casa » 2017 » novembro (página 3)

Arquivos Mensais: novembro 2017

Outdoor de Jair Bolsonaro em Pinheiro mostra que o povo da Princesa da baixada nasceu para sofrer

COMPARTILHE

Se não bastasse uma administração trágica feita pelo prefeito Luciano Genésio (PP), em que deixou a população de Pinheiro na pior desde que assumiu a gestão em janeiro deste ano, os pinheirenses receberam esta semana na Avenida que liga o bairro de Pacas, um grande Outdoor tem trás como frase “Pinheiro é Bolsonaro”, uma alusão às eleições para presidente da república em 2018.

Patrocinado pela União da Direita Maranhense (UDM), tem o apoio da União da Direita Pinheirense (UDP), fazendo propaganda explícita ao deputado federal carioca, que já está na política há 30 anos mamando nas tetas do estado.  A apologia ao Bolsonaro mostra que o maranhense não sabe votar e principalmente os pinheirenses, que deram um tiro no pé em 2016 com a promessa de mudança.

O SALVADOR DA PÁTRIA

Jair Messias Bolsonaro, é paulista, nascido em Campinas, tem 62 anos e está há 30 anos na política. Começou como vereador carioca e atualmente está no seu 7º mandato de deputado federal pelo Rio de Janeiro. Nunca fez nada pelo estado do Rio de Janeiro, que está afundado pela corrupção. Bolsonaro faz parte da Comissão de Combate ao Crime Organizado, mas nunca se manifestou contra a violência do Rio de Janeiro que domina os 92 municípios cariocas. Foi membro da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias, mas não respeita justamente quem ele foi escolhido para defender.

Só na família de Bolsonaro tem quatro políticos, três filhos e ele. Isso mostra que política dá lucro e é mais rentável que qualquer outra profissão. Carlos Bolsonaro (filho) é vereador carioca, Flávio Bolsonaro (filho) é deputado estadual fluminense, Edurado Bolsonaro (filho) é deputado federal por São Paulo e Jair Bolsonaro (pai) é deputado federal pelo Rio de Janeiro. É mole ou quer mais, maranhenses?

O bom moço que nunca levantou uma palha sequer pelos cariocas agora aparece como salvador da pátria e muitos brasileiros, inclusive maranhenses, fazem apologia nas redes sociais sem sequer conhecer a história de um político que está milionário só de mamar nas tetas públicas, inclusive colocando seus filhos. A família Bolsonaro ganha até da família Sarney em números de integrantes dentro da política com mandato.

Se Bolsonaro fosse o salvador da pátria, já não teria sido no mínimo prefeito do Rio de Janeiro ou até governador carioca para resolver o problema da corrupção, violência, falta de saúde pública e péssima educação. Mas nunca quis enfrentar seus aliados e agora visa o Palácio do Planalto sem nunca ter gerido uma “Banca de Bala” na Central do Brasil. O olhar de Bolsonaro não é o povo e sim a facilidade de enriquecimento ilícito.

O deputado se diz honesto. Horas bola, honestidade não é gol de placa, é virtude e todo homem precisa ter. Mas o Brasil precisa de mais que honestidade, necessita de conhecimento de gestão, de um político que olhe para todas as divisões de classes, criada pelos próprios deputados. O Brasil precisa primeiro de eleitores conscientes, que entenda que política não está baseada apenas em Eleições, Candidato, Campanha, Voto e Eleitor. O processo é bem mais longo e precisa prever o futuro. O voto dura pouco menos de 2 minutos, mas o mandato dura 4 anos. É bom lembrar que você coloca no poder, mas não tem poder para tirar.

 

 

Câmara Municipal de Bequimão recebe hoje a Juíza da Comarca de Bequimão durante sessão

COMPARTILHE

A Câmara de Vereadores de Bequimão, no litoral ocidental maranhense, recebe na manhã desta sexta-feira (24), a  visita da juíza Michelle Amorim Sancho Souza, responsável pela Comarca de Bequimão. A Chefe do Judiciário daquele Município, se colocou à disposição dos nobres parlamentares, para em Sessão Ordinária promovida por aquela Casa Legislativa, fazer um balanço de sua Gestão à frente da Comarca.

O presidente da Câmara, Vereador Amarildo Paixão (PSD), parabenizou a iniciativa da magistrada, e aproveitou para convidar a população, diretores de escolas, autoridades municipais, sindicatos, associações e lideranças comunitárias, para assistirem as esplanações da juíza.

“Quero agradecer e ao mesmo temo parabenizar a Dra. Michelle por tamanha grandeza, em apresentar aos representantes do povo bequimãoense (vereadores), a sociedade civil, autoridades e associações, o seu desempenho à frente do Poder Judiciário deste município. Quero convidando desde já, a todos a se fazerem presente nesta sessão”, destacou o presidente da câmara.

