casa » Archivo de Etiquetas: bequimão (página 50)

Archivo de Etiquetas: bequimão

Zé Martins divulga nota oficial contra agressões verbais da oposição

COMPARTILHE

O prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), divulgou nota oficial nesta sexta feira (6), esclarecendo a verdade dos fatos, distorcida por pessoas que torcem contra o desenvolvimento de Bequimão. Zé Martins, diante dos ataques mentirosos e irresponsáveis daqueles que, derrotados nas urnas, insistem em querer antecipar o debate eleitoral, e em respeito à opinião pública, vem prestar os seguintes esclarecimentos:

  • 1 – Diferente do que afirmam os opositores – que o Mercado Municipal de Bequimão encontra-se concluído e que o prefeito não o entrega porque não quer, – trata-se de uma mentira. Conforme podemos comprovar com o estrato da Caixa Econômica Federal (CEF), as obras estão apenas 85% concluídas, razão pela qual ainda não foi entregue.
  • 2 – O Mercado Municipal foi conseguido com o esforço do atual prefeito, quando ainda era assessor prefeito Juca Martins, através, de emenda do Deputado Federal Sarney Filho, tendo os recursos sido disponibilizados durante o mandato do ex-gestor que não concluiu a obra em quatro anos e deixou o problema para o atual prefeito que tem se desdobrado com a empresa licitada pelo ex-gestor para que conclua a obra.
  • 3 – O prefeito Zé Martins (PMDB), é o maior interessado na entrega desta obra a população, mas não pode, diferente do ex-gestor, que não concluiu a obra em quatro anos e ainda simulou uma inauguração com o serviço inacabado, entregando a obra sem que a mesma esteja 100% pronta e em condições de funcionamento.
  • 4 – O prefeito Zé Martins, notificará o Ministério Público (MP) e tomará as medidas cabíveis contra aqueles que nada tendo feito quando tiveram a oportunidade e se corroem de inveja diante de suas inúmeras realizações.

Bequimão, 06 de Novembro de 2015

 

Zé Martins (PMDB)

______________________________________

Prefeito de Bequimão-MA

EXTRATO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Nota3

Nota1

Começa a I Copa Quilombola – Troféu Negro Cosme em Bequimão

COMPARTILHE

FOTOS: Rodrigo MartinsVejam as fotos no Clube da foto.

Bequimão realiza a I Copa Quilombola de Futebol – Troféu Negro Cosme. A abertura da copa aconteceu neste domingo (1) e contou com a presença do Prefeito, Zé Martins (PMDB), que se mostrou muito contente com mais essa realização, já que o município promove os campeonatos de futebol masculino e feminino.

Logo na abertura da Copa, que teve a execução do hino municipal e os pronunciamentos dos Secretários, Kell Pereira (Esporte) e Dinha Pinheiro (Igualdade Racial), além dos representantes do Estado, Eduardo Filho (Assessor da SEIR) e Iracema de Jesus (Assessora da SEIR), com finalização do prefeito Zé Martins. Logo em seguida foram realizados dois jogos no Estádio Vivaldo Lemos Paixão (Vivaldão). Na preliminar, o time da comunidade Juraraitá não tomou conhecimento da vizinha Suassuí e venceu por 2×0. Na partida de volta, Juraraitá que fará o jogo em seu campo, pode até perder por 1×0, que mesmo assim garantirá vaga na segunda fase do torneio. Já no clássico da BR, Santa Rita e Ramal de Quindiua não saíram do 0x0. No jogo de volta, quem vencer avança no torneio.

_DSC1158 _DSC1162

A Copa Quilombola é uma realização do governo do estado, em parceria com a prefeitura de Bequimão. Além de Bequimão, os municípios de Alcântara, Matinha, Anajatuba, Icatu, Bacurituba, Cajapió, Itapecuru, Santa Rita, Santa Helena, Serrano Do Maranhão e Monção, também estão realizando esse evento futebolístico. Com organização da Secretaria de Estado de Igualdade Racial (Seir), a copa visa integrar as comunidades quilombolas do Maranhão.

