casa » 2017 » junho (página 4)

Arquivos Mensais: junho 2017

Prefeito Anderson Wilker divulga em sua página na rede social Facebook mensagem no Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

COMPARTILHE
Todos os anos, o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, nos lembra quantas vítimas inocentes continuam a ser exploradas para ganhos financeiros. Este ano, em 12 de Junho, queremos dar voz a estas crianças invisíveis e esquecidas.
São mais de 168 milhões de crianças em todo o mundo, vítimas de exploração, que trabalham em minas, fábricas, todos os dias. Muitas vezes desnutridas, cansadas e tristes, são, sobretudo escravas do mundo contemporâneo.
Os números são alarmantes: 78 milhões na Ásia e no Pacífico, 59 milhões na África Subsaariana, 13 milhões na América Latina e no Caribe, mais de 9,2 milhões no Oriente Médio e no Norte da África. A maioria delas trabalha nos campos, mas muitas outras em fábricas e minas, como nas de ouro, mais de 85 milhões fazem trabalhos perigosos que as levam frequentemente à incapacidade ou à morte.
Na verdade, existem mais de 22 milhões de pessoas que morrem no local de trabalho. Suas vozes, seus apelos a uma infância normal são ignorados, apesar das numerosas organização humanitárias e de luta pelos seus direitos fundamentais.
Através da ActionAid, que ajuda comunidades pobres e marginalizadas do mundo para melhorar as condições de vida de milhares de pessoas, além das famosas UNICEF e Save the Children,  ajudar essas crianças é possível, aderindo a um dos muitos projetos promovidos por essas organizações ou iniciando uma adoção à distância.
Os dados mundiais
O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil é uma oportunidade para dar vozes às muitas das histórias sobre este grave problema social dos dias de hoje. Aqui algumas delas, mas, infelizmente, existem muitas, muitas outras para contar.

Secretaria de Saúde de Bequimão divulga nota sobre ocorrido nesta segunda-feira (12)

COMPARTILHE
A Secretaria Municipal de Saúde de Bequimão, por meio da Diretoria do Hospital Municipal “Lídia Martins”, divulgou nota sobre a situação ocorrida com a paciente Paula Gomes, que chegou a falecer na manhã desta segunda-feira (12), na UPA do Bacanga, em São Luís.
CONFIRA A NOTA ABAIXO NA ÍNTEGRA
A Secretaria Municipal de Saúde de Bequimão, por meio da Diretoria do Hospital Municipal “Lídia Martins”, informa que apurou, imediatamente, a situação ocorrida com a paciente Paula Gomes, que chegou a falecer na manhã desta segunda-feira (12), na UPA do Bacanga, em São Luís. Ela deu entrada por volta das 6:20h, no referido hospital, recebendo os cuidados necessários de emergência, de acordo com o protocolo para o estado da paciente. Quando seus parâmetros já estavam estabilizados, foi providenciada, com agilidade, sua transferência para a capital, visto que se tratava de um quadro com histórico de cardiopatia de alto grau.  Expressamos profunda solidariedade à família de dona Paula Gomes.
Secretaria Municipal de Saúde de Bequimão- MA

Fátima Araújo destaca arraial do João de Deus-Vila Conceição na Difusora AM

COMPARTILHE
O Festejo Junino no Maranhão já está acontecendo. Mas no bairro João de Deus-Vila Conceição, o Tradicional Arraial já tem data marcada para começar, dia 23 de junho. Com o apoio exclusivo da vereadora Fátima Araújo (PCdoB), o festejo terá 7 dias de muita animação.
Nesta segunda-feira (12), a Pequena Guerreira aproveitou para divulgar seus projetos e programação do arraial no Programa Canta Maranhão, apresentado pelos Radialistas, Helena Leite, Joel Jacinto e Juarez Souza, na rádio Difusora AM 680 KHZ. Durante o programa Fátima falou de seus primeiros meses de mandato como vereadora e destacou seus esforços na luta pelo bem estar da população de São Luís. Questionada pelos radialistas, a Vereadora destacou sua luta em prol de seu povo.
A programação do Arraial do João de Deus-Vila Conceição vai de 23 a 29 de junho com inúmeras brincadeiras. Toda cobertura e programação completa você pode conferir na Página da Vereadora no Facebook.
FIM DE SEMANA DE TRABALHO

Mesmo sendo final de semana, a vereadora visitou uma feira na capital. Além de visitar os feirantes, Fátima Araújo aproveitou para tomar um café e fazer aquela compra de verduras e legumes. Como uma autêntica parlamentar, a Pequena Guerreira foi muito solicitada para tirar aquela foto com seus eleitores e admiradores.

