casa » Archivo de Etiquetas: mentiroso

Archivo de Etiquetas: mentiroso

Duarte Jr: o deputado que confunde Cargo com Poder

COMPARTILHE

Sempre li, ouvi e assisti muitas bobagens ditas por Duarte Júnior no Rádio, TV, Blogues, Jornais e principalmente em suas redes sociais. O teatro foi tão bem feito, que o mestre em direito conseguiu galgar uma cadeira na Assembleia Legislativa do Maranhão, usando plenamente toda estrutura do Procon. Até mesmo quando se afastou do cargo para fazer sua campanha eleitoral, deixou como presidente sua namorada Káren, mantendo livre acesso nos corredores do órgão protetor do consumidor.

Mesmo pregando uma nova forma de fazer política no Maranhão, o deputado estadual Duarte Júnior, tem se mostrado igual ou até mesmo pior que muitos políticos que se lambuzaram ao chegar no poder, que tem data de validade e só dura 4 anos, podendo ser prorrogado por igual período, caso o povo entenda que és merecedor. Logo ao pisar nas terras do Sítio Rangedor, Duarte quis enfrentar Cesar Pires, acabou levando uma surra humilhante, e mesmo assim, não aprendeu a lição.

A personalidade de Duarte Jr não mente, ele sempre se mostra superior a tudo e a todos. Mas entre seus vacilos, está o CTRL C, CTRL V do projeto de lei do deputado Zé Gentil, que após entender que seria vergonhoso para o jovem deputado por tentar plagiar, deu como consolo a có-autoria do PL, que mesmo assim, fez o lançamento como fosse o pai da criança e sequer convidou o pai biológico do projeto.

Para completar a vergonha alheia, durante o Congresso Nacional de Direito que foi realizado no Rio Poty Hotel, o deputado estadual Duarte Jr, que calado é um grande poeta, achou de abrir a boca novamente para decretar briga com a imprensa maranhense, principalmente Blogues. Durante sua fala, o deputado orientou expressamente aos presentes na plateia, que não lessem blogues jornalísticos.

Essa atitude mostra duas razões: Duarte Júnior é imaturo na política e sua assessoria serve apenas para fazer companhia do deputado, que precisa entender, que Cargo e Poder não se confundem. Não adianta pregar uma peça de ser o novo na política, e manter o pensamento retrógrado da velha política, que sempre tentou calar a imprensa. O mundo é o mesmo, mas a forma de viver mudou.

Como jornalista e radialista vou tentar ajudar o jovem deputado inexperiente. Tenho 20 anos no jornalismo, atuando no seguimento político e policial, mas nunca vi um personagem que tenta ser ingênuo como presenciei em Duarte Jr nos últimos 4 anos. Uma recomendação ao Duarte Júnior é que ele entenda que política é quase parecido com futebol, nem sempre quem joga bem, consegue a vitória. É sempre bom fazer o jogo feijão com arroz. Jogar em sua posição de origem, rende mais.

Deputado federal mais “honesto” do Brasil recebe auxílio moradia mesmo morando em casa própria

COMPARTILHE

FOLHA DE SP – O presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e um de seus filhos, Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), recebem dos cofres públicos R$ 6.167 por mês de auxílio-moradia mesmo tendo um imóvel em Brasília.

Ambos são deputados federais. O apartamento de dois quartos (69 m²), em nome de Jair, foi comprado no fim dos anos 90, quando ele já recebia o benefício público, mas ficou pronto no início de 2000.

O político recebe da Câmara o auxílio-moradia desde outubro de 1995, ininterruptamente. Eduardo, desde fevereiro de 2015, quando tomou posse em seu primeiro mandato como deputado.

Ao todo, pai e filho embolsaram até dezembro passado R$ 730 mil, já descontado Imposto de Renda.

Além do apartamento na capital, os políticos da família Bolsonaro têm mais 12 imóveis no Rio, a maior parte adquirida nos últimos dez anos, como mostrou a Folha neste domingo (7).

