casa » Archivo de Etiquetas: Deputados

Archivo de Etiquetas: Deputados

Deputados discutem demandas da região do Alto Turi com o governador Flávio Dino

COMPARTILHE

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), e o deputado Hemetério Weba (PV) foram recebidos em audiência, no Palácio dos Leões, pelo governador Flávio Dino, na tarde desta quarta-feira (28). Eles discutiram pleitos para a região do Alto Turi, principalmente para os municípios Nova Olinda e Junco do Maranhão, área de atuação de Weba. O deputado federal Weverton Rocha (PDT) também participou do encontro.

Othelino Neto enfatizou que os pedidos do seu colega de parlamento demonstram a sensibilidade dele para com os problemas do povo daquela região. “É um parlamentar experiente, muito atuante e que se notabiliza pela luta em defesa do povo do Alto Turi, e que veio ao Palácio pedir obras e ações para as cidades de Junco do Maranhão e Nova Olinda. Ele sempre faz isso. É um deputado de muita luta”, asseverou o presidente da Assembleia Legislativa.

Hemetério Weba afirmou ter saído muito satisfeito do encontro. “Estou convicto de que nossas reivindicações serão atendidas. Nossa conversa com o governador Flávio Dino foi proveitosa e solicitei benefícios para a região do Alto Turi, com foco para as cidades de Nova Olinda e Junco do Maranhão”, ressaltou.

De acordo com o governador Flávio Dino, as demandas apresentadas serão atendidas. “O deputado Hemetério é uma grande e respeitada liderança em toda aquela região, tem muita experiência e trouxe pleitos alinhados com o cronograma do nosso governo. Em Nova Olinda, temos a ‘Escola Digna’ e estamos atuando no programa ‘Mais Asfalto’.   Ele é muito atuante e suas solicitações serão acatadas”, afirmou Flávio Dino.

Sete vereadores de São Luís devem disputar as eleições proporcionais de 2018

COMPARTILHE
Já declararam ser pré-candidatos Honorato Fernandes, Marquinhos Silva, Beto Castro e Ricardo Diniz.

O primeiro a declarar a intenção de disputar a eleição do próximo ano foi Marquinhos Silva. Ele declarou que quer ser candidato a senador e, para isso, tentará viabilizar a candidatura no DEM, mas se não for possível, garantiu que buscará outra legenda.

Outro vereador que já se manifestou sobre candidatura para o próximo ano foi o petista Honorato Fernandes. O parlamentar quer ser candidato a deputado estadual. Único petista a garantir uma reeleição como vereador da capital, Honorato vem forte na briga por uma vaga na Assembleia que hoje conta com apenas um deputado.

“A decisão da minha pré-candidatura à deputado estadual se deu por meio de um acordo coletivo dos membros do grupo, do qual eu faço parte no PT, o ‘Articulação PT MA’. Um novo desafio que será encarado com determinação e, sobretudo, com o mesmo comprometimento social que me levou a estar hoje vereador”, disse Honorato.

Outros vereadores que se declararam pré-candidatos a Assembleia Legislativa foram Ricardo Diniz e Beto Castro.

Os que não declararam ainda foram Astro de Ogum e Marcial Lima. Os parlamentares ainda trabalham nos bastidores para tentar se viabilizar suas candidaturas.

Outro membro da Câmara de São Luís que também deverá ser candidato em 2018 é o vereador licenciado e presidente da Agência Metropolitana, Pedro Lucas Fernandes (PTB). Esse deverá buscar uma vaga como deputado federal.

Por O ESTADOMA

 

Ferryboat é fiscalizado pela milésima vez e nada melhorou até agora

COMPARTILHE

A situação dos ferryboats, que transportam passageiros do terminal Ponta da Espera/Cujupe/Ponta da Espera é cada vez pior. Desde que foi criada a Agência de Mobilidade Urbana (MOB) como órgão fiscalizador do transporte público do Maranhão, o Procon já fiscalizou os ferryboats aproximadamente 1.999 vezes e nada melhorou.

Nesta terça-feira (26), o deputado estadual Júnior Verde (PRB), e a Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional da Assembleia Legislativa, da qual o parlamentar é membro, querendo aparecer na mídia, inventou mais uma fiscalização para verificar as condições de funcionamento dos ferry-boats, que o Brasil todo já sabe como funcionam.