São Luís-MA: A senhora de 404 anos abandonada pelo seu gestor

COMPARTILHE

Prestes a completar 405 anos, a cidade de São Luís chora por seu abandono. Jogada no asilo da maldade, a capital do Maranhão escolheu um pai adotivo que maltrata, abandona e ainda coloca a culpa em seus antecessores. Sem a mínima condições de abrigar uma idosa que um dia foi chamada de Ilha do Amor, Cidade dos Azulejos e Patrimônio da Humanidade, o atual prefeito de São Luís se perdeu na Ilha juntamente com grande maioria de seus secretários.

Na infraestrutura, a cidade está de mal a pior, um descaso maquiado por milhões de reais, como se o dinheiro fosse uma descoberta de garimpo. As ruas estão dentro das crateras, ao contrário que muitos poderiam imaginar. O correto seriam as crateras nas ruas, mas Edivaldo Holanda Júnior conseguiu essa proeza, colocar a cidade dentro dos buracos.

A saúde não tem remédio, até os hospitais estão doentes. Os profissionais sem salários estão sendo uma espécie de voluntários, trabalhando á base do amor a profissão e ao povo de São Luís. Não tem materiais básicos, remédios, e respeito ao povo ludovicense. Até os telefones estão com as linhas cortadas por falta de pagamento. As filas de pacientes são ainda maiores, o que não mexe com o prefeito, que mesmo sendo evangélico, ainda vive de promessas, ato abominável pela bíblia.

A educação, é algo que não tem sequer nas escolas e muito menos por quem faz parte da pasta. São escolas abandonadas, telhados quebrados, falta de merenda escolar, transportes, e professores desrespeitados pela gestão, que nunca valorizou os profissionais. Uma pergunta não pode deixar de ser feita: Onde estão os mais de 285 mil eleitores que votaram em Edivaldo? É um fenômeno que vai durar 48 meses e muitos arrependimentos.

Se os Holandeses que colonizaram a cidade voltassem, tenho certeza que São Luís seria restaurada…Mas uma coisa é certeza, Edivaldo não seria o gestor, nem que o PDT implorasse aos Portugueses e Holandeses…

Os outros setores da gestão já estão desaparecendo, mas as secretarias aumentam e os cargos também. A cada mês o prefeito cria cargos com nomes diferentes, mas com função igual às que já existem. O segredo para transformar a prefeitura em um cabide de empregos para aliados.

Município de Alcântara atinge meta de vacinação contra grip

COMPARTILHE
Com o objetivo de atingir a meta de vacinação contra a gripe, a Secretaria Municipal de Saúde de Alcântara aderiu no dia 17 de maio à campanha de combate à gripe (H1N1).
A Secretaria de Saúde mobilizou toda população alcantarense na Praça do Galo enfrente a Unidade Básica de Saúde (UBS) Caravelas. Centenas de moradores compareceram para tomar a vacina. O município já alcançou 98,40% da meta nacional, ficando à frente de cidades como São Luís, capital do Maranhão. Entre os 4 municípios da Região Metropolitana, Alcântara foi o único que atingiu quase 100%.
Cinco equipes volantes fizeram a vacinação em pacientes acamados, com mobilidade reduzida entre outras limitações. Em todas as UBS’s localizadas na zona rural, a vacinação aconteceu de segunda a quinta-feira, e na sede do município de segunda a sexta-feira, das 7:30 às 18h.
Em todas as ações realizadas pela secretaria, o prefeito Anderson Wilker (PCdoB) sempre esteve presente, e promete melhorar o desenvolvimento da cidade, tanto na área da saúde, quanto em outros seguimentos da gestão.
Nos últimos 4 anos, Alcântara não recebia ações de Promoção à Saúde, como campanhas de vacinação. Hoje, conseguiu atingir uma cobertura vacinal de mais de 90% da população.

