casa » Archivo de Etiquetas: Passagem

Archivo de Etiquetas: Passagem

Duarte Jr fala sobre o aplicativo de recarga de passagens em São Luís

COMPARTILHE

Na terça-feira (22), o deputado estadual Duarte Jr (PCdoB) falou na sessão plenária sobre o RecargaPay, aplicativo de recarga de passagens que passa a integrar o sistema de transporte público de São Luís. A novidade chega à capital maranhense após medidas em prol da modernização do setor solicitadas pelo deputado junto a órgãos públicos e ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (SET).

“É a realização de um sonho”, afirmou o deputado, que no primeiro semestre desse ano já havia protocolado a Indicação 936/2019, solicitando a criação de um app de recarga para facilitar a vida dos consumidores do serviço de transporte público.

E completou: “O que está sendo garantido aqui é a possibilidade de recarregar e de comprar o vale-transporte no cartão de débito e crédito”.

O aplicativo vai além da simples recarga solicitada por Duarte por meio da Indicação. O parlamentar foi ao encontro do vice-presidente de novos negócios do RecargaPay, Daniel Matias, que apresentou os outros recursos do app. “A grande revolução é que, se você recarregar até 20 reais no crédito, você tem 5% de desconto e isso não é promoção, é um benefício do aplicativo”, informou Matias.

O RecargaPay permite também a revenda dos créditos eletrônicos de passagem, como explica Daniel Matias. “Você baixa o RecargaPay, coloca dinheiro no aplicativo via boleto, depósito de urgência, depósito em lotérica ou transferência bancária, que você já está apto a recarregar o cartão de qualquer cliente ou amigo que esteja e você ganha 2% a mais com isso. É uma excelente oportunidade de negócio”.

O aplicativo

Duarte Jr, que também é professor de Direito, protocolou a indicação do app de recarga a partir de sugestão de alunos que vivem a realidade do transporte coletivo, como parte de uma disciplina ministrada pelo parlamentar em uma faculdade local.

Lançado na terça-feira (22), em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (SET), o app RecargaPay é gratuito e já está disponível para Android e iOS. Para utilizá-lo, basta baixar o aplicativo e realizar o cadastro. Depois disso, selecione a opção “Cartão de Transporte”. Em seguida, “Adicionar um Cartão”, e inserir o número. A recarga pode ser feita até 30 minutos antes do consumidor pegar o ônibus.

O RecargaPay já possui cerca de 1,5 milhão de usuários em 2019. O aplicativo disponibiliza serviços de recarga de celular (o serviço mais usado na plataforma), pagamento de contas e recarga de transporte público, novidade em São Luís, que se junta agora a cidades que já contam com o serviço, como São Paulo (SP), Recife (PE) e Pelotas (RS), entre outras.

Câmara aprova projeto que amplia horário dos postos da bilhetagem eletrônica em São Luís

COMPARTILHE

De autoria do vereador Raimundo Penha (PDT), o projeto de lei nº 155/17 já foi aprovado pela Câmara Municipal de São Luís e seguirá, em breve, para sanção do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

A proposta amplia os horários de funcionamento dos postos que comercializam passagens do Sistema de Transporte Coletivo da capital, através de créditos eletrônicos da chamada Bilhetagem Automática.

Presidente da Comissão de Mobilidade Urbana da Casa, Raimundo Penha, após conversas com usuários e inspeções em alguns postos de venda, dentre eles os Terminais da Integração da Cohama e Cohab, constatou que a comercialização, tanto dos créditos estudantis, quanto do vale-transporte, é feita das 8h às 17h, sendo que em alguns casos excepcionais o trabalho é prolongado até às 19h.

O parlamentar verificou, ainda, a existências de filas muito grandes para a aquisição do benefício, — principalmente no chamado horário de pico — o que penaliza estudantes e trabalhadores, por exemplo.
O projeto do pedetista visa objetiva, justamente, otimizar o atendimento e beneficiar todos os usuários do sistema.

De acordo com ele, no Terminal do Distrito Industrial, nos dias úteis, a comercialização será feita no horário das 7h às 17h. Nos Terminais da Praia Grande, Cohama/Vinhais, Cohab/Cohatrac e São Cristóvão a venda será feita, de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 20h.

