casa » Archivo de Etiquetas: bequimão (página 54)

Archivo de Etiquetas: bequimão

Profissionais da saúde capacitados

COMPARTILHE

11

Cinco profissionais da saúde de Bequimão participaram de uma oficina sobre teste rápido para HIV/Sífilis e hepatites B e C, realizada nos dias 28 e 29 de maio, no Hotel Veleiros, em São Luís/MA. Com esse treinamento, promovido pela Coordenação Estadual de Atenção às DST/Aids, o município ficou apto a oferecer mais esse serviço à população local.

Foram capacitados a enfermeira Paula Martins e o bioquímico Wendel Bouéres (do Hospital Lídia Martins), as enfermeiras Cláudia Costa e Letícia Fiquene (da Atenção Básica) e a enfermeira Thamisy Araújo (Vigilância em Saúde).

Segundo a secretária adjunta de Saúde, Ramone Araújo, o prefeito Zé Martins determinou que outros profissionais também fossem treinados, para que o teste rápido fique disponível para o maior número de pessoas em Bequimão.

O exame poderá ser feito de segunda a quinta no Centro de Saúde (antiga unidade mista), no Hospital Lídia Martins e as equipes do programa Estratégia Saúde da Família levarão às unidades básicas de saúde dos povoados. As gestantes serão público prioritário, mas o teste poderá ser feito por qualquer pessoa que buscar o serviço.

O QUE É O TESTE RÁPIDO

11 1211

Segundo o Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, pesquisas indicam que existem hoje no Brasil cerca de 630 mil pessoas vivendo com o HIV, o vírus da AIDS, e que, dentre estas, cerca de 255 mil nunca teriam feito um teste de diagnóstico e, por isso, não conhecem sua sorologia. O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito por meio de testes realizados a partir da coleta de uma amostra de sangue. No Brasil, temos os exames laboratoriais como o Elisa anti-HIV e os testes rápidos que detectam os anticorpos contra o HIV em um tempo inferior a 30 minutos.

Os testes rápidos são feitos a partir da coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo. O sangue é colocado em dois dispositivos de testagem e, para chegar ao resultado, o profissional segue um fluxo determinado cientificamente. Se os dois dispositivos tiverem os mesmos resultados, o diagnóstico já é fechado. Porém, se houver discordância entre os resultados, é feito outro teste com um terceiro para confirmação. Assim, o resultado tem a mesma confiabilidade dos exames convencionais e não há necessidade de repetição em laboratório.

Matéria de Assessoria

 

 

Bequimão cumpre lei geral das MPE’s

COMPARTILHE

PMES

O município de Bequimão cumpriu mais uma etapa para implementação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, com uma oficina realizada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae/MA), nesta sexta-feira (22), no auditório do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do município.

Sancionada no final de 2014, pelo prefeito de Bequimão, Zé Martins, seguindo as orientações da Lei Complementar Federal nº 123/2006, a legislação prevê mais facilidade na regularização das empresas que ainda estão na informalidade, possibilita maior justiça tributária, simplifica o pagamento de impostos, facilita o acesso ao crédito e incentiva a cooperação. A lei também possibilita a abertura de processos licitatórios exclusivos para micro e pequenas empresas, com compras de até R$ 80 mil.

Na avaliação do prefeito, o fortalecimento dos pequenos negócios, que  são maioria dos empreendimentos locais, impulsionará a circulação de receitas e geração de emprego e renda no município. “Estamos dando todo apoio para a implementação da lei, porque entendemos que essa é uma das principais saídas para o desenvolvimento de Bequimão”, afirmou Martins. Ele assinou um termo de compromisso que garante a continuidade na prestação de orientações pelo Sebrae.

As micro e pequenas empresas já representam 99,1% dos negócios urbanos no Brasil. São mais de 6 milhões de pequenos empreendimentos nas cidades do país,  4,1 milhões de propriedades rurais e 4,4 milhões de microempreendedores. “São empresas que sofrem com a falta de planejamento e de capacitação, além de burocracia excessiva para o registro, alta carga tributária e dificuldade de acesso aos mercados”, destacou o consultor do Sebrae, Augusto Bento Serra, que ministrou a oficina.

