casa » Archivo de Etiquetas: saúde (página 5)

Archivo de Etiquetas: saúde

HANS NINA: MEUS AGRADECIMENTOS

COMPARTILHE

As decisões que tomamos na vida nem sempre são agradáveis. Ponho nas mãos de Deus aquilo que Ele entender melhor. Em junho de 2015 assumi a presidência do Moto Club de São Luís. Naquele momento, cercado de desconfiança pela falta de recursos, e de surpresa por parte dos amigos. “Estás louco?”, foi a pergunta que mais ouvi.

Com muito trabalho, esforço, dedicação, apoio familiar, dos patrocinadores e torcida; conseguimos alcançar cinco grandes objetivos em campo: o título de Campeão Maranhense, uma das quatro vagas de acesso da série D para a série C do Campeonato Brasileiro, vaga para Copa do Nordeste, vaga para Copa do Brasil e a revelação de grandes promessas para o futebol maranhense.

Fora de campo, iniciamos a organização administrativa do clube; adesão ao Programa de Recuperação Fiscal, com o parcelamento de débitos; fechamento e cumprimento de acordo trabalhistas; pagamento em dia de salários; pagamento de premiações; melhorias no CT com o apoio do MOTIM; reforma do estatuto; venda direta de produtos licenciados; quitação de parcelamento de conta de energia do CT etc.

Muito ainda precisa ser feito pelo Moto Club. Muito mesmo!!! Meu projeto pessoal era levá-lo à Série A em 2020. Infelizmente, neste momento, a saúde não permite, a mim, a dedicação que o clube precisa.

Em fevereiro deste ano, ainda no início do Estadual, sofri um infarto, então com 39 anos. A partir dali, passei a empregar um sofrimento à minha família. Dentre contratações, pagamentos e providências tomadas ainda na uti do hospital, falei que ficaria na presidência até o fim do Estadual. Fomos campeões! Veio o Brasileiro! Como sair assim?

Depois de muita conversa, falei que ficaria até o fim do Brasileiro. Conquistamos o acesso! Aí vem a Série C!

O conflito familiar instalou-se. Alguns dos meus sonhos, ser presidente do clube, ser campeão, subir de divisões do Brasileiro…não poderia largar.

Relutei. Argumentei. Enfim, cedi. Os sonhos e conquistas só valem a pena se partilhados com felicidade por aqueles que amamos. E minha família não estava feliz.

Por outro lado, não poderia ser ingrato com o Moto. “A alegria que esse clube me proporcionou nos últimos meses, preciso retribuir”. E a melhor forma de fazer isso é permitir que outro motense dê continuidade a essa belíssima história que o Moto construiu ao longo de décadas.

Um clube de futebol exige de qualquer presidente dedicação integral. 24 horas por dia. 7 dias da semana. Com 4 competições ao longo de 10 meses, nem se cogita outra conduta. E isso, nesse momento, minha saúde não permite. Não posso insistir e prejudicar o clube e essa maravilhosa e apaixonada torcida. Tentar ficar e sair durante uma competição não é justo.

Há 17 meses ninguém imaginava que estaríamos nesse cenário tão positivo. Quem chegar encontrará parte de cota da Copa do Brasil e a cota da Copa do Nordeste a receber; débitos parcelados; negociações iniciadas; 2 meses para contratar; 1 mês para treinar antes do Estadual e o interesse de vários jogadores em virem para o Papão.

