola, Bolsa Família, Água para Todos, Benefício de Prestação Continuada (BPC), dentre outros.

A atualização e a inclusão no CADÚNICO podem ser feitas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou na Secretaria Municipal de Assistência Social. Após a regularização do cadastro, o beneficiário pode se dirigir às agências de atendimento da CEMAR e solicitar a participação no programa.

Compete ao município manter o sigilo sobre as informações pessoais de beneficiários que serão repassados pela Sedes. A quebra ou qualquer ameaça sobre a segurança destes dados deve ser informada imediatamente à Famem e à Sedes.

Famílias com renda mensal de até três salários mínimos (R$ 2.994,00) também podem usufruir da tarifa social, desde que algum integrante do núcleo familiar esteja em tratamento de saúde domiciliar que exija uso contínuo de equipamentos hospitalares.

Nesse caso, será preciso apresentar laudo médico, que certifique a situação de saúde e a previsão do período de uso do aparelho.

Prefeito Zé Martins fiscaliza obras espalhadas por Bequimão

COMPARTILHE

O prefeito Zé Martins visitou uma série de comunidades de Bequimão para verificar o andamento de diversas obras da Prefeitura espalhadas pelo município. Na semana passada, ele vistoriou os serviços de terraplanagem nos povoados Paricatiua e Barroso, que em breve receberão pavimentação asfáltica.

Zé Martins também esteve em Pericumã, Areal, Codozinho, Santa Flor, Iriritiua, Conceição, Boa Vista I e Boa Vista II (Tabocal). Essas comunidades estão sendo beneficiadas com a abertura ou reconstrução de estradas vicinais, ampliação do abastecimento de água e construção de escola.

“Hoje, em Bequimão, estamos com três equipes de trabalho de recuperação de estradas, duas frentes de serviço de convênio e uma frente de serviço de asfalto. Assim que o período chuvoso chegou ao fim, intensificamos o nosso trabalho e estamos nos esforçando para alcançar todos os povoados do nosso município”, afirmou o prefeito.

Do Codozinho a Santa Flor, o trabalho das máquinas segue a todo vapor. Zé Martins explicou que a recuperação da estrada estava prevista para 2014, mas a obra fazia parte de um convênio, que na época foi cancelado pelo Governo do Estado. O prefeito foi em busca de novos recursos junto à União, para que o trabalho fosse realizado.

“Esse aqui é mais um compromisso que eu tinha aqui com a comunidade Santa Flor e que já era pra termos concluído, mas mudou de Governo. Dessa forma, eu tive que lutar novamente e consegui, no ano passado, os recursos junto à União para poder cumprir o que prometi. Daqui a uma semana, entregaremos mais este importante acesso à comunidade”, garantiu o prefeito.

Moradores ficaram bastante satisfeitos com a obra, como foi o caso do senhor José Carlos. “Era péssimo, principalmente na época das chuvas. Agora, temos uma estrada de qualidade. Que ele [prefeito Zé Martins] continue sendo esse administrador do qual o povo tanto precisava”, declarou o morador do Santa Flor.

Zé Pretinho compartilha do mesmo sentimento. “Com a administração do prefeito Zé Martins, que é um administrador que trabalha, que mostra serviço, que tem serviço no município, agora, o nosso sonho se realizou”, reforçou o líder comunitário do Santa Flor, em referência à abertura da nova estrada entre o ramal do Zé Felipe e a Titara.

Mais trabalho
No Barroso, já foi reiniciado o trabalho de terraplanagem da Avenida Américo Garcia e de transversais que cortam o povoado. “Prefeito para o nosso povoado, como Juca e Zé Martins, não teve nenhum. Somos privilegiados com tudo que temos aqui”, afirmou, grato, o autônomo Osvaldo Soares.

No Iriritiua, a estrada que dá acesso ao povoado está em fase de conclusão. Antes, a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura precisou construir bueiros de concreto em pelo menos cinco pontos da via. A iniciativa buscou reduzir os impactos da chuva no nível de trafegabilidade e garantir o fluxo de veículos e pedestres.

“É uma obra muita boa para nossa comunidade. Vai facilitar principalmente para os nossos alunos, que antes enfrentavam muita dificuldade para estudar. No inverno, quando enche o rio, a gente tinha que tirar até a roupa pra conseguir passar por aqui”, revelou o morador Cleldivaldo Ferreira.