_DSC1146 _DSC1226

Bequimão participa da competição com 11 equipes, mas alguns municípios tem 12, com exceção de Serrano e Icatu, que terão 16 equipes cada uma composta por 18 atletas, com uniformes ofertados pela organização do torneio.

REGULAMENTO DA COPA

Cada município vai classificar um time para disputar o troféu estadual. O período de classificação nos municípios vai até 12 de Dezembro. A fase final acontecerá em São Luis de 15 a 20 de Dezembro. O campeonato tem 168 equipes participantes e serão 287 jogos na fase de classificação e 16 na fase final, totalizando 303 partidas. A expectativa é envolver 4.536 atletas e dirigentes em todo Estado.

_DSC1028 _DSC1316

Para participar, os atletas devem morar em quilombos das cidades que sediarão o evento. Para o prefeito Zé Martins, o esporte envolve todas as classes e principalmente na zona Rural. “A realização dessa Copa Quilombola é feita na perspectiva de valorizar e integrar o povo negro das comunidades nos diversos municípios que sediarão o torneio. O esporte aproxima as pessoas, resgata valores, fortalece vínculos e eleva a autoestima de qualquer povo”, destacou o prefeito.

_DSC1279 _DSC1312

O assessor institucional da Seir (Secretaria de Estado da Igualdade Racial), Eduardo Filho, disse que o foco é a inclusão e a construção da cidadania por meio do esporte, promovendo valores como a boa convivência, a cooperação e o companheirismo. “O esporte promove a integração social, contribuindo na formação da cidadania e na inclusão social”, finalizou Eduardo.

Para a secretária Municipal de Cultura e Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, o evento traz nova visão aos atletas e principalmente aos Quilombos. “Estamos trabalhando para realizar um grande evento e este mês, entramos também na semana do bebê Quilombola, e isso nos deu mais entusiasmo”, destacou a secretária.

_DSC1215 _DSC1220

Com um bom público presente, o estádio Vivaldão viu sua primeira Copa Quilombola e com jogos bem disputados. A torcida fez a festa do começo ao fim. O prefeito Zé Martins assistiu as duas partidas no meio das torcidas.

 

CLUBES PARTiCIPANTES DA COPA

  • Juraraitá
  • Suassuí
  • Santa Rita
  • Ramal de Quindiua
  • Pericumã
  • Rio Grande
  • Marajá
  • Sibéria
  • Conceição
  • Mafra
  • Ariquipá

SEMATUR e Policia Civil dialogam e traçam estratégias para coibir crimes ambientais no Município

COMPARTILHE

A Secretária Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Bequimão, Keila Soares, reuniu-se com o Delegado de Polícia Civil, Dr. Carlos Renato de Azevedo, na última semana de outubro, para discutir estratégias visando o combate ao crime ambiental.

A reunião serviu também como estreitamento de relações institucionais, onde foram discutidos temas como ações para educar e coibir crimes ambientais no município de Bequimão. Dentre as situações mais constantes; estão a caça ilegal, desmatamento da mata ciliar, pesca predatória, queimadas sem o devido controle e poluição por lixo em locais públicos e terrenos baldios.

Após o encontro com o Delegado, a secretária de Meio Ambiente, explicou como aconteceu a reunião, que promete formar uma parceria e combater o crime ambiental em Bequimão.

“Neste primeiro contato com o Delegado Azevedo fizemos uma conversa para delinear esta parceria em prol da lei e da sustentabilidade ambiental, nosso próximo passo é repassar ao delegado as demandas e propor um plano de trabalho para ações conjuntas com a SEMATUR e demais órgãos e autoridades municipais. O que foi plenamente aceito pelo delegado”, destacou Keila Soares, titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo (SEMATUR).

 

Por: SEMATUR/Bequimão

http://sematurbeq.blogspot.com.br

Zé Inácio reúne lideranças na zona rural de Bequimão

COMPARTILHE

O deputado Zé Inácio (PT) reuniu neste final de semana com lideranças comunitárias de vários povoados do município de Bequimão. Entre elas, estavam representantes das Associações do Areal, Santa Teresa, Vitório, Monte Alegre e Marajá. O Evento aconteceu na comunidade Marajá.

