casa » Archivo de Etiquetas: Anjo da Guarda

Archivo de Etiquetas: Anjo da Guarda

Livro conta as origens do bairro Anjo da Guarda, nome presente na obra “O mulato”, de Aluísio Azevedo

COMPARTILHE
O jornalista e escritor Herbert de Jesus Santos vai fazer o relançamento da obra “Um Terço de Memória, Entre Anjo da Guarda e Capela de Onça, e os Heróis do Boi de Ouro (A História de Fato e de Direito do Bairro Anjo da Guarda)”, dia 28 (quarta-feira), 18 horas, no teatro Itapicuraíba.

Prestes a completar 49 anos de existência, o bairro do Anjo da Guarda é conhecido notoriamente pelo espetáculo ao ar livre da Via Sacra. Hoje com mais de 300 mil habitantes, e apesar dos percalços de infraestrutura e mobilidade urbana, o bairro é palco de grandes manifestações culturais e religiosas. Mas você sabe como o Anjo da Guarda surgiu? A história envolve, infelizmente, perdas. Mas também muita irmandade.

Início da ocupação do Anjo da Guarda

Origem 

Tudo começou depois de uma grande tragédia. No dia 14 de outubro de 1968, o bairro do Goiabal foi vítima de um incêndio até hoje não elucidado. Uns acreditam que foi provocado por fogos de artificio, outros por uma lamparina – tem até quem diga que foi por causa de um simples pescador que assava peixe na beira do rio. Mas, o que se sabe de fatos concretos e não de suposições, é que houve um grande incêndio no Goiabal, com uma mistura de casas em chamas, corpos queimados, lama de mangue e o desespero das pessoas, tornando o quadro ainda mais dramático. Ao todo, 78 casas ficaram completamente destruídas, deixando cerca de 100 famílias desabrigadas, conforme dados da Comissão Estadual de Transferência de População (Cetrap).

Solidariedade

Foi então que se instalou um sentimento de solidariedade e comoção não apenas pelos povoados próximos, mas também por parte do poder público, da igreja, da Companhia de Água e Esgoto do Maranhão (Caema) e até da antiga Telecomunicações do Maranhão (Telma). Os desabrigados foram remanejados para a localidade conhecida por Itapicuraíba, onde receberam roupas, alimento e cobertores. Com o passar do tempo, a localidade, que havia sido rebatizada de Vila Anjo da Guarda, passou a ser conhecida por bairro Anjo da Guarda, devido a seu crescimento repentino.

O escritor Aluísio Azevedo, na obra “O mulato”, que dá início ao Naturalismo na Literatura brasileira, descreve um sítio homônimo denominado “Anjo da Guarda”:

“Fazia preguiça estar ali. A viração do Bacanga refrescava o ar da varanda e dava ao ambiente um tom morno e aprazível. Havia a quietação dos dias inúteis, uma vontade lassa de fechar os olhos e esticar as pernas. Lá defronte, nas margens opostas do rio, a silenciosa vegetação do Anjo da Guarda estava a provocar boas sestas sobre o capim, debaixo das mangueiras; as árvores pareciam abrir de longe os braços, chamando a gente para a calma tepidez das suas sombras.”

SERVIÇO

Texto de Herbert de Jesus Santos, com adaptações do blog.

Imagens enviadas por Herbert de Jesus Santos.

Do Blogue de Ed Wilson Araújo

Projeto de lei da vereadora Eidimar Gomes oficializa data de aniversário do Anjo da Guarda

COMPARTILHE

A vereadora Eidimar Gomes (PSDB) apresentou, esta semana, na Câmara Municipal de São Luís, o Projeto de Lei, que oficializa a data em que se comemora o aniversário do bairro do Anjo da Guarda, na área do Itaqui-Bacanga, em São Luís.

De acordo com o projeto, fica estabelecido o dia 30 de outubro de cada ano como data para a comemoração do aniversário do Anjo da Guarda, estabelecido no calendário oficial do município de São Luís.