 

Retrospectiva 2017 – Um ano de trabalho positivo realizado pela vereadora Fátima Araújo

COMPARTILHE

Não foi necessário deixar finalizar o ano de legislatura para mostrar uma retrospectiva de um trabalho positivo realizado pela vereadora Fátima Araújo (PCdoB) em seu primeiro ano de mandato. Um rápido balanço feito pela assessoria da vereadora, mostra entre muitos, grandes eventos, ações realizados pela Pequena Guerreira, além de projetos de lei, indicações e moções que foram aprovados na Câmara Municipal e muitos já executados pelo executivo estadual e municipal. A boa atuação no parlamento municipal faz com que Fátima Araújo esteja entre os vereadores da capital, que mais se destacaram no legislativo em 2017.  Faltando aproximadamente 30 dias para o encerramento do primeiro ano de  legislatura, a Pequena Guerreira, como carinhosamente é chamada pelos ludovicenses, começa a escrever sua história na política do Maranhão.

Filiada ao PCdoB para disputar as eleições de 2016, Fátima Araújo, além de ser eleita com 4.982 votos, se torna uma grande força na política de São Luís e mostra isso com o trabalho realizado em seu primeiro ano de vereança. O trabalho social é longo e já dura mais de 20 anos prestação de serviços aos ludovicenses, mas como vereadora teve início dia primeiro de Fevereiro deste ano, após fazer o juramento e participar de sua primeira sessão na Câmara de vereadores como parlamentar eleita pelo povo da capital maranhense. Como primeira providência tomada por Fátima Araújo, a vereadora pediu que sua equipe fizesse um mapeamento nas ruas que ainda não haviam sido pavimentadas na região dos bairros do João de Deus, Pirapora, João Alberto, Santo Antônio, Vila Lobão, Jardim Conceição, São Bernardo, São Cristóvão, Anil, Vila Conceição e Aurora, para requerer o Programa Mais Asfalto para essas comunidades.

A equipe da vereadora Fátima Araújo de imediato caiu em campo e foi ouvir moradores das comunidades, com o intuito de mapear além das ruas solicitadas pela Pequena Guerreira, outros problemas existentes nas comunidades há anos, como educação, saúde, segurança pública, mobilidade, esporte, cultura e bem-estar. O trabalho foi feito pela assessoria da vereadora e os resultados começaram a surgir de imediato para a população da região. O Complexo de comunidades do João de Deus tem sido contemplado com ações tanto por parte do estado, como pelo município. A vereadora atua em todos os seguimentos da sociedade e o resultado é gratificante para todos.

PRIMEIRA AÇÃO CULTURAL DA VEREADORA

O primeiro grande evento realizado pela vereadora em 2017 após assumir o mandato, foi o Carnaval (maior festa popular do mundo), organizou no bairro da Vila Conceição, com apoio do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Cultura e Turismo, em parceria com a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Cultura. O evento momesco levou alegria e diversão para uma público de mais de 20 mil pessoas. Muitos moradores da região aproveitaram o momento festivo para faturar uma renda extra e aumentar o orçamento, beneficiando dezenas de famílias da região, que vendiam comidas, bombons e demais produtos para os foliões.

A festa carnavalesca realizada por Fátima Araújo valorizou a cultura local e os tradicionais blocos de rua, que tiveram o apoio da vereadora não só durante os 4 dias de festa, mas também em todo período das prévias. Foram 4 dias de festa com total segurança feita pela Polícia Militar do Maranhão. A diversão foi garantida com várias bandas e cantores que se apresentaram no palco montado no Canto da Cultura, localizado em frente ao Estádio Gaiolão na rua Manto Sagrado, no bairro  Vila Conceição no João de Deus.

SEGUNDA GRANDE AÇÃO CULTURAL DA VEREADORA

O segundo grande evento cultural realizado pela Pequena Guerreira foi o aniversário de 37 anos do bairro João de Deus. Nessa festa a parlamentar, mais uma vez com apoio da Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, através das secretarias de cultura, realizou com muito estilo a maior festa já vista na região. O evento aconteceu nos dias, 20 e 21 de Abril contou com uma programação bastante diversificada dando início no primeiro dia às 6 horas da manhã, com apresentações  de brincadeiras locais, grupo de capoeira e Bombeiros Mirins, além do culto ecumênico e o corte do bolo. Logo após a população caiu na folia com os shows de Rafinha Maranhão e Márcio Guimarães.

No segundo dia de festa foi realizada uma Marcha pela Paz, que percorreu a Avenida Talles Neto, com encerramento na Praça do João de Deus, onde foi iniciada uma grande Ação Social do Projeto Todos Por São Luís. Ouve ainda a realização de torneios de queimado e futsal, antes da aula de Zumba, que faz parte do Projeto Viva Mais Saúde, criado pela vereadora Fátima Araújo. Para finalizar a festividade com chave de ouro, a vereadora entregou a premiação aos campeões dos torneios.

TERCEIRO EVENTO SOCIAL E CULTURAL DA VEREADORA

O segundo domingo de maio é uma data muito conhecida e comemorada pelos brasileiros. Este ano foi comemorado dia 14 de maio e a parlamentar não deixou passar em branco o dia das mães e fez uma festa marcante para as mães do bairro. A festa teve distribuição de mais de 300 cestas básicas e sorteio de mais de 5 mil presentes. A comemoração aconteceu no Canto da Cultura na Vila Conceição, mas reuniu aproximadamente 5 mil mães de toda a região, o que deixou a vereadora muito feliz, já que ela é mãe também.