Os deputados Bira do Pindaré (PSB), Wellington do Curso (PP), Cabo Campos (DEM) e Zé Inácio (PT) também estiveram no Terminal da Ponta da Espera. Eles foram detectar, in loco, as necessidades dos usuários, bem como observar os problemas mais urgentes, principalmente no que diz respeito às embarcações. Entre os deputados que foram fiscalizar os ferryboats, Zé Inácio é o único que conhece as deficiências das embarcações e a humilhação aos passageiros, já que o parlamentar é baixadeiro por natureza.

Ao chegarem, os parlamentares foram recebidos pelo diretor de Operações da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), José Antônio Magalhães, que os conduziu a somente a dois ferry-boats, o que mostra que essa operação mais parece um passeio náutico, do que uma fiscalização. O tour pelas embarcações ocorreu na presença do presidente do PROCON-MA, Duarte Júnior, que já fez essa “operação” 1.999 vezes e nenhum resultado positivo já foi obtido até agora.

Os deputados entraram nos ferry-boats Cidade de Tutóia (operado pela empresa Serviporto) e Cidade de Alcântara (gerenciado pela Internacional Marítima) e constataram uma série de necessidades, principalmente no primeiro. Eles conversaram com passageiros e ouviram reclamações, inclusive em relação à carestia dos produtos vendidos nas lanchonetes, lentidão das embarcações e até ao sistema de venda de passagens. E se fiscalizarem as outras embarcações, podem provar do mesmo “veneno” que milhares de baixadeiros degustam todos os dias na baía de São Marcos.

Os passageiros acompanharam toda a movimentação. O funcionário público Jean Reis foi um dos que se pronunciou. “Nós queremos mais dinamismo, mais conforto nas cadeiras e mais segurança. As embarcações são lentas e o ar condicionado só funciona em alguns. Esperamos que o Governo do Estado providencie a licitação que prometeu”, reclamou.

Segundo José Roberto Francisconi, diretor administrativo da Internacional Marítima, as embarcações da empresa seguem os itens de segurança e utilizam uma quantidade de coletes superior ao exigido pela legislação. “Nossa capacidade é para 900 passageiros, mas nunca navegamos com essa quantidade, sempre menos. E recebemos a inspeção da Marinha. Além disso, temos balsas de salvamento dentro do padrão exigido”, informou o diretor, que acha que conforto é ter coletes de sobra na embarcação.

A Comissão produzirá relatório com todos os pontos negativos elencados. O documento será encaminhado ao PROCON-MA e à Agência de Mobilidade Urbana (MOB). Só que em nenhum lugar do mundo, pode-se fazer relatório de fiscalização, se apenas 25% das embarcações foram fiscalizadas. É bom lembrar, que milhares de vidas estão em risco diariamente nessa travessia. É necessário fiscalizar todos os Ferryboats para ter um diagnóstico completo, ouvindo depoimentos de passageiros.

 

Passagens de Ferryboat aumentam e nenhum deputado se manifesta sobre o assunto

COMPARTILHE

O eleitor da baixada maranhense só tem valor no período das eleições. Em 2018 os baixadeiros terão reconhecimento a preço de ouro, já que muitos deputados precisarão renovar o mandato por mais 4 anos. Outros vão chegar na maior cara de pau.

 O que era pra ser feito dia 28 de fevereiro, na quarta-feira de cinzas, após o carnaval, só foi adiado por apenas 63 dias. No dia do Trabalhador, 1º de maio, a população que viaja para a baixada maranhense recebeu no café da manhã, uma cesta com aumento de passagem de Ferryboat, como presente grego.

Para os moradores da região da baixada e litoral maranhense que desejam fazer o tráfego pela baía de São Marcos via Ferryboat, São Luís – Cujupe – São Luís, vão ter que pagar mais caro nas passagens. O reajuste de 5% acontece por conta do aumento do ICMS aprovado pelos deputados estaduais que pouco estão se lixando pelo povo do Maranhão.

A partir de agora quem pagava R$11,00 no preço da passagem por pessoa acima de 10 anos, agora vai ter que sair de casa com moedas e paga R$11,60. Os carros comuns de até 4 metros, agora pagam R$73,70, antes era R$70. Já as caminhonetes e Vans custam R$94,70, anteriormente era R$90. Motos passam a pagar R$31,60, antes era R$30.