Durante a vacinação contra gripe, a secretaria realizou triagem para glicemia, verificação de Pressão Arterial, Atendimentos odontológicos (realizados no odontomóvel). Os participantes também puderam receber picolé, geladinho e pipocas, principalmente a criançada, que teve um pula-pula e uma piscina de bolinhas.
Para a Secretária de Saúde, o trabalho está sendo desenvolvido com muito empenho. “Estamos trabalhando para melhorar todos os índices da saúde de Alcântara. Encontramos tudo com nota zero, mas desde janeiro estamos tratando a saúde e a população com respeito. Nossa equipe está empenhada, nossas metas estão sendo batidas e os resultados já começaram aparecer” – destacou Ramone Araújo.

Vereador Pavão Filho solicita reforma das Praças Marechal Rondon e Coheb

COMPARTILHE

Através de requerimento aprovado pela Câmara Municipal de São Luís, o vereador Pavão Filho (PDT) está solicitando ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) a reforma das praças Marechal Rondon (Outeiro da Cruz) e Coheb (Sacavém) com implantação de equipamentos de academia ao ar livre e playgroud para as crianças.

Segundo Pavão Filho, a reforma desses espaços, que estão em condições precárias, significa transformar esses locais subutilizados em espaços para práticas esportivas e de lazer, para eventos culturais, religiosos e ações sociais.

“É importante mencionar que a reforma das referidas praças contribuirá para o embelezamento dos bairros e preservação do meio ambiente, através da arborização e jardinamento”, acrescenta o vereador.

Pavão observa ainda que a revitalização dessas duas praças para usufruto coletivo acontecerá em consonância com as próprias necessidades e anseios da comunidade do Sacavém e bairros adjacentes.

Texto: Jorge Vieira

 

Boi de Axixá inicia temporada junina neste sábado

COMPARTILHE
Referência no folclore do Maranhão, o Bumba-boi de Axixá realiza, neste sábado (10), às 19h, no Shopping da Ilha, o batizado da brincadeira tradicional no sotaque de orquestra. Para a temporada deste ano, o grupo levará aos arraiais uma homenagem a cidade de Axixá, com o tema: “100 ANOS DE AMOR ÀS CINCO LETRAS”.
O grupo preparou algumas surpresas para as apresentações, com enredo e indumentárias que irão retratar a história e a beleza da cidade que sempre serviu de inspiração para a brincadeira.
“Estamos na expectativa para mais um ano de festa e, nesta temporada, faremos uma bela homenagem à nossa terra querida. Axixá sempre foi nossa inspiração e nós iremos retribuir todo esse amor que sempre recebemos”, disse Leila Naiva, comandante do Boi de Axixá.
 
História do Boi de Axixá
O Boi de Axixá foi fundado em 01/01/1959, por Francisco Naiva, não por pagamento de promessa, mas por amor à brincadeira, à cultura popular. Era composto pelos personagens soldados, caboclos de flecha, índios e campeadores.
As mulheres eram proibidas de brincar. Depois da saída dos índios e soldados, elas foram inseridas, também como índias, sendo assim até a atualidade.
Por ser um dos percussores do Bumba-meu-boi de Orquestra no Maranhão, o Boi de Axixá segue tradicionalmente o ciclo da manifestação, ensaios, batismo, apresentação e morte, envolvendo comunidades do município de Axixá e de São Luís/MA.
Como é considerado um dos principais representantes da cultura popular, o Bumba-meu-boi de Axixá não se apresenta somente para contratantes com poder aquisitivo alto; apresenta-se sem cobrar em diversos arraiais, igrejas e comunidades carentes, a fim de promover o acesso e contato de pessoas menos favorecidas à cultura popular, visto que seus brincantes, desde sua fundação, também são pessoas simples que amam o Boi de Axixá.
Hoje sob o comando de Leila Naiva, a brincadeira é formada por 120 brincantes, entre índias, vaqueiros campeadores, vaqueiros de fita e orquestra.