FESTEJO JUNINO 2017

O mês de junho no Maranhão é cara da cultura, em São Luís não é diferente. Para valorizar ainda mais o São João na capital maranhense e aquecer a economia local através do comercio, a vereadora Fátima Araújo, resolveu superar o sucesso do Carnaval e não deixou passar em branco a festa junina, realizando o maior São João de bairros da história de São Luís. Foram 5 pontos de arraiais realizados pela Pequena Guerreira, somando 17 dias de festa, reunindo quase 50 mil pessoas durante o São João.

A festividade começou no bairro João de Deus, em frente a antiga Proab, onde hoje funciona o pólo I do Projeto Viva Mais Saúde (Zumba). Só nesse arraial foram 5 dias de evento. Bumba Meu Boi, Dança Portuguesa, Cacuriá, Quadrilhas e vários shows embalaram o povão nos 5 dias de festa.

O Arraial da Solidariedade & Ação no Canto da Cultura na Vila Conceição foi palco de mais um grande evento realizado pela vereadora no São João 2017. Foram 9 dias de muita cultura popular para as comunidades, além do aquecimento da economia local por parte de comerciantes e vendedores autônomos que vendiam alimentos e bebidas para os brincantes nas tradicionais barracas que compõem o arraial. Bumba Meu Boi, Dança Portuguesa, Cacuriá, Quadrilhas e vários shows embalaram os 9 dias de festa junina no Canto da Cultura.

Após os 14 dias de arraial, a Pequena Guerreira ainda teve fôlego para realizar a festa junina simultaneamente nos bairros Jardim Conceição, João Alberto e Vila Lobão, mais 3 dias de São João, somando incríveis 17 dias arraiais. Mas nada disso seria possível sem a parceria da Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, através das secretarias de cultura.

ANIVERSÁRIO DA VILA CONCEIÇÃO & BAIRROS VIZINHOS

O  mês de Agosto é esperado pelos moradores da Vila Conceição no João de Deus. É justamente em agosto que a Vila  faz aniversário e a vereadora Fátima Araújo declara seu verdadeiro amor pelo bairro e habitantes. Dando continuidade em sua série de eventos sociais e culturais, foi realizado o aniversário do bairro onde ela reside há até hoje. A programação contou com torneio de queimado durante o dia e a noite uma grande Cruzada Evangélistica, com a participação de milhares de integrantes de mais de 10 Igrejas da região, que ainda contou com shows de bandas e ministérios locais e sorteio de 300 cestas básicas no final do evento.

A Pequena Guerreira, ainda realizou este ano, os aniversários dos bairros Jardim Conceição e Pirapora, ambos com a realização de uma mega Ação Social do Procon Móvel, apresentação do grupo de capoeira do mestre Sansão e aulas de Zumba com os professores do Projeto Viva Mais Saúde durante o dia. A noite houve culto católico e sorteio de mais de 200 cestas básicas.

FESTA NO DIA DAS CRIANÇAS

No mês de outubro a criançada não poderia ficar de fora dos eventos realizados pela Pequena Guerreira, e mantendo a tradição de mais de 20 anos, a vereadora Fátima Araújo organizou mais uma linda festa para as crianças. O evento aconteceu na porta de sua residência, na Vila Conceição, como é realizado todos os anos por ela, e além da distribuição de mais de 3 mil brinquedos, teve piscina de bolinhas, distribuição de pipocas, algodão doce, sorvetes e lanches para garotada.

A vereadora até se vestiu de um personagem infantil da Ladybug que a criançada gosta muito. O evento teve a sonorização do Paredão do Hot e Show de Rafinha Maranhão para encerrar a programação. O evento reuniu crianças de toda região como acontece todos os anos.

ENCERRAMENTO DE 2017 COM O NATAL SOLIDÁRIO

Com a marca da Pequena Guerreira, para finalizar o ano de eventos em 2017, a vereadora Fátima Araújo, já está programando o Natal Solidário, evento que a Pequena Guerreira já realiza há mais de 20 anos em frente a sua residência na Vila Conceição. Este ano, a festa natalina terá novidades em sua programação como, a participação de várias Igrejas Evangélicas da região do João de Deus. A previsão para ser realizado este ano será dia 23 de dezembro, com a distribuição de cestas básicas e muitos brinquedos para a criançada como tradicionalmente acontece há mais de 20 anos.

Mesmo entrando de recesso pela Câmara Municipal, o trabalho social da vereadora Fátima Araújo não para. “Essa tem trabalho para mostrar”.

 

Com Informações do Blogue do Maxsuel Bruno

Fotos: Tarcísio Brandão, Maxsuel Bruno & Edilson Gomes

Vereador Marquinhos confirma saída do DEM para ser candidato ao Senado

COMPARTILHE

Exercendo o seu segundo mandato na Câmara Municipal de São Luís, o vereador Antônio Marcos Silva, mais conhecido no meio político como Marquinhos, confirmou ao editor do blog, nesta tarde, que deixará o DEM, partido que ele lidera no parlamento municipal, para filiar-se a uma outra legenda e, desta forma, disputar uma das duas vagas ao Senado que serão abertas em 2018.