As crianças a partir de 2 anos até 9 anos vão pagar R$ 2,10. Já os idosos que vão pagar meia passagem, terão que desembolsar R$5,80. O reajuste nos preços vai levar o aumento também nas passagens de pessoas que fazem o trajeto de São Luís para outras cidades da Baixada Maranhense que usam transporte terrestre de vans e ônibus via ferry boat.

Os valores da travessia São Luís – Cujupe estavam congelados desde fevereiro de 2014 com algumas exceções de adequações a novas categorias que tiveram preços lançados em março de 2015, já no governo Flávio Dino.

O certo é que tudo muda. Mas os Ferryboats permanecem do mesmo jeito, sucateados. A MOB poderia se manifestar sobre o assunto. Mas ainda existe esse órgão?

Do Blog do Diego Emir

 

Saibam quais os deputados que se esconderam no banheiro na hora da votação da MP 230

COMPARTILHE

Dos 42 deputados que compõe a Assembleia Legislativa do Maranhão, 22 esqueceram os professores e simplesmente fizeram a vontade do governador, como se fossem funcionário do mandatário comunista. Como forma de agradar o governador do Maranhão, metade apoiou o gestor e deu as costas para o povo.

Os deputados que foram contra os professores, foram: Ana do Gás (PCdoB), Antonio Pereira (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Cabo Campos (DEM), Léo Cunha (PSC), Levi Pontes (PCdoB), Édson Araújo (PSL), Fábio Braga (SD), Fábio Macedo (PDT), Glaubert Cutrim (PDT), Hemetério Weba (PV), Júnior Verde (PRB), Othelino Neto (PCdoB), Paulo Neto (PSDC), Marco Aurélio (PCdoB), Rafael Leitoa (PDT), Raimundo Cutrim (PCdoB), Ricardo Rios (SD), Rigo Teles (PV), Rogério Cafeteira (PSB) e Stênio Rezende (DEM).

Já os que votam contra  a medida do governador e a favor dos professores, foram: Wellington (PP), Edilázio Júnior (PV), César Pires (PEN), Sousa Neto (PROS), Eduardo Braide (PMN), Max Barros (PRB), Andrea Murad (PMDB), Alexandre Almeida (PSD), Graça Paz (PSL) e Adriano Sarney (PV).

Outros 10 deputados se esconderam para não confrontar com o governador e maquiar que estavam a favor dos professores, como foram os casos de Edivaldo Holanda (PTC), Zé Inácio (PT), Humberto Coutinho (PDT), Francisca Primo (PCdoB), Carlinhos Florenço (PHS), Nina Melo (PMDB), Sergio Frota (PSDB), Vinícius Louro (PR), Valéria Macedo (PDT) e mais o suplente de Neto Evangelista que deve ainda está escondido no banheiro com medo da taca comunista, caso fosse a favor dos professores.

Todos esses parlamentares deveriam no mínimo usar a tribuna para se justificarem perante a opinião pública, já que amarelaram diante de uma luta. Ser medroso pode até ser uma virtude, agora ser covarde, não tem preço para esse tipo de gente. Precisam ter no mínimo, respeito pelos professores.

Noleto diz que Assembleia do Maranhão tem aproximadamente 40 funcionários ‘fantasmas’

COMPARTILHE

Presidente do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Maranhão (SindSalem), Luiz Carlos Noleto, conversou com o repórter da Mirante AM, João Ricardo e denunciou sobre “funcionários fantasmas” na Assembleia Legislativa do Maranhão.

 A entrevista aconteceu nessa quinta-feira (12) e reprisada na manhã desta sexta (13) no programa Acorda Maranhão, apresentado pelo Radialista e Jornalista João Ricardo. Para o sindicalista, deputados, Ministério Público e até o judiciário não fazem nada quanto a esta reclamação antiga sobre pessoas que são pagas pela folha da Assembleia Legislativa e não dão expedientes. CLIQUE AQUI PARA OUVIR A ENTREVISTA EXCLUSIVA DA MIRANTE AM.

Após ser descoberta pela Folha de São Paulo que o filho de Waldir Maranhão recebia sem trabalhar no TCE, a imprensa local desceu o malho em Edmar Cutrim. E agora por que todos estão calados sobre essa denúncia na assembleia legislativa? Tem nome da imprensa pendurado na folha fantasma?