Além da melhoria na mobilidade, Iriritiua vai contar também com a ampliação do sistema de abastecimento de água. A caixa de cinco mil litros deve ser substituída por uma maior, com capacidade para armazenar até dez mil litros de água.

“Vamos inaugurar estrada, estamos fazendo escola e trabalhando na ampliação do abastecimento de água. Com a graça de Deus, vamos fazer uma grande festa para entregar essas benfeitorias ao povo da comunidade”, informou o prefeito Zé Martins. No povoado Conceição, próximo dali, um poço está em fase de conclusão e vai garantir água para os moradores.

Asfalto no Paricatiua

O Paricatiua também entrou na rota de inspeções do prefeito Zé Martins. O povoado já recebeu o serviço de terraplanagem e, em breve, será contemplado com a pavimentação asfáltica. A expectativa é que o investimento potencialize o desenvolvimento local a partir do Turismo, como explica João Martins, que acompanhou a visita.

“Essa pavimentação asfáltica é uma visão estratégica do prefeito Zé Martins para dotar Paricatiua de uma infraestrutura necessária para o recebimento de turistas. Fazer com que isso possa atrair outros investimentos para cá, como pousadas e restaurantes. Tudo, logicamente, a partir da sede do município. E, depois, para Paricatiua, considerando que, aqui, nós estamos na porta de entrada do polo turístico Floresta dos Guarás. Em pouquíssimo tempo, acreditamos que este povoado se tornará uma referência no desenvolvimento do turismo para a Baixada e Litoral Ocidental do Maranhão”, avaliou João Martins.

 

Prefeito Zé Martins está buscando a certificação de mais seis comunidades quilombolas de Bequimão

COMPARTILHE

Em reunião na Superintendência da Fundação Palmares no Maranhão, nesta quarta-feira (18), o prefeito Zé Martins verificou a situação de mais seis comunidades de Bequimão que buscam a certificação como remanescentes de quilombos. O reconhecimento como quilombola é importante aos moradores dessas comunidades, porque passam a ser assegurados o direito à propriedade definitiva dos territórios e a destinação de políticas públicas específicas.

Estão em processo de certificação os povoados de Boa Vista, Pontal, Carnaubal, Águas Belas, Frechal e Iriritíua. O superintendente da Fundação Palmares, Alan Ramalho, garantiu dar andamento às solicitações do prefeito e das comunidades, acompanhando a tramitação que ocorre em Brasília, sede da instituição.

“Consideram-se remanescentes das comunidades dos quilombos os grupos étnicos raciais, segundo critérios de autodefinição de cada comunidade, desde que tenham trajetória histórica própria, dotados de relações territoriais específicas, com presunção de ancestralidade negra relacionada com formas de resistência à opressão histórica sofrida”, informa a Fundação Palmares, em sua página na internet.

Também foi reforçado o convite para que a fundação participe da sétima edição da Semana do Bebê Quilombola, no mês de novembro. A ação, fruto da parceria entre Prefeitura de Bequimão, Unicef e Fundação Josué Montello, é realizada desde 2013, com impactos significativos nos indicadores sociais das comunidades quilombolas do município. O prefeito Zé Martins é pioneiro nesse trabalho, em todo o Brasil.

Participaram da reunião o secretário municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Rodrigo Martins, e João Martins, que participou da equipe de elaboração do projeto da Semana do Bebê Quilombola, em colaboração técnica com a professora Claudete Ribeiro, da Fundação Josué Montello.

A certificação

As comunidade quilombolas, quando recebem a certificação, passam a ter direitos e amparos legais assegurados pelos artigos 215 e 216 da Constituição Federal, que se referem à defesa e à valorização do patrimônio cultural brasileiro e afro-brasileiro e à obrigação do poder público em promover e proteger estes patrimônios culturais.

O artigo 68, do Ato das disposições constitucionais transitórias, também garante a propriedade definitiva do território aos remanescentes das comunidades dos quilombos que estejam ocupando suas terras.

A Fundação Cultural Palmares é responsável por promover políticas públicas voltadas para a população negra, visando à preservação de seus valores culturais, sociais e econômicos e, ainda, pela promoção e apoio de pesquisas e estudos relativos à história e à cultura dos povos negros e pela inclusão dos afro-brasileiros no processo de desenvolvimento.

