casa » Archivo de Etiquetas: saúde (página 6)

Archivo de Etiquetas: saúde

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

 

Bequimão realiza 5ª Conferência Municipal sobre saúde

COMPARTILHE

Com o tema: “Saúde Pública de Qualidade para cuidar bem das pessoas,” a Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Prefeitura de Bequimão, realizou na última quarta feira (12) a 5ª Conferência Municipal sobre saúde pública. O evento aconteceu no salão do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bequimão e contou com a participação de funcionários da secretaria de saúde, vereadores, secretários e sociedade civil.

Z18 Z21

Durante o evento, o conferencista, Dr. Américo de Jesus Soares Araújo, falou sobre Direito a Saúde, Garantia de Acesso e Atenção de Qualidade. Ainda em sua explanação, Américo falou sobre a Valorização do Trabalho e da Educação em Saúde. Para finalizar seu discurso, o palestrante destacou a importância da Ciência, Tecnologia e da inovação do SUS.

O prefeito Zé Martins (PMDB) esteve presente e falou de seus 31 meses de gestão em Bequimão. Durante sua fala na abertura da Conferência, ele destacou o bom trabalho feito pela secretaria desde que assumiu a prefeitura do município, em janeiro de 2013.

Z4 Z22

“Essa 5ª conferência é para discutirmos o planejamento para os próximos anos com a participação de todas as pessoas envolvidas, entre elas: Comunidade, Médicos, Técnicos e Enfermeiros, Agentes de Saúde e toda equipe da saúde. É bom lembrar que estamos apenas há dois anos e sete meses na gestão, mas não podemos deixar de lembrar dos avanços que a saúde de Bequimão já alcançou, com um hospital de 20 leitos, onde a saúde básica funciona com qualidade. Hoje somos referência na baixada, onde estamos atendendo até pessoas de outros municípios. Temos respeito com o povo e com responsabilidade e compromisso, estamos fazendo um serviço de qualidade”, destacou Zé Martins.

B13 B30

Para o Secretário Bastico Moraes, o trabalho é árduo e conta com uma equipe empenhada, dedicada e que gosta de trabalhar. Segundo Bastico, o desafio é grande e só está dando certo porque o time montado veste a camisa mesmo.

“Essa conferência é feita a cada dois anos aqui em Bequimão, e este ano o tema é nacional, escolhido pelo Ministério da Saúde, e nós aqui em Bequimão saímos na frente e por isso estamos colhendo bons frutos através das orientações dos governos Estadual e Federal. Esse trabalho é resultado de uma promessa de campanha do Prefeito Zé Martins e se faz com responsabilidade e respeito ao povo bequimõense. Vamos está representando o município nas Conferências estadual (Outubro) e nacional (Dezembro). O nosso compromisso é dar dignidade a população e hoje somos referência em saúde na baixada maranhense”, destacou Bastico Moraes.

B12 Z24

Representando o poder legislativo de Bequimão, o presidente da Câmara, vereador Jorge Filho (PP), falou da importância de uma Conferência sobre saúde e do grande trabalho realizado pelo Prefeito Zé Martins.

“Já tivemos outras Conferências aqui no município e as avaliações são as melhores possíveis. Quanto à saúde, é muito importante para o município, principalmente pela grandeza que o prefeito tem visto a gestão, valorizando toda população, nos principais eixos da administração. O prefeito Zé Martins está de parabéns, não só por hoje, mas pelo que vem fazendo no município desde 2013”, finalizou o vereador.

B7 Z19

Já o diretor clínico do hospital Lídia Martins, Dr. Washington Oliveira, um dos médicos mais queridos do município, fez uma explanação da saúde em Bequimão e falou do orgulho em trabalhar em uma gestão que valoriza o povo, que dar condições de trabalho e que tem um time competitivo na saúde.

“A participação da sociedade juntamente com os profissionais de saúde e as autoridades de saúde do município, traz o melhor para nossa população. O compromisso do Secretário, o compromisso do prefeito em formar uma equipe competente onde se trabalha bem a atenção básica, prevenindo as doenças das pessoas e também cuidando do próprio hospital para que tenhamos bons resultados, faz toda diferença. Nosso objetivo na conferência é estabelecer estratégias de saúde, uma vez que a gente vê o progresso da saúde pública de Bequimão. Então o município de Bequimão está de parabéns por organizar e dar fim ao um problema que assolou o povo por muito tempo e agora virou referência no estado”, destacou o médico.

