casa » Archivo de Etiquetas: MoqBeq

Archivo de Etiquetas: MoqBeq

Prefeito Zé Martins reúne com Lideranças Quilombolas em Bequimão

COMPARTILHE

O prefeito Zé Martins, um dos gestores que mais investiu em políticas públicas para Quilombolas em Bequimão, reuniu neste sábado (28), com lideranças do Movimento Quilombola de Bequimão – MOQBEQ, para tratar das demandas sobre políticas públicas nas comunidades quilombolas do município. Desde que assumiu a gestão do município de Bequimão em janeiro de 2013, Zé Martins tem levado políticas públicas para as comunidades quilombolas. Foram estradas recuperadas e construídas, poços artesianos, kits sanitários, além de outros benefícios.

Uma das ações criadas pelo prefeito Zé Martins, que envolve todas as comunidades quilombolas de Bequimão, é a Semana do Bebê Quilombola, que este ano vai para sua VI Edição. Após a criação desse evento, que envolve a Unicef, Fundação Josué Montello e a Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, os indicadores de políticas públicas das comunidades quilombolas melhoraram consideravelmente.

Em cinco anos de gestão, o prefeito Zé Martins já recuperou e construiu mais 400 quilômetros de estradas vicinais em todo município, além da construção de poços artesianos nas diversas comunidades bequimãoenses. Na zona rural o prefeito Zé Martins está substituido as pontes de madeiras por bueiras de concreto. Nos povoados de campos inundados, já foram construídos vários açudes que darão vazão no período do verão para criação de animais e irrigação da colheita.

Sempre aberto ao diálogo com as comunidades, Zé Martins faz de sua gestão um laboratório de ideias com as lideranças comunitárias, sejam elas quilombolas ou não. No último dia 21, o MOQBEQ, reuniu com as lideranças no quilombo Rio Grande e com a participação do grupo LIDA/Uema. Após o encontro foi elaborado um relatório com todas as demandas por políticas públicas existentes nas comunidades que foi apresentado e discutido com o prefeito neste sábado (28).

As demandas vão desde construção de Unidade Básica de Saúde (UBS), recuperação e abertura de estradas, reforma de escolas e iluminação pública. Muitas demandas já estão sendo atendidas, como por exemplo a construção e reformas de escolas, Serviços de Abastecimento de Água (SAA), etc.

Ao final da reunião ficou acertado que a coordenação executiva, após 15 dias, se reunirá com o prefeito para se informar do andamento das resoluções. Mesmo sabendo que os municípios passam por uma crise imensa, é fundamental o diálogo entre poder público e movimento social, bem como toda a sociedade civil. No final os representantes do MOQBEQ parabenizaram o prefeito Zé Martins pelo trabalho que vem desenvolvendo e principalmente pelo diálogo com o Movimento Quilombola que tem sido constante.

 

 

1ª Marcha das Comunidades Quilombolas supera expectativas dos organizadores em Bequimão

COMPARTILHE

A 1ª Marcha das Comunidades Quilombolas, realizada nesta segunda-feira (20), dia da Consciência Negra, na cidade de Bequimão, reuniu centenas de pessoas e superou as expectativas dos organizadores. A concentração aconteceu em frente à Rodoviária Municipal e percorreu as principais ruas da cidade até chegar à Praça da Matriz.

A coordenação do Movimento Quilombola de Bequimão (Moqbeq) com o apoio do Moquibom e de lideranças das comunidades quilombolas, se dedicaram durante todo o processo de preparação para o evento fosse marcado pelo sucesso de público. A Praça da Matriz recebeu manifestações culturais que representaram suas comunidades e fizeram a alegria do público presente.

Com o apoio da Prefeitura de Bequimão, a 1ª Marcha teve a colaboração e parceria dos empresários locais, vereadores, Colônia de Pescadores Z38, Sindicato dos Servidores Municipais de Bequimão (SISMUNBEQ), Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STTR) e Sebrae-MA, além da participação do MST, representado por Reinaldo do setor de comunicação da entidade; do grupo de estudos LIDA/UEMA; do Dr. Márcio Rabelo, e dos coordenadores do MOQUIBOM, Naildo e João da Cruz.