Durante a reunião, as lideranças solicitaram apoio do parlamentar na aquisição de projetos para a comunidade com o objetivo de melhoria na qualidade de vida e caminho de acesso, entre eles, foram demandados construção de poços artesianos e recuperação de barragens.

Por sua vez, o deputado Zé Inácio (PT) se comprometeu em reivindicar o beneficio junto aos órgãos públicos (Governo do Estado). “Nesta reunião vim reiterar o meu compromisso com a população da minha cidade, Bequimão, e mais uma vez dizer a todos aqui que sou da terra e que por tanto irei honrar isso até o fim do meu mandato”.

Ribeirinhos – O deputado Zé Inácio (PT) também se reuniu com Movimentos dos Ribeirinhos Litorâneos de Bequimão (Morilibe).

Durante encontro, os ribeirinhos discutiram com o parlamentar sobre a construção de canais para a retenção de água no período de estiagem, favorecendo a criação de peixes e produção agrícola.

Zé Inácio (PT) se comprometeu em dar acompanhamento a esses projetos.

 

Texto de Assessoria 

Sebrae realiza Primeiro Dia de Campo da Piscicultura em Bequimão com palestras e oficinas

COMPARTILHE

FOTOS: Rodrigo Martins

A prefeitura Municipal de Bequimão, através do Prefeito Zé Martins (PMDB), em parceria com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas) e Associação de Piscicultores de Bequimão, realizaram neste sábado (31) no povoado Balandro no sítio da Piscicultora, Wanda Pereira, o Primeiro Dia de Campo da Piscicultura da região.

Visando aumentar ainda mais a criação de peixes em cativeiros no município, a prefeitura de Bequimão e o Sebrae, reuniram autoridades municipais, dezenas de piscicultores, Estudantes que integram a Escola Técnica Rural de Bequimão e moradores de várias comunidades do município. Entre as autoridades estavam o prefeito de Bequimão, Zé Martins, a Gerente Regional do SEBRAE em Pinheiro, Rosa Amélia, o Presidente da Associação dos Piscicultores de Bequimão, Tonho Martins, o Secretário Municipal de Pesca, Nhô da Colônia, o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bequimão, Aguinaldo Rodrigues, o vice-prefeito de Bequimão, Pedro Acará, os vereadores Vetinho (PMDB) e Robson Cheira (PTN), os secretários Doutor do Barroso (Articulação), Cassiano Ferreira (Segurança), Dinha Pinheiro (Cultura e Igualdade Racial), Ricardo Lemos (Infraestrutura de Transporte), Ademar Costa (Comércio), o Presidente da Câmara Municipal, Jorge Filho (PP) e o vereador de Peri-Mirim, Jean Reis.

_DSC0622 _DSC0726

Durante as Oficinas, os consultores técnicos do Sebrae, mostraram as vantagens da Piscicultura aos secretários municipais, vereadores, piscicultores e estudantes da Escola Técnica Rural, que atende os municípios de Bequimão, Peri Mirim e Alcântara.

_DSC0674 _DSC0763

PROGRAMAÇÃO COM CONHECIMENTO

A programação contou com palestras sobre gestão de negócio, manejo e qualidade na produção de peixes e exposição de tipos de tanques e alternativas para a criação e reprodução de peixes. Os consultores fizeram oficinas e montaram uma mostra de como produzir bem, sem degradar a natureza, com investimento bem menor e produção ainda maior. No final das oficinas, houve entrega de brindes e certificados aos participantes.

_DSC0747 _DSC0755

Para o Gestor de Projetos de Desenvolvimento da Piscicultura na baixada maranhense, Raimundo Junior (Sebrae), esse tipo de evento, serve para qualificar e melhorar a produção de pescado na região.

