casa » Archivo de Etiquetas: Porto

Archivo de Etiquetas: Porto

INSEGURANÇA TOTAL: Cujupe vira alvo de criminosos

COMPARTILHE

Mesmo com policiamento 24h, a comunidade de Cujupe, zona portuária do município de Alcântara se tornou alvo de marginais dia e noite. Passageiros denunciam que são abordados constantemente por ladrões e usuários de drogas que tentam extorquir dinheiro ameaçando em quebrar vidros dos veículos que ficam estacionados nas proximidades do Terminal Hidroviário onde atracam os Ferry Boats e por onde passam milhares de passageiros todos os dias.

Esta semana um vídeo circulou nas redes sociais Facebook e Whatsap em que um veículo que estava estacionado em um terreno no Cujupe teve seus 4 pneus furtados por um individuo conhecido na região por Bojé ou Bogea que segundo moradores, rouba na maior cara de pau. Segundo as pessoas que moram e trabalham lá, o crime aconteceu enquanto o dono do veículo veio a São Luís. Na volta o prejuízo já era grande. Na mesma semana um cidadão publicou em sua página no Facebook que foi vitima de tentativa de roubo e extorsão de marginais da área. O curioso segundo ele, é que os policiais que estão de trabalho no Cujupe não resolvem essas broncas, apenas fazem a segurança de passageiros das empresas privadas que administram os Ferry Boats.

“Esse Cujupe é complicado, deixei o meu carro ali na hora de pegar tentaram me assaltar, procurei a polícia para fazer um B.O, me informaram que só em Alcântara. Ali é complicado, tô deixando meu veículo em Bequimão por causa dessa insegurança”, desabafou João Pires.

Segundo os passageiros que trafegam por ali, o Porto de Cujupe é um local estranho, muitos indivíduos suspeitos que passam o dia inteiro apenas tentando cometer crimes. Outros passam o dia inteiro e só vão buscar encomendas suspeitas, coisas que passam na cara da polícia tanto do lado do Cujupe quanto do lado de São Luís. “É preciso alguém tomar uma providência, nunca vi um local onde o passageiro se mistura com todo mundo, não há separação, ambulante misturado com passageiros, qualquer um compra passagem, não é preciso documento, apenas de quem tem carro. Uma verdadeira casa de mãe Joana”, disparou um passageiro que atravessa a baía 4 vezes por semana.

Para quem gosta de viajar para São Luís e deixar seu veículo estacionado no Cujupe, é bom tirar os pneus e guardar na mala do carro ou deixar o veículo em casa e viajar de ônibus ou van, sai mais barato e não vai ter a possibilidade de um infarto fulminante. É bom lembrar que para fiscalizar cada passageiro teria que ter uma patrulha de no mínimo mil homens da força policial.

 

Parceria entre Prefeitura de Bequimão e Quilombolas constrói trapiche na Comunidade Sassuí

COMPARTILHE

Primeiro veio a certificação como comunidade quilombola; depois a estrada, a barragem e, agora, um trapiche que melhora o acesso dos pescadores ao porto. A Comunidade Quilombola de Sassuí tem experimentado um novo momento, com ampliação das políticas públicas que alcançam seus moradores. No início do mês, numa parceria entre Prefeitura de Bequimão e Movimento Quilombola de Bequimão (Moqbeq), foi construído um trapiche de madeira, antigo sonho da comunidade.

No feriado do Dia Internacional do Trabalhador, em 1º de maio, o mutirão começou desde cedo. Sassuí é um povoado localizado à beira mar, no Igarapé Raimundo Sú, no limite entre Bequimão e Alcântara. Os pescadores tinham dificuldade de alcançar suas embarcações ou mesmo de chegar à terra firme quando voltavam do mar. O trapiche de madeira vai ajudar muito a comunidade que tira seu sustento, principalmente, da maré.

Com a dificuldade de acesso, Sassuí ficou perto de desaparecer como povoado. Para uma das lideranças da comunidade, Venâncio Gusmão, todas essas melhorias vai fazer com que a comunidade cresça. “Nós já temos uma boa estrada, temos uma barragem, uma piscina natural, que recebe banhistas de vários lugares do município, e agora o trapiche do nosso porto, graças ao nosso prefeito, que deu uma alavancada em nossa comunidade”, disse.

Para a construção do trapiche, o prefeito Zé Martins garantiu a aquisição do material. O vereador Vadico do Areal, que tem forte atuação nas comunidades quilombolas, colaborou no trabalho, assim como os moradores e os membros do Moqbeq. “Vamos continuar dando uma atenção especial para as comunidades quilombolas, fortalecendo uma luta que eles já vêm travando há muitos anos. Na nossa gestão, começamos a encarar essas demandas com seriedade e os resultados já começaram a aparecer, refletindo em melhor qualidade de vida para os quilombolas de Bequimão”, enfatizou o prefeito.

Sassuí recebeu a certificação como comunidade remanescente de quilombo, pela Fundação Palmares, em 26 de novembro de 2013.

 

 

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free