casa » Archivo de Etiquetas: Ponte

Archivo de Etiquetas: Ponte

Em visita à Raimundo Sú, prefeito Anderson Wilker garante obra para o povoado e região

COMPARTILHE

Acompanhado do secretário de Educação Rogério Paixão e do pré candidato a vereador Adelino, o prefeito Anderson Wilker esteve no último sábado (27), em visita à comunidade de Raimundo Sú, onde reuniu com lideranças locais e de povoados da região.

Durante conversa com as lideranças, o prefeito garantiu que vai atender um desejo antigo da comunidade de Bituba, com a construção de uma ponte que liga a comunidade ao povoado Raimundo Sú. A previsão é que os serviços sejam iniciados ainda no mês de julho.

Anderson Wilker garantiu ainda, a conclusão da construção da escola de educação infantil do povoado Raimundo Sú. A equipe de trabalho da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura já está preparada pra iniciar os serviços.

“Serão mais duas conquistas importantes para essa região. Recentemente entregamos uma ambulância para a Unidade Básica de Saúde (UBS) de Raimundo Sú que atende diversas comunidades desse Polo. Agora vamos ampliar as benfeitorias para essa população”, destacou o prefeito Anderson Wilker.

Com a estiagem das chuvas, a prefeitura vai iniciar a recuperação de estradas de povoados da região, além de outras obras importantes.

Por ASCOM/Prefeitura de Alcântara-MA

Prefeito Zé Martins vistoria obra de recuperação da Barragem do Félis, no Areal

COMPARTILHE

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, vistoriou a obra de recuperação da Barragem do Félis, na região do Areal. Na visita, realizada no domingo (17), ele estava acompanhado do presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, João Martins; do secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Tonho Martins; do vereador Vadico do Areal; e do líder comunitário Joãozinho. A barragem tem mais de 3 km de extensão, com capacidade para garantir segurança hídrica às comunidades do entorno.

A construção de barragens, tapagens, canais e açudes permite que os produtores rurais possam fazer seus planejamentos e, assim, aproveitar a água que chega aos campos inundáveis no período das chuvas. Essa reserva assegura a disponibilidade de água durante todo o ano, resultando em fartura de peixes nativos e ambiente favorável à criação de patos.

Para a administração do prefeito Zé Martins, a recuperação das barragens tornou-se uma de suas prioridades, pela importância desse tipo de obra no sustento de centenas de famílias do município. “Com a água em abundância, os moradores dessas comunidades podem produzir, desfrutar das riquezas que vêm dos campos e, assim, conseguem ter segurança alimentar para toda a família e ainda vendem parte da produção”, destacou o prefeito.

O presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, João Martins, considera que o trabalho realizado pelo prefeito Zé Martins mostra o compromisso da gestão com os produtores da região. “Isso que o prefeito Zé Martins está fazendo se encaixa no programa dos Diques da Baixada, que é uma luta do Fórum da Baixada, para a nossa região. Isso permite, durante o período de seca, que sejam feitas reservas de água, garantindo alimentos e criação de animais, o que resulta numa qualidade de vida melhor para quem mora nessas áreas”, enfatizou.

A vistoria da obra foi acompanhada pela Comissão Comunitária de Fiscalização, composta por lideranças dos povoados de Areal, Sibéria e Santa Tereza, bem como por representantes do Movimento Quilombola de Bequimão (MoqBeq).

Segurança hídrica

Além das barragens, o prefeito Zé Martins também já escavou canais de 200m x 2,5m nos povoados de Marajatiua, Buritirana, Baixo Escuro, Santa Flor, São João, Muricizal e Bem Costa. Esses canais são garantia de lâmina d’água perene, possibilitando a pesca artesanal e a criação de animais mesmo durante a estiagem.

Fotos: Reprodução

Cézar Bombeiro pede construção de ponte que ligue os bairros de Santa Efigênia e Geniparana

COMPARTILHE

Depois de verificar de perto o sério problema enfrentado pelas duas comunidades da Santa Efigênia e Geniparana e reunir com segmentos comunitários, o vereador Cézar Bombeiro (PSD), através da Câmara Municipal de São Luís, solicitou ao Governo do Estado e à Secretaria de Estado da Infraestrutura, que em parceria com a Prefeitura de São Luís, seja feita a construção de uma ponte que interligue as duas comunidades facilitando a socialização entre elas e os deslocamentos.

No local havia uma ponte de madeira, construída pelos moradores dos dois bairros, que não resistiu por muito tempo e as últimas chuvas acabaram por destruí-la totalmente. O vereador Cézar Bombeiro destacou que as duas comunidades enfrentam sérios problemas com impactos sérios na saúde, educação  e infraestrutura, mas de acordo com os anseios coletivos para os moradores da Santa Ifigênia e Geniparana, a ponte está dentro do fator primordial, afirmou o vereador.

 

Texto da Assessoria do Vereador

Ponte José Sarney ou São Francisco?

COMPARTILHE

OTH

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) apresentou requerimento, junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, que sugere a instalação de uma Comissão Especial para fazer um levantamento de todos os bens públicos do Estado, que têm nome de pessoas vivas, com o objetivo de cumprir a Lei que proíbe esse tipo de homenagem a personalidades que ainda estão entre nós, independentemente de serem adversários ou aliados. O parlamentar protocolou também indicação para que a Ponte José Sarney passe a se chamar, oficialmente, Ponte do São Francisco, como já é, popularmente, conhecida.