“É um projeto que trabalha o Associativismo, Planejamento Empresarial, Compras Institucionais (onde o produtor possa vender seus peixes na merenda escolar), aquisição de alimento pela Conab, aprimoramento da produção, boas práticas de comercialização do pescado (filé, e outros tipos de cortes do peixe). Com toda produção, a economia do município fica aquecida e gera renda e empregos”, destacou o gestor técnico.

_DSC0611 _DSC0620

VISÃO DE PRODUÇÃO

Já o presidente da Associação de Piscicultores do município de Bequimão, Antônio Martins, se mostrou satisfeito com as palestras e oficinas realizadas pelo Sebrae.

“Bequimão já tem uma quantidade significativa de piscicultores e a produção de peixes vem aumentando a cada ano no município. Antes, a gente trabalhava errado, e não tínhamos resultados. Hoje com a orientação do Sebrae, nossos Associados estão conseguindo lucros e investindo ainda mais em seus criadouros. Hoje até o povoamento melhorou e os peixes passaram a crescer muito mais. estamos exportando mais ou menos 30 toneladas por ano, levando em conta que a produção ainda não funciona o ano inteiro e só apenas a partir de dezembro até março. Temos 25 piscicultores associados e a tendência é aumentar”, disse o presidente.

_DSC0763 _DSC0776 - Cópia

O secretário municipal de pesca, Nhô da Colônia, destacou a importância de um projeto dessa grandeza para o município de Bequimão.

“Não dar pra esconder o quanto um projeto dessa natureza engrandece e aquece a economia do município de Bequimão. Um exemplo grande é a compra para a merenda escolar e que facilita a vida da gestão municipal e principalmente dos produtores. Hoje com a safra de peixes em açudes, a concorrência da uma trégua e com isso o preço do pescado fica menor por muito tempo”, afirmou o secretário.

A Gerente Regional do Sebrae em Pinheiro, Rosa Amélia, foi categórica em sua explanação durante a apresentação do Primeiro Dia de Campo realizado em Bequimão.

WP_20151031_10_01_39_Pro WP_20151031_10_10_58_Pro

“Este Dia de Campo que está sendo realizado hoje (31) aqui nesta propriedade, vai disseminar a parte tecnológica para que o pequeno Piscicultor possa inovar não só a parte de manejo, mas também apreender novas técnicas, evitando talvez a escavação e fazendo a criação de peixes em tanques de lona. Além disso, os piscicultores criam oportunidades, gerando renda e contribuem para o desenvolvimento do município. A piscicultura faz parte de nossa região, é uma atividade econômica que devemos intensificar e ajudar a desenvolver, porque a região tem potencialidade, e já tem um nível organizacional básico, que a associação, e com as consultorias começa a evoluir, saindo do básico para o intermediário. E com o aumento dos associados e principalmente com a organização e união do projeto, facilita em tudo, até na compra conjunta”, destacou a Gerente.

WP_20151031_10_12_52_Pro WP_20151031_10_23_19_Pro

Para o Superintendente do Sebrae, João Martins, as intervenções de empreendedorismo, inovação e tecnologia serão constantes a partir de agora em Bequimão e nos demais municípios da baixada e Litoral Ocidental. “Vamos, através do Sebrae, provocar e fomentar uma transformação de hábitos e costumes nos empresários e potenciais empreendedores de Bequimão e da nossa região como um todo”, destacou João Martins.

Para a estudante da Escola Técnica Rural, Alice Barbosa Gonçalves, moradora do povoado Floresta, e que recebeu o cerificado no final do evento, o Primeiro Dia de Campo foi muito proveitoso para os alunos.

WP_20151031_12_51_50_Pro _DSC0747

“Nó estudantes precisamos buscar mais conhecimentos e em todas as áreas. Aqui neste evento, a gente pode aprender várias técnicas e isso vai nos ajudar futuramente no mercado de trabalho, que pode ser aqui mesmo em nossa região. Eu fiquei encantada com as palestras e oficinas. Sempre quis trabalhar no ramo e agora fiquei mais confiante, já que a nossa produção vai aumentar e consequentemente a mão de obra qualificada vai ser prioridade”, disse a estudante.