— Estou muito feliz por ter alcançado esta vitória para área do Itaqui Bacanga, agora está estabelecido no calendário oficial de São Luís o dia 30 de outubro, o  aniversário do bairro Anjo da Guarda — afirmou Eidimar Gomes.

Segundo a parlamentar tucana, o  bairro é um expoente de manifestações culturais e religiosas, tais como o Boi ‘Anjo do Meu Sonho’  e o espetáculo ao ar livre da Via Sacra.

— O Anjo da Guarda completa 47 anos de existência e tem patrocinado ao longo dos anos, grande investimento na área da cultura, resultado de um dos maiores espetáculos ao ar livre, conhecida como Via Sacra — concluiu.

Com uma população de 300 mil habitantes, o bairro antes de se transformar na principal localidade do Bacanga, era uma pequena área com sítios chamada de Itapicuraiba.

HISTÓRIA DO ANJO

Segundo o registro jornalístico, a escultura de 2 metros foi erguida junto á praça e foi esculpida por um padre italiano chamado Cherubino Luigi Dovera, também responsável pelos monumentos da praça do pescador e o Roque Santeiro.

Em 1998, a estátua foi retirada e ninguém soube o destino. O retorno do símbolo foi exigido pelos moradores ao então prefeito João castelo, em 2012, que foi atendida.

A nova estátua é feita em pó de mármore, calcita, poliuretano e fibra de carbono e de vidro aglutinado com resina de poliéster. A obra foi idealizada pelo artista plástico Eduardo Sereno.

O Anjo, batizado ‘Arcanjo Gabriel’ recebeu este nome em referência ao personagem bíblico, que era responsável em levar as mensagens de Deus.

Vereador intervém em favor de creche comunitária

COMPARTILHE

Mesmo não recebendo recursos estaduais e municipais, e se mantendo apenas com a venda de artesanato, a Creche Escola Casa Benção de Deus, localizada na Vila São Luís, no Anjo da Guarda, atende setenta e cinco crianças carentes na faixa etária de dois a sete anos, vinte destas em tempo integral. Para a diretora da  escolinha, Irilene Silva (carinhosamente chamada de Miúda), esse trabalho é gratificante, mas o local precisa de reparos estruturais para que possa dar comodidade e acolher mais crianças da comunidade.

A1 A2

O prédio onde funciona a creche passa por uma reforma, que está paralisada há vários meses por falta de recursos. Ao visitar a instituição nesta quinta-feira (03), o vereador Armando Costa (PSDC) ficou sensibilizado com a situação e assumiu o compromisso de buscar parceria público/privada para que a construção seja concluída.

A6 A7

Como um dos vereadores mais atuantes desta legislatura, Armando Costa tem se destacado no atendimento às comunidades carentes. “Vereador Comunitário” mantém permanente diálogo com todos os segmentos da sociedade civil organizada.

A4 A12

“Não é o meu papel executar obras, mas como vereador de São Luís, assumo o compromisso de buscar parcerias, sejam elas privadas ou públicas, mas a situação tem que ser resolvida o mais breve possível. Estamos vendo a realidade, e como representante do povo, vou buscar através de requerimentos uma solução imediata”, destacou o vereador comunitário.

Texto:Tarcísio Brandão

Instalação de posto do Sine no Anjo da Guarda

COMPARTILHE

EEEII

A vereadora Eidimar Gomes (PSDB) teve uma indicação aprovada na Câmara Municipal de São Luís (CMSL), solicitando ao Governo do Estado, a implantação de um posto do Sistema Nacional de Emprego (Sine) no bairro do Anjo da Guarda, localizado na região do Itaqui-Bacanga, em São Luís.

“A implantação de um posto do Sine no Itaqui-Bacanga irá captar e intermediar a mão de obra, na região, onde também vai permitir ao trabalhador acesso a informações sobre direitos e deveres trabalhistas, qualificação profissional, dentre outros,” disse a vereadora Eidimar Gomes.