Prefeito de Bequimão assina termo de adesão ao Polo Turístico Floresta dos Guarás

COMPARTILHE
O Prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), e a secretária municipal de Meio Ambiente e Turismo, Keila Soares, assinaram o Termo de Adesão ao Programa de Regionalização do Turismo, do Ministério do Turismo, ratificando o interesse do município em integrar a Região Turística Floresta dos Guarás.
O prefeito Zé Martins enfatizou a importância do programa para o desenvolvimento socioeconômico do município, que tem uma diversidade de atrações culturais e naturais para visitantes e moradores. “Com essa adesão poderemos pleitear ações e receber recursos orçamentários para os projetos de turismo local, além de reforçar o apoio para o desenvolvimento do turismo regional em cooperação com os demais municípios de nossa região turística, que também estão unidos pelo consórcio Conguarás”, explicou o gestor.

“A administração do prefeito Zé Martins tem atuado bem, oferecendo infraestrutura e suporte técnico e administrativo para o desenvolvimento dos atrativos turísticos em Bequimão, por meio de ações contínuas e parcerias eficazes, como é o caso do Sebrae e o empresariado local”, ressaltou a secretária de Meio Ambiente e Turismo, Keila Soares.
PROGRAMA DE REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO E O MAPA DO TURISMO BRASILEIRO
A Política Nacional de Turismo, estabelecida pela lei 11.771/2008, tem dentre os seus princípios a regionalização do turismo. Mesmo um município que não possua clara vocação para o turismo – ou seja, que não recebe o turista em seu território – pode dele se beneficiar. Para isso, o município precisa desempenhar um papel de provedor ou fornecedor de mão-de-obra ou de produtos destinados a atender o turista. O trabalho regionalizado permite ganhos não só para o município que recebe o visitante, mas para toda a região.

 

Embasando-se em recomendações da Organização Mundial de Turismo, o Ministério do Turismo adotou em 2004 essa política focada no desenvolvimento regional, dando maior protagonismo às Unidades da Federação. O Programa de Regionalização do Turismo trabalha a convergência e a interação de todas as ações desempenhadas pelo ministério com estados, regiões e municípios brasileiros. Seu objetivo principal é o de apoiar a estruturação dos destinos, a gestão e a promoção do turismo no País.
O Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento de orientação para a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento de políticas públicas, tendo como foco a gestão, estruturação e promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada. Sua construção é feita em conjunto com os órgãos oficiais de Turismo dos estados brasileiros.
Mais informações sobre a Floresta dos Guarás ACESSE AQUI

SAÚDE EM PAUTA NA UNIVERSIDADE: Estudantes de jornalismo homenageiam Hapvida

COMPARTILHE
Empresa de saúde contribuiu com informações médicas para a elaboração de revista acadêmica
Uma revista voltada para a infância e os cuidados com a saúde das crianças. Assim é a revista experimental “Cuidar”, pensada, criada e desenvolvida por alunos do quinto período de Jornalismo de uma universidade particular de São Luís. A ideia de produzir a revista surgiu dentro de uma das disciplinas da grade curricular. Os alunos da turma foram divididos e equipes e uma delas decidiu tirar do papel, ou melhor, fazer virar papel a Revista Cuidar.
Para elaborar as reportagens sobre os temas associados à infância, alguns estudantes entraram em contato com a assessoria de comunicação do Hapvida Saúde, que prontamente solicitou aos médicos especialistas em cada área as respostas para as questões levantadas pela turma. O pediatra Pedro Pinto, responsável pela UTI pediátrica do Hospital Guarás, em São Luís, foi uma das fontes consultadas. Na reportagem, ele falou sobre a alimentação adequada para cada fase da vida da criança. Na matéria, os alunos incluíram um conteúdo extra, com ensaio fotográfico, que pode ser acessado com smartphones por meio da simples leitura de um cógido QR.
O lançamento da revista foi no auditório da universidade e contou com a participação de alunos, professores e coordenadores do curso de Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. O diretor administrativo da regional São Luís, André Luiz Ruas Mendes, prestigiou o lançamento da revista e, na ocasião, ratificou que o Hapvida está de portas abertas para os estudantes. “Os alunos estão de parabéns pela iniciativa e nós fazemos questão de colaborar com esse tipo de produção porque informação é fundamental para se prevenir doenças e se ter uma sociedade melhor”, destacou o diretor.