APOIO NO CULTIVO DE PEIXES

Para o prefeito de Bequimão, Zé Martins, a gestão municipal tem ajudado nesse projeto e os resultados estão aparecendo.

“É um evento muito importante para os criadores de peixes, para a população e principalmente para a economia do município. Numa oficina como esta, os piscicultores vão poder conhecer novas técnicas e se capacitarem para aumentar sua produção e melhorar seus ganhos e consequentemente a sua qualidade de vida. Onde tem produção, tem renda e isso dar dignidade aos produtores. Um grande exemplo é a comunidade de Itans, bem perto, aqui no nosso vizinho município de Matinha e que hoje serve como referência para o Brasil e nos dar forças para chegarmos ao mesmo patamar. Esse Primeiro Dia de Campo com os piscicultores é um marco para o município, onde reuniu produtores, autoridades e estudantes”, destacou o prefeito.

WP_20151031_10_00_51_Pro WP_20151031_10_44_02_Pro

No final do evento, a proprietária do sítio onde aconteceu o Primeiro Dia de Campo, Wanda Pereira, falou da satisfação em criar peixes e também de agregar um evento dessa natureza.

“A criação de peixes é uma parte do empreendedorismo rural que tem muito a crescer. Nós ainda estamos caminhando para desenvolver e termos um resultado satisfatório, ainda mais agora, com a ajuda do Sebrae, onde estamos corrigindo as nossas falhas e buscando novos resultados. Nós não tínhamos conhecimento de manejo, de comercialização e principalmente sobre higiene, hoje estamos fazendo as coisas certas com o apoio do Sebrae. A ideia do Sebrae não termos como apenas criadores de peixes, mas transformar cada piscicultor como produtor rural de grande potencial e expandir o pescado, já que o mercado é muito grande e tem espaço pra todo mundo. Não podemos deixar de ressaltar o apoio da prefeitura de Bequimão para o crescimento deste mercado”, finalizou a filha de seu Antônio.

_DSC0635 _DSC0639

Para encerrar em bom estilo, houve um churrasco de peixes para todos os participantes. Além disso, uma feijoada e muitas frutas. Tudo produzido no sítio da Wanda Pereira.

FOTOS: Rodrigo Martins

VEJA MAIS FOTOS EM: http://clubedafotobequimao.blogspot.com.br/

Bequimão tem caravana no Varejo da Baixada em Pinheiro

COMPARTILHE

Com uma média de público de até 350 participantes por dia, foi encerrada na quinta-feira (29), em Pinheiro, mais uma edição do Seminário de Varejo da Baixada Maranhense, numa promoção do Sebrae. O evento levou diversos temas do segmento ao público presente, com grande foco nas estratégias inovadoras para a superação da crise econômica e na busca por canais de venda alternativos que aumentem a base de clientes.

As caravanas dos municípios da região marcaram presença nas atividades do seminário – Alcântara, Bequimão, Santa Helena e Turilândia enviaram seus representantes, com destaque para o grupo de Bequimão, que contou com mais de 60 integrantes em sua caravana. Muitas das empresas participantes também enviaram suas equipes de vendas para serem capacitadas pelas palestras e oficinas técnicas com consultores especializados em vendas e varejo.

SE3SE1

Para o superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, o Seminário de Varejo da Baixada integra uma série de eventos e ações que o Sebrae tradicionalmente oferece na região, buscando desenvolver a economia da região através do crescimento dos pequenos negócios locais.

“Viemos de um seminário voltado para a piscicultura realizado na última semana, passamos por este de varejo e ainda teremos mais dois eventos de mercado voltados para a apicultura e para ovinocaprinocultura, mostrando que a Baixada tem vocação para o desenvolvimento e que seus empreendedores têm buscado a parceria do Sebrae, no sentido de apoiá-los e capacitá-los, deixando-os mais preparados para o mercado. Este é o papel da instituição na Baixada e em todas as regiões do Estado”, garante Martins, que no mês passado assinou, juntamente com o reitor da Universidade Estadual do Maranhão, um convênio para criação de um Polo de Empreendedorismo Rural para a região, localizado no município de São Bento.