O Portal www.joaofilho.com se coloca à disposição dos citados para que as defesas sejam apresentadas. Email: sistemajb10@gmail.com

DO BLOG SIGAJOAORICARDO (Com Edição)

Tribunal do crime julga a presidente Dilma em Praça pública

COMPARTILHE

Assistindo a votação pela televisão, o que me parecia era um dos morros do Rio de Janeiro instalados no plenário da Câmara Federal. Mas por que comparar a Câmara Federal com favelas cariocas? fácil descobrir. Nas favelas cariocas os traficantes montam um tribunal por criminosos para julgar inocentes e o final disso tudo é sempre a punição fatal. Na Câmara Federal não foi diferente, presidida por um criminoso (Eduardo Cunha), a votação foi uma verdadeira vergonha, onde os corruptos julgavam uma inocente.

Coordenado por outro criminoso (Michel Temer), a votação teve a verdadeira amostra da falta de conhecimento da Constituição Federal, onde em hipótese alguma houve referências ao país, e muitas dedicatórias ao cachorro, ao papagaio, à mulher, aos filhos e até sogras foram lembradas em rede nacional. Uma falta de vergonha desmascarada para brasileiro ver.

Se cada deputado representa cada um eleitor, me vi representado por poucos, já que a grande maioria votou por interesse pessoal, poucos votaram por convicção e ideologia. No Maranhão, quem não tinha palavra provou ao contrário e quem era voto certo, traiu seu governador, como foi o caso do deputado federal Zé Reinaldo (PSB). Agora ouvir de João Castelo a palavra “Dignidade” onde o rapaz está condenado, por improbidade administrativa e desvio de verbas públicas.

cunha1 CUNHA

Em uma possível cassação da presidente Dilma, o Maranhão tomaria rumos ignorados haja vista que o PMDB seria o herdeiro da vaga. Uma hipocrisia para quem pensa assim. Existe uma coisa na política chamada alianças. E é através dessa aliança que tudo muda, o contra fica a favor e o adversário vira parceiro. Tudo por causa de um apoio. Em todo processo, seria Dilma a grande penalizada? claro que não. O povo mais uma vez seria o pagador de toda conta.

E por falar em conta, Brasília virou uma grande feira de negócios durante as últimas semanas. Foram negociados cargos, filhos, esposas, sogras, fazendas e até o futuro do povo brasileiro. Uma verdadeira canalhice à céu aberto e ao vivo para o Universo. O certo mesmo é que a guerra já começou.

A Bíblia diz que quando o justo governa o povo se alegra, mas quando é um ímpio o povo geme. Onde estão os justos? Com o resultado de 367 (Sim) e 146 (Contra), o Brasil está nas mão de meia dúzia de pensadores de interesses próprios. A pergunta que fica é: Quem financiou os 367 votos da maioria? O Brasil parou pra ver TV, parecia o carnaval carioca ao vivo.

Flávio Dino vai dar R$ 200 mil reais para cada deputado que reza em sua cartilha e deixa hospitais de 20 leitos sem verbas

COMPARTILHE

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), deu outro tiro no pé após anunciar verba de R$ 200 mil reais para cada deputado fazer seu carnal. De acordo com os parlamentares oposicionistas (Andrea Murad, Edilázio Júnior, Adriano Sarney e Souza Neto), a verba do carnaval só vai sair para quem reza na cartilha do comunista. Em 2015, cada deputado do grupo de Flávio Dino, recebeu algo em torno de R$ 150 mil reais.

Parece pirraça, mas Dino ainda não se encontrou após um ano de gestão. Comete os mesmos erros de gestões anteriores e mesmo assim gasta milhões com a mídia para falsificar melhorias no Maranhão. Com essa visão, os parlamentares poderão entrar na justiça contra o governador, por causa do “Vale Carnaval”.

“Estamos estudando, sim, essa possibilidade, em virtude das notícias de que o governo vai liberar essa ajuda para o Carnaval, de R$ 200 mil reais, mas contemplará apenas os que rezam na cartilha do governo”, declarou o deputado Edilázio Júnior.

No ano passado, Edilázio conseguiu na Justiça uma liminar obrigando o governador a pagar as emendas que ele indicou ao Orçamento de 2015. Edilázio foi à Justiça após ter constatado tratar-se do único deputado reeleito a não ter as suas emendas pagas pelo governo. Entretanto, a liminar foi derrubada pelo desembargador Cleones Cunha, do Tribunal de Justiça, mas o deputado já recorreu ao plenário do TJ.