O superintendente do Sebrae/MA, João Batista Martins, que acompanhou a atividade, disse que a Lei Geral implantada no município e os diversos programas da entidade podem ajudar a reverter essa situação. “O mercado não espera quem não esteja preparado. É importante fazer o planejamento e também gerar condições para que as pessoas se planejem. Isso o Sebrae tem condições de oferecer”, enfatizou o superintendente. Ele citou, ainda, as possíveis oportunidades que serão criadas com a construção da ponte sobre o Rio Pericumã, que vai ligar Bequimão a Central.

João Martins também destacou a visão empreendedora do prefeito Zé Martins ao tomar a decisão política de implantar a Lei Geral em Bequimão e elencou algumas atividades realizadas no município em parceria com o Sebrae, como o programa Negócio Certo, que também contou com o apoio do Senar/MA, a Expocapril e o projeto de apoio à piscicultura.

Agentes de desenvolvimento

Sete agentes de desenvolvimento, profissionais indicados pela Prefeitura de Bequimão, participaram de uma capacitação entre os dias 18 e 21 de maio, na regional do Sebrae/MA em Pinheiro. Eles terão atuação fundamental na articulação de ações públicas que promovam o desenvolvimento local e a efetivação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas.

MP1 MP2 MP3

O secretário municipal de Indústria e Comércio, Ademar Costa, é um dos agentes. Para ele, a possibilidade de os pequenos negócios locais participarem das licitações é um dos principais ganhos com a lei. “É possível inclusive fazer licitações por bloco, porque às vezes os empreendedores do nosso município não têm condições de fornecer sozinhos os produtos de alto valor”, ressaltou. Os selecionados para serem agentes de desenvolvimento foram Sérgio Rodrigo, Ademar Costa, Keila Soares, Nilson Pereira, Edmilson Pinheiro, Sidney Bouéres e Rose Pinheiro.

A gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Rosamélia Borges, agradeceu a Prefeitura de Bequimão pela colaboração e considerou satisfatória a participação dos agentes na capacitação. “São pessoas comprometidas com o desenvolvimento local. Pessoas que estão vestindo a camisa. Bequimão está à frente, empenhado, para conseguir fazer valer essa lei”, frisou. Em todo o Maranhão, já foram capacitados 300 agentes de desenvolvimento.

A oficina de implementação da lei foi voltada aos pequenos empreendedores, mas também aos responsáveis pelos registros, tributos, compras, pregoeiro da Prefeitura Municipal e agentes de desenvolvimento. Bequimão está entre os 150 municípios maranhenses que já aprovaram a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. Desses, apenas 72 municípios efetivamente puseram em prática a legislação.

Participaram do evento o vice-prefeito Pedro Acará, os vereadores França, Robson Cheira, Vetinho, Elanderson, Raquel e Preta, além dos secretários de Administração, José Orlando; Educação, Aristides Amorim; Pesca, Nhô da Colônia; Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro; Esportes, Kell Pereira; Articulação Institucional, Sidney Bouéres; Turismo e Meio Ambiente, Keilla Soares; Articulação Política, Doutor; Assistência Social, Neide Rodrigues; e Combate à Extrema Pobreza, Sinara Almeida.

Matéria de Assessoria

 

 

Bequimão inicia campanha de vacinação contra gripe

COMPARTILHE

VA4

Mais de mil pessoas já foram imunizadas na campanha de vacinação contra a gripe que está sendo realizada pela Prefeitura Municipal de Bequimão. A ação começou no dia 04 de maio e, seguindo o calendário nacional, no dia 09, ocorreu o Dia “D” de vacinação. A meta é vacinar 5 mil bequimãoenses até dia 22 de maio, quando termina a campanha.

No Dia “D”, a equipe de saúde do município distribuiu pipoca, pirulito e picolé, para dar um incentivo a mais a quem procurava a vacina. O grupo prioritário para ser imunizado é formado por crianças de seis meses a cinco anos, idosos (maiores de 60 anos), pessoas com doenças crônicas, trabalhadores da área de saúde, mulheres que pariram recentemente (puerperas) e gestantes.

“Bequimão vinha de um histórico de não serem feitas as campanhas de vacinação. Mas nós sabemos a importância da prevenção de doenças, como algo essencial no serviço de saúde pública. Por isso, desde que iniciou nossa gestão, todas as campanhas de vacinação foram oferecidas à população do município”, destacou o prefeito Zé Martins.