Nos postos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) o atendimento ocorrerá das 9h às 19h, também nos dias úteis.

“Avaliamos que estender o atendimento até às 20h beneficiará estudantes e trabalhadores que não precisarão faltar serviço ou aula para comprar os créditos”, destacou Penha.

O projeto de Raimundo Penha também estabelece um prazo máximo de 15 minutos de espera nas filas.
Vale destacar que a venda do vale-transporte e dos créditos eletrônicos são de responsabilidade do Sindicato das Empresas de Transportes (SET).

Também é importante ressaltar que o usuário, ao fazer a recarga com os créditos eletrônicos, está antecipando uma compra, pagando por um serviço que ele utilizará posteriormente.

“Aproveito para agradecer todos os colegas vereadores que votaram este importante projeto para a Cidade de São Luís” finalizou Penha.

Por Gláucio Ericeira

GOL é considerada a melhor no atendimento ao cliente no setor aéreo

COMPARTILHE

Em reconhecimento aos ​serviço​s​ prestado​s ​aos clientes, a companhia recebeu três prêmios em janeiro

São Paulo (SP) A GOL Linhas Aéreas Inteligentes é a companhia aérea mais bem avaliada pelos consumidores nas três principais classificações que avaliam o atendimento ao cliente. Nos resultados divulgados em janeiro pelo Reclame Aqui, a companhia teve o melhor desempenho na resolução junto aos clientes, com 80% de índice de solução. De acordo com o levantamento, a empresa foi ainda a única aérea considerada “Ótima” pelos consumidores. Já na avaliação dos passageiros realizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), foi a que apresentou menos registros entre as aéreas, sendo sete ocorrências para cada 100 mil passageiros.

A companhia também conquistou, mais uma vez, o primeiro lugar como o Melhor Atendimento ao Cliente entre as Empresas Aéreas, na premiação do Fórum Brasileiro de Relacionamento com o Cliente, realizado na última semana em São Paulo, em parceria com a revista Exame. A GOL está entre as 15 melhores no atendimento ao cliente entre as 50 empresas participantes de diversos ramos de atuação.

Para garantir esses resultados, a GOL tem intensificado o desenvolvimento de toda sua equipe com capacitações e treinamentos que promovem, entre outros fatores, maior especialização em cada ponto de contato com o cliente, além de ações transversais entre áreas. Estas iniciativas contribuem positivamente para a melhor experiência de voar.

“Trabalhamos constantemente para oferecer a melhor experiência aos nossos clientes, desde a compra da passagem até a retirada da bagagem.  Todo o trabalho é realizado com o objetivo de melhorar continuamente os serviços prestados e produtos oferecidos, aliando tecnologia e inovação com qualidade no atendimento,” destaca Paulo Miranda, Diretor Executivo de Produtos e Experiência do Cliente. “Estes reconhecimentos externos, em forma de premiações, demonstram que o consumidor brasileiro está percebendo a evolução da experiência de voar GOL,”complementa o executivo.

A GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES

Em 17 anos de história, a GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES ajudou a construir elos, aproximando pessoas e diminuindo distâncias com segurança e inteligência. A empresa teve um importante papel na democratização do transporte aéreo no Brasil, contribuindo para que cerca de 18 milhões de pessoas voassem pela primeira vez. Com isso, tornou-se a maior companhia aérea de baixo custo e a de melhor tarifa da América Latina. É ainda líder em passageiros transportados no mercado doméstico, tanto no segmento de lazer quanto no corporativo, e em pontualidade – de acordo com dados da Infraero.

A GOL possui a maior oferta de assentos com o selo “A” da ANAC, disponibilizando ainda mais conforto em seus mais de 700 voos diários, que atendem 65 destinos domésticos e internacionais para a América do Sul e Caribe.

A companhia mantém alianças estratégicas com Delta Air Lines, Air France e KLM, além de disponibilizar aos clientes 13 acordos de codeshare e mais de 70 de interline. Essa oferta traz mais conveniência e facilita as conexões para qualquer lugar atendido por essas alianças.