Meu agradecimento eterno por todo apoio recebido ao longo desse período: ao Governo do Estado do Maranhão, na pessoa do governador Flávio Dino; à Secretaria de Esportes do Estado, na pessoa do secretárioMarcio JardimJoslea RodriguesLeonardo CordeiroJefferson BarbosaMaxwell Guerra e todos que apoiaram o Moto Club; à Secretaria de Fazenda do Estado, na pessoa do secretário Marcellus; à Cemar, nas pessoas de Hubert, Luiz Carlos e Jeane Pires; ao Supermercado Mateus; Hospital Aldenora Belo; Hotel Bristol, Planotopo, JeováBarbosa Engenharia, na pessoa de Neto Oliveira; Superclínica, Safemed e clínica DOM, nas pessoas de Henrique Almeida, Gustavo Almeida, Gustavo Vinhas ; Gelo da Ilha, na pessoa de Jorge Mesquita; Água You Happy; D+ Academia, na pessoa de Luciana ArguellesLuart Malharia e Eggos Malharia São Francisco; a DataClick, na pessoa de Mauro Pereira; ao deputado Glalbert Cutrim; à Federação Maranhense de Futebol e toda sua equipe; à SuperBolla; DCTR Eirele; Dani E Antônio Marão; Edson Araújo; Luiz Carlos e Adriana Vieira, contadores; Neto Dragões e toda família Hely Carlos Cláudio; equipe da UFMA, nas pessoas dos professores Mário Sevilio Junior e Emerson Silami.

Também terei gratidão eterna por quem ombreou conosco nessa luta, Waldemir RosaJose Alexandre RochaAdolfo Testi, Dra Julia AminGilberto CamaraCelio Sergio, Anderson Lima, Flávia Bitencourt Jose Rui Aires Jr.Epifanio Souza, Cláudio, Ithamar Sousa Ferreira, Seu Dico. A quem me fez ingressar na diretoria, Edmar Cutrim, Roberto Júnior e Roberto Fernandes.

A todos que trabalharam direta e indiretamente, funcionários e quem honrou a camisa rubro negra.

Ao MOTIM: (Wender SilvaIsabela CastroVitor PfluegerElyson ViníciusEvandro Cleane Figueiredo) que apoiou inclusive financeiramente no momento que precisamos. A todos os torcedores que incentivaram e apoiaram, nas vitórias e derrotas (somente 4). À imprensa que trabalha de forma séria e comprometida com a verdade.

Aos clubes e dirigentes adversários pela dedicação ao futebol; em especial ao Sérgio Frota, que deixou a rivalidade de lado, colaborando com empréstimo de atleta no campeonato Brasileiro.

E, principalmente, quem permitiu que eu chegasse até aqui: Deus, sem Ele nada acontece; minha mãe Socorro e minha esposa Patricia Rocha.

Enfim, se me esqueci de algum nome por puro lapso, deixo meu muito obrigado!

A unanimidade nunca vai existir. Tive falhas. Muitas. Sempre querendo acertar. Quem virá, certeza que logrará mais êxitos. Estarei torcendo e colaborando da forma que for possível.

Qualquer situação dita, além disso, não passa de devaneio.

Com lágrimas e tristeza escrevo essas palavras. Em breve, as transformarei em alegria pelas conquistas que o Moto continuará alcançando pela próxima gestão.

Até breve!

Hans Nina

 

Prefeitura de Bequimão realiza mais um mutirão oftalmológico

COMPARTILHE

A prefeitura de Bequimão, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na tarde desta quinta feira (11) no Centro Municipal de Saúde (Antiga Unidade Mista), um mutirão de consultas com um especialista em Glaucoma.

M3 M5

120 pacientes foram atendidos no mutirão, e 59 pacientes já iniciaram o tratamento com o colírio contra glaucoma. O atendimento se estendeu até as 18h40, onde muita gente procurou as consultas.

M2 M4

Após as consultas, todos os pacientes diagnosticados com glaucoma receberam o colírio que é doado pela Secretaria de Saúde de Bequimão. As consultas foram realizadas pelo oftalmologista especialista Werner Pinto Aguiar.

O QUE É GLAUCOMA?

Glaucoma é uma doença ocular causada principalmente pela elevação da pressão intraocular que provoca lesões no nervo ótico e, como consequência, comprometimento visual. Se não for tratado adequadamente, pode levar à cegueira.

Há vários tipos de glaucoma. O glaucoma crônico simples ou glaucoma de ângulo aberto, que representa mais ou menos 80% dos casos, incide nas pessoas acima de 40 anos e pode ser assintomático. Ele é causado por uma alteração anatômica na região do ângulo da câmara anterior, que impede a saída do humor aquoso e aumenta a pressão intraocular.