Com informações da Fundação Palmares

Bequimão celebra Independência do Brasil com defesa da preservação ambiental

COMPARTILHE

Bequimão vestiu-se de verde e amarelo para celebrar os 197 anos de Independência do Brasil, no último sábado (07). Além da decoração na fachada da Prefeitura Municipal, fantasias e adereços coloriram e deram forma ao tradicional desfile cívico, que percorreu as principais ruas da cidade. Mensagens de estímulo à preservação do meio ambiente dominaram o desfile, num momento em que especialistas apontam forte relação entre a ação humana e o crescimento do nível de desmatamento na Amazônia.

A programação teve início às 7h, com concentração em frente à Unidade Escolar Estado de Minas Gerais. Às 8h, estudantes da rede pública e particular de ensino, integrantes locais do Selo Unicef, Guarda Municipal e Banda da Escola de Música seguiram para a região da praça Santo Antônio, onde está localizada a sede administrativa do município, dando início às comemorações do 7 de setembro, em Bequimão.

Ao som do Hino Nacional, o prefeito Zé Martins realizou o hasteamento das bandeiras, acompanhado dos secretários Toniel Gusmão e Josmael Castro, de Segurança e Assistência Social, respectivamente. A cerimônia também contou com a presença dos demais secretários, vereadores e população.

Durante o pronunciamento, Zé Martins destacou a importância da data e afirmou que um Brasil independente se constrói todos os dias, com um estado e com um município mais justo para todos. “No meio dessa crise toda que afetou o país, não cruzamos os braços e seguimos trabalhando com muito empenho, com estratégias que realmente causam impacto na melhoria da qualidade de vida das pessoas. O trabalho se tornou a palavra de ordem na nossa administração”, assegurou.

O prefeito destacou, ainda, a posição de destaque que o município passou a ocupar, recebendo, inclusive, o reconhecimento de instituições de renome. “Há sete anos, iniciamos um projeto diferente para o nosso município. E os resultados já podem ser observados, tanto é que Bequimão começou a ser visto por universidades, por instituições de renome internacional, como o Unicef, porque aqui os profissionais encontram compromisso de quem quer ver o município crescer”, afirmou.

A infraestrutura do município também foi citada no discurso do prefeito. Zé Martins informou que as estradas já estão recebendo manutenção desde o fim do período chuvoso. “Quando passou o período das chuvas, iniciamos, imediatamente, o trabalho de recuperação das estradas vicinais. Quero recordar que, só na nossa gestão, já fizemos mais de 300 Km de estradas, mas é sempre necessário fazer reparos e estamos atentos a isso”, garantiu ele.

Além da recuperação de estradas vicinais, ele disse que continua fazendo articulações no sentido de garantir recursos necessários para a pavimentação asfáltica de bairros e povoados do município, a exemplo da emenda destinada pelo então deputado federal Victor Mendes. “Também já conseguimos mais pavimentação asfáltica para o bairros da Cidade Nova, Ferro de Engomar, Centro, Estiva e Paricatiua”, informou o prefeito à população.

Aproveitando a presença de parte da comunidade escolar no desfile, o prefeito encerrou o discurso dirigindo-se aos estudantes. “Também quero falar diretamente aos alunos e alunas que aqui estão. Estamos fazendo todos os esforços para melhorar a estrutura de educação, reformando escolas, capacitando professores e tirando Bequimão da era do pau-de-arara. Adquirimos oito ônibus novos e contratamos mais 18 para o transporte escolar. Mas precisamos contar com a ajuda de vocês, para que cuidem das escolas, cuidem dos ônibus e respeitem seus professores. Hoje já temos mais oportunidades aqui em Bequimão. Então aproveitem. Tenham coragem e ousadia. Empenhem-se nos estudos”, orientou.

Ao fim da cerimônia, o prefeito de Bequimão realizou a entrega de quatro novos veículos, que darão suporte à Secretaria de Saúde (duas picapes Fiat Toro) e à Secretaria de Agricultura (um caminhão e uma patrulha agrícola). Além disso, comunicou a aquisição de seis cadeiras odontológicas para a estruturação do Centro de Saúde Bucal. “Ainda temos problemas a enfrentar, mas cada pessoa aqui de Bequimão é testemunha do quanto já fizemos por todas as áreas do município”, finalizou Zé Martins.