Com o seu programa de relacionamento Smiles, é possível acumular milhas e resgatar bilhetes para mais de 160 países e 800 destinos no mundo. Além disso, a GOLLOG capta e distribui cargas e encomendas em aproximadamente 2.400 municípios brasileiros e mais de 205 destinos internacionais em conjunto com as empresas parceiras.

GOL Linhas Aéreas Inteligentes

 

Transporte alternativo da Ilha de São Luís também reajusta valor da passagem

COMPARTILHE

O aumento de passagem do transporte coletivo na Ilha de São Luís deu o que falar em qualquer ponto da cidade. No bar, na lanchonete, churrascaria, restaurante, pontos de mototáxi e táxi, bancas de revista, hospitais, clínicas, e até mesmo nos terminais de integração, o assunto era o mesmo. Aumento de passagem. A tarifa que custava R$2,20 foi excluída e agora terá apenas o nível I que custará R$2,70 e o nível II que que passou de R$2,90 para R$3,10. Já o famoso interurbano que custava R$3,00 passou para R$3,20, enquanto o Expresso Metropolitano passou de R$3,10 para R$3,30. Ninguém escapou do reajuste.

Para quem achava que iria economizar utilizando o transporte alternativo que faz os percursos de Paço do Lumiar e São José de Ribamar para o Mercado Central, no centro de São Luís, se enganou. Até o valor da passagem das vans também sofreu reajuste. A partir da meia noite desta terça-feira (23), o valor da passagem das vans vai passar de R$2,50 para R$3,00. Desde esta segunda-feira (22) os veículos alternativos já circulavam com o aviso de reajuste na porta.

Com os reajustes das passagens no transporte coletivo Integrado e não Integrado, Interurbano e Expresso Metropolitano e Alternativo, não adianta chorar. Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come. O certo mesmo, é que tanto os coletivos, quanto os alternativos, todos estão totalmente sucateados.

 

Promoção Exclusiva: Na compra de uma passagem de Ferry Boat o passageiro ganha um bronzeamento no estacionamento na Ponta da Espera

COMPARTILHE

Se a ideia das autoridades é melhorar a qualidade do transporte quando o assunto é ferry-boat, até agora nada mudou, ou melhor, mudou para pior. Na semana passada fiscais do Procon e da Agência de Mobilidade Urbana estiveram, segundo eles, fiscalizando as embarcações, e de acordo com os passageiros, só estão atrapalhando os serviços das empresas e principalmente a vida dos passageiros.

Hoje (19) por volta do meio dia, a redação do Portal de Notícias recebeu uma denúncia que vale ser avaliada por órgãos competentes como MOB, PROCON e Marinha, sobre a venda das passagens que ao invés de serem dentro do terminal, segundo os funcionários da Empresa Serv Porto que foram questionados pelo passageiro que fez a denúncia, a mudança é uma ordem do governo do estado e segundo eles, se não for cumprida a empresa será multada pelo Procon. [Entendeu?]

Desde mil novecentos e cachorra parida, a compra do bilhete de passagem na Ponta da Espera acontecia na cabine próxima da portaria de entrada e saída, o que facilitava a vida de todos, principalmente grávidas, idosos e pessoas com mobilidade reduzidas. De acordo com a denúncia, os passageiros desembarcam no terminal e voltam a pé no sol escaldante para compra seu bilhete em uma cabine montada próxima da barreira da PM no estacionamento.

A redação do Portal entrou em contado com o presidente do Procon Duarte Jr via mensagem de Whtasapp, desde as 12h55  desta segunda-feira (19), mas até este momento [22h55] nenhuma nota de explicação foi enviada para a redação. Esperamos que seja tomada uma providência com urgência, já que o caso atinge milhares de pessoas, diferente de um aparelho de AR condicionado que “pifou” no cinema e o Procon chegou primeiro que o técnico de manutenção.

Também entramos em contato com a MOB e a empresa Serv Porto, mas infelizmente não obtivemos resposta, principalmente quando a denúncia é feita por este Portal, já que o editor é passageiro frequente dos ferryboats, e conhece cada abuso, e principalmente as humilhações.

O espaço está aberto aos citados para qualquer resposta aos usuários do Ferry boat que precisam ser respeitados…

Donos de Ferry boats querendo aumentar passagem na calada da noite?