O deputado Adriano Sarney (PV) também reagiu ao posicionamento do governador “Republicano”. “O que queremos é garantir tratamento isonômico. Em um governo autointitulado republicano, não deve existir diferenciação entre deputados”, comentou Adriano Sarney.

A tendência é que os deputados ingressem na Justiça até esta quinta-feira (28). Depois disso, é aguardar e conferir. O certo mesmo, é que para ser beneficiado pelo comunista, tem que rezar em sua cartilha.

Juntando a grana dos 38 deputados que serão beneficiados com o “Vale Carnaval”, Flávio Dino poderia pagar a dívida dos repasses para os hospitais de 20 leitos que não recebem nenhum centavo há oito mês. O valor destinado a folia dos parlamentares será de R$7.600.000,00 (Sete Milhões e seiscentos mil reais), sem contar com os R$800.000,00 (Oitocentos mil reais) se fosse repassados aos oposicionistas. Daria para quitar dívida com 12 hospitais de 20 leitos.

 

Deputados com preguiça de trabalhar ocupam a tribuna da Assembleia pra falar bobagens.

COMPARTILHE

Uma pesquisa daquelas que ninguém sabe quem fez e nem onde foi feita, está virando metástase por todos os lados do Maranhão. São textos e áudios que são distribuídos em todo o estado pregando a diminuição da violência na Ilha de São Luís. Com uma estratégia furada, a secretaria de segurança do Maranhão, ainda não parou pra pensar que 2015 vai acabar em 31 de dezembro e que em 2016 o ano anterior vai servir como termômetro de acordo com a linha adotada.

Uma verdadeira pesquisa ou análise feita para avaliar uma ação como segurança, a secretaria deveria se basear no mês anterior e jamais no ano anterior. Vejamos: Apenas dezembro de 2014 serve como termômetro de comparação para o mês de Janeiro de 2015. Já em fevereiro, o mês de janeiro serve como base de comparação. E agora, por exemplo; o mês de agosto serve de comparação para o mês de setembro.

Mas infelizmente a falta de verdade causa esse transtorno e provoca deputados desinformados discutirem um assunto sério levando em brincadeira. Entre os deputados citados abaixo, um tem o meu respeito e soube se sair dessa barca e por ser Jornalista, não vacilou quando entrou no debate. Estou falando do deputado Othelino Neto (PCdoB), que conhece muito bem essas pesquisas e entrou na onda dos papagaios de piratas só pra não ficar neutro. Abaixo vejam os absurdos comentados pelos parlamentares que foram eleitos pelo povo para defender o povo.

A melhoria dos índices da segurança pública entre os meses de janeiro e setembro no comparativo entre 2014 e 2015 foi o tema central da sessão desta segunda-feira (05) da Assembleia Legislativa. O deputado Marco Aurélio apresentou dados que demonstraram a melhora no sistema de segurança e vários parlamentares ressaltaram as ações que estão sendo implementadas pelo Governo para combater a criminalidade no Maranhão. Epa! será que eu entendi isso mesmo? Quais ações até agora? Morando na cidade de São Luís e vítima da violência, não conheço essa ação. Assaltos a coletivos, Pontos de Ônibus, Lojas, Galeterias, Lanchonetes e Residências, ainda me vem um deputado falar uma besteira dessas?

Marco Aurélio lamentou os índices divulgados na semana passada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, referentes ao ano de 2014, que colocaram São Luís como a terceira capital mais violenta do Brasil, perdendo apenas para Fortaleza e Maceió. Para o deputado, esses dados representam um desafio ainda maior do governador Flávio Dino em relação ao tema, já que assumiu o Estado com uma estrutura de segurança sucateada. Epa!, ainda continua sucateada. Viaturas quebradas, principalmente no interior, onde nem combustível tem pra rodar e combater a criminalidade.

O parlamentar destacou que, mesmo com essas adversidades, o Governo implantou ações que tiveram melhoras consideráveis no sistema de segurança. Ele apresentou dados que demonstram que de janeiro a setembro de 2015, o número de homicídios caiu 10%, em relação ao mesmo período do ano passado. Já as vítimas de CVLI (Homicídio mais roubo seguido de morte + lesão corporal seguido de morte) diminuiu 4% se comparado com 2014. Durmam com um barulho desses! Onde esse deputado mora? Será que esse moço desinformado não lê jornais, ou finge que não sabe?