PRIMEIRA MARCHA DOS QUILOMBOLAS

O objetivo da 1ª Marcha é ajudar na reflexão sobre as injustiças e promover a luta pela igualdade de direitos. Todo o percurso foi marcado por paradas com falas e denúncias sobre a realidade das comunidades quilombolas no Maranhão. No início da marcha foi feita uma mística de abertura que falava sobre as lutas do povo negro, em seguida, Fábio fez memória da história MOQUIBOM.

CAMINHADA PELAS RUAS

A segunda parada aconteceu na sede do MOQBEQ, local onde o tema discutido foi sobre a caminhada do movimento em Bequimão. A terceira parada foi realizada próximo ao Fórum, e foram expostas várias ameaças de invasão de território quilombolas. A quarta parada aconteceu na Praça do Cemitério, onde foram colocadas cruzes para representar os mártires da caminhada. Esse momento foi bastante emocionante, em que todos deram as mãos e entoaram o pai nosso dos mártires. A quinta parada aconteceu exatamente no STTR para falar sobre a luta em defesa do território quilombola. A sexta parada foi em frente a Prefeitura, onde aconteceu o discurso do Vereador Vadico do Areal, autor do projeto de Lei, homologado pelo prefeito Zé Martins (PMDB), que tornou o dia 20 de novembro, feriado municipal em Bequimão.

ENCERRAMENTO DA MARCHA

O encerramento da 1ª Marcha dos Quilombolas aconteceu na Praça da Matriz, e contou com o desfile da beleza negra, da escola Manuel Beckman e a peça Navio Negreiro da comunidade quilombola Ramal do Quindiua. Após as apresentações, o público presente fez a festa ao som do tambor de crioula e forró de caixa, que celebrou não só o passado, mas também o presente das comunidades, com suas dores e angústias, alegrias e esperanças, ao som dos tambores e do toque das caixas do Divino Espírito Santo.

Estiveram presentes no evento o prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), o Superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, Secretários Municipais, Vereadores, lideranças comunitárias, sindicais e quilombolas, estudantes, professores e comunidade em geral.

Fotos: Rodrigo Martins.

 

Festival de Cultura Quilombola de Bequimão é realizado na Comunidade Rio Grande

COMPARTILHE

Pelo quarto ano consecutivo, foi realizado o Festival de Cultura Quilombola de Bequimão. O evento promovido pelo Movimento Quilombola de Bequimão (MoqBeq) e Movimento Quilombola do Maranhão (Moquibom), em parceria com o Instituto Quilombola do Maranhão (IQM) e com apoio da Prefeitura Municipal de Bequimão, aconteceu nos dias 21 e 22 de julho, na comunidade Rio Grande.

Na abertura, o prefeito Zé Martins destacou seu respeito pelo trabalho que o Movimento Quilombola tem feito em Bequimão e reforçou seu compromisso com as comunidades. O coordenador do Moqbeq, Fábio Silva, relembrou as lutas e falou do cenário político nacional, ressaltando os conflitos pela posse do território, como ocorre no quilombo Sibéria, em Bequimão.

Fábio entregou ao prefeito uma solicitação do Moqbeq pedindo que 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, fosse transformado em feriado municipal em Bequimão. Zé Martins recebeu o documento, manifestou seu apoio ao pedido e solicitou que o vereador Vadico do Areal, representante dos quilombolas na Câmara Municipal, submetesse o projeto a votação.

Também foram oferecidas três oficinas, pela manhã, sobre a temática Educação, Saúde e Território. Durante a programação rolou tambor de crioula, forró de caixa e, para encerrar, aconteceu uma seresta com a Banda Chamego e muito reggae. Para fechar o evento, foi sorteado a sede do V Festival, que acontecerá em julho de 2018. Foi eleita a Comunidade Quilombola de Sibéria.

FOTOS: MoqBeq

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free