SE2 SE4

Atrações técnicas – Dentre os grandes nomes presentes no Seminário de Varejo, esteve o consultor Sérgio Ricardo Rocha, conhecido como “Dr Vendas”, que abordou a capacidade de superar o medo e as dificuldades do cenário econômico para manter o negócio na trilha do sucesso. Ele também ministrou a oficina de Liderança Coaching voltada para vendas, em mais uma atração do Seminário.

De acordo com Rosa Amélia Borges, gerente da regional do Sebrae em Pinheiro, o evento criado pela instituição completou seu quarto ano de realização e consolidou-se como tradição no varejo da região. “O Seminário de Varejo da Baixada Maranhense conquistou seu público e sua credibilidade junto aos empresários e empreendedores do segmento e, a cada ano, vem renovando os temas trabalhados de modo a sempre atualizar os empreendedores do varejo aqui na região”, ressaltou Rosa Amélia.

O público também pôde participar de palestras que ensinaram a utilizar as redes sociais como canal de venda ou divulgação de seus negócios, apostando na tendência digital que vem pautando o mercado, apresentando vantagens que desoneram o negócio, como a desobrigação de instalações físicas. As vendas de fim de ano, que já se aproximam, também foram tema de palestra, com foco no visual merchandising das lojas para o Natal – considerada a maior data do varejo em todo mundo.

Bequimão vai realizar I Dia de Campo da Piscicultura

COMPARTILHE

A prefeitura Municipal de Bequimão, através do Prefeito Zé Martins (PMDB), em parceria com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas) e Associação de Piscicultores de Bequimão, realizam neste sábado (31) as 8:00h no bairro Balandro, o Primeiro Dia de Campo da Piscicultura.

O evento vai acontecer na Piscicultura de Dona Wanda e contará com várias autoridades municipais, entre elas o prefeito de Bequimão, Zé Martins. Durante a programação haverá Palestras, Exposições e entrega de brindes.

SE5SEBRAE

O SEBRAE, a Prefeitura de Bequimão e a Associação de Piscicultores de Bequimão, convidam a população em geral, para participar desse grande encontro amanhã (31) no bairro Balandro. O evento é gratuito e todos os criadores de peixes estão convidados.

Prefeito Zé Martins reúne com a Secretaria de Infraestrutura e SEBRAE para discutir a participação da Prefeitura de Bequimão no Projeto de Construção da Ponte sobre o Rio Pericumã.

COMPARTILHE

O prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), em companhia do Superintendente do SEBRAE, João Martins, esteve em reunião na Secretaria de Estado da Infraestrutura – SINFRA, onde na oportunidade entregou toda a documentação referente às licenças de responsabilidade da Prefeitura, para que o Governador Flavio Dino possa autorizar o início da construção da Ponte sobre o Rio Pericumã, que liga os municípios de Bequimão e Central do Maranhão e mais oito municípios do litoral ocidental.

O Superintendente do SEBRAE e o Prefeito foram recebidos pelo Dr. Jorge Kusaba, Secretário Adjunto de Projetos da SINFRA, que informou que a obra vai gerar dezenas de vagas de emprego e terá duração de aproximadamente 30 meses. Ainda de acordo com o secretário, a obra será licitada até o fim deste ano para que a construção comece no início de 2016.

Durante a reunião, o Secretário Adjunto de Projetos da Secretaria de Infraestrutura, Dr. Jorge Kusaba, foi categórico em reafirmar, o relevante trabalho que o Superintendente do SEBRAE, João Martins (na época Superintendente da CODEVASF) realizou no ano de 2013, dando inicio ao Processo que originou o projeto da Ponte Bequimão/Central do Maranhão.

P3P4

O Secretário Adjunto relembrou a articulação feita por João Martins em Brasília e junto ao Governo do Estado na época, onde o então Superintendente da CODEVASF conseguiu autorização do Ministro da Integração, para fazer um Estudo Preliminar, que resultou na Planilha de Composição de Custos e no Termo de Referência, que serviriam de base para a elaboração do edital e para a licitação do projeto executivo, que aconteceu na gestão do então Secretário de Estado, Luis Fernando Silva, quando este estava à frente da SINFRA no governo passado.