O auxílio-moradia é pago a deputados que não ocupam apartamentos funcionais no DF. Como há mais deputados do que vagas em imóveis destinados a eles, a Câmara desembolsa para cada um desses, por mês, R$ 4.253.

Há duas formas de pagamento: 1) por meio de reembolso, para quem apresenta recibo de aluguel ou de gasto com hotel em Brasília, 2) ou em espécie, sem necessidade de apresentação de qualquer recibo, mas nesse caso com desconto de 27,5% relativo a Imposto de Renda.

Jair e Eduardo Bolsonaro utilizam essa segunda opção, o que rende mensalmente, para cada um, R$3.083.

O auxílio-moradia pode ser recusado pelos congressistas.

Em novembro, por exemplo, a listagem oficial da Câmara dos Deputados mostra 336 parlamentares ocupando apartamentos funcionais fornecidos pela Casa, 81 recebendo reembolso após apresentarem comprovante de gasto com moradia e 69 recebendo o valor em espécie, descontado o IR, sem necessidade de apresentar qualquer recibo de gasto com moradia, entre eles Bolsonaro e seu filho.

Ou seja, pelas informações da Câmara, 27 dos atuais 513 parlamentares abriram mão de receber o dinheiro ou apartamento da Câmara –entre eles os oito deputados do Distrito Federal.

A reportagem visitou o prédio em que está o apartamento em nome do presidenciável, que fica no Sudoeste, uma dos bairros do Plano Piloto, a região central de Brasília.

Segundo funcionários do edifício, Eduardo Bolsonaro é visto semanalmente no local.

CASA PRÓPRIA

O apartamento de Brasília foi um dos primeiros da vida Bolsonaro. Segundo a escritura, o imóvel passou a pertencer oficialmente ao político em maio de 2000.

Em julho de 1998, no entanto, ele já colocava o apartamento em sua declaração de bens à Justiça Eleitoral.

O valor pago, segundo o documento registrado em cartório, foi de R$ 75 mil, pagos em espécie. De outubro de 1995, quando começou a receber o auxílio-moradia, até julho de 1998, quando declarou já ser seu o novo apartamento em Brasília, recebeu a exata quantia de R$ 71,6 mil, também recebidos em espécie.

Não há a data certa do pagamento de Bolsonaro para a Marko Engenharia, construtora do prédio. Na escritura, de 20 de maio de 2000, consta apenas que o preço de R$ 75 mil foi “pagos anteriormente em moeda corrente nacional, pelo que dá plena, rasa, geral e irrevogável quitação”.

Folha falou com o representante da Marko, José Wilson Silva Corrêa, que aparece na escritura como “procurador”, mas ele disse “não se lembrar” da transação e que não era responsável por ela.

OUTRO LADO

Procurados desde a última quinta-feira (4), Jair Bolsonaro e seu filho Eduardo não responderam as perguntas enviadas pela reportagem a respeito dos imóveis que possuem.

MORADIA PAGA
Bolsonaro e um de seus filhos já obtiveram R$ 730 mil de auxílio-moradia da Câmara

out.1995
Bolsonaro começa a receber auxílio-moradia

jul.1998
Bolsonaro coloca em sua declaração de bens o seu apartamento em Brasília informando o valor de cerca de R$ 75 mil

mai.2000
Bolsonaro assina a escritura do imóvel, declarando que os R$ 75 mil foram “pagos anteriormente” em “moeda nacional”

jan.2001
Mesmo com imóvel em Brasília, Bolsonaro continuou recebendo o auxílio-moradia, o que faz até os dias atuais

fev.2015
Eduardo Bolsonaro toma posse como deputado federal e começa a utilizar auxílio-moradia, mesmo com o imóvel da família em Brasília

2017
Patrimônio de Bolsonaro e seus três filhos parlamentares chega a 13 imóveis, que valem pelo menos R$ 15 milhões

R$ 622 mil
Total arrecadado por Bolsonaro de out.1995 até 2017

R$ 107 mil
Total arrecadado por Eduardo de fev.2015 até 2017

*Valor nominal da época, considerando desconto de imposto de Renda. Deputados que apresentam comprovante de aluguel podem receber valor integral, sem desconto do IR.

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free