A principal característica do glaucoma de ângulo fechado é o aumento súbito de pressão intraocular. O glaucoma congênito (forma mais rara) acomete os recém-nascidos e o glaucoma secundário que é decorrente de enfermidades como diabetes, uveítes, cataratas, etc.

SINTOMAS

Glaucoma é uma doença assintomática no início. A perda visual só ocorre em fases mais avançadas e compromete primeiro a visão periférica. Depois, o campo visual vai estreitando progressivamente até transformar-se em visão tubular. Sem tratamento, o paciente fica cego.

De modo geral, a doença aparece com mais frequência a partir dos 40 anos, mas pode ocorrer em qualquer faixa de idade, dependendo da causa que provocou a pressão intraocular mais elevada.

DIAGNÓSTICO

De modo geral, dois sinais merecem a atenção: pressão intraocular acima da média e alterações no nervo ótico, perceptíveis no exame de fundo de olho. Outros fatores podem ajudar a confirmar o diagnóstico.

São pacientes de risco os negros que têm maior propensão a desenvolver pressão alta, pessoas com mais de 35 anos e os portadores de diabetes. O histórico familiar também é importante para o diagnóstico, pois cerca de 6% das pessoas com glaucoma já tiveram outro caso na família.

TRATAMENTO

Inicialmente, o tratamento é clínico e à base de colírios. Existem drogas por via oral que só são usadas em casos emergenciais.

Alguns tipos de glaucoma estão associados a distúrbios que requerem tratamento específico. Cessada a causa, a pressão intra-ocular regride e o problema visual desaparece. Portanto, a medicação oftalmológica é usada por prazo curto enquanto se trata a outra doença que provocou o glaucoma, por exemplo, diabetes.

O glaucoma crônico – tipo mais comum da doença – exige o uso constante de colírios pela vida inteira, porque não tem cura. Como pode ser controlado por meio de medicação, cirurgia ou raio laser, o paciente precisa ser mantido sob controle ininterruptamente.

Tratamento inadequado ou falta de tratamento podem levar à cegueira.

RECOMENDAÇÕES

  • Consulte com regularidade o oftalmologista, principalmente a partir dos 35 anos. O diagnóstico precoce do glaucoma é fundamental para o controle da doença;
  • Não se descuide da adesão ao tratamento. Muitas pessoas deixam de seguir as recomendações do médico, primeiro pela ausência de sintomas, depois, porque os medicamentos são muito caros. Esse descuido pode ter graves consequências.

 

 

 

 

 

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Câmara de Vereadores de Bequimão aprova requerimento que visa audiência com Secretário de Estado da Saúde

COMPARTILHE

A câmara de Vereadores do Município de Bequimão, aprovou na última sexta (17) um requerimento de autoria do vereador Amarildo Estrela Paixão (PSD), que pede uma audiência com o secretário estadual de saúde, Carlos Lula, para que seja esclarecido os repasses para a saúde no município de Bequimão, já que caminha para 10 meses o não repasse de R$100.000,00 (Cem mil reais) mensais ao município de Bequimão.

O requerimento foi aprovado por unanimidade pelos vereadores presentes em plenário. Os parlamentares que estavam presentes e aprovaram o requerimento foram: Amarildo Paixão (PSD), Jorge Filho (PP), Valmir Costa (PP), Raquel Paixão (PSDB), Nestor Junior (PSB), França Pereira (PV) e Doutor do Barroso (PDT).

Estiveram ausentes na sessão os vereadores Sassá (PDT), Vetinho (PMDB) e Elanderson (PCdoB), além do vereador Robson Cheira (PTN), que foi à câmara apenas assinar a folha de ponto e foi embora.

REQUER

Bequimão: O justo e necessário desabafo do prefeito Zé Martins

COMPARTILHE
O Governo do Estado pode ter o seu candidato a prefeito em Bequimão ou em qualquer outro município, o que não pode é, em nome da ânsia de eleger prefeitos a qualquer preço, perseguir e desqualificar gestões que estão dando certo, que têm mudado a realidade local.