A saída de Marquinhos do Democratas ocorrerá em virtude do presidente do partido no Maranhão, deputado federal Juscelino Filho, já ter fechado questão em torno do apoio a pré-candidatura do também deputado federal Weverton Rocha (PDT).

O vereador informou que já recebeu convites de outras quatro siglas – os nomes não foram revelados – que, segundo ele, lhe garantem sustentação para representa-las na corrida sucessória para Câmara Alta.

“Estou analisando [os convites] e até no começo de março definirei. Na segunda semana do mesmo mês, quero realizar um grande evento, provavelmente na região da Divinéia e Vila Luizão, para oficializarmos nossa pré-candidatura”.

De acordo com Marquinhos, sua pré-candidatura ao Senado nasceu do sentimento do povo, principalmente daqueles que residem nos bairros da periferia e necessitam do dos serviços públicos nas áreas da saúde, educação, segurança e transporte, por exemplo.

Para o vereador, as pré-candidaturas apresentadas até o momento – tanto do lado governista, quanto do campo oposicionista – são de figuras que já militam na política há muito tempo e não representam o anseio do eleitor, que clama por uma opção nova.

“As pré-candidaturas postas até o momento são de caciques que já estão há muito tempo na política. Minha pré-candidatura visa justamente quebrar esta hegemonia. Vamos lutar. Eu vou para rua, vou buscar o voto do eleitor, que conhecerá minhas propostas. Comecei na política agora e, graças a Deus, meu nome é limpo. Sou oriundo da periferia, sou conhecedor dos problemas do povo. E caberá a população escolher e decidir”.

“Serei um candidato ao Senado que estará na base, conversando diretamente com o cidadão, sem precisar estar colado no governador andando de helicóptero. Vou buscar o apoio de lideranças, de amigos, das comunidades. Nossa candidatura, nosso projeto, vem com o cheiro do povo. Construiremos uma candidatura juntamente com a população. Vou com tudo mesmo e que seja feita a vontade de Deus”.

Por Glaucio Ericeira

Lula diz que quer enfrentar alguém com a marca da Globo na testa em 2018

COMPARTILHE

Pré-candidato ao Planalto em 2018, o ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva (PT) disse, nesta quinta-feira (23), ao comentar uma possível candidatura do apresentador Luciano Huck, que quer “disputar com alguém com o logotipo da Globo na testa”, emissora onde ele trabalha.

Embora Huck não admita publicamente a vontade em disputar a eleição do ano que vem, o apresentador tem emitido sinais de interesse em concorrer. Nos bastidores, PPS e o DEM já teriam até oferecido legenda ao apresentador.

A declaração de Lula foi dada em entrevista à rádio 730 AM, de Goiás, logo após ser questionado sobre as candidaturas de Huck e do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

“Tudo o que eu quero na vida é disputar com alguém com o logotipo da Globo na testa”, afirmou o petista, que diz acreditar ser alvo de perseguição política da Globo, emissora de maior audiência do país.

Lula disse não acreditar no termo “candidaturas outsiders”, ou seja, de gente considerada de fora da política, como o caso de Huck.

“Quero ver o que essa gente pensa e vai propor para o Brasil”, declarou Lula. Para o petista, não é possível “encontrar alguém de fora dos partidos políticos que possa salvar esse país”.

Pesquisa do instituto Ipsos, divulgada nesta quinta-feira (23) pelo jornal ‘O Estado de S. Paulo”, mostra que 60% dos entrevistados aprovam a maneira como Huck vem atuando no Brasil. Sobre Lula, o índice é de 43%.

O apresentador, que não é filiado a nenhum partido político, também apareceu com 5% das intenções de voto em pesquisa do Ibope divulgada no final de outubro. Já Lula registra 35%, segundo o mesmo levantamento.

Condenado a nove anos e seis meses de prisão pelo juiz federal Sergio Moro no processo do tríplex, o ex-presidente pode ficar fora da disputa presidencial caso a segunda instância confirme a sentença do magistrado. Nesse caso, liminares ainda podem permitir que Lula esteja no pleito enquanto recursos são avaliados. Por isso, Lula não vê a possibilidade de não ser candidato.

Em um cenário em que ele e Bolsonaro aparecem na liderança das pesquisas, o ex-presidente avalia que estão “tentando encontrar o caminho do meio”.

“Muitas vezes vejo dizerem que há uma disputa entre a extrema esquerda e a extrema direita. Estão tentando inventar o Huck, o Joaquim Barbosa [ex-presidente do Supremo Tribunal Federal], o Moro, inventar não sei quem”, disse na entrevista.

“Acho que cada um inventa o que quiser. Isso é como jogo de futebol. Quando começar a gente vai ver quem tem garra, que é que tem força, quem é que tem time, e quem é quem vai marcar os gols necessários para ganhar a partida”, completou.