Após toda conversa, Jorge Kusaba ainda mostrou em primeira mão, o vídeo oficial do projeto da construção da Ponte sobre o Rio Pericumã ao prefeito Zé Martins e ao Superintendente do SEBRAE, João Martins. Segundo o Secretário Adjunto, o Governador Flávio Dino deu a ordem de serviço para a empresa PROGEN, vencedora da licitação, elaborar o projeto executivo da ponte e agora o Governador já autorizou a licitação da obra, ansiosamente aguardada por Bequimão e demais municípios da região.

P1 P4

Para João Martins, o SEBRAE será parceiro do Governo do Estado também nessa obra. “Tecnicamente, classificamos uma obra deste porte como um macro empreendimento, devido ao seu potencial para transformar a economia regional, e o SEBRAE fará um Estudo dos Impactos Socioeconômicos que acontecerão na região antes, durante e depois do início dos trabalhos, que trarão como consequência a geração de empregos e o aquecimento da economia regional, através do fortalecimento do comércio e da estruturação do transporte, turismo, agricultura e da pesca”, destacou o Superintendente do SEBRAE.

Já para o Prefeito Zé Martins, a construção da Ponte sobre o Rio Pericumã, promoverá um novo momento para o município. “A nossa administração se coloca a disposição do Governo do Estado neste importante empreendimento, para assumir as contrapartidas necessárias para que seja viabilizado o início das obras, que vão gerar muitos empregos e trazer inúmeras oportunidades de desenvolvimento para o município”, afirmou o prefeito de Bequimão.

 

Prefeitura manda realizar cirurgias de catarata e Pterígio em São Luís para 25 pacientes de Bequimão

COMPARTILHE

Os 25 bequimãoenses que foram ontem (28) à capital maranhense para mais um “Mutirão da Catarata” tiveram atendimento exclusivo no Centro de Olhos São Luís. A Prefeitura de Bequimão, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, conseguiu parceria com a clínica, dando mais comodidade aos pacientes que precisaram fazer cirurgia.

O prefeito, Zé Martins (PMDB), e secretário de Saúde, Bastico Moraes, mantem a parceria com o Centro de Olhos São Luís e com isso, mais 300 pacientes já foram atendidos. Para Bastico Moraes, é esse cuidado com as pessoas que está fazendo a diferença na saúde de Bequimão. “Estamos implantando as políticas de saúde que vêm do governo federal, mas dando o nosso toque. Nesse caso, por exemplo, com o apoio exclusivo da prefeitura, Zé Martins disponibilizou colírio, despesas com passagens e alimentação, dando condições para que o povo de Bequimão consiga ter acesso a essas políticas”, destacou o secretário, que acompanhou o grupo enquanto aconteciam as cirurgias.

WP_20151028_14_00_40_Pro WP_20151028_14_06_04_Pro

Quem também esteve na clínica foi o prefeito Zé Martins. Após cumprimentar as pessoas que esperavam pelo atendimento, ele se deslocou até a sala de recuperação, para ficar ao lado dos pacientes que haviam feito cirurgias. Durante visita aos pacientes, o prefeito não escondeu sua felicidade em poder contribuir para o bem estar de seu povo.

“Nosso empenho é para que a população de Bequimão consiga sempre amparo na saúde. É por isso que melhoramos as condições da Unidade Mista e das UBS’s, além disso, temos um dos hospitais mais equipados da região e com uma equipe altamente capacitada e dedicada”, comentou Zé Martins.

VISÃO NOVA

A cirurgia de catarata é considerada um procedimento simples, feita em mais ou menos 10 minutos. Uma espécie de lente natural do olho, chamada de cristalino, é removida e substituída por uma lente artificial, tecnicamente conhecida como lente intraocular. Depois da cirurgia, as pessoas que estavam com dificuldades de enxergar por causa da catarata recuperam a visão.