COMPARTILHE

Um transporte podre, enferrujado, desgastado e quase parando, pode ser esta a definição daquilo que nós baixadeiros chamamos de Ferry boat. O carnaval de 2017 por pouco não teria uma ressaca amarga, com sabor de desrespeito aos milhares de passageiros que atravessam a baía de São Marcos todos os dias pagando R$11,00 para sentar em cadeiras duras e desconfortáveis, isso quando não passamos 1h30 em pé de São Luís ao Porto de Cujupe.

Graças a Procuradoria Geral do Estado, o aumento de 5% nas passagens não aconteceu na quarta feira de cinzas, até quando, ninguém sabe. Sem estruturas para transportar idosos, vários Ferry boats, sequer tem rampas, e muitos idosos, ou até pessoas com dificuldades de mobilidade, são obrigadas a subirem escadas, já que o contêiner que os donos de Ferry chamam de salas, não suporta tanta gente que necessita ficar embaixo.

O aumento das passagens de Ferry boat foi o grande assunto da mídia na quarta feira de cinzas, mas até agora não vi sequer um deputado se manifestar sobre o tema, já que a desculpa dos empresários em aumentar o valor do bilhete, seria por causa do ICMS que foi inflacionado pelos próprios parlamentares que para agradar o governador esqueceram-se do povo.

O lindo de tudo isso, é que o aumento do ICMS criado pelo governo do estado faz com que tudo aumente no Maranhão, mas o governo prega que foi ele quem coibiu o aumento das passagens. Lindo isso né? Emocionante, para não dizer trágico.

Tratou-se em 2015 de licitação do transporte de Ferry boat, mas foram simplesmente palavras ao vento. Hoje, ninguém fala no assunto. Criou-se uma tal Agência de Mobilidade Urbana, também conhecida por MOB, que simplesmente funciona só a partir das 13h, trabalha pouco, não faz nada, não sabe de nada, mas tem muita gente pendurada no “Cabide” que mais parece um elástico.

O certo mesmo, é que ninguém se manifesta, o serviço é precário e muito caro. O bonito é ver nos feriados, tantos órgãos infiltrados no meio do povo fingindo que estão trabalhando, só para fazer média. É AGED, SMTT, PM, PRF, PRE, EMAP, Vigilância Sanitária, PROCON, Guarda Portuária e Polícia Fazendária. Sabe quem trabalha? Os funcionários das empresas de Ferryboats, PM e mais nada. Você não pode tirar sequer uma foto, para onde se aponta uma câmera, tem alguém com colete do estado. De nada adianta, por exemplo, um lanche na Lanchonete do Ferry boat no período do carnaval, custava no mínimo R$8,00 (Um refrigerante de lata 350 Ml + Um pacote de biscoito), que no supermercado, compram-se esses dois produtos por R$3,65. A pergunta é: onde estava o PROCON?

Agora vai após os feriados nos Portos de Cujupe e Espera, desaparecem todos os “Papagaios de Piratas”. Após o carnaval, os passageiros só vão dar “topadas” nesses personagens, na semana santa. Triste, em tudo que se ver tem teatro. Para piorar, as passagens de Ferry boats no Maranhão, você pode comprar sem sequer um documento. E pode comprar qualquer quantidade. Inacreditável. Uma desorganização total.

 

 

Emap & MOB dizem que 44 mil passageiros passaram pelos terminais de ferryboat no feriadão

COMPARTILHE

A nota abaixo divulgada pela Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) e a Agência Estadual de Transporte e Mobilização Urbana (MOB), mostra a mais pura mentira já vista na travessia Porto da Espera/Cujupe/Porto da Espera. Em uma travessia que não se tem controle de nada, a não ser das caixas de isopor com carne, camarão, peixe, frango e outras “coisitas” mais, que são abertas e muitas das vezes levadas por pessoas que se dizem fiscais da vigilância sanitária, como afirmar que passaram 44 mil passageiros, se estavam vendendo passagens no atacado e no varejo?