BB11 BB13

O conferencista Américo Araújo, falou da importância do evento e destacou o avanço já feito pelo prefeito Zé Martins nesses mais de 30 meses de gestão. Américo ainda destacou o empenho tanto das equipes de saúde, quanto do poder público e da sociedade civil em participar da Conferência que vai planejar os próximos anos.

“Nós estamos discutindo propostas, que vão ser levadas para a conferência estadual, que vai acontecer nos dias 13, 14 e 15 de outubro em São Luís e posteriormente a conferência nacional, que será realizada em Brasília nos dias 01, 02, 03 e 04 de dezembro de 2015. As propostas serão avaliadas pelo Conselho Nacional de Saúde e em reunião será definida a demanda de cada município. Antes do SUS só poderia ser atendido quem tinha uma carteira assinada ou uma carteirinha do INAMPS. Hoje não, o SUS mudou a história da saúde pública no Brasil, e tai um exemplo o município de Bequimão que já esteve no final da fila, hoje sendo referência em saúde na região. Eu costumo falar que nada se faz sem uma boa gestão. Tudo se faz com uma boa equipe”, finalizou o conferencista.

Z19 Z21

Após os trabalhos em grupo, foram explanadas as propostas e eleitos os delegados que vão representar Bequimão na conferência estadual, na capital maranhense. Estiveram presentes no evento, além do prefeito Zé Martins, os vereadores Jorge Filho (PP) e Preta de Barbosa (PDT), os secretários Ademar Costa (Indústria e Comércio), Kell Pereira (Esporte e Juventude), Sinara Almeida (Extrema Pobreza), Bastico Moraes (Saúde), Dinha Pinheiro (Cultura), Nhô da Colônia (Pesca), Doutor do Barroso (Articulação) e Zé Orlando Martins (Administração). Além disso, várias lideranças e até o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Egnaldo Macedo, entre outras autoridades, compareceram.

VEJAM TODAS AS FOTOS DO EVENTO NO FACEBOOK

www.facebook.com/bequimao.ma

www.facebook.com/prefeitozemartins

FOTOS: Rodrigo Martins

Secretário faz avaliação do sistema de saúde em Bequimão

COMPARTILHE

As dificuldades no Sistema Único de Saúde do Brasil (SUS) são visíveis quando constatamos os fatos já conhecidos nos quatro cantos do país, principalmente quando se trata de Maranhão. A escassez de recursos financeiros e materiais retardam a formação de um grupo de profissionais para realizar um serviço de saúde com qualidade em qualquer lugar do Brasil. A falta de leitos nos hospitais públicos para atender uma grande demanda de pacientes e a dificuldade em controlar diversas doenças como a Dengue, Hanseníase e Tuberculose, faz com que o Sistema fique fragilizado.

No Maranhão as dificuldades não são diferentes, mas no município de Bequimão o prefeito Zé Martins (PMDB) juntamente com o secretário de saúde, Bastico Maraes estão trabalhando com seriedade e planejamento para mudar esse quadro e oferecer a toda população um serviço eficiente e de qualidade. Desde de janeiro de 2013 quando o prefeito Zé Martins assumiu a gestão do município, a saúde pública de Bequimão foi tratada com carinho, como uma das ações mais importantes do município. Em maio de 2013, Bastico Moares que comandava outra pasta, foi intimado pelo prefeito Zé Martins, com a missão de assumir a secretaria de saúde de Bequimão. O desafio foi aceito e o trabalho começou a ser feito imediatamente.

Atualmente o Município de Bequimão dispõe de nove Unidades Básicas de Saúde (UBS), que contam com recepção, consultórios médicos e de enfermagem, sala de triagem, procedimentos, imunização, farmácia e saúde bucal; além das instalações físicas das UBS´s reformadas e ampliadas, secretaria de saúde de Bequimão conta também com um Pediatra, um Oftalmologista, um Médico para Ultrassom, uma equipe do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde Familiar) com dois Fisioterapeutas, dois Terapeutas Ocupacionais, um Nutricionista e uma Assistente Social, e 10 equipes de Estratégia de Saúde da Família com 10 Médicos, 10 Enfermeiras, 10 Técnicas de Enfermagem e 61 Agentes Comunitários de Saúde proporcionando assim atendimento ambulatorial e domiciliar para toda população de Bequimão.