Por Robert LobatoÉ de estarrecer qualquer pessoa com o mínimo de conhecimento sobre o que ocorre no município de Bequimão, em termos do trabalho que o prefeito Zé Martins (PMDB) vem empreendendo por lá, e o tratamento dispensado à cidade pelo Governo do Estado.

Com pouco mais de 20 mil habitantes (Ibge/2010), Bequimão é uma pequena cidade localizada na bela região da Baixada Maranhense. É um dos poucos municípios maranhenses em que se pode afirmar que há prefeito de verdade, pois foge do padrão de gestão da maioria das cidades marcado pelo descaso, incompetência, corrupção e abandono administrativos.

Pois na semana passada o prefeito Zé Martins tornou-se o pior e mais odiado dos gestores municipais tão somente porque teve a coragem de romper com o silêncio e denunciar que o Governo do Maranhão, através da Secretaria de Saúde, não tem cumprido com sua parte no que diz respeito aos repasses financeiros para manutenção do Hospital Lídia Martins.

O prefeito de Bequimão chegou a classificar como “desumano” o tratamento que o município tem recebido do Palácio dos Leões.

O desabafo de Zé Martins ocorreu durante audiência pública sobre Segurança Pública, realizada na última quinta-feira (09), momento em o chefe do executivo municipal bequimãoense aproveitou também para desmascarar o vereador Elanderson Pereira (PCdoB), pré-candidato a prefeito, Pereira tem insistindo em espalhar boatos de que o referido repasse tem sido feito com a regularidade que o hospital necessita para funcionar adequadamente sem comprometer os já escassos recursos do erário municipal. Balela!

O que ocorre em Bequimão é a velha prática de perseguição política que os maranhenses pensavam não ser mais uma realidade por estas plagas, mas que, infelizmente, ainda persiste.

O Governo do Estado pode ter o seu candidato a prefeito em Bequimão ou em qualquer outro município, o que não pode é, em nome da ânsia de eleger prefeitos a qualquer preço, perseguir e desqualificar gestões que estão dando certo, que têm mudado a realidade local e dando voz e vez para as demandas da população. Pois é exatamente isso que acontece atualmente no município de Bequimão sob a liderança de Zé Martins.

E o justo e necessário desabafo feito pelo prefeito desta pequena cidade baixadeira pode ser apenas mais um de tantos outros que podem ecoar em breve pelo Maranhão afora.

O fato é que parece que os prefeitos e prefeitas estão perdendo o medo de expressar suas angústias.

A democracia e a cidadania agradecem.

Comunidades quilombolas de Bequimão se reúnem no quilombo Ariquipá.

COMPARTILHE

Com o tema: “Promovendo a saúde nas comunidades quilombolas”, vários Quilombos se reuniram neste domingo (5) na comunidade Ariquipá. Pela manhã estiveram Presentes os Secretários Dinha Pinheiro (Cultura e Igualdade Racial), Creuber Pereira (Agricultura), e Bastico Moraes (Saúde) que refletiu o tema com as comunidades.

AR2 AR4

O Prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), também se fez presente e falou das ações em prol das comunidades quilombolas, bem como da disponibilidade que sua gestão tem pra acolher novas iniciativas que visam melhorar a vida nos quilombos. Zé Martins Lembrou ainda, os desafios que a atual gestão tem enfrentado para manter todos os seus compromissos.

AR1 AR5

A tarde o professor Istivan da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), apresentou o projeto sobre qualidade de vida e controle da hipertensão arterial em comunidades quilombolas.

Vários Quilombos se fizeram presentes durante a reunião. Muitas lideranças também compareceram ao evento. Vale ressaltar ainda, a presença do líder quilombola da comunidade Conceição, Pinininho que sempre tem motivado a luta e a promoção do direito e da justiça nas comunidades Quilombolas de Bequimão. “Eh, meu pai quilombo….eu também sou Quilombola”. E a reunião foi encerrada ao som do Tambor de Crioula.