O trabalhador Gonçalo Ferreira Coelho, de 58 anos, morador do povoado Macajubal, já estava com dificuldades de fazer suas atividades do dia a dia. “As coisas se misturam muito na minha vista. Estou feliz agora e contando de chegar melhor e enxergar bem, pra fazer minhas atividades, eu já não conseguia enxergar mais nada. Gonçalo, fez cirurgia para retirada de Pterígio (Carne no olho). Esse programa ajuda muita gente, tudo é por conta do prefeito Zé Martins, a gente trás apenas o olho e mais nada”, comentou em tom de felicidade.

WP_20151028_13_57_15_Pro WP_20151028_13_33_47_Pro

Os moradores da comunidade Santa Flor, Dinalva França Pereira, de 40 anos e Josemar Pereira Gonçalves, de 45 anos, também fizeram cirurgia para retirada de Pterígio, ambos do olho esquerdo. Josemar não mediu palavras para falar do mutirão. ”É uma coisa muito importante que o prefeito está conseguindo. Isso nunca tinha acontecido”, reconheceu o morador do povoado Santa Flor.

WP_20151028_14_14_50_Pro WP_20151028_14_16_33_Pro

O grupo de pacientes foi acompanhado pela agente de saúde Maria Lúcia, além de familiares.

Meio Ambiente debate sobre caça predatória da jaçanã em Bequimão

COMPARTILHE

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Bequimão (SEMATUR), iniciou trabalho de conscientização nas Comunidades quanto a caça indiscriminada da jaçanã nos campos bequimãoenses. A primeira reunião ocorreu na Comunidade Quilombola de Ariquipá e contou com a presença de representantes das Comunidades de Flechal, Mucambo, Monte Palma, Águas Belas e São Pedro.

JA4 JA5

A jaçanã é uma ave migratória e tem sua reprodução garantida por lei, só que isso não vem sendo observado em Bequimão e municípios da Baixada, já que o “Pássaro”, além de servir para alimentação, é utilizado como fonte de renda.

De acordo com a secretária Keila Soares, inúmeras denúncias estão chegando ao conhecimento da secretaria de Meio Ambiente sobre a caça ilegal da jaçanã. “Ações efetivas de conservação da jaçanã são cada vez mais necessárias e urgentes, já que, além da caça indiscriminada, a escassez da chuva na região tem contribuído para a diminuição da espécie, principalmente, no que diz respeito ao seu ciclo reprodutivo nos nossos campos da baixada maranhense”, descreveu a secretária.

JA2 JA3

Durante a reunião foi relatado pelos moradores que caçadores de outras regiões e municípios estão caçando indiscriminadamente nos campos de Bequimão. Estas informações estão sendo levantadas para que a SEMATUR providencie a notificação dos possíveis infratores e tome as medidas legais necessárias, conforme a Lei em vigor.

A SEMATUR inicia esta campanha junto as Comunidades locais, utilizando-se destas reuniões presenciais, mas também da impressão de material informativo para distribuição, de comunicados pela rádio, e de parcerias com outras instituições da sociedade civil organizada. Ainda esta sendo planejada uma possível audiência pública com a promotoria de justiça, órgãos ambientais e demais autoridades competentes.

CRIMES CONTRA A FAUNA

A lei Nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 (Lei de Crimes Ambientais), no Art. 29, diz:  Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida;  quem impede a procriação da fauna, sem licença, autorização ou em desacordo com a obtida; quem modifica, danifica ou destrói ninho, abrigo ou criadouro natural; quem vende, expõe à venda, exporta ou adquire, guarda, tem em cativeiro ou depósito, utiliza ou transporta ovos, larvas ou espécimes da fauna silvestre, nativa ou em rota migratória, bem como produtos e objetos dela oriundos, provenientes de criadouros não autorizados ou sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente; pode sofrer pena de detenção de seis meses a um ano, e multas que podem chegar até R$ 5.000,00 por animal apreendido.

 

Por: SEMATUR/Bequimão

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free