VA1 VA4VA2 VA3

A vacina contra a gripe está disponível em todos os postos e unidades básicas de saúde de Bequimão. No Centro, a imunização está sendo feita na antiga Unidade Mista. “Nossa equipe está empenhada em atingir a meta. Queremos proporcionar o acesso a todo o grupo prioritário preconizado pelo Ministério da Saúde”, afirmou a enfermeira Cláudia Costa, que coordena a campanha.

IMUNIZAÇÃO

A vacina contra a gripe, que tem ação imunitária durante 12 meses, é o meio mais eficaz de prevenção da infecção gripal e das suas complicações, com a vantagem de não implicar riscos, pois é feita a partir de vírus inativados.

A gripe não é considerada uma doença grave, mas mata milhares de pessoas todos os anos. A doença evolui, em geral, de forma benigna, sem necessidades de grandes medidas terapêuticas; entretanto, pode complicar-se e aparecer sob formas mais graves como traqueobronquite ou pneumonia bacteriana secundária e, mais raramente, pneumonia primária à influenza, quase sempre mortal.

Matéria de assessoria

Bequimão: Vila Betel de estrada nova

COMPARTILHE

BETEL1

No período das chuvas, os moradores da Vila Betel precisavam atravessar uma “baixa” – como eles chamam – com água até cintura, para poder chegar ao povoado, que fica próximo a Ariquipá. Mas, neste ano, a situação mudou. A Prefeitura Municipal de Bequimão construiu a estrada vicinal que dá acesso à comunidade, nunca antes beneficiada com esse tipo de serviço. Segundo o prefeito Zé Martins, quase 90% das estradas vicinais do município já foram recuperadas, em menos de dois anos e meio de mandato. Alguns povoados, como a Vila Betel, não possuíam estradas; eram “caminhos”, que hoje se tornaram estradas e ruas. “O trabalho é feito com qualidade, inclusive observando os locais que precisam de bueiras, para que a água escorra. O nosso padrão é de estrada com sete metros de largura”, ressaltou Zé Martins.

O prefeito visitou a comunidade e conversou com moradores. Morador da Vila Betel desde que nasceu, o produtor rural Timóteo Amorim Rodrigues, 28 anos, relembrou a dificuldade que enfrentava para entrar no povoado. “Isso aqui era um barreiro danado. Você tá vendo essa baixa aí medonha, era água que dava quase na cintura. Isso aqui ficou um amor depois que o prefeito Zé Martins fez esse projeto aqui”, disse. Ele contou, ainda, que era impossível passar com motocicleta quando chovia.

BETEL1 BETEL2BETEL1

O trabalho nas estradas tem sido intenso. Para garantir um bom resultado, é primeiro corrigido o terreno e depois é posta a piçarra. O prefeito informou, ainda, que a equipe da Prefeitura está atenta aos trechos que foram danificados com as chuvas.

Na Vila Betel, a estrada ruim atrapalhava o escoamento da produção agrícola de uma comunidade que está crescendo no cultivo da melancia, por exemplo. Em breve, o povoado – assim como as demais comunidades do município – deve receber, também, mais assistência técnica, uma das novas prioridades da Prefeitura de Bequimão, de acordo com o prefeito. “Vamos dar mais atenção à agricultura familiar, para que se produza mais. Essa produção pode ser comprada no próprio município, pelas escolas e hospital, o que vai contribuir para tirar as pessoas da pobreza, tendo trabalho e renda”, destacou o prefeito.

Matéria de assessoria

 

Prefeito vistoria obras da escola de quatro salas

COMPARTILHE

ZJ1

O prefeito Zé Martins vistoriou, neste domingo (26), as obras da escola de quatro salas que está sendo construída no povoado Monte Alegre, em Bequimão. Outra no mesmo padrão também será feita no povoado Marinho. Os recursos foram adquiridos junto ao Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A construção da escola segue o padrão do “Projeto Espaço Educativo Urbano e Rural de 04 Salas de Aula”, com capacidade para atender até 240 alunos, em dois turnos (matutino e vespertino). Pelo FNDE, a Prefeitura Municipal de Bequimão está recebendo assistência financeira, com caráter suplementar, objetivando a construção e o aparelhamento dessas escolas.