Chaguinhas diz que governador e prefeito deixam a desejar no combate ao Aedes aegypti

COMPARTILHE

O vereador Francisco de São Luís, Francisco Chaguinhas, líder do PP na Câmara Municipal, afirmou em seu discurso nesta segunda-feira (25) que a capital maranhense está aquém do que precisa ser feito na área de saúde. Ele destacou que isso contribui para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.

“Vivemos hoje uma preocupação com o combate à proliferação de vírus, em especial aquele vinculado à dengue e ao zika, e que efetivamente tem uma vinculação muito forte com a ausência de políticas públicas na área da saúde. São Luís, assim como todo o Estado do Maranhão, por mais que nos últimos anos tenha algumas melhorias, infelizmente neste setor ainda está aquém de alcançar um serviço de qualidade” — disse Chaguinhas.

O parlamentar progressista cobrou uma atitude efetiva de todos os entes federativos pela prevenção à doença e questionou a falta de parceria da Prefeitura de São Luís com o Governo do Maranhão no combate a proliferação do vírus.

“Cadê a parceria? O prefeito Edivaldo Júnior só procura o governador Flávio Dino para firmar parceria de asfalto? E a saúde como fica? Por tanto, os governos municipal e estadual estão deixando a desejar. Isto porque não está havendo um empenho suficiente para acalmar esse caos, uma vez que os hospitais não estão bem equipados para receberem os cidadãos infectados pelo mosquito” — declarou o parlamentar.

O vereador cobra providências em relação ao avanço da doença, mas ressaltou que as pessoas estão sendo jogadas à própria sorte por falta de interesse dos gestores em encarar a situação de frente.

“Hoje a cidade vive uma epidemia. Milhares de maranhenses estão em suas casas, não podendo nem se levantar porque essa doença traz muitas dores ao corpo. Você vai às UPAs e não encontra  a medicação. Você vai aos prontos socorros e também não tem a medicação. De que vale o executivo? De que vale o governo do Estado do Maranhão? As pessoas estão sendo jogadas à própria sorte” — disse o vereador.

Texto: Davi Max

 

Flávio Dino mexe tarde e ainda faz substituição errada na secretaria de saúde

COMPARTILHE

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), considerado o Pierre Levy da internet, fez mais uma mexida em seu time de  secretários. A vítima agora foi o médico Marcos Pacheco, que foi substituído pelo advogado Carlos Lula, que é peixe do governador. O assunto está sendo o mais comentado nas redes sociais no momento.

 A exoneração do secretário de estado da Saúde, Marcos Pacheco (PDT), pelo governador Flávio Dino (PCdoB), pegou até os deputados aliados de surpresa. A informação chegou à Assembleia pelos parlamentares de oposição. Como de costume, Marcos Pacheco soube de sua exoneração através das redes sociais. Apesar disso, a saúde do Maranhão agradece, já que esse cidadão apesar de conhecer a área, não conseguiu mudar nada, ou melhor, mudou apenas o aparelho de Tomógrafo do Hospital de Santa Inês para o recém-inaugurado Hospital de Caxias. Mesmo com boas peças, Flávio Dino ainda não conseguiu montar um time competitivo.

Com a saída de Pacheco, quem assume a pasta é o subsecretário de Saúde do Maranhão e presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), Carlos Eduardo Lula. A expectativa agora é pra saber se ele será ou não mantido como titular do cargo. Caso seja mantido como titular da pasta, deve fazer desgraça com a saúde do Estado, haja vista que em uma entrevista ao Blog do Jornalista Clodoaldo Correa, Lula se mostrou contra os hospitais de 20 leitos.

Confira abaixo a entrevista de Carlos Lula, onde se mostra leigo ao assunto saúde pública.

O subsecretário de Saúde do Maranhão e presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), Carlos Eduardo Lula, concedeu entrevista exclusiva aos Blogs Marrapá e Clodoaldo Corrêa. O secretário falou sobre a mudança de diretrizes da gestão da saúde no Maranhão, o período conturbado de transição para a gestão da empresa pública e os novos caminhos da saúde.