Além das melhorias nas UBS’s, o município conta hoje com um Hospital de 20 leitos e um corpo clínico com 06 médicos, que garante atendimento de urgência e emergência de qualidade para toda população de Bequimão e até municípios vizinhos. Até 2012 a situação da saúde em Bequimão era bem diferente, onde não havia Centro Cirúrgico adequado para uma cesariana.  Naquela época, até a vigilância sanitária fechou o centro cirúrgico por entender que o ambiente era antiprofilático.

A SAÚDE DE CARA NOVA

Com a gestão de Zé Martins e a chegada de Bastico Maraes ao comando da secretaria de saúde de Bequimão, a população ganhou novos ares. A partir daí, houve aquisição de duas novas ambulâncias para melhorar o atendimento; facilitando o transporte de pacientes de qualquer ponto do município. A equipe de trabalho também será ampliada, onde o Ministério da Saúde através de solicitação da Gestão Municipal já formalizou processo para liberar a contratação de mais seis novos Agentes Comunitários de Saúde através de processo seletivo. Com isso, o município de Bequimão serve como referência não só para a baixada maranhense, como para os demais 216 municípios do estado, que ainda sofrem por falta de gestão no que tange saúde pública.

NOVA VISÃO

Em 2014 a secretaria de saúde de Bequimão realizou o Mutirão da Catarata em parceria com o Governo do Estado, possibilitando atendimento de mais de 500 pacientes. Só nas primeiras ações foram realizadas 306 cirurgias, onde a secretaria de saúde de Bequimão bancou transporte, alimentação e medicamentos. Pessoas que não enxergavam há mais de 20 anos voltaram a enxergar. O programa praticamente erradicou a catarata no município.

Pensando no desenvolvimento de Bequimão, o secretário Bastico Moraes, juntamente com o prefeito Zé Martins traçaram planejamento para que a secretaria pudesse trabalhar ações preventivas através do NASF e ESF na Saúde do Homem, Saúde da Mulher, Saúde do Idoso, na Imunização, nos Programas de Hanseníase, Tuberculose, Hipertensão e Diabetes, e na Saúde da Escola. A partir daí o município de Bequimão está entre os melhores quando o assunto é saúde pública de qualidade.

CENTRO DE SAÚDE MUNICIPAL

Mesmo com um hospital de vinte leitos e todo equipado, a secretaria de saúde achou por melhor, transformar a antiga Unidade Mista de Saúde, em um Centro de Saúde Municipal. Com funcionamento diário e várias especialidades, a nova casa de saúde do município conta com Pediatria, Dentista, Fisioterapeuta, Ultrassonografia, Vacinação e consultas medidas. Além disso, todos os curativos são feitos no centro de saúde municipal.

De acordo com o secretário de saúde, Bastico Moraes, o prefeito Zé Martins não tem medido esforços para garantir uma saúde de qualidade para toda população. “Nossas equipes são completas, com médicos, enfermeiros, técnicos e motoristas. Temos carro para levar e buscar a equipe de Saúde da Família. Desde que assumimos mantemos o compromisso de trabalhar pela população, já que o povo sofreu muito com a precariedade durante quatro anos”, disse o secretário.

GESTÃO DE PULSO FIRME

Durante os 31 meses de gestão do prefeito Zé Martins, a saúde do município ganhou várias aquisições e ainda continua crescendo. A zona rural hoje conta com Unidades de Saúde altamente equipadas, com atendimento regionalizado ao público. Em breve outras Unidades de Saúde serão inauguradas e construídas nos principais povoados do município.

Para melhorar ainda mais a saúde no município, o prefeito Zé Martins está implantando o Sistema de Abastecimento de Água potável em toda região. E para facilitar a chegada das equipes de saúde da família em cada povoado, as estradas foram recuperadas e hoje o município conta com as melhores estradas vicinais da região. “A saúde para melhorar é preciso um conjunto completo. Bons profissionais, dedicação total, transporte de qualidade, estadas boas, água de qualidade e acima de tudo, gestão”, disse Bastico, que afirma ter o apoio incansável do prefeito e que absorve as ideias do experiente político Juca Martins, que segundo o secretário de saúde, conhece cada pedaço de Bequimão.

É com essa base de conhecimentos e a confiança tanto do prefeito Zé Martins, quanto do Mestre Juca Martins, que a gestão anda e os resultados vieram de imediato.