“Em alguns meses nota-se que essa diminuição chegou a mais de 30%. São respostas que começam a ser dadas dentro da mesma estrutura de pior índice de policiais por habitantes do Brasil que foi herdada da gestão passada. Com essa mesma estrutura já se começa a dar respostas”, destacou, prevendo que quando os 1400 novos policiais que estão em treinamento estiveram nas ruas, a segurança do Estado avançará ainda mais. É uma previsão, porém, polícia na rua sem poder sair debaixo da câmera de monitoramento, não faz milagres. É preciso entender, que violência não se combate com flores e muito menos com oração. Que tal o secretário Jefferson Portela, fazer um estágio com José Mariano Beltrame (Secretário de Segurança do Rio)? Esse sim tem sangue nos olhos.

O deputado Othelino Neto destacou que nove meses ainda é pouco para avanços mais significativos na área da segurança, mas que é notório o esforço que vem sendo feito pelo governador Flávio Dino. “Nos próximos dias, 80 policiais civis serão chamados. Cerca de 160 viaturas serão entregues para que a polícia tenha mais condições de trabalhar. O Governo tem mostrado que encara esse desafio com a perspectiva de dar a população mais segurança. Em breve conseguiremos melhorar muito deixando os maranhenses mais seguros e vivendo com mais tranquilidade”, ressaltou Othelino.

Para Zé Inácio (PT), que calado seria um poeta; o reforço na segurança pública do Estado tem avançado em todas as áreas, sobretudo na investigação. (Investigação?). Ele informou que sete novos institutos serão criados, entre eles, de análises forenses, vestígios criminais, médico legal e de criminalística. “Além disso, a nomeação de 33 novos delegados que não vão só reforçar o sistema, mas contribuir para que sejam desbaratadas organizações criminosas que vem atuando no Estado. (Merece uma gargalhada) Zé Inácio falando Isso? Os números são uma referência para se comparar a realidade e vê os avanços que estão sendo feitos”, realçou o parlamentar. Se Zé Inácio estivesse ficado calado, poderia ser aclamado um grande político. Como falas tanta bobagem, só pra puxar o saco do Governador?

Outro deputado que destacou os avanços da segurança no Maranhão foi Rigo Teles. De acordo com ele, o governo está de mãos dadas com o aparato das policias civil, militar e federal para o combate a criminalidade. “Digo isso porque vejo na região central do Maranhão que a polícia trabalha diuturnamente, o GTA está sempre naquela região. A criminalidade é um problema crescente em todo o país, mas temos conhecimento do que está sendo feito para combater isso”, enfatizou. Rigo Teles falar em segurança, é comigo!

O deputado Levi Pontes disse que o progresso no sistema de segurança já é visível, sobretudo, se comparado aos acontecimentos passados, quando bandidos protagonizavam cenas de barbárie medieval, com decapitações, mortes, fugas e ordens para incêndio de ônibus de dentro dos presídios. “Eu comungo de que o governador Flávio Dino está priorizando esse fator segurança que é muito grave. Vamos ter, sim, em um amanhã muito próximo, índices toleráveis”, destacou Levi. Dr. Levi tem razão. Porque não diz que a Sejap fez acordos com as facções e dividiu o presídio? Não seria mais fácil, ao invés de elogiar algo que não foi implantado?

Júnior Verde, que não fede e não cheira, frisou que tem acompanhado de perto o trabalho do secretário de segurança Jefferson Portela e elogiou o projeto de junção das forças policiais com a sociedade civil através da criação de conselhos de segurança. “A polícia precisa de informações de dentro da comunidade. Nada mais pertinente do que ouvir a sociedade. As estatísticas demonstram que o Maranhão avança no processo de implementação políticas efetivas de combate a criminalidade”, completou Verde. Junior Verde, até baba, ao falar bobagens. Quem tem paciência para aguardar uma entrevista de 30 minutos ao ligar pro 190? Quem tem saco para aguardar uma viatura uma hora após chamar o 190 depois de meia noite? Quando se tenta cortar despesas, alguém vai pagar. E nesse caso, é o povo do Maranhão, principalmente de São Luís, que vive sobressaltado.