Município de Bequimão está, sim, no Pacto pela Aprendizagem

COMPARTILHE

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, emitiu nota sobre adesão do município ao Pacto pela Aprendizagem. Confira a nota na íntegra!

NOTA

Bequimão está dentro do Pacto pela Aprendizagem. No dia 05 de agosto de 2019, o prefeito Zé Martins reuniu-se com o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, para tratar desse programa e da implantação de um Centro Educa Mais em Bequimão, com uma Escola em Tempo Integral, o que demonstra total disponibilidade da administração municipal para as parcerias com o Governo do Estado.

Por equívocos na comunicação entre Secretaria Estadual de Educação e a Secretaria Municipal de Educação, não foi encaminhado ao endereço eletrônico do município de Bequimão o documento que formalizaria a adesão ao programa. O prefeito Zé Martins entrou em contato com o secretário Felipe Camarão e, nesta sexta-feira (30), foi assinado o acordo de cooperação técnica para implementação do Pacto pelo Fortalecimento da Aprendizagem no Maranhão.

Não há qualquer tipo de “birra” do prefeito em relação ao Governo do Estado, como sugeriu o texto que circulou entre os blogueiros alinhados ao Palácio dos Leões. A oposição política do prefeito Zé Martins é feita nos moldes democráticos, sem que sua postura adversarial afete a defesa dos interesses públicos da comunidade bequimãoense. Prova disso foi a cessão do colégio Liliosa Cantanhede, onde funciona o Instituto Estadual do Maranhão (IEMA). O prédio havia sido reestruturado gestão Zé Martins, com a construção de auditório e compra de equipamentos para o funcionamento do programa Darcy Ribeiro.

A disponibilidade da Prefeitura de Bequimão também pode ser atestada pela recepção, no dia 16 de agosto, de uma equipe da Secretaria Estadual de Educação, que fez visita técnica à Unidade Escolar Aniceto Cantanhede, no Centro, para dar andamento ao processo de implantação de uma escola em tempo integral.

O texto divulgado pelos blogueiros também cita a implantação do polo permanente de educação superior da Uema (Universidade Estadual do Maranhão), no município de Bequimão. A audiência pública realizada no dia 20 de julho de 2019 teve todo apoio da Prefeitura de Bequimão, com participação do prefeito e de sua equipe de gestão.

Sobre a situação do transporte escolar, a Prefeitura Municipal de Bequimão esclarece que, desde 2013, a administração do prefeito Zé Martins adquiriu 8 novos ônibus escolares. Além desses veículos, mais 18 são utilizados todos os dias, pela manhã, tarde e noite, para o deslocamento de 2 mil alunos da Rede Municipal de Ensino e 4.100 da Rede Estadual de Ensino. Com esses esforços, os estudantes de Bequimão ficaram livres do pau de arara, como ocorria no passado. A ida à escola ficou mais segura, no município.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Administração e Transportes, realiza manutenção periódica. Ainda assim, alguns dos veículos próprios já precisam ser recuperados, mas esse serviço é prejudicado pela falta de repasse dos recursos pelo Governo do Estado, considerando que 2/3 dos alunos transportados são da Rede Estadual. O vandalismo também contribui para a deterioração dos ônibus, o que pode ser comprovado pelo estado dos bancos, que são riscados e rasgados. Essa situação foi reportada ao Ministério Público.

A Prefeitura de Bequimão informa, ainda, que já fez um levantamento dos reparos necessários. Para não comprometer o transporte dos estudantes, será feito um cronograma de manutenção. Além disso, está em elaboração uma campanha de sensibilização de toda a comunidade escolar, incluindo as famílias, sobre a responsabilidade de todos na preservação do patrimônio público.

A administração municipal aproveita para devolver o questionamento aos blogueiros ligados ao Governo do Estado: por que não estão sendo repassados os recursos para transporte dos alunos da rede estadual? A Prefeitura de Bequimão reafirma seu compromisso com a educação de Bequimão, que já alcançou resultados no IDEB superiores aos da capital São Luís, e também ratifica sua disponibilidade para convênios e parcerias com o Governo do Maranhão, inclusive para a regularização do repasse ao transporte escolar.