ZJ1 ZJ2 ZJ3

O vice-presidente da Associação de Moradores do Monte Alegre, José Albino Braga Ferreira, 47 anos, está acompanhando de perto cada detalhe da obra. O entusiasmo dele, ao ver as paredes da escola serem erguidas, revela o quanto esse benefício era aguardado pela comunidade. “É para o nosso desenvolvimento. Uma escola dessa aí é muito bom. Quatro salas de aula, vai ter sala de informática com dez computadores”, conta o morador, cheio de orgulho.

José Albino disse que, depois da recuperação das estradas vicinais, um ônibus escolar passou a transportar os estudantes da comunidade até as escolas do Centro de Bequimão. Mas, na opinião dele, a situação vai melhorar ainda mais quando as crianças e jovens de Monte Alegre e dos povoados vizinhos puderem estudar perto de casa. “Melhor trazer o professor para a comunidade do que levar o aluno para lá”, avalia.

AVANÇO NA EDUCAÇÃO

Segundo Zé Martins, os dois primeiros anos de sua administração foram dedicados a resolver problemas emergenciais do município, como a recuperação dos serviços de saúde pública e das estradas que dão acesso aos povoados. Nesse período, o prefeito dedicou-se, também, a buscar recursos para a reestruturação da educação.

ZJ4 ZJ5 ZJ6

“Até o mês de junho, vamos finalizar as obras da escola de seis salas que está sendo construída no Ferro de Gomar. Conseguimos, ainda, mais seis escolas de duas salas, que serão feitas no Balandro, Vila Nova, Boa Vista, Frechal, Santa Tereza e Rio Grande. Tudo isso, representa um grande avanço para a educação do nosso município” – destacou Zé Martins.

Returno da Copa da Baixada de Futebol Máster terá início hoje

COMPARTILHE

hhhhh

O returno da Copa da Baixada de Futebol Máster, competição que movimenta o interior Maranhense, terá início neste sábado (18) ás 16h com o jogo entre São João Batista e Bequimão e Governador Nunes Freire enfrentando Turiaçu. No domingo (19) ás 9h, Santa Helena enfrenta São Vicente e a Seleção de Pinheiro enfrenta no estádio Costa Rodrigues, a Seleção de São Bento.

A liderança da Copa da Baixada fica por conta da Seleção de Pinheiro com 17 pontos, na segunda colocação a Seleção de Bequimão com 13 pontos, em terceiro lugar Santa Helena com 11 pontos, em quarto lugar São Vicente Ferrer com 10 pontos, em quinto lugar São João Batista com 10 pontos, em sexto lugar São Bento com oito pontos, em sétimo lugar Turiaçu com seis pontos e na última colocação a Seleção de Governador Nunes Freire que ainda não pontuou.

O campeonato está sendo disputado em 03(três) fases: Primeira Fase: Classificatória, Segunda Fase (Semifinal) e terceira Fase (Final).

Na primeira fase (classificatória), as 08 (oito) seleções jogarão todos contra todos, com jogos de ida e volta, classificando-se à fase seguinte somente os 4(quatro) clubes melhores classificados dentre os participantes.

Na segunda fase (Semifinal), os classificados da fase anterior se enfrentarão em jogos só de ida, com vantagem aos dois primeiros colocados de receberem o jogo em casa e em caso de empate serão cobradas penalidades para se conhecer os finalistas.

Na terceira fase (final), os vencedores da semifinal, farão apenas um jogo, com a vantagem de jogar em casa, para o caso de empate no tempo normal, o campeão será conhecido através de cobrança de penalidades, como manda a Internacional Bord.

Bequimão levanta a Taça de Master

COMPARTILHE

hhhhh

A Seleção de Bequimão conquistou o título da Copa da Baixada Super Máster. Na grande decisão disputada no último sábado (11) no estádio Costa Rodrigues na cidade de Pinheiro, a seleção de Bequimão empatou no tempo normal com a Seleção de Cururupu em 0x0 e nas disputas de pênaltis, Bequimão levou a melhor e venceu pelo placar de 4×2. Com isso, os coroas conquistaram o segundo título da competição.

A Copa Super Máster contou com a participação das Seleções de Mirinzal, Pinheiro, Palmeirândia, Bequimão, São Bento e Cururupu. Em disputa, Bequimão chegou a final e levantou o caneco.

A competição contou com o apoio do presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antonio Américo, que ofertou o troféu para o campeão do torneio. Além do troféu, os jogadores foram premiados com medalhas.