 

Deputados garantem apoio da AL à Prefeitura de Alcântara

COMPARTILHE

NOTA DE ASSESSORIA

Em audiência pública recente, realizada na Igreja do Carmo, na sede do município de Alcântara (MA), os deputados Zé Inácio (PT) e Wellington do Curso (PPS) garantiram o apoio da Assembleia Legislativa do Maranhão à luta da Prefeitura Municipal e dos moradores por novos avanços na saúde, educação, assistência social, segurança e infraestrutura. Conduzida pelo socialista, a audiência reuniu autoridades e lideranças locais.

Participaram da audiência o prefeito de Alcântara, Domingos Arakem (PT), o ex-deputado Hélio Soares, vereadores e representantes do Governo do Maranhão, Delegacia Regional de Pinheiro, Defensoria Pública, Promotoria de Justiça e das comunidades da sede e povoados. A audiência foi definida a partir das manifestações públicas pelo incidente que ocorreu na Unidade Mista Dr. Neto Guterres e que levou a óbito mãe e filho.

AVANÇOS GARANTIDOS

A união de forças entre moradores, Prefeitura e o Parlamento também recebeu a forte parceria do Governo Maranhão, que já garantiu a aprovação da Samu de Alcântara na Comissão Intergestores Regionais (CIR). O município também terá de volta os recursos do CAPS. O Governo do Estado garantiu ainda apoio à Atenção Básica do Município e que o Hospital Macrorregional de Urgência e Emergência de Pinheiro (MA), que será inaugurado em setembro deste ano. O hospital é mantido pelo Governo Estadual.

O novo hospital será porta de entrada para atendimento aos pacientes graves de Alcântara. Na audiência, Zé Inácio (PT) e Wellington do Curso se comprometeram a intermediar junto ao Governo do Maranhão sobre as questões da segurança e saúde pública do município. Zé Inácio (PT) demonstrou a preocupação em relação aos protestos contra a gestão municipal e que estenderam a outras instituições públicas.

“O Prefeito de Alcântara, Domingos Arakem, teve a altivez e a coragem de vir aqui nesta audiência pública, decisão que talvez muitos prefeitos não teriam, para continuar o diálogo e onde também prestou contas das realizações em favor do povo do seu município”, disse Inácio. O parlamentar, por iniciativa própria, intermediou junto ao Secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, para sanar as questões da saúde pública de Alcântara.

“Com a autorização do próprio secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, o Hospital Regional de Pinheiro será inaugurado em setembro próximo. Com certeza, com essa inauguração do Hospital Macrorregional de Pinheiro, a saúde pública, em Alcântara e ainda dos municípios da região da Baixada, vai melhorar significativamente”, destacou Inácio. Em pronunciamento, Araken destacou importantes realizações da atual gestão.

“Apesar da situação deste momento, realizamos ações importantes, principalmente na zona rural. A recuperação e construção de estradas, a perfuração de poços para implantação de sistemas de abastecimento de água, a construção de pontes, modernização da iluminação pública, a construção da UBS do Mangueiral, ampliação e reforma da UBS do Mangueiral, ampliação de três para nove equipes do PSF, reforma de 48 escolas, aquisição de quatro mil carteiras escolares, fardamento escolar para alunos da sede”, disse Arakem.

Wellington falou da importância do evento. “Fica aqui o alerta e a nossa preocupação com a saúde e a educação para que possamos nos humanizar e não simplesmente ir às ruas procurar a população quando queremos nos beneficiar com a política e o voto. Temos as nossas obrigações e devemos pautar o nosso mandato nessas obrigações, principalmente com o que nos comprometemos durante a campanha”, disse Wellington.

A situação da Unidade Mista Dr. Neto Guterres se agravou desde 2012, quando a então gestão da Secretária de Estado da Saúde cortou os recursos. A receita do hospital caiu de R$ 125 mil para apenas R$ 25 mil reais por mês, recurso insuficiente para manter o quadro de profissionais da saúde, investir em novos equipamentos e aquisição de material hospitalar. Com o corte drástico, a Prefeitura teve que fazer readequações e assumir outras despesas a fim de evitar o fechamento do hospital.

Os encaminhamentos definidos em audiência foram: reativação da Escola Municipal Inácio de Viveiro; mais investimentos em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde para a rede pública de saúde de Alcântara; garantir a atuação da Guarda Municipal; criação do Centro de Zoonoses para a defesa dos animais; atendimento social no CRAS e reativação da Casa do Idoso; autonomia dos conselhos municipais, revitalização do porto e investimentos de políticas públicas para os jovens. (Com informações das respectivas assessorias dos parlamentares)

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free