Festa do Divino em Alcântara atrai grande número de turistas e ultrapassa fronteiras

COMPARTILHE
Criada no início do século XIV em Portugal, a Festa do Divino Espírito Santo foi trazida pelos colonizadores para o Brasil no século XVI, em especial para a cidade de Alcântara, no Maranhão. Realizada no Dia de Pentecostes, 50 dias após a Páscoa, a Festa do Divino é uma homenagem religiosa a terceira pessoa da Saníssima Trindade; o Espírito Santo.
Durante a Festa do Divino, a cidade histórica é tomada por visitantes de todos os lados do Brasil. De qualquer região do país havia turistas em Alcântara durante o festejo religioso. O clima de festividade inclui missas, hasteamento de mastros, ladainhas, alvoradas das caixeiras, e cortejos que percorrem ruas, ladeiras, becos e as casas de moradores da cidade. Um dos pontos alto da festa acontece no salão nobre do Palácio Imperial de Alcântara, local onde fica localizado um altar para apresentações dos membros da corte.

Munidos de fé e devoção, os moradores da cidade ganham ainda mais força ao se juntarem com turistas, que transformam o festejo em romaria religiosa. Não importa se faz sol ou chuva, ali estão os alcantarenses unidos na realização do festejo.
As regras são cumpridas passo a passo, tudo de acordo como manda a tradição. O festejo começou no dia 24 de maio e encerrou-se dia 5 de junho, deixando um legado positivo como o melhor festejo de todos os tempos. Durante os 12 dias de festa, tanto os alcantarenses, quanto os turistas tiveram opções de diversão e lazer.
Rica em belezas naturais e arquitetônicas, a cidade de Alcântara conta com vários pontos turísticos, além de praias paradisíacas. A turista gaucha, Ana Paula Menezes, estudante de antropologia, aproveitou o festejo para fazer turismo e uma pesquisa. “Como futura Antropóloga, aproveitei o festejo e matei dois coelhos com uma cajadada só, [risos]. Alcântara é uma cidade para ser estudada em vários pontos. O próprio festejo precisava ser estudado e transformado em livros. Estou saindo daqui muito rica de material histórico, mas me diverti bastante também” – destacou a universitária.

Durante os finais de semana, a Praça da Matriz ficou pequena para tanta gente que lotou o espaço público durante shows. Durante o período festivo as pousadas e hotéis da cidade superlotaram, até as ruas e praças serviram como acampamento para quem chegou de última hora. Os empresários, mototaxistas, taxistas e donos de vans, barcos e catamarãs, faturaram alto durante os 12 dias de festa, sem contar os barraqueiros e donos de clubes de reggae.
Para a imperatrizense Maria Felícia Carvalho, que veio à Alcântara pela primeira vez, o festejo superou suas expectativas. “Nunca tinha vindo aqui, na verdade fui induzida por amigas que já vieram outras vezes, mas até elas ficaram surpresas com tanta gente este ano no festejo, confesso que pretendo voltar outras vezes e já tem data marcada, ano que vem” – destacou.
Em Alcântara os moradores tinham o privilégio de encontrar autoridades pelas ruas da cidade, como deputados, secretários estaduais, além de profissionais da imprensa maranhense e nacional. O festejo foi tão grandioso que acabou ultrapassando fronteiras, e logo após o encerramento, o Museu de Artes Modernas do rio de Janeiro recebeu uma exposição de fotos do festejo, realizada pelo experiente fotógrafo Márcio RM, que pretende transformar toda história em livro.

Para o prefeito Anderson, todo apoio do governo do estado em parceria com a prefeitura de Alcântara serviu para revitalizar o festejo. “Estamos trabalhando para resgatar e revitalizar as tradições culturais e religiosas de Alcântara. Temos o apoio do governo do estado e essa parceria tem trazido bons resultados em todos os setores de nossa gestão” – descreveu o prefeito.
A Secretária de Cultura e Turismo destacou a importância do apoio da prefeitura na realização do festejo. “A organização do festejo é da comunidade, mas a prefeitura em parceria com o governo do estado fez sua parte e tai o resultado, cidade lotada de turistas” – disse Marcelina Serrão.
Jovens, crianças e adultos se entregam de corpo e alma durante o festejo. A cidade parou para receber turistas e romeiros, um povo hospitaleiro e uma cidade pacata fazem de Alcântara um local desejado e amado por aqueles que a visitam. O mundo precisa conhecer as belezas e o povo alcantarense.