Bequimão-MA: “ALELUIA REGGAE ROOTS – ANO III”

COMPARTILHE

ALLL

O Sábado, dia 04 de abril, nunca mais será o mesmo, já que a cidade de Bequimão vai parar pra curtir um evento que já é história marcante no calendário bequimõense.  Para coroar as festividades da Páscoa, amanhã (4) acontece o “ALELUIA REGGAE ROOTS DE BEQUIMÃO – ANO III”. Movimento regueiro que agita a Cidade e já está em sua 3ª edição, sempre respeitando os artistas regionais e o público presente.

Com organização do Programa Reggae Raiz da Rádio Bequimão FM 106,3 MHZ, representado pelo comunicador Rodiney Luciano e DJ Renan Lemos; pelo Grupo de Colecionadores Resistência Reggae, representado por Magal e Alemão; e também pela Loja Rasta Reggae, representada por Alan Carlos Soares, o “Aleluia Reggae Roots” sempre apresenta grandes espetáculos musicais, onde em suas edições anteriores realizou shows com Capital Roots de São Luís, a cantora Fabiana Rasta e os jamaicanos Rzee Jackson e Cedric Myton, este último uma lenda do reggae de reconhecimento internacional.

aditamento ok ok.pdfaeaditamento ok ok.pdfaeaditamento ok ok.pdfae

Este ano, a festa será embalada pelas equipes locais, Projeto Reggae Raiz, Conexão Reggae Show e Resistência Reggae; pela Equipe de Vinil Power Discos, com os Djs Maxwell, Saulo e Café; e a atração principal, Banda Barba Branca, da cidade histórica de Alcântara pelo segundo ano consecutivo fazendo a massa regueira dançar e cantar os clássicos do reggae.

Então o público da baixada maranhense está convidado para esse grande evento, que será amanhã (4) no ESPAÇO GARAGEM SHOW, na cidade de Bequimão (Próximo a Guarda Municipal), bem no coração da cidade. Ingressos à venda no local do evento e custa apenas R$10,00 para curtir a noite toda.

 

Texto: Rodiney Luciano

 

Prefeitura de Bequimão distribui 8 toneladas de peixes

COMPARTILHE

J1

A Prefeitura Municipal de Bequimão, através do prefeito Zé Martins (PMDB) distribuiu 8 toneladas de peixes nesta quinta feira Santa (2). No ano passado foram 6 toneladas, este ano o prefeito conseguiu aumentar mais 2 toneladas, graças ao número de pessoas que compareceram. Segundo Zé Martins, próximo ano haverá necessidade de aumentar mais uma vez a quantidade de pescado, haja vista que o projeto visa toda população carente do município.

As senhas começaram a serem distribuídas a partir das 6h da manhã, em frente à Prefeitura, no centro da cidade. Depois, que receberam a senha, as pessoas tiveram que enfrentar uma grande fila, mas, para Dona Odete que veio do interior e que chegou antes das 5h da manhã, valeu a pena aguardar, pois o pescado recebido, garantiu o principal prato da Semana Santa, segundo a tradição cristã.

J6 JJ7J4

A ação da Prefeitura também gera renda aos pescadores da região e valoriza a atividade pesqueira do município, uma das grandes vocações produtivas de Bequimão. Para o secretário da Indústria Ademar, esse projeto “Peixe para Todos” já faz parte do programa de governo de Bequimão.

Para a secretária, Dinha, uma das organizadoras do projeto, o programa Peixe para Todos, visa atender 16 mil pessoas carentes da cidade e também do interior do município. Rogério, um dos trabalhadores que ajudou a descarregar o caminhão de peixes, mesmo trabalhando, esse é um dia de alegria para muitos, que talvez não estivesse nada para colocar no prato sexta feira santa.

Atender a população carente de Bequimão é um dos objetivos do programa e pelo visto, foi conseguido, disse o ex-prefeito e líder do grupo político, Juca Martins, presente na distribuição do pescado. Para o prefeito Zé Martins, compromisso assumido, compromisso cumprido. “A pesar das dificuldades, nos programamos e conseguimos aumentar a quantidade de peixes e fazer mais pessoas felizes em Bequimão”. Sorridente, o prefeito Zé Martins que acompanhou de perto a distribuição do pescado.