Por Folha de São Paulo

Adolescente trans é orientada a deixar escola, mãe desabafa, e Sesc volta atrás

COMPARTILHE

FORTALEZA-CE – Lara, 13, não esperava ganhar no seu aniversário, celebrado no domingo (19), um presente tão indigesto e traumático: um convite para não renovar a matrícula no colégio onde estuda desde os dois anos, a escola Educar Sesc de Ensino Fundamental, em Fortaleza (CE).

A razão alegada ao indicar a porta de saída para a garota foram as dificuldades de lidar com suas atuais “necessidades”, uma vez que Lara passou pela transição de gênero há um ano e, amparada por resolução federal, reivindicava ser tratada no feminino nos meios formais do colégio, como na lista de chamada e de suas notas.

O caso se alastrou nas redes sociais após a mãe da garota contar os detalhes do episódio que “arrasou” a família e deixou essa adolescente, muito tímida e retraída, em choque, em prantos.

Após a repercussão, o Sistema Fecomércio-CE, mantenedor da escola, divulgou nota na qual pede desculpas à família, lamenta “qualquer atitude fruto de preconceito ou desconhecimento” e afirma que a matrícula de Lara está garantida para 2018.

Porém, para a jornalista Mara Beatriz Magalhães, 39, mãe de Lara, os “danos emocionais” sofridos serão difíceis de serem reparados e diz que a família ficou exposta ao “ódio de algumas pessoas” que agem de maneira preconceituosa e desinformada.O órgão também anunciou que vai revisar procedimentos e adotar novos protocolos para que o fato não se repita.

“A Lara começou a se descobrir como adolescente trans recentemente, quando tinha 12 anos e chegou a puberdade, as características [físicas] mais masculinas começaram a aparecer. Antes achávamos que ela seria um garoto gay, meio gótico.”

A jornalista Mara Beatriz Magalhães, 39, mãe de Lara (Foto  de Clara Campelo)

Quando a menina começou a ir de batom e unhas pintadas para a escola, os pais a chamaram para conversar. “Foi quando ela contou que se sentia como menina, que não se encaixava no gênero masculino, que não estava feliz daquela maneira.”

Segundo a mãe, ela e o pai, o autônomo Jânio Magalhães Torres, 47, foram à escola para repartir a decisão de Lara e pedir apoio da direção. “No primeiro momento, disseram que iríamos todos aprender juntos a acolher a Lara, que a escola era inclusiva, mas foi tudo da boca para fora”, conta Mara.

Ela afirma que a filha teve de passar a usar o banheiro dos coordenadores, e não o feminino, não teve seu nome social reconhecido formalmente e, por isso, passava por vários constrangimentos, como não poder tirar uma carteirinha escolar que daria a ela desconto no transporte público e em eventos culturais, cinema e teatro, como qualquer outro aluno.

“Quando nos chamaram agora [na escola], pensamos que seria um momento de alento, que iriam pedir mais tempo e paciência para que nossa filha estudasse num ambiente mais acolhedor. Estávamos dispostos a aguardar mais, a colaborar, mesmo que a passos lentos, para que o ambiente ficasse melhor. Mas foi tudo uma decepção.”

COLEGAS DE CLASSE

Na contramão do colégio, os amigos de sala da adolescente deram a ela, segundo a família, todo o apoio e passam a tratá-la de acordo com sua identidade feminina. “Ela enfrentou algumas situações de bullying, mas também recebeu várias cartas de incentivo. Colegas a chamaram de batalhadora, de corajosa. Lara sempre foi uma boa aluna, nunca deu trabalho.”

Dentre as centenas de críticas que Mara recebeu em sua postagem no Facebook na qual relata o drama escolar vivido pela filha, parte delas era porque a família não teria “esperado” a garota completar 18 anos para assumir a identidade feminina.

Internautas também afirmavam que a mãe era militante de causas da esquerda e que queria chamar atenção.

“As pessoas não são, definitivamente, algo pra sempre. Não sou a mesma que fui há dez anos. A Lara não tem a obrigação, daqui a 20 anos, de ser a mesma pessoa. Se ela achar que foi só uma fase, é direito dela, é uma questão dela. Não vou dificultar a vida da minha própria filha dentro de casa, não vou criar um ambiente hostil. Ela vai ter sempre o meu apoio.”

Uma ato em apoio a Lara e contra a transfobia foi realizado na tarde desta quarta-feira (22) na capital cearense, organizado pelo Centro de Referência LGBT Janaina Dutra. A família da garota, que está recebendo suporte psicológico, ainda não sabe se a menina será mantida na escola do Sesc, após esse pedido de desculpas formal.

“É justamente no ambiente da escola que esperamos que seja feito um trabalho para tratar essas questões de gênero, questões do mundo moderno. Queremos que nossa filha seja direcionada para um futuro mais justo, mais igualitário.”

Procurados por meio da assessoria de imprensa do Sesc, nenhum representante direto da escola se manifestou.