F1 F2

Qual a segurança que o Governo do Estado garantiu para os passageiros, que tinha o mesmo número de policiais dos dias normais? Prenderam algum criminoso no embarque e desembarque? Dezenas de bandidos curtiram o feriado na baixada, alguns voltaram, outros ficaram por lá para cometerem crimes na região. Até a SMTT começou aparecer na entrada do porto da espera com o intuito de barganhar um jabá dos passageiros. Tumultuaram a saída e deram trabalho para a PM. Dentro dos ferrys, a lotação era criminosa, principalmente no Ferry Boat Cidade de Araioses, que as pessoas vieram penduradas até na escadaria, onde mulheres grávidas passaram mal durante a viagem sem lugar para sentar. Carros de Som ligados em alto volume do lado de ambulância e nenhum segurança apareceu para coibir.

F3 F4

Agora ficou uma dúvida: ou os cálculos estão errados ou a mentira é enorme. Quantos passageiros um ferry transportou por viagem, alguém pode me explicar? As fotos abaixo vão mostrar a falta de respeito com os usuários que pagam a passagem aquaviária mais cara do Brasil, com percurso de 90 minutos.

Outra mentira descarada é com relação ao número de viagens, que segundo a Emap, foram 20 por dia. E onde estavam as pessoas para organizar o fluxo de passageiros, que muitos aguardavam até 30 minutos para comprar uma passagem? A sorte até agora, é que ainda não aconteceu uma tragédia, e caso aconteça, como a Emap vai saber quem estava viajando, se as passagens são vendidas à toque de caixa e sem nenhum documento? Muito blá blá blá e pouca ação, onde quem sofre são os menores. As imagens abaixo mostram a grande mentira da Emap, quando diz ter controle de capacidade de Ferry Boats.

FER2FER1

CONFIRA ABAIXO A NOTA DIVULGADA PELO ESTADO

O Governo do Estado trabalhou para garantir segurança aos passageiros que visitaram a Baixada no feriadão de 7 e 8 de setembro. Mais de sete mil pessoas atravessaram a Baía de São Marcos na última quarta-feira (9), que marcou o último dia do feriadão casado de Independência e aniversário de São Luís. De acordo com o balanço do período, entre sexta-feira (4) e as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (10), passaram pelos terminais da Ponta da Espera e do Cujupe 44.514 pessoas. Foram transportados 5.670 veículos em um total de 100 viagens (51 da Ponta da Espera e 49 do Cujupe).

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) e a Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB) atuaram em conjunto. O plano de ação para o período contou com venda antecipada de viagens extras (um total de 20 saídas diárias, quando normalmente são 12) em horários fixos – conforme determinado pela Portaria 044/2015, da MOB – e plantão permanente da equipe dos terminais para orientar as pessoas e organizar o fluxo. Mesmo assim, muitas pessoas foram ao terminal sem passagem e tiveram de enfrentar fila na espera de desistências. O número de viagens extras foi definido com base no maior pico de viagens, atingindo no Carnaval deste ano.

A ação contou com o apoio do Detran, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, das Secretarias Municipal de Trânsito e Transporte.

INFRAESTRUTURA

Para garantir melhoria contínua para a população que utiliza esse tipo de transporte o Governo do Estado vem tomando uma série de providências. O edital de licitação para o Terminal do Cujupe, que deve ser lançado até outubro pela Emap, prevê a construção de uma nova estrutura, com integração rodoviária; a construção de passarelas de acesso interligando o terminal de passageiros à plataforma de embarque e desembarque, além de reformulação do pátio de espera e estacionamento. Também está programada a reforma dos acessos à área do entorno; a reorganização do comércio e a ampliação das plataformas de embarque e desembarque.

Para a Ponta da Espera a Emap lançou os editais de infraestrutura de internet e passarelas. O conjunto de obras, com editais em fase de finalização, inclui a pavimentação da plataforma de embarque e desembarque e a construção de área de vivência para fila de espera de automóveis, com estrutura de lanchonete e banheiros. E, ainda, a instalação de sinalizações horizontal e vertical para ordenamento do fluxo de veículos e de pessoas.

Especificamente para o serviço de ferryboat, deve ser publicado em breve pela MOB o edital de licitação para operar o sistema, quando uma série de critérios deverá ser obedecida pela empresa vencedora, como venda eletrônica de bilhetes.