J3 J5YY

TRADIÇÃO DA SEXTA FEIRA SANTA

Comer peixe na Semana Santa faz parte da tradição e da vocação Cristã. Mas na maioria da população bequimõense, principalmente as pessoas que moram no litoral, o prato mais encontrado na mesa no almoço da sexta feira da paixão, é a tradicional torta de “Sururu” (Mechilhão). O costume de comer peixe é ligado a uma forma de praticar o jejum e a abstinência, uma prática ao lado da caridade e esmola, indicada pela Igreja católica como prática de devoção típica do tempo de Quaresma.

Texto de Assessoria

 

 

 

Ponte sobre o Rio Pericumã vira ponto turístico de políticos parasitas

COMPARTILHE

Zé Cabo

A construção da ponte sobre o Rio Pericumã, que ligará o município de Central do Maranhão a Bequimão, agora virou pauta de políticos parasitas. O local onde será construída a ponte se tornou o maior ponto turístico de políticos aproveitadores. O primeiro a passear no local, foi o enrolado Zé Inácio, que mesmo sendo da região, nunca tinha ido ao local antes.  Depois que Zé Inácio inaugurou o ponto turístico, vários aproveitadores já foram ao local, inclusive o deputado Cabo Campos, que esteve lá neste domingo (1).

Os políticos considerados papagaios de pirata, devem no mínimo procurar pesquisarem e ver que essa ponte está na promessa há décadas e nunca foi feita simplesmente por problemas políticos. Na época do primeiro governo de Roseana Sarney a ponde não foi construída porque o prefeito de Central era oposição ao grupo Sarney. Já no período em que Zé Reinaldo Tavares foi o governador, a obra não foi feita porque Juca Martins, que na época era o prefeito de Bequimão, segundo Zé Reinaldo, era um Roseanista de carteirinha. Já no governo Jackson, nem foi comentado. Na segunda gestão de Roseana, que em minha opinião foi um “Cocô” só ficou na promessa, mas os pedidos foram feitos, tanto pelo prefeito de Bequimão, Zé Martins, quanto pelo deputado estadual na época, Vitor Mendes.

Durante muito tempo, um grupo de políticos e cidadãos da baixada, vem se organizando para buscar através de convênios, a construção daquela ponte que irá beneficiar milhares de pessoas de vários municípios da região. Na campanha eleitoral passada, a Ponte sobre o Rio Pericumã, foi uma promessa de campanha de Flávio Dino e como as coisas se encaminham para a realidade, vários parasitas, fungos e bactérias políticos, estão querendo aparecer na foto, mas os méritos são do consórcio “GUARÀS” formado pelas principais lideranças da baixada, inclusive prefeitos.

p1 p2p3

Neste sábado (28) um grupo de cidadãos originários da Baixada Maranhense reuniu-se com a finalidade de articular a criação do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, como entidade da sociedade civil organizada, cujo objetivo é estabelecer um canal de interlocução com as diversas esferas do Poder Público para discussão das necessidades pertinentes à microrregião, como a construção de barragens, o projeto diques da Baixada e a construção da ponte Bequimão-Central do Maranhão. O evento foi realizado no auditório da TV da Assembleia Legislativa.

Participaram do encontro o Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, o ex-deputado Jota Pinto, o vice-prefeito de Pinheiro, César Soares, o vice-prefeito de Peri-Mirim, Eliezer Soares e o vereador Jean Reis, dezenas de vereadores, ex-prefeitos, intelectuais, estudantes, profissionais liberais, cientistas, lideranças e formadores de opinião de diversos municípios da Baixada maranhense.

Segundo o professor Flávio Braga, que coordenou os trabalhos, “a Baixada possui uma peculiaridade que a distingue sobremaneira das outras regiões pobres do Maranhão: embora o seu povo seja desprezado e muito empobrecido, as soluções para melhorar as condições de vida são baratas, simples e de fácil resolução. Só depende da vontade política de nossos governantes. Quem conhece bem a realidade social da Baixada pode atestar essa situação de omissão e abandono”.

A grande questão observada nesse encontro foi a ausência dos políticos parasitas, que só querem aparecer no momento do bolo, na hora da luta, estão bem longe. O certo mesmo, é que os aproveitadores, estão usando a tribuna da assembleia para tentarem se promoverem à custa de uma obra que não os pertence.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free