Além do requerimento, o deputado apresentou também uma indicação ao governo do Estado, que visa transformar a Ponte José Sarney, oficialmente, em Ponte do São Francisco. “Na verdade, vamos só estar oficializando a forma como já é conhecida aquela via, além do que vai corrigir uma ilegalidade, que é o fato de ter o nome do ex-senador José Sarney que está vivo. Faço questão de explicar para que não passe a ideia de que seja perseguição”, esclareceu.

Segundo o requerimento, a Comissão Especial seria composta por sete membros para fazer um levantamento de todos os bens públicos do Maranhão que ainda tenham nomes de pessoas vivas. O parlamentar disse que, além de a Constituição Federal proibir a colocação de nomes de personalidades, que ainda estão entre nós, em órgãos públicos, já há jurisprudência nesse sentido proibindo e considerando ilegais os atos que realizaram essas homenagens.

Othelino lembrou que o deputado Edilázio Júnior (PV) já havia suscitado essa discussão ao protocolar uma indicação no sentido de dar o nome do radialista falecido, Herberth Fontenelle, ao estádio Castelão. “Inclusive eu próprio concordei com a homenagem que ele quer fazer. Dissemos eu e ele que não era nenhum demérito ao ex-governador João Castelo, que tem as suas qualidades, deixou marcas importantes como governador deste Estado, mas era no sentido de estabelecer a legalidade e fazer valer a lei”, explicou.

 

 

Ponte sobre o Rio Pericumã vira ponto turístico de políticos parasitas

COMPARTILHE

Zé Cabo

A construção da ponte sobre o Rio Pericumã, que ligará o município de Central do Maranhão a Bequimão, agora virou pauta de políticos parasitas. O local onde será construída a ponte se tornou o maior ponto turístico de políticos aproveitadores. O primeiro a passear no local, foi o enrolado Zé Inácio, que mesmo sendo da região, nunca tinha ido ao local antes.  Depois que Zé Inácio inaugurou o ponto turístico, vários aproveitadores já foram ao local, inclusive o deputado Cabo Campos, que esteve lá neste domingo (1).

Os políticos considerados papagaios de pirata, devem no mínimo procurar pesquisarem e ver que essa ponte está na promessa há décadas e nunca foi feita simplesmente por problemas políticos. Na época do primeiro governo de Roseana Sarney a ponde não foi construída porque o prefeito de Central era oposição ao grupo Sarney. Já no período em que Zé Reinaldo Tavares foi o governador, a obra não foi feita porque Juca Martins, que na época era o prefeito de Bequimão, segundo Zé Reinaldo, era um Roseanista de carteirinha. Já no governo Jackson, nem foi comentado. Na segunda gestão de Roseana, que em minha opinião foi um “Cocô” só ficou na promessa, mas os pedidos foram feitos, tanto pelo prefeito de Bequimão, Zé Martins, quanto pelo deputado estadual na época, Vitor Mendes.

Durante muito tempo, um grupo de políticos e cidadãos da baixada, vem se organizando para buscar através de convênios, a construção daquela ponte que irá beneficiar milhares de pessoas de vários municípios da região. Na campanha eleitoral passada, a Ponte sobre o Rio Pericumã, foi uma promessa de campanha de Flávio Dino e como as coisas se encaminham para a realidade, vários parasitas, fungos e bactérias políticos, estão querendo aparecer na foto, mas os méritos são do consórcio “GUARÀS” formado pelas principais lideranças da baixada, inclusive prefeitos.

p1 p2p3

Neste sábado (28) um grupo de cidadãos originários da Baixada Maranhense reuniu-se com a finalidade de articular a criação do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, como entidade da sociedade civil organizada, cujo objetivo é estabelecer um canal de interlocução com as diversas esferas do Poder Público para discussão das necessidades pertinentes à microrregião, como a construção de barragens, o projeto diques da Baixada e a construção da ponte Bequimão-Central do Maranhão. O evento foi realizado no auditório da TV da Assembleia Legislativa.

Participaram do encontro o Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, o ex-deputado Jota Pinto, o vice-prefeito de Pinheiro, César Soares, o vice-prefeito de Peri-Mirim, Eliezer Soares e o vereador Jean Reis, dezenas de vereadores, ex-prefeitos, intelectuais, estudantes, profissionais liberais, cientistas, lideranças e formadores de opinião de diversos municípios da Baixada maranhense.

Segundo o professor Flávio Braga, que coordenou os trabalhos, “a Baixada possui uma peculiaridade que a distingue sobremaneira das outras regiões pobres do Maranhão: embora o seu povo seja desprezado e muito empobrecido, as soluções para melhorar as condições de vida são baratas, simples e de fácil resolução. Só depende da vontade política de nossos governantes. Quem conhece bem a realidade social da Baixada pode atestar essa situação de omissão e abandono”.

A grande questão observada nesse encontro foi a ausência dos políticos parasitas, que só querem aparecer no momento do bolo, na hora da luta, estão bem longe. O certo mesmo, é que os aproveitadores, estão usando a tribuna da assembleia para tentarem se promoverem à custa de uma obra que não os pertence.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free