Zé Martins

Prefeito Municipal de Bequimão

Prefeito Zé Martins e deputado Zé Inácio levam demanda sobre MA-211 ao Governo do Estado, que garante recuperação imediata

COMPARTILHE

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, e o deputado estadual Zé Inácio levaram ao Governo do Estado as demandas dos moradores de comunidades próximas à MA-211, que protestaram, nesta terça-feira (13), contra as más condições da estrada.

O secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, comprometeu-se a enviar as máquinas necessárias para a recuperação da estrada ainda nesta quarta-feira (14), antes de meio dia.

“Quando recebi a notícia da justa manifestação dos moradores, entrei em contato imediatamente com o deputado Zé Inácio, buscando uma solução rápida para essa situação. Procuramos a Secretaria de Infraestrutura e recebemos logo a sinalização de que os trabalhos iniciarão amanhã”, comentou Zé Martins.

Moradores dos povoados Ramal do Quindíua, Mafra, Santa Rita e Quindíua fecharam a estrada que dá acesso às obras da ponte Bequimão-Central, como forma de chamar a atenção do Governo do Maranhão para as condições precárias da MA-211.

Polo da UEMA vai voltar a funcionar em Bequimão após audiência pública

COMPARTILHE

Uma audiência pública realizada na manhã deste sábado (20), na Escola Manoel Beckman na cidade de Bequimão, reuniu lideranças políticas, estudantes, professores, reitor da UEMA e autoridades do município.

Após discussões, o Reitor entendeu a importância da audiência e Bequimão poderá receber novamente o polo da UEMA, após a interrupção em 2015. O polo irá ofertar cursos de graduação para Bequimão com processo seletivo marcado ainda para este ano. Serão ofertados dois cursos de graduação, dois cursos de especialização e um curso técnico. A previsão é que o início das aulas deverá acontecer em fevereiro de 2020.

Sem visão ideológica, lideranças políticas locais unem forças e conseguem o compromisso de reativação do polo da UEMA. O prefeito Zé Martins participou da audiência, e garantiu ao Reitor todo apoio local e necessário do município para que os estudantes bequimãoenses voltem a fazer um curso superior sem a necessidade de deslocamento para outra cidade.

O Reitor da UEMA, Prof. Dr. Gustavo Pereira Costa, destacou que o secretário adjunto de Comunicação do Estado, Robson Paz havia solicitado a audiência pública. “Robson Paz que nos procurou e articulou este momento de audiência pública aqui em Bequimão”, disse o Reitor da Uema.

Estiveram presentes o prefeito Zé Martins, os vereadores Professor Zeca, Preta de Barbosa, Vetinho Belo e Fredson Pereira, o professor Valter Penha, Coronel Lopes, o ex-prefeito José Luís Bernal, o ex-vice prefeito César Cantanhede, o ex-superintendente do Sebrae, João Martins, os ex-vereadores Elanderson Pereira, Barbosa do Mojó e Ribinha de Filuca, os secretários Ademar Costa e Kell Pereira, o Reitor Prof. Dr. Gustavo Pereira Costa e o secretário adjunto Robson Paz, além de lideranças comunitárias e sindicais.

Por G7

UEMA, com apoio da Prefeitura de Bequimão, realiza audiência pública para discutir implantação de polo da universidade

COMPARTILHE

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), com apoio da Prefeitura Municipal de Bequimão, realizará audiência pública para debater a importância do ensino superior público e de qualidade e a implantação de um polo da universidade no município. O evento acontecerá no sábado (20), às 9h, na Escola Manuel Beckman, no Centro.

Centenas de bequimãoenses fizeram cursos de graduação no polo da UEMA, que funcionou no município até o ano de 2105, quando foi extinto pelo governador Flávio Dino.

É grande a demanda por cursos superiores em Bequimão. Depois da retirada do polo da UEMA, muitos jovens precisaram recorrer a faculdades privadas ou a universidades em outros lugares, para que conseguissem realizar o sonho da graduação.

A consulta pública, que é uma metodologia de participação social, possibilita à cidadania a chance de dialogar com as instituições públicas, apresentando suas demandas, até a construção de decisões coletivas.

O prefeito Zé Martins recebeu o convite do reitor da UEMA, Prof. Dr. Gustavo Pereira Costa, que estendeu a convocação à população bequimãoense em geral.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free