SERVIÇOS OFERECIDOS

O município conta atualmente com 10 equipes do ESF (Antigo PSF) e atua nos povoados de Quindíua, Paraicatíua, Macajubal, Santana, Areal, Bebedouro, Mojó, Jacioca, Zona Urbana I e II. As equipes trabalham de segunda a sexta feira. Com isso os serviços de saúde de Bequimão estão cada vez melhores, e como resultado de dezenas de profissionais, que se dedicam a cuidar dos bequimõenses, o município hoje é referência estadual.

OS NÚMEROS MOSTRAM DADOS DE OUTUBRO/2014 à ABRIL/2015

Consultas: 11.853

Urgência e Emergência: 7.889

Pequenas Cirurgias: 85

Cirurgias: 57

Partos: 95

Internações: 945

Ultrassonografia: 840

Raio X: 238

# Esses números devem ter aumentado, já que estamos há 120 dias após o balanço feito pela secretaria de saúde. Lembrando que esses dados são do Hospital Lídia Martins.

 

Secretário de Saúde de Alcântara vai ter que se explicar sobre morte de jovem

COMPARTILHE

O deputado estadual Wellington do Curso, denunciou na tribuna da Assembleia o descaso na saúde pública do município de Alcântara. Em seu pronunciamento feito na manhã desta quarta-feira (5), o deputado Wellington do Curso (PPS) levou à Assembleia uma grave denúncia sobre o clima de instabilidade, insatisfação e manifestações ocorridas na cidade de Alcântara, nos últimos dias, devido à morte de uma jovem gestante, de 19 anos, ocorrida no último dia 30 de Julho.

O parlamentar também encaminhou uma indicação solicitando ao Secretário Municipal de Saúde de Alcântara, Raimundo Neto, que preste esclarecimento aos deputados sobre os fatos referentes à morte da jovem e seu bebê, causada por falta de atendimento.

Sempre em defesa dos direitos das minorias, Wellington ressaltou a necessidade de se enfatizar o direito à saúde e o zelo com a dignidade humana. “Desde domingo, a cidade de Alcântara tem passado por um momento de instabilidade e de manifestações. Todos os dias, manifestantes de Alcântara vão até a Prefeitura ou até a Câmara Municipal e isso tem causado certa instabilidade no município. Fizemos hoje uma indicação solicitando ao secretário municipal de Saúde de Alcântara, Raimundo Neto, que preste os esclarecimentos sobre os fatos inerentes à morte dessa jovem de 19 anos, como preceitua a Constituição Federal no seu artigo 196, que reconhece a saúde como direito de todos e dever do Estado”, destacou o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia.

Antenado em tudo, Wellington vai brigar até o fim, para o povo de Alcântara seja respeitado, mediante seus direitos. Desde o dia 30, a população de Alcântara saiu as ruas e não tem data pra parar.

Profissionais da saúde capacitados

COMPARTILHE

11

Cinco profissionais da saúde de Bequimão participaram de uma oficina sobre teste rápido para HIV/Sífilis e hepatites B e C, realizada nos dias 28 e 29 de maio, no Hotel Veleiros, em São Luís/MA. Com esse treinamento, promovido pela Coordenação Estadual de Atenção às DST/Aids, o município ficou apto a oferecer mais esse serviço à população local.

Foram capacitados a enfermeira Paula Martins e o bioquímico Wendel Bouéres (do Hospital Lídia Martins), as enfermeiras Cláudia Costa e Letícia Fiquene (da Atenção Básica) e a enfermeira Thamisy Araújo (Vigilância em Saúde).

Segundo a secretária adjunta de Saúde, Ramone Araújo, o prefeito Zé Martins determinou que outros profissionais também fossem treinados, para que o teste rápido fique disponível para o maior número de pessoas em Bequimão.

O exame poderá ser feito de segunda a quinta no Centro de Saúde (antiga unidade mista), no Hospital Lídia Martins e as equipes do programa Estratégia Saúde da Família levarão às unidades básicas de saúde dos povoados. As gestantes serão público prioritário, mas o teste poderá ser feito por qualquer pessoa que buscar o serviço.

O QUE É O TESTE RÁPIDO

11 1211

Segundo o Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, pesquisas indicam que existem hoje no Brasil cerca de 630 mil pessoas vivendo com o HIV, o vírus da AIDS, e que, dentre estas, cerca de 255 mil nunca teriam feito um teste de diagnóstico e, por isso, não conhecem sua sorologia. O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito por meio de testes realizados a partir da coleta de uma amostra de sangue. No Brasil, temos os exames laboratoriais como o Elisa anti-HIV e os testes rápidos que detectam os anticorpos contra o HIV em um tempo inferior a 30 minutos.