“Minha filha tem bom caráter, é respeitosa e estudiosa. Não queremos para ela a realidade de muitas pessoas trans no Brasil, que é viver na rua, na prostituição, no abandono. Não me envergonha a postura dela. Sou amiga de minha filha e ela precisa desse momento de mostrar quem ela é. Se ela se sente feliz e completa em ser a Lara, é assim que ela será tratada.”

Por Folha de São Paulo

Poço de “Ouro” seca, e Weverton Rocha deve devolver Rádio e TV Difusora para Lobão Filho

COMPARTILHE

A fonte que derramava grana pelas nuvens e caía justamente no quintal do deputado Weverton Rocha (PDT), está secando e não tem mais como manter um jardim regado por um líquido a preço de ouro. O parlamentar que até janeiro de 2013 quando assumiu a vaga de deputado federal no lugar de Edivaldo Holanda Jr (prefeito de São Luís), não tinha sequer um rádio de pilha, e do nada se tornou o maior investidor na comunicação do Maranhão, arrendando o Sistema Difusora de Comunicação (Rádio FM e TV), transformando a emissora da Camboa, numa espécie de “metralhadora” pelo AR. Nem a família do senador Edson Lobão escapou dos soldados de Weverton Rocha.

Na tarde desta quarta-feira (22), o blogue do Robert Lobato, trouxe uma notícia que já era especulada há meses pela imprensa local. “A devolução da Rádio FM e TV Difusora” de propriedade do empresário Edson Lobão Filho, que estava arrendada (alugada) para o dono do PDT desde 2016 por um valor altíssimo e que ninguém entendia como Rocha conseguia pagar o aluguel e a folha salarial dos funcionários.

A informação divulgada é que Weverton Rocha, que tem o sonho de ser senador, deve devolver  as emissoras em janeiro de 2018 aos verdadeiros donos. Arrendada (TV e Rádio FM) desde o início de 2016 com promessa de compra em 2017, nada aconteceu como Weverton previa com sua “Luz Intelectual”. Primeiro, o deputado perdeu a presidente Dilma, que estava fazendo o pedetista virar um gigante diante de seus adversários. Depois o principal sócio do “Maragato” que seria uma espécie de laranja, na compra da Difusora, foi preso pela Polícia Federal dentro da emissora da Camboa.

O advogado Willer Tomaz, amigo de Weverton e operador dos irmãos Jowesley e Wesley Batista, da JBS/J&F continua no xilindró até hoje e quebrou uma perna do deputado, que tem a sina de se envolver em escândalo com dinheiro público. Willer foi preso na Operação Patmos, da Polícia Federal, e está guardado no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

E para completar a queda de Weverton Rocha, a principal aliada, Rosângela Curado (indicada por Weverton para ser secretária adjunta de saúde), foi presa pela Polícia Federal acusada de desviar R$ 18 milhões, e agora derrubou a casinha armada pelo colega deputado, que começa ser desmontado peça por peça.  A primeira medida tomada por Weverton será entregar  a Rádio e TV Difusora para Lobão Filho e depois abrir mão da candidatura de senador que está crescendo igual rabo de cavalo.

Todo projeto de Weverton era planejado para o pedetista chegar ao Palácio dos Leões em 2022 como governador do Maranhão. Só que esqueceu de combinar com a Polícia Federal, que está de olho nas movimentações milionárias envolvendo aliados do deputado federal.

Weverton Rocha que é oposição doente ao presidente Michel Temer, estava entregando máquinas no interior do estado, alegando que era por meio de emenda parlamentar. Só que mais uma vez o Príncipe do Ginásio Costa Rodrigues, mentiu, já que opositor não recebe emenda nem aqui, nem na China.

Com a devolução do Sistema Difusora ao empresário Lobão Filho, o exército de Weverton Rocha deixará de ser chumbo e passará a ser vidraça. E aí o proverbio popular poder ser usado plenamente através das ondas sonoras. “Sem munição, não adianta ter arma na mão”.

Prefeitura de Bequimão realiza 5ª Semana do Bebê Quilombola

COMPARTILHE

A 5ª Semana do bebê Quilombola será aberta neste sábado, dia 25, e encerrará no dia 30 de novembro, no municipio de Bequimão, localizado na Baixada Ocidental Maranhense. O evento contará com uma programação bastante diversificada, envolvendo as 11 comunidades quilombolas bequimãoenses.

A abertura acontecerá na Escola Municipal Domingos Bouéres, no bairro Estiva, a partir das 8, com o tema “O direito, a sobrevivência e o desenvolvimento das crianças quilombolas”. Depois, a programação se estenderá para as comunidades já certificadas pela Fundação Palmares: Jurairaitá, Mafra, Ramal de Quindiua, Sassuí, Santa Rita, Ariquipá, Rio Grande, Sibéria, Pericumã, Conceição e Marajá.

 

Criada por lei municipal, a Semana do Bebê Quilombola foi motivada pelo Projeto de Lei nº 09/2013, de autoria do prefeito Zé Martins (PMDB), que tem como estratégia a mobilização social com vistas a contribuir com a proteção, cuidado e desenvolvimento de crianças de 0 a 6 anos. O enfoque é, então, voltado à chamada primeira infância das crianças que vivem nas comunidades remanescentes de quilombo do município.