Após a aprovação do pedido, por unanimidade, pelos colegas parlamentares presentes em Plenário, o documento deve ser encaminhado ao governador Flávio Dino (PCdoB) para a adoção das devidas providências.

No entanto, visando garantir a instalação do posto o mais breve possível, a parlamentar tucana resolveu visitar o secretário de Estado do Trabalho e Economia Solidária, Julião Amin, onde recebeu garantias de que seu pleito será atendido.

“A implantação de um posto do Sistema Nacional de Emprego – SINE, na área Itaqui Bacanga, vai fortalecer as políticas prioritárias e suprir as necessidades daquela região, relacionadas aos programas de capacitação, intermediação, qualificação de Mão de Obra e geração de emprego e renda. A implantação do posto visa suprir a necessidade de assistência ao trabalhador naquela região”, declarou Julião Amim.

 

Texto:  Dalvana Mendes

 

Vereadora pede a reativação de Hospital

COMPARTILHE

EEEII

A vereadora Eidimar Gomes (PSDB) visitou na sexta-feira (27) , o Hospital Comunitário Nossa Senhora da Penha, maternidade gerenciada pelo Centro Comunitário Católico do Anjo da Guarda, na área Itaqui-Bacanga, em São Luís.

Na visita, a parlamentar constatou que a unidade de saúde está fechada mesmo depois de ter passado por reforma, que foi custeada com recursos do Governo do Estado, recebendo até novos equipamentos.

Como o hospital não voltou a funcionar, as mulheres grávidas que precisam de atendimentos acabam tendo que se deslocar para outros bairros para fazer consultas. “Não podemos admitir que as gestantes desta região se desloquem para outras áreas, sendo que temos uma maternidade totalmente equipada, pronta para receber os pacientes, mas que continua sem funcionar,” concluiu Eidimar Gomes.

Durante a visita, a vereadora pode comprovar o bom estado que se encontra o prédio recém reformado. Segundo a vereadora, há macas e outros equipamentos novos, porém abandonados desde que a unidade foi inaugurada, em 23 de dezembro de 2014, pelo então secretário José Márcio Leite.

Hoje, a unidade tem 28 leitos e cinco consultórios. Enfermarias, salas de parto e outros setores equipados, mas sem uso. Ainda sem previsão para voltar a funcionar, esta situação mobilizou Eidimar Gomes a fazer uma indicação, que foi aprovada pela Câmara Municipal de São Luís, ao Governador do Estado, Flávio Dino para tomar as devidas providências para o retorno imediato do funcionamento do Hospital Nossa Senhora da Penha.

“Faz mais de um ano que fechou para a reforma e nunca mais funcionou. Conheço pessoas que tiveram que fazer o Pré­-natal no Centro da cidade. Já com seis meses de gravidez, precisou se deslocar, mesmo tendo uma maternidade aqui no bairro”, lembrou a dona de casa, Maria de Jesus.

Maria Domingas Almeida lembra que é a segunda vez que chega ao hospital na esperança de encontrá-lo funcionando, mas volta para casa decepcionada. “A maternidade foi entregue, mas ainda não está funcionando, é a segunda vez que venho, é uma situação revoltante,” relatou.

 

(Por Dalvana Mendes)

Vereador tem requerimento aprovado na Câmara

COMPARTILHE

Manoel3

O vereador de São Luís, Manoel Rêgo (PT do B) e presidente da comissão de saúde na Câmara municipal, teve na última semana, um requerimento aprovado na casa legislativa da capital. O vereador que vem trabalhando pela região do complexo do Coroado, tem colocado vários projetos em funcionamento e ajudado as comunidades da região.

Após o projeto “Sopa Solidária” veio à criação do Curso de Doces & Salgados, que terá o apoio exclusivo do vereador Manoel Rêgo. Sempre atento às necessidades das comunidades, o Parlamentar vem lutando por toda região e buscando melhorias através dos projetos e requerimentos, como este que está abaixo, sobre as melhorias das ruas Hungria e Itália, no bairro Anjo da Guarda, na área Itaqui-Bacanga.

MR

 

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free