Os testes rápidos são feitos a partir da coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo. O sangue é colocado em dois dispositivos de testagem e, para chegar ao resultado, o profissional segue um fluxo determinado cientificamente. Se os dois dispositivos tiverem os mesmos resultados, o diagnóstico já é fechado. Porém, se houver discordância entre os resultados, é feito outro teste com um terceiro para confirmação. Assim, o resultado tem a mesma confiabilidade dos exames convencionais e não há necessidade de repetição em laboratório.

Matéria de Assessoria

 

 

Sebastião Albuquerque pede recuperação de esgoto

COMPARTILHE

SBA

Através de indicação, o vereador Sebastião Albuquerque (DEM), pediu à Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, que encaminhe ofício ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), solicitando as devidas providências junto à Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), no sentido de viabilizar a recuperação de esgoto localizado no início da Avenida Solimões, no bairro Parque Amazonas.

De acordo com o vereador, tal solicitação já foi expedida pelos moradores do bairro, mas até o momento não obtiveram resultado. Segundo a comunidade, o local está abandonado pelo poder público e nada foi feito até agora pelo bairro, que sofre com as fortes chuvas.

“A adoção de medidas contribuirá para a melhoria da qualidade de vidas dos moradores e condutores de veículos que, diariamente, são obrigados a conviver com os dejetos que escorrem pela via pública e o mau cheiro que exala do esgoto” – enfatizou Sebastião Albuquerque.

 

Texto: Nice Moraes

Basileu pede ambulância e medicamentos para o B.F

COMPARTILHE

BAS

O vereador Basileu Barros (PSDC) protocolou requerimento na Câmara Municipal, já encaminhado ao Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e à secretaria da Saúde, Helena Duailibe, pedindo uma ambulância para transportar pacientes, em caso de emergência, no posto de saúde do Bairro de Fátima.

No mesmo requerimento, o vereador Basileu Barros pede ao prefeito e à secretária municipal da saúde, que determinem providências para reforçar o estoque dos medicamentos no posto de saúde do Bairro de Fátima que, no momento, são insuficientes diante da demanda de pacientes atendidos.

“O prefeito e a secretária certamente serão sensíveis aos pleitos de milhares de moradores do Bairro de Fátima, que padecem pela ausência da ambulância para transportar seus doentes, e também pela falta de medicamento nas prateleiras da farmácia do posto de saúde da comunidade”, justificou.

 

Texto: Suêlda Cordeiro

Unihosp é condenada pela Justiça

COMPARTILHE

UNIHOSP

A Quinta Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) manteve a decisão do juízo da 13ª Vara Cível da capital, que condenou a Unihosp (Serviço de Saúde Ltda), a pagar indenização no valor de R$10 mil reais, por não autorizar atendimento emergencial a uma criança (cliente) do plano de saúde.

O relator do processo, desembargador Raimundo Barros, entendeu que o juízo acertou em condenar a Unihosp a arcar com todas as despesas referentes à internação e tratamento da criança, além do pagamento pelo dano moral.

De acordo com os autos, a criança, em companhia da mãe, chegou à clínica UPC, no dia 05.12.2013, às 1h40, com crise de asma, e atingindo, em seguida, o quadro de insuficiência respiratória grave.

Ao ser atendida, foi diagnosticada com estado de sufocamento grave, necessitando de intervenção de urgência sob pena de agravamento do quadro e, até mesmo, correndo risco de morte.

Contudo, a clínica esclareceu que não poderia prestar o atendimento, pois o plano não cobria a ocorrência em face do não preenchimento da carência, sendo a mãe obrigada a submeter o tratamento do seu filho por meio particular.

Em sua defesa, a Unihosp alegou que o tratamento não ocorreu em razão da necessidade do cumprimento do período de carência por parte do usuário.

O relator ressaltou que a criança, por meio de sua mãe, firmou contrato de prestação de serviços de assistência médico-hospitalar, de natureza clínica, cirúrgica e obstétrica, exames complementares e serviços auxiliares de diagnose, terapia e cirurgia com tratamentos especializados, desde março de 2013 e estava adimplente com suas obrigações contratuais.