O evento é organizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, com apoio da Fundação Josué Montello, Governo do Estado (Secretaria de Estado da Igualdade Racial – SEIR), Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA), Rádio Bequimão FM 106,3 MHZ e Unicef.

ABERTURA OFICIAL (25/11 – Sábado)
8h – Cerimônia de abertura (execução dos hinos nacional, municipal e a canção NINAR)
8h30 – Apresentação do vídeo: Desenvolvimento do bebê
9h30 – pronunciamento das autoridades
10h – Diálogo com a temática: gravidez na adolescência, importância do pré-natal, as fases do bebê, os cuidados com a higiene do bebê
PALESTRANTES:
• Professor Dr. Bruno Luciano Carneiro Alves de Oliveira (UFMA – Pinheiro)
• Yasmim Priscila Portes Meira (acadêmica de medicina da UFMA – Pinheiro)
10h30 – Coffee Break
DOMINGO (26/11/2017)
CULTURA E PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL, EDUCAÇÃO E SEIR
• ATIVIDADES SOBRE AS TEMÁTICAS – Criança que veio da África, Identidade das crianças quilombolas, remédio caseiro e suas religiosidades
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
• CASA ABERTA – A convivência traz alegria, roda de conversa com educadores e famílias com contação de história
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
• FESTIVAL DE CAPOEIRA – Crianças, adolescentes e jovens;
• CURSO DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
ESPORTE E FUNDAÇÃO JOSUÉ MONTELLO – Temática
• Competições de Damas e desenvolvimento lógico das crianças
• PÚBLICO ALVO – Crianças e adolescentes
• Histórias contadas pelos pais e brincadeiras de suas infâncias
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
SEGUNDA-FEIRA (27/11/2017)
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – Temática
• Escola em movimento, oficina de pequenos leitores, público nas escolas e oficina de brinquedos;
• PÚBLICO ALVO – Estudantes
ASSITÊNCIA SOCIAL E CRAS – Temática (CADÚNICO)
• Programa criança feliz e busca ativa
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
• Segurança alimentar (alimentação saudável, aprimoramento de novos sabores e reaproveitamento de alimentos)
• PÚBLICO ALVO – Pais
ESPORTE E JUVENTUDE – Temática
• Competições de Damas e desenvolvimento lógico das crianças
• PÚBLICO ALVO – Crianças e adolescentes
SECRETARIA DE SAÚDE/PSF e EDUCAÇÃO – Temática
• Gravidez na adolescência e doenças sexualmente transmissíveis
• PÚBLICO ALVO – Adolescentes e jovens (12 a 18 anos);
• Importância da amamentação com transição do leite materno para o alimento pastoso
• PÚBLICO ALVO – Mães
CREAS, EDUCAÇÃO E FUNDAÇÃO JOSUÉ MONTELLO – Temática
• Cineminha
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
• Brincando de aprender a amar (cantinho do bebê)
• PÚBLICO ALVO – Mães, pais e avós
TERÇA-FEIRA (28/11/2017)
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO – Temática
• Oficinas com construção de fantoche sobre o tema família
• PÚBLICO ALVO – Crianças, pais e professores;
ASSISTÊNCIA SOCIAL, CREAS E SEGURANÇA ALIMENTAR – Temática
• Nascer com amor e o fortalecimento dos vínculos familiares
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
• Limites na primeira infância
• PÚBLICO ALVO – Pais, mães e avós;
• Oficina de Alimentação e Nutrição Infantil
• PÚBLICO ALVO – Grávidas, mães e pais
ESPORTE E LAZER – Temática
• Competição de Dama e desenvolvimento das crianças;
• Recreação e brincadeiras de crianças
• PÚBLICO ALVO – Crianças e Adolescentes
SECRETARIA DE SAÚDE/PSF – Temática
• Campanha de vacinação, roda de conversas sobre aleitamento materno e sua importância;
• PÚBLICO ALVO – Mães e comunidade em geral
• Higiene bucal e aplicação de flúor
• PÚBLICO ALVO – Crianças e adolescentes
• Palestra sobre a importância do pré-natal
• PÚBLICO ALVO – Mães e pais
QUARTA-FEIRA (29/11/2017)
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO – Temática
• Oficina de teatro com a identificação de nossos artistas e apresentação
• PÚBLICO ALVO – Estudantes
ASSISTÊNCIA SOCIAL, CREAS, CRAS E CULTURA – Temática
• Drogas, alcoolismo e violência na família;
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
• Manifestações culturais
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
SECRETARIA DE ESPORTE E LAZER – Temática
• Competições de Damas, Recreação e desenvolvimento lágico
• Recreação com brincadeiras (corrida de saco e pega-pega)
• PÚBLICO ALVO – Crianças e adolescentes
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE – Temáticas
• Desnutrição na primeira infância e causas
• Saúde mental da mãe e gestação pós-parto
• Desenvolvimento psicológico na primeira infância
• PÚBLICO ALVO – Pais e Mães
• Saúde bucal do bebê e os cuidados com a dentição na primeira infância;
• PÚBLICO ALVO – Mães, pais e crianças;
• Saúde da população negra
• PÚBLICO ALVO – Comunidade em geral
QUINTA-FEIRA (30/11/2017)
ENCERRAMENTO NA PRAÇA DO CEMITÉRIO
16H – Caminhada de apoio à mãe
• Exercícios (como manter a autoestima)
• Passeio (caminhada com a banda de música)
• Exposição (produções das crianças)
• Encerramento da competição de dama
• Manifestações culturais