 

Câmara afirma ter alertado para riscos nos reajustes de Passagens

COMPARTILHE

FC

O presidente da Comissão de Transportes da Câmara Municipal de São Luís, vereador Fábio Câmara (PMDB), afirma que já havia alertado sobre o risco de um reajuste nas tarifas do transporte público na Capital. Nesta sexta-feira (27), a prefeitura confirmou o aumento de 16%, elevando a passagem principal de R$ 2,40 para R$ 2,80. Segundo Câmara, o que se viu nesta sexta comprova, na prática, o que ele já denunciava há três meses.

“Cheguei a desafiar o prefeito, Edivaldo Júnior, a dar garantias à população de que não iria haver alteração na tarifa de ônibus em São Luís. No entanto, o que se viu nesta sexta-feira comprova, na prática, o que eu já denunciava ha três meses na minha página no facebook. O prefeito Edivaldo Júnior concordava com o reajuste e quem vai pagar a conta mesmo é a população” –  informou o parlamentar.

Fábio diz ainda que, além dos prejuízos causados pela má gestão, Edivaldo Júnior presta mais dois grandes desserviços à capital maranhense. Um na campanha, outro depois que assumiu a Prefeitura.

“O primeiro, na ânsia de vencer a qualquer custo, o prefeito legitimou a mentira com promessas que nunca iriam ser cumpridas. O segundo, o de contribuir para a perda da credibilidade da atividade política ao fazer, sem qualquer constrangimento, no período da campanha eleitoral de 2012, tudo o que afirmou que não faria quando assumisse o comando do Palácio La Ravardière” – declarou Câmara.

Texto: Isaías Rocha.

Assalto na travessia do Ferry Boat

COMPARTILHE

B4

Se não bastasse a falta de conforto na viagem mais cansativa de São Luís até a baixada maranhense, o preço da passagem não para de aumentar quando o assunto é travessia de Ferry Boat. Só em 2014, essa passagem já aumentou 3 vezes. No início do ano a passagem custava R$ 16,00 reais, sendo R$ 8,00 do Ferry e R$8,00 do ônibus.

Meses depois, a passagem teve seu primeiro aumento em 2014 e passou para R$ 20,00 reais, sendo R$8,00 do Ferry e R$12,00 do ônibus. Um aumento de quase 30%. Para os empresários que transportam passageiros para a baixada maranhense, o valor não compensava, haja vista que a gasolina teria aumentado e esta seria a desculpa. Esse valor é para quem viaja com destino ao município de Bequimão, imagina quem vai para cidades como Porto Rico, Turiaçu e Serrano? Na minha opinião isso é um assalto ao consumidor.

FERRY1 FERRY2

Mas foi exatamente pouco menos de quatro meses depois, que a mesma passagem teria novo aumento e passaria de R$20 para R$25,00 reais. Quando os passageiros já estavam se acostumando, veio outro aumento e desta vez a passagem do Ferry Boat passou de R$8,00 para R$11,00 e a passagem total passou a custar R$28,00 reias. Mas isso não durou muito tempo, já que nesta semana, houve novo aumento, o terceiro só este ano e a passagem passou a custar R$33,00 reais, até quando ninguém sabe. Hoje, a viagem de São Luís até a baixada maranhense, já é a mais cara do Estado.

OPINIÃO:

Gostaria de chamar atenção do deputado estadual, Othelino Neto (PCdoB), que durante a campanha política levantou essa bandeira e até agora não se manifestou sobre o assunto. Se não estava sabendo desse abuso, agora deve se mexer, afinal Ele ainda é deputado e reeleito por mais 4 anos. Precisa ter coragem e comprar essa briga de verdade e não falar da boca pra fora. O único deputado estadual que já comprou essa briga contra esses aumentos de passagem de Ferry Boat, foi o Radialista & Jornalista José Raimundo Rodrigues e pagou um preço muito alto por isso, mas teve coragem de enfrentar.

Outro problema que precisa ser visto pelos deputados, é a falta de fiscalização na saída e chegada de São Luís, via Ferry. Acho até, que o porto da Espera seja o único lugar no mundo, onde basta comprar a passagem, que a viagem está garantida. Ninguém pede um documento, e os marginais da capital estão invadindo a baixada maranhense. Tá na hora de alguém acordar ou essa travessia se tornará a maior válvula de fuga de bandidos.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free