Reforçou o magistrado que a matéria deve ser resolvida sob a ótica das regras do Código de Defesa do Consumidor, vez que a prestadora do plano de saúde enquadra-se como fornecedora de serviços, enquanto a pessoa física como destinatária final, ou seja, consumidora, nos termos dos artigos 2º e 3º da Lei nº. 8.078/90. (Processo nº. 008138/2015)

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Saúde de São Luís com nova roupagem

COMPARTILHE

O Prefeito Edivaldo entregou nesta quinta-feira (29) os novos kits de uniformes para os agentes comunitários de saúde que atuam na zona urbana e rural de São Luís. A iniciativa é mais uma ação visando efetivar a política municipal de saúde preventiva e à melhoria das condições de trabalho dos agentes de saúde. Na oportunidade, Edivaldo anunciou o novo piso salarial da categoria, que passará dos atuais R$ 900,00 para R$ R$ 1.014,00, mais os acréscimos de 20% de adicional de insalubridade e outras vantagens inerentes à profissão.

“Tenho a grata satisfação de anunciar que vamos cumprir o piso nacional da categoria, cujos valores serão aplicados já a partir deste mês. Fazemos isso porque sabemos da importância do trabalho dos agentes comunitários de saúde como estratégia fundamental na nossa política de saúde preventiva. Além disso, estamos melhorando as condições de trabalho desses profissionais com a distribuição de novos fardamentos e acessórios para o bom desempenho de suas funções”, afirmou Edivaldo.

EDIVALDO

O prefeito informou ainda que, como os agentes de saúde deveriam ser pagos totalmente com recurso federal, para atingir a meta de pagar o piso nacional à categoria, a Prefeitura de São Luís vai complementar o salário com recursos do Tesouro Municipal.

São Luís tem, atualmente, 849 agentes comunitários de saúde, atuando na zona urbana e rural de São Luís. Em ato simbólico, o prefeito entregou um kit para um agente representante de cada um dos sete Distritos de Saúde de capital, como o do Bequimão, Centro, Cohab, Coroadinho, Itaqui-Bacanga, Tirirical e Vila Esperança. O Kit com os novos fardamentos é composto por duas camisas, um boné e uma bolsa.

O prefeito Edivaldo lembrou que, recentemente, em encontro realizado entre representantes da categoria e a Prefeitura, também foram anunciadas outras melhorias para os agentes de saúde da capital, dentre elas, o reconhecimento dos trabalhadores como técnicos e agentes comunitários (estabelecendo desta forma o plano efetivo de Cargos e Carreiras a estes servidores). Outra melhoria foi a promoção de cursos voltados à capacitação destes profissionais.

A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, explicou a importância dos benefícios concedidos para a melhoria do trabalho dos agentes de saúde e para a consolidação da política de saúde preventiva implementada na capital como uma prioridade de gestão do prefeito Edivaldo.

“O agente comunitário de saúde é o porta-voz da população. No sistema de saúde, é este profissional quem faz o elo entre a Prefeitura e a comunidade. Além do mais, a execução do Programa Saúde da Família (PSF) só é possível através do agente comunitário”, disse a secretária, frisando ainda que o fardamento entregue, além de padronizar a vestimenta e proporcionar melhores condições de trabalho aos agentes, dará também mais credibilidade e confiança junto aos moradores que recebem as visitas domiciliares.

EDIVALDO EDIVALDO1

Durante a cerimônia, o prefeito Edivaldo recebeu das mãos do presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde de São Luís (Sindacs), Sérgio Guterberg, uma placa concedida ao prefeito de São Luís, durante evento nacional da categoria, que homenageou todos os prefeitos brasileiros que cumpriram a meta da portaria ministerial de pagar R$ 950,00 de piso salarial as agentes de saúde, no ano passado.

“A meta salarial do ano passado foi devidamente cumprida pelo prefeito Edivaldo, por isso o sindicato nacional da categoria concedeu a ele essa honraria. E agora, fomos agraciados com o anúncio de um novo piso para a categoria, a partir deste mês, o que muito dignifica o nosso trabalho e mostra a atenção do prefeito para com os profissionais da área”, disse o presidente do Sindacs.

A cerimônia de entrega dos novos kits de fardamentos contou também com a presença dos vereadores Barbosa Lages, Armando Costa, Josué Pinheiro, Pavão Filho; dos secretários municipais de Planejamento e Orçamento, Cursino Moreira; Educação, Geraldo Castro; Comunicação, Batista Matos; Articulação Política, Severino Sales; da presidente da Associação dos Agentes Comunitários de São Luís (AAGESOL), dentre outras autoridades representativas do setor.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free