 

Projeto de Othelino Neto institui o Dia Maranhense do Samba

COMPARTILHE

O plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na sessão desta terça-feira (21), por unanimidade, projeto de Lei, de autoria do presidente em exercício, Othelino Neto (PCdoB), que institui o Dia Maranhense do Samba em 12 de Outubro. A matéria passou pela Comissão de Constituição e Justiça da Casa, onde recebeu parecer técnico pela constitucionalidade. O relator foi o deputado estadual Levi Pontes (PCdoB).

“O Maranhão é terra dos batuques, do Tambor de Crioula, que é reconhecido nacionalmente como avô do samba, terra da Turma da Mangueira, fundada na primeira metade do século passado, assim como terra dos Fuzileiros da Fuzarca de 1936, terra dos blocos tradicionais, uma forma ímpar de tocar samba e que só existe aqui. Portanto, nada mais justo do que estabelecer um dia para comemorarmos o nosso samba, pois trata-se de um reconhecimento”, justificou Othelino Neto.

Segundo o deputado, fazer samba no Maranhão não é inventar e sim apenas manter viva essa tradição. Ele citou a região do Munim, onde existe, até hoje preservado, o samba rural com uma levada própria, herdada dos nossos ancestrais da velha guarda como Felipe, Leonardo, Amaral, Apolônio, Messias, Cristóvão Colombo Alô Brasil, Antônio Vieira, Lopes Bogéa, Zé Pivô, Maestro João Carlos (pai de Alcione Nazaré, a Marrom), Caboclinho, Tabaco, Bibi Silva (pai do nosso poeta, o sambista César Teixeira), Sapinho, Luís de França, Patativa, Urubuzinho, Mascote e outros.

“Esse reconhecimento é vital em todos os sentidos, até para que as pessoas entendam que o samba também é uma manifestação do nosso Folclore, dos nossos folguedos, da nossa riqueza e diversidade cultural. Em suma, é legítimo e justo todo o apoio e incentivo ao samba maranhense para preservá-lo e fortalece-lo cada vez mais”, disse o deputado.

Othelino explicou que sugeriu o 12 de Outubro, pois nessa data, no ano de 1922, nascia Cristóvão Colombo Alô Brasil, sambista, improvisador, compositor, autêntico pierrot do Carnaval, uma legítima referência para todos os sambistas maranhenses e também por tratar-se de um dia que já é feriado (Nossa Senhora Aparecida e das Crianças), não causando transtorno para a economia e, portanto, quebrando qualquer resistência.

Vereador Marquinhos reforça desejo de representar periferia no Senado

COMPARTILHE

O vereador Antônio Marcos Silva, Marquinhos (DEM), descartou, na manhã dessa sexta-feira (17), a possibilidade de se tornar candidato a deputado estadual nas eleições do próximo ano, como vinha sendo noticiado em postagens e enquetes na imprensa maranhense. Marquinhos reafirmou, durante entrevista exclusiva ao portal (radionoticiamaranhao.com.br), que continua alimentando o sonho em ver a periferia sendo representada no Senado Federal.

O desejo de Marquinhos foi confirmado logo após a divulgação de uma enquete para as eleições de 2018, onde o parlamentar figurou entre os postulantes mais votados para a Assembleia Legislativa numa sondagem de intenção que foi desmobilizada pelo portal Rádio Notícia Maranhão, com mais de oitenta nomes de possíveis candidatos a deputado estadual para as eleições do ano que vem.

O vereador Marquinhos agradeceu a lembrança e votos que recebeu, mas surpreendeu a todos ao afirmar que não tem interesse na disputa de uma das 42 vagas, disponíveis na Assembleia Legislativa do estado do Maranhão em 2018. O motivo tem um significado: o sonho de ver a periferia no Senado.

“É muito gratificante ser lembrado numa enquete ou pesquisa com mais de oitenta nomes. Por isso sou grato pela lembrança e pelos votos que recebi, mas a Assembleia Legislativa não é minha meta. Em 2018, vou continuar meu sonho de levar um cidadão da periferia ao Senado Federal. A população precisa eleger um senador que sabe o que é a pobreza de fato, que andou de ônibus, que já precisou do SUS. Eu sei o que isso, eu sou oriundo das massas e sei o que eles sofrem no dia a dia”, afirmou.

Vale lembrar, que o vereador teve 1.000 dos mais de 9.075,00 votos que foram computados na enquete, e ficou em quarto lugar como um dos mais votados.