O subsecretário enfatizou que o novo modelo de saúde prioriza os hospitais regionais, uma vez que os famigerados hospitais de 20 leitos não são financiados pelo Ministério da Saúde e não resolvem o problema. Ou seja, um grande engodo criado por Ricardo Murad.

Ele assegurou que não existem funcionários da EMSERH com salários atrasados e hoje está solucionado o problema de falta de abastecimento nas unidades de saúde.

Lula enfatizou que o primeiro ano foi para sanar as irregularidades, uma vez que é público e constatado pela Polícia Federal os desvios da secretaria na gestão do ex-secretário Ricardo Murad.  Continue Lendo…

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Secretaria de Saúde de Bequimão realiza mutirão de Glaucoma

COMPARTILHE

FOTOS: Rodrigo Martins

Acesse as fotos: http://clubedafotobequimao.blogspot.com.br

A prefeitura municipal de Bequimão, através da secretaria de saúde, realizou no último domingo (1), no Centro Municipal de Saúde, na Rua Capitão José Castro, no centro da cidade, o mutirão de Glaucoma, numa parceria com o Hospital da Visão de São Luís. A ação aconteceu das 8h às 12h e contou com uma equipe altamente capacitada, coordenada pelo jovem médico, Dr. Lucas Soares.

Durante a ação, dezenas de bequimoenses puderam fazer o exame de Glaucoma. Jovens, crianças e adultos tiveram a oportunidade ter um diagnóstico totalmente grátis. Gente dos quatro cantos do município fez o exame, que demorava poucos minutos e o resultado era imediato.

_DSC0842-1 _DSC0873

Para o paciente Marciano Aluízio Pereira, de 64 anos, morador do centro da cidade, falou da importância desse mutirão. “Todo exame é muito caro e que não tem condições financeiras acaba ficando cego. Graças a Deus o prefeito tem visto esse problema e ajudado muita gente. Sou aposentado, mas não tenho condições de pagar um exame disse”, destacou um dos beneficiados pelo mutirão.

Outro que estava muito feliz por fazer logo o exame foi Sabino Soares, de 62 anos e morador do Povoado Barroso. “Sem palavras para explicar este momento. Não tenho como pagar um exame desse e hoje estou sendo atendido de graça pela prefeitura”, disparou o paciente.

WP_20151101_08_54_15_Pro WP_20151101_09_04_35_Pro

Para Médico responsável pelos exames, Dr. Lucas Soares, é uma grande oportunidade para que os pacientes possam ter um diagnóstico mais rápido. “O glaucoma é uma doença assintomática e se detectada bem cedo, tem cura. Com isso o principal objetivo deste mutirão é o diagnóstico precoce do glaucoma. É uma doença associada a pressão dos olhos e se não tratar pode levar a cegueira”, explicou o especialista.

O prefeito Zé Martins (PMDB), falou da importância de uma ação oftalmológica em um município que hoje é referência em saúde na baixada.

“Não tem como não ficar contente com essa grande aceitação. Estou dando minha vida pela melhoria do povo de Bequimão. No final do mês de outubro mandei 25 pacientes para São Luís, onde fizeram cirurgias oftalmológicas e tudo totalmente grátis. O povo precisa e eu procuro fazer com dedicação. Quase 500 pacientes já foram atendidos com os mutirões realizados por nós e vamos fazer muito mais”, descreveu o prefeito.

_DSC0792 _DSC0796

CONHEÇA O GLAUCOMA

Glaucoma é uma doença causada pela lesão do NERVO ÓPTICO relacionada a pressão ocular alta. Pode ser crônico ou agudo. Quando crônico é caracterizado pela perda da VISÃO PERIFÉRICA (visão que permite perceber objetos ao nosso redor), devido à lesão das fibras dos nervos que se originam na RETINA e formam o nervo óptico. O principal fator relacionado a esta lesão é a pressão interna do olho alta, porém existem outros fatores ainda em estudo. Quando agudo, se dá porque a pressão interna do olho torna-se extremamente alta e causa perda súbita e grave da visão (a média da pressão é 16 mmg, porém varia entre 12 até 23 mmg sem no entanto causar problemas na